Curso Online de CROMOTERAPIA
3 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de CROMOTERAPIA

ÍNDICE   História da Cromoterapia China Egito Grécia Mundo Ocidental   Conceito   As 7 Cores Básicas   Formas de Atuação   Cromoterapia e...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 8 horas

De: R$ 180,00 Por: R$ 120,00
(Pagamento único)

Mais de 10 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

ÍNDICE
 
História da Cromoterapia
China
Egito
Grécia
Mundo Ocidental
 
Conceito
 
As 7 Cores Básicas
 
Formas de Atuação
 
Cromoterapia e Saúde
 
As Cores e Seus Significados
Como e onde usá-las
Estrutura Geral
Como, Quando e Onde Aplicar Cada Cor
Ação Terapêutica
Tratamentos biológicos
Tratamentos ambientais
 
Cromoterapia Como Ciência de Cura
 
Instrumentos da Cromoterapia
Lanterna Cromática
Água Solarizada
Mentalização de Cores
 
As Cores e Dias da Semana
 
Apêndices:
 
Apêndice I: Comprimento de Onda
Apêndice II: Matérias Interessantes a respeito de cores:
Apêndice III: As Cores e as Notas Musicais
Apêndice IV: Os Chacras, Seus Cristais e Suas Cores
Apêndice V: Ótica

Reflexoterapeuta Terapêuta Reikiano Facilitador Quântico Estudioso da História do Tarô Adepto e Estudioso da Alimentação Vegetariana


- Daniela Gama De Oliveira

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • CROMOTERAPIA

    CROMOTERAPIA

    Alberto de Moraes

  • ÍNDICE
     
    História da Cromoterapia
    China
    Egito
    Grécia
    Mundo Ocidental
     
    Conceito
     
    As 7 Cores Básicas
     
    Formas de Atuação
     
    Cromoterapia e Saúde
     
    As Cores e Seus Significados
    Como e onde usá-las
    Estrutura Geral
    Como, Quando e Onde Aplicar Cada Cor
    Ação Terapêutica
    Tratamentos biológicos
    Tratamentos ambientais
     
    Cromoterapia Como Ciência de Cura
     
    Instrumentos da Cromoterapia
    Lanterna Cromática
    Água Solarizada
    Mentalização de Cores
     
    As Cores e Dias da Semana
     
    Apêndices:
     
    Apêndice I: Comprimento de Onda
    Apêndice II: Matérias Interessantes a respeito de cores:
    Apêndice III: As Cores e as Notas Musicais
    Apêndice IV: Os Chacras, Seus Cristais e Suas Cores
    Apêndice V: Ótica

  • Várias foram as civilizações antigas, como a egípcia, a grega, a indiana, a chinesa e outras que fizeram uso das cores para tratamento de saúde.
     
    Na China e na Índia a cor era mais relacionada à Mitologia e à Astrologia. Na Grécia muitos filósofos-médicos foram absorver o conhecimento da ciência médica na fonte egípcia, com os sacerdotes-médicos.

    A Cromoterapia está intimamente ligada ao antigo Egito assim como a própria Medicina. O vínculo da Medicina com a cromoterapia no Egito data de 2800 a.C. com Imhotep, considerado o Pai Universal da Medicina, pois foi ele quem escreveu os primeiros livros de Medicina, em rolos de papiros. E também foi ele quem fundou a primeira Escola de Medicina.

    Séculos mais tarde, Hipócrates (460-377 a.C.), médico grego, esteve no Egito estudando a matéria Médica com os sacerdotes-médicos, durante três anos. De retorno a Cós, sua cidade natal, fundou a primeira Escola de Medicina da Grécia e elaborou o Juramento Médico baseado nos escritos de Imhotep.
     
    Também o tratamento médico com o uso de cores iniciou no Egito, conforme pesquisas do Dr. Paul Galioughi, autor do livro “La Médicine des Pharaons”, onde relata como os sacerdotes-médicos tratavam os doentes com as cores, utilizando-se de flores e pedras preciosas.

    História da Cromoterapia

  • História da Cromoterapia

    Imhotep

  • Então, podemos dizer que a Cromoterapia nasceu no antigo Egito; adormeceu milênios; e ressurge como uma Medicina-energética, assim como a Homeopatia e a Acupuntura.
     
    Diversos foram os pesquisadores do uso das cores, dos quais citamos:
     
    JOHN OTT - Médico e Diretor do Instituto Sarasota - Flórida/USA, que pesquisou o efeito das cores sobre tumores cancerosos. Autor do livro “Health And Light”;
     
    DINSHAH GHADIALI - Médico indiano, residente em New Jersey/USA, que estruturou a Cromoterapia em bases científicas. Autor de uma Enciclopédia, em 3 volumes, sobre a utilização das cores nas doenças;
     
    NIELS FINSEN - Médico em Copenhague, Dinamarca. Autor do livro “Propriedades Actínicas da Luz do Sol”. Fundou o Instituto da Luz para a cura de pacientes com tuberculose. Realizou curas surpreendentes em cerca de dois mil pacientes com a aplicação da Cromoterapia, recebendo o Prêmio Nobel, em 1903;
     
    RENÉ NUNES - Jornalista, Conferencista e Professor, de Brasília - Brasil (falecido em 1995), que se dedicou à pesquisa e aplicação da Cromoterapia em mais de dez mil pacientes, obtendo grande índice de recuperação. Autor de diversas obras, das quais cito “Cromoterapia Técnica”. Foi o grande divulgador da Cromoterapia como ciência médica-energética no Brasil e no exterior.

    História da Cromoterapia

  • Define-se Cromoterapia como a ciência que utiliza as cores do Espectro Solar para restaurar o equilíbrio físico-energético em áreas do corpo humano atingidas por alguma disfunção.
     
    A cromoterapia é a ciência que emprega as diferentes cores para alterar ou manter as vibrações dos corpos na frequência que resulta em saúde, bem estar e harmonia.
     
    Os raios coloridos podem ou não ser visíveis ao olho humano. Podem ser aplicados fisicamente, através de uma exposição efetiva aos raios luminosos ou mentalmente, através de técnicas de sugestão, visualização ou meditação.
     
    Desde a mais remota antiguidade já se tinha conhecimento da importância do espectro da luz sobre nossas vidas e da importância do conhecimento da sua utilização. O tratamento pela cor foi, possivelmente, um dos primeiros tipos de terapia empregado pelo homem pois é um método que existe na própria natureza, sendo um recurso natural para conservar o organismo equilibrado e em harmonia, tanto absorvendo as cores naturais como usando as cores através da ingestão de alimento.

    História da Cromoterapia

  • Os egípcios também construíram templos de cura com salas que tinham janelas de cristal ou vidro que filtravam a luz que emanava as cores do espectro. As pessoas passavam por um diagnóstico e depois eram colocadas em uma sala que emanava a cor da qual estavam precisando. Eles também usavam os cristais, pois acreditavam que eles possuíam as cores puras do Universo.
     
    Durante a Idade Média, no Ocidente, a Cromoterapia era usada somente por iniciados, uma vez que a Igreja Católica considerava sua prática como bruxaria.
     
    Em 1665, o físico Isaac Newton (1643-1727) descobriu que a luz branca do sol, ao atravessar um prisma, decompunha-se em sete cores fundamentais: vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, índigo e violeta. Assim sendo, as cores são vibrações diferentes do espectro luminoso, cada uma com um comprimento de onda diferente.

    Newton acreditava na teoria corpuscular da luz tendo grandes desavenças com Huygens que acreditava na teoria ondulatória. Posteriormente, provou-se que a teoria de Newton não explicava satisfatoriamente o fenômeno da cor. Mas sua teoria foi mais aceita devido ao seu grande reconhecimento pela gravitação. Apesar disso, Newton fez importantes experimentos sobre a decomposição da luz com prismas e acreditou que as cores eram devidas ao tamanho da partícula de luz.

    História da Cromoterapia

  • Isaac Newton

    História da Cromoterapia

  • Realizanado vários experimentos ao longo dos anos, Isaac Newton revolucionou os conhecimentos sobre a luz. Em 1666, na feira de Woolsthorpe, comprou um prisma de vidro (vidro triangular – um peso de papel) e observou em seu quarto, como um raio de sol da janela se decompunha ao atravessar o prisma, sua atenção foi atraída pelas cores do espectro, onde um papel no caminho da luz que emergia do prisma aparecia às sete cores do espectro, em raios sucessivos: vermelho, alaranjado, amarelo, verde, azul anil e o violeta. Desta maneira ele produziu seu pequeno arco-íris artificial.

    "Para cumprir minha promessa anterior, devo sem mais cerimônias adicionais informar-lhe que no começo do ano de 1666 (época que me dedicava a polir vidros óptico de formas diferente da esférica), obtive um prisma de vidro retangular para tentar observar com ele o celebre fenômeno das cores. Para este fim, tendo escurecido meu quarto e feito um pequeno buraco na minha janela para deixar passar uma quantidade conveniente de luz do Sol, coloquei o meu prisma em uma entrada para que ela (a luz) pudesse ser assim refratada para a parede oposta. Isso era inicialmente um divertimento muito prazeroso: ver todas as cores vividas e intensamente assim produzidas, mas depois de um tempo dedicando-me a considerá-las mais seriamente, fiquei surpreso por vê-las..." (escritos de Isaac Newton)

    Em seguida, Newton repetiu a experiência com todas as raias correspondentes às sete cores, mas elas permaneciam simples. Desta forma ele concluiu que a luz branca é composta por todas as cores do espectro e provou isso reunindo as raias coloridas mediante a uma lente, obtendo, em seu foco, a luz branca. E mais tarde Newton afirmou:

    História da Cromoterapia

  • "Cores não são qualificações da luz derivadas de refração ou reflexões dos corpos naturais (como é geralmente acreditado), mas propriedades originais e inatas que são diferentes nos diversos raios. Alguns raios são dispositivos a exibir uma cor vermelha e nenhuma outra; alguns uma amarela e nenhuma outra, alguns uma verde e nenhuma outra e assim por diante. Nem há apenas raios próprios e particulares para as cores mais importantes, mas mesmo para todas as cores intermediárias.“

    No inicio do séc. XIX, com o grande salto de medicina alopata, a cromoterapia, bem como as outras terapias naturais foram esquecidas. No entanto, no final do mesmo século, Pancoast, em seu livro A Luz Azul e Vermelha, ressuscitou essa técnica utilizando panos e pequenos pedaços de vidro azul e vermelho por onde passavam as luzes.
     
    Em 1878 Edwin Babbitt publicou o livro: The Principles of Light and Colour. Ele se diferenciou de Pancoast porque acrescentou ao tratamento a cor amarela e criou pequenas cabines chamadas Thermoline, onde utilizava a luz direta do sol. Esta cabine mais tarde foi remodelada passando a usar um disco com filtros coloridos usando a eletricidade. Ele também fez uso da água solarizada.
     

    História da Cromoterapia

  • Em 1934 Dinshan publicou o terceiro volume do seu trabalho sobre o espectro cromático. Ele acreditava que o som, a luz, a cor, o magnetismo e a audição estavam na mesma energia, diferenciando apenas a freqüência vibracional. Ele constatou que a cor tem a mesma freqüência vibracional do corpo físico e assim, inventou uma máquina que transmitia a cor através de slides.

    Atualmente a Cromoterapia vem sendo usada com ótimos resultados como auxiliar nos tratamentos de doenças físicas, emocionais e espirituais. Podemos ver na prática diária, por exemplo, a ação da cor como calmante, ajudando pessoas com insônia a dormir melhor. No campo físico, temos tido resultados excelentes no auxilio ao tratamento de tendinite, fraturas e todo o tipo de problemas ósseos.
     
    A Cromoterapia é a ciência que utiliza a cor para estabelecer o equilíbrio e a harmonia do corpo, da mente e das emoções.
     
    O ser humano e a natureza necessitam da luz do sol para viverem. Sem luz não há vida e dessa maneira, o homem e a natureza recebem a luz solar e esta se decompõe em sete raios principais que são distribuídos por todos os nossos corpos, físico e energético.
     
    Se houver desequilíbrio dessas cores, as doenças refletem-se no nosso corpo físico e adoecemos.

    História da Cromoterapia


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 120,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • CROMOTERAPIA
  • ÍNDICE
  • História da Cromoterapia
  • China
  • Egito
  • Grécia
  • Mundo Ocidental
  • Conceito
  • As 7 Cores Básicas
  • Formas de Atuação
  • Cromoterapia e Saúde
  • As Cores e Seus Significados
  • Como e onde usá-las
  • Estrutura Geral
  • Como, Quando e Onde Aplicar Cada Cor
  • Ação Terapêutica
  • Tratamentos biológicos
  • Tratamentos ambientais
  • Cromoterapia Como Ciência de Cura
  • Instrumentos da Cromoterapia
  • Lanterna Cromática
  • Água Solarizada
  • Mentalização de Cores
  • As Cores e Dias da Semana
  • Apêndices:
  • Apêndice I: Comprimento de Onda
  • Apêndice II: Matérias Interessantes a respeito de cores:
  • Apêndice III: As Cores e as Notas Musicais
  • Apêndice IV: Os Chacras, Seus Cristais e Suas Cores
  • Apêndice V: Ótica