Curso Online de Epidemiologia
5 estrelas 2 alunos avaliaram

Curso Online de Epidemiologia

REVISÃO DE CONCEITOS FUNDAMENTAIS DE BIOESTATÍSTICA

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 25,00
(Pagamento único)

Mais de 80 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

REVISÃO DE CONCEITOS FUNDAMENTAIS DE BIOESTATÍSTICA

Formado em medicina


- Debora Regina Maximiano

- Walmir Da Silva Inacio

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • epidemiologia

  • EPIDEMIOLOGIA I CURSOS SAÚDE

    epidemiologia i cursos saúde

    2

    revisão de conceitos fundamentais de bioestatística

  • A BIOESTATÍSTICA

    a bioestatística

    3

    conceito geral: é uma ciência que utiliza um conjunto de metodologias e processos matemáticos que serve para estudar e medir fenômenos coletivos. em última instância é uma ferramenta que auxilia na tomada de decisões sobre a ocorrência de eventos ou características de uma população ou amostra.
    população: a estatística tem como principal finalidade estudar fenômenos coletivos e de suas relações. portanto a população é composta por todos os indivíduos que pretendem ser estudados, sendo as vezes muito grande.
    amostra: quando a população é muito grande torna-se difícil ou impossível a observação da característica de cada um dos indivíduos que a compõe. nessas condições, se faz uma seleção de uma amostra suficientemente representativa da população, chamada de amostra.

  • CLASSIFICAÇÃO DA BIOESTATÍSTICA

    classificação da bioestatística

    4

    descritiva ou dedutiva: possui como principal finalidade descrever e analisar determinada característica de uma população, sem contudo, pretender gerar conclusões de caráter mais genérico. portanto, trabalha com dados censitários.
    experimental ou indutiva: é a parte da estatística que a partir da análise de uma ou mais amostras da população procura: inferir, deduzir, induzir e estimar as leis que regem o comportamento da população da qual foi retirada a amostra. também através da estatística experimental ou indutiva pode-se aceitar ou rejeitar hipóteses que podem surgir sobre a característica da população da qual foi retirada a amostra significativa.

  • FASES DA ANÁLISE BIOESTATÍSTICA

    fases da análise bioestatística

    5

    definição do problema
    planejamento das atividades
    coleta dos dados ou montagem do delineamento experimental
    apuração dos dados
    apresentação dos dados: tabular ou gráfica
    análise e interpretação dos dados

  • EPIDEMIOLOGIA I CURSO DE MEDICINA AULA 2

    epidemiologia i curso de medicina aula 2

    6

    apresentação dos dados em tabelas

  • APRESENTAÇÃO TABULAR DOS DADOS

    apresentação tabular dos dados

    7

    conceito: as tabelas são formas de apresentação de dados compostas por uma matriz de linhas e colunas.
    nas tabelas se deve obter o máximo de informações com um mínimo de espaço sem, contudo, não perder a sua condição de serem auto-explicativas.
    em síntese é uma forma de condensar os resultados de forma a realizar uma visualização rápida e precisa dos resultados.
    se devem utilizar as tabelas quando se requer que o leitor observe pequenas variações entre os dados, variações estas que ficariam imperceptíveis nas figuras.

  • COMPONENTES DE UMA TABELA CABEÇALHO

    componentes de uma tabela cabeçalho

    8

    cabeçalho: o cabeçalho é a apresentação do que a tabela esta procurando e deve responder as seguintes questões:
    o que? se refere ao fato em si;
    onde? se refere ao lugar de ocorrência do fato e
    quando? corresponde ao tempo em que o fato ocorreu.
    exemplo: gostaríamos de apresentar os atendimentos a pacientes no hospital de caratinga no ano de 2006 o ideal seria:
    atendimentos médicos realizados no hospital de caratinga durante o ano de 2006
    o que? atendimentos médicos; onde? no hospital de caratinga e quando? no ano de 2006

  • COMPONENTES DE UMA TABELA CORPO

    componentes de uma tabela corpo

    9

    o corpo de uma tabela é apresentado na forma de uma matriz composta de linhas e colunas, sendo que nas linhas se apresentam as amostras ou repetições e nas colunas as variáveis.
    o corpo, por sua vez, é composto por uma ou mais linhas e uma coluna mestre, localizadas nos primeiros lugares, onde se referenciam os nomes das variáveis (colunas) e o nome das amostras ou repetições (linhas) e as colunas e linhas secundárias, onde se apresentam os valores correspondentes de cada amostra ou repetição, para cada variável.

  • TIPOS DE ENTRADAS NO CORPO DAS TABELAS: SIMPLES

    tipos de entradas no corpo das tabelas: simples

    10

    número de pacientes atendidos trimestralmente pelo doutor perez, no ano de 2006.

  • TIPOS DE ENTRADAS NO CORPO DAS TABELAS: DUPLA

    tipos de entradas no corpo das tabelas: dupla

    11

    número de pacientes, por sexo, atendido trimestralmente pelo doutor perez no ano de 2006


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 25,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • EPIDEMIOLOGIA I CURSOS SAÚDE
  • A BIOESTATÍSTICA
  • CLASSIFICAÇÃO DA BIOESTATÍSTICA
  • FASES DA ANÁLISE BIOESTATÍSTICA
  • EPIDEMIOLOGIA I CURSO DE MEDICINA AULA 2
  • APRESENTAÇÃO TABULAR DOS DADOS
  • COMPONENTES DE UMA TABELA CABEÇALHO
  • COMPONENTES DE UMA TABELA CORPO
  • TIPOS DE ENTRADAS NO CORPO DAS TABELAS: SIMPLES
  • TIPOS DE ENTRADAS NO CORPO DAS TABELAS: DUPLA
  • TIPOS DE ENTRADAS NO CORPO DAS TABELAS: MÚLTIPLA
  • COMPONENTES DE UMA TABELA RODAPÉ
  • EPIDEMIOLOGIA I CURSO DE MEDICINA AULA 3
  • APRESENTAÇÃO GRÁFICA DOS DADOS
  • PLANILHA DO EXCEL
  • TIPOS DE GRÁFICOS
  • EPIDEMIOLOGIA I CURSO DE MEDICINA AULA 4
  • VARIÁVEIS
  • NOÇÕES SOBRE SOMATÓRIO
  • PROPRIEDADES DOS SOMATÓRIOS
  • EPIDEMIOLOGIA I CURSO DE MEDICINA AULA 5
  • ÍNDICES BIOESTATÍSTICOS MAIS UTILIZADOS
  • RAZÃO
  • TAXA
  • TAXAS BIOMÉTRICAS MAIS UTILIZADAS