Curso Online de ÍNDIOS NO BRASIL

Curso Online de ÍNDIOS NO BRASIL

“Eram pardos, todos nus, sem coisa alguma que lhes cobrissem as suas vergonhas. Traziam nas mãos arcos e setas” .

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

“Eram pardos, todos nus, sem coisa alguma que lhes cobrissem as suas vergonhas. Traziam nas mãos arcos e setas” .

Produziu cursos na área de Instrumentação Cirúrgica, onde é formado desde 2003. Autor de mais de 100 cursos na área da saúde onde atuou por mais de 10 anos na enfermagem onde é formado desde 2004. Também produziu aproximadamente 200 cursos na área da educação (Geografia e História principalmente) onde cursou Licenciatura em História de 2009 a 2013. Autor também de alguns cursos de Administração onde cursa atualmente o 3º semestre em Administração e Gestão pela IERGS em Porto Alegre - RS. Pós-Graduado em História do Brasil pela PROMINAS.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • ÍNDIOS NO BRASIL

    ÍNDIOS NO BRASIL

  • AS PRIMEIRAS IMPRESSÕES

    AS PRIMEIRAS IMPRESSÕES

    “Eram pardos, todos nus, sem coisa alguma que lhes cobrissem as suas vergonhas. Traziam nas mãos arcos e setas” .

  • OS TUPI-GUARANI

    OS TUPI-GUARANI

    Os povos Tupi-guarani, agricultores pouco sedentários e de muita rivalidade intertribal, que dominavam a costa brasileira de São Paulo ao Pará,foram os primeiros a entrar em contato com os europeus.
    Os Tupi-guarani estavam mais bem organizados que as outras nações.Eram extremamente preconceituosos,tanto que chamavam os Jês de Tapuia, ou seja,”selvagens”. Este menosprezo dos Tupi-guarani pelos outros povos acabou depois sendo assimilado pelos conquistadores.

  • MODO DE VIDA

    MODO DE VIDA

    O tipo de sociedade em que estavam organizados esses indígenas é chamado pelos antropólogos de sistema tribal.
    O que domina na organização tribal é a relação de parentesco,definida pela cooperação entre membros descendentes de um ancestral comum.

  • Nas aldeias não existia uma autoridade formal, responsável pelo controle do grupo.O chefe de cada aldeia não tinha o poder de um rei.Ele trabalhava como os outros do grupo, e seu poder de liderança era exercido durante as reuniões, nos períodos de guerra ou em situações de calamidade. Era chamado de cacique ou morubixaba.

  • Outra figura importante na organização das tribos era o Pajé, também conhecido por xamã, mediador entre o plano dos homens e o dos espíritos.
    Os Tupi-guarani acreditavam na vida futura e na reencarnação dos antepassados em uma criança.
    Temiam os espíritos do mal e as almas dos mortos.

  • A ANTROPOFAGIA

    A ANTROPOFAGIA

  • O RITUAL DE ANTROPOFAGIA DOS GUARANIS

    O RITUAL DE ANTROPOFAGIA DOS GUARANIS

  • As principais vítimas desse tipo de ritual eram os inimigos de prestígio, pois esses povos acreditavam que incorporariam a força e o poder daquele que fosse devorado. O responsável pelo aprisionamento, ou aquele que tinha recebido a vítima como presente, ganharia mais prestígio na comunidade.
    O ritual também poderia significar um ato de vingança contra os inimigos.Mas, em qualquer uma dessas circunstâncias,não se pode afirmar que a antropofagia estivesse relacionada com uma atitude selvagem, pois o ato de comer carne humana não estava ligado simplesmente ao desejo de saciar a fome ou a um impulso instintivo. Ao contrário, tratava-se de um ato cultural, carregado de manifestações simbólicas.

  • O ENCONTRO ENTRE CULTURAS

    O ENCONTRO ENTRE CULTURAS

  • INFERNO E PARAÍSO

    INFERNO E PARAÍSO

    A leitura cristã feita do encontro dos europeus com os habitantes da América tinha forte conotação maniqueísta. De um lado, estava o “bem” , simbolizado por Deus e pela busca do paraíso; de outro, o “mal” , representado pelo Diabo e o inferno. Assim, a idéia da conquista de novas terras vinha acompanhada pelo desejo de levar a palavra de Deus para as “criaturas demonizadas” do Novo Mundo, por meio da catequese.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • ÍNDIOS NO BRASIL
  • AS PRIMEIRAS IMPRESSÕES
  • OS TUPI-GUARANI
  • MODO DE VIDA
  • A ANTROPOFAGIA
  • O RITUAL DE ANTROPOFAGIA DOS GUARANIS
  • O ENCONTRO ENTRE CULTURAS
  • INFERNO E PARAÍSO
  • A RESISTÊNCIA INDÍGENA
  • Outros povos empreenderam lutas ferozes em defesa da liberdade.
  • CONCLUSÃO