Curso Online de Judeus na peninsúla Ibérica
3 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de Judeus na peninsúla Ibérica

O presente trabalho se pré-dispõe a colossal tarefa de analisar alguns aspectos que marcaram as relações sócio-culturais entre judeus e c...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O presente trabalho se pré-dispõe a colossal tarefa de analisar alguns aspectos que marcaram as relações sócio-culturais entre judeus e cristãos na Península Ibérica durante a Alta Idade Média Visigoda. Considerando-se, principalmente, as cláusulas dos Concílios Visigóticos de Toledo, para que assim se possa chegar ao que convencionou-se chamar de “diferença judaica”: o judeu batizado e o judaizante

GRADUANDO D UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUI CURSO DE HISTÓRIA IV BLOCO FILOSOFIA ATUALIZAÇÃO PARA ENSINO MÉDIO NA FGV POSTER SEMIMPHI


- Jose Ronaldo Viega Alves

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • universidade federal do piauí
    campus senador helvidio nunes de barros
    curso: licenciatura plena em história – 2010.1
    disciplina: história ibérica

    os judeus na península ibérica

    héverton machado

    picos – pi
    2010

  • universidade federal do piauí
    campus senador helvidio nunes de barros
    curso: licenciatura plena em história – 2010.1
    disciplina: história ibérica

    os judeus na península ibérica

    trabalho entregue à disciplina
    história ibérica como pré-requisito
    para obtenção de nota.

    picos – pi
    2010

  • o presente trabalho se pré-dispõe a colossal tarefa de analisar alguns aspectos que marcaram as relações sócio-culturais entre judeus e cristãos na península ibérica durante a alta idade média visigoda. considerando-se, principalmente, as cláusulas dos concílios visigóticos de toledo, para que assim se possa chegar ao que convencionou-se chamar de “diferença judaica”: o judeu batizado e o judaizante.

  • - OS JUDEUS NA PENÍNSULA IBÉRICA -

    - os judeus na península ibérica -

  • Unidade e alteridade: fundamentos políticos do conciliarismo Ortodoxo Visigodo

    unidade e alteridade: fundamentos políticos do conciliarismo ortodoxo visigodo

    a estabilidade estrutural alcançada pelo corpo eclesiástico como legítima instância de poder;
    o cristianismo assumindo, acima de tudo, um viés sócio-cultural;
    a “formação de um novo homem” (le goff, j., s/d: 9-30);
    a disciplina eclesiástica;
    o conceito de “cristandade ocidental”;
    as atas conciliares;
    domus episcopalis;

  • em nome da tão sonhada unidade, consumada na ideal conjunção de três elementos básicos constitutivos da identidade visigoda – a terra, a fé católica, e o monarca – que se torna possível contemplar, nesse reino, a integração entre instâncias civis e eclesiásticas. ambas encontravam-se envolvidas pelo anseio utópico de instituir a unidade em meio à diversidade cultural e religiosa, característica da península ibérica no século vii.

  • O Lugar da coerção: sistemas normativos visigodos e a desestruturação da vida comunitária judaica

    o lugar da coerção: sistemas normativos visigodos e a desestruturação da vida comunitária judaica

    586: conversão de recaredo ao cristianismo ortodoxo;
    iii concílio de toledo – 539;
    “a questão judaica”?
    sabia-se que a presença judaica destoava dos planos de homogeneização religiosa, aspirada pelos poderes doutrinários. além de reafirmar-se, em discursos, a oposição cristã ao povo deicida, o convívio com o judaísmo tornava-se extremamente difícil.
    para jacques le goff, os judeus e o seu judaísmo, alvos de condenação, suscitavam medo.
    como agir perante o outro?

  • O cripto-Judaísmo - os concílios de Toledo

    o cripto-judaísmo - os concílios de toledo

    cripto-judeus é como são designados os judeus obrigados a praticarem a sua fé em segredo, por receio de perseguições religiosas, ao mesmo tempo que publicamente praticam outra religião.
    necessidade de deter e absolutizar a verdade;
    entre conversões e criação de leis os concílios eram assembléias magnas do antigo estado visigótico na península ibérica; neles tomavam parte não apenas os prelados, como também a nobreza goda;
    o iv e o vi concílio de toledo;

  • Idade de ouro do judaísmo sefaradita.

    idade de ouro do judaísmo sefaradita.

    os século (x, xi);
    na metade século xii , que os judeus espanhóis criaram uma cultura extraordinária;
    atingindo altíssimos níveis em todos os aspectos do conhecimentos;
    foi uma época marcada pela genialidade e versatilidade intelectual que impulsionada pela sofisticada cultura árabe que florescia na espanha medieval;
    chamada de sefarad no hebraico medieval;
    produziram-se centenas de obras tanto no campo da filosofia e teologia judaica como em todos os ramos da ciência e da literatura.

  • O apogeu da cultura hispano-judaica

    o apogeu da cultura hispano-judaica

    coincidiu exatamente com renovado fanatismo religioso muçulmanos ;
    destruíram muitas comunidade inteiras;
    colocando em fim á permanência dos judeus na espanha andaluza.

  • A Invasão muçulmana

    a invasão muçulmana

    expansão dos árabes iniciada após a morte de maomé;
    atingiu península a ibérica no século viii;
    enquanto a região era dominada pelos visigodos;
    no ano de 711, tarik ibnziyad general e governador da faixa ocidental do magrebe , chefiando um exercito de sete mil homens e no comando o auxilio de convertidos berberes venceu o visigodo rodrigo rei da espanha.
    o poder islâmico se estendeu rapidamente pela península ibérica;
    chegaram até a cidade de tours na frança central;
    onde foram derrotados pelos francos em 732;
    cidade al - andaluz ou andaluzia passou a fazer parte do império islâmico.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • - OS JUDEUS NA PENÍNSULA IBÉRICA -
  • Unidade e alteridade: fundamentos políticos do conciliarismo Ortodoxo Visigodo
  • O Lugar da coerção: sistemas normativos visigodos e a desestruturação da vida comunitária judaica
  • O cripto-Judaísmo - os concílios de Toledo
  • Idade de ouro do judaísmo sefaradita.
  • O apogeu da cultura hispano-judaica
  • A Invasão muçulmana
  • Algumas dinastias
  • Fim da vida judaica na Espanha
  • Invasão Almorávida
  • Reis cristãos invadem territórios muçulmanos.
  • Comunidade judaica no sul da Espanha
  • Expulsão, conversão e exílio do judeus Portugueses
  • Determinação
  • Judeus portugueses
  • Contrato matrimonial entre dom Manuel e Isabel