Curso Online de  Psicanálise da Infância: Uma introdução
4 estrelas 6 alunos avaliaram

Curso Online de Psicanálise da Infância: Uma introdução

A infância é uma das mais ricas fontes de investigação da Psicanálise. Esse curso é uma introdução à Psicanálise da Infância, destacando ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 6 horas

De: R$ 60,00 Por: R$ 40,00
(Pagamento único)

Mais de 50 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

A infância é uma das mais ricas fontes de investigação da Psicanálise. Esse curso é uma introdução à Psicanálise da Infância, destacando as constribuiçoes de Anna Freud, Melanie Klein, D.W. Winnicott, trazendo os pontos importantes e o legado dos teóricos citados Com uma linguagem acessível a todos.

Psicóloga pela Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC), Psicanalista Clínica. Educadora Religiosa. Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - Campus Jequié-BA. Pós-Graduanda em Neuropedagogia Clínica e Psicanálise. Professora de Práticas Pedagógicas, Psicologia da Educação I, II; Psicologia da Saúde; Psicologia do Desenvolvimento; Introdução à Psicologia. Metodologia do Trabalho Científico; Fundamentos Epistemológicos da Educação, Sociologia da Educação; Filosofia da Educação. Ética, Legislação e Profissão.


"o curso é ótimo"

- Ivete Vieira De Souza Cides

"em relação ao curso ,é muito bom."

- Ivete Vieira De Souza Cides

"O curso é excelente, recomendo para quem deseja faze-lo."

- Neijanir Cristina Souza De Medeiros Fernandes

- Ana Cristina Pereira Da Silva David

- Eliana Maria Pessoa De Sousa

- Luna Betsabet Affeldt Jimenez

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • PSICANÁLISE DA INFÂNCIA Uma introdução

    psicanálise da infância uma introdução

  • apresentação

    “daqui a cem anos, não importará o tipo de carro que dirigi, o tipo de casa em que morei, quanto tinha depositado no banco, nem que roupas vesti. mas o mundo pode ser um pouco melhor porque eu fui importante na vida de uma criança.” [autor desconhecido]

  • por:

    rosana almeida nascimento mafra
    pedagoga
    neuropedagoga clínica
    psicanalista clínica e didata
    educadora religiosa

    rosanamafra@hotmail.com

  • Fases do Desenvolvimento da Criança

    fases do desenvolvimento da criança

  • a teoria de freud do desenvolvimento da personalidade concentra-se na maneira como satisfazemos o instinto sexual no decorrer da vida. freud considerava o instinto sexual de maneira ampla, como um forte desejo de obter todos os tipos de prazer sexual. ele denominava a energia gerada pelo instinto sexual de libido. nesse caso, à medida que os bebês crescem, sua libido concentra-se em diferentes regiões sensíveis do corpo.

  • vejamos as fases desse desenvolvimento segundo freud:

    1. fase oral

    2. fase anal

    3. fase fálica

    4. fase de latência

    5. fase genital

  • FASE ORAL - (Do nascimento até os 18 meses)

    fase oral - (do nascimento até os 18 meses)

    os bebês, que dependem completamente de outras pessoas para satisfazer suas necessidades, aliviam sua tensão sexual ao sugar e engolir; quando nascem os primeiros dentes, eles sentem prazer oral ao mastigar e morder. de acordo com freud, os bebês que recebem muita gratificação oral durante essa fase tornam-se adultos demasiadamente otimistas e dependentes. aqueles que recebem muito pouca gratificação tornam-se pessimistas e hostis. a fixação nessa fase está relacionada a características de personalidade tais como falta de confiança, gula, sarcasmo e disposição para brigas.

  • FASE ANAL - (Aproximadamente dos18 meses aos três anos e meio de idade)

    fase anal - (aproximadamente dos18 meses aos três anos e meio de idade)

    a fonte primária de prazer sexual passa para o ânus. justamente quando as crianças aprendem a sentir prazer ao reter ou excretar fezes, começa o treino de toalete e elas devem aprender a regular esse novo prazer. na visão de freud, se os pais forem muito rígidos com o treino, algumas crianças começam a ter acessos de raiva e podem levar uma vida autodestrutiva quando adultos. outras tornam-se obstinadas, avarentas e excessivamente organizadas. se os pais são muito permissivos, seus filhos podem tornar-se desorganizados, desordenados e pouco asseados.

  • FASE FÁLICA - (Após os 3 anos)

    fase fálica - (após os 3 anos)

    descobrem seus genitais e desenvolvem uma forte ligação com o genitor do sexo oposto, ao mesmo tempo em que sentem ciúme do genitor do mesmo sexo. nos caso dos meninos, freud chamou esse conflito de complexo de édipo, em homenagem ao personagem da mitologia grega que matou seu pai e casou-se com a mãe. as meninas passam pelo equivalente complexo de electra, que envolve o amor possessivo pelo pai e o ciúme da mãe.

    inicialmente a criança imagina que tanto os meninos quanto as meninas possuem um pênis. ao serem defrontadas com as diferenças anatômicas entre os sexos, as crianças criam as chamadas "teorias sexuais infantis", imaginando que as meninas não têm pênis porque este órgão lhe foi arrancado (“complexo de castração”).

  • freud sustentava que a fixação nessa fase leva à vaidade e ao egoísmo na idade adulta: os homens vangloriam-se de suas proezas sexuais e tratam as mulheres com desprezo, e as mulheres tornam-se levianas e promíscuas. a fixação fálica também pode gerar sentimentos de baixa auto-estima, timidez e desvalorização

  • PERÍODO DE LATÊNCIA - (Começa por volta dos cinco e seis anos e termina aos 11 anos de idade)

    período de latência - (começa por volta dos cinco e seis anos e termina aos 11 anos de idade)

    durante esse período, os meninos brincam com as meninas, as meninas brincam com os meninos, e nenhum dos sexos demonstra muito interesse pelo outro.

    este período tem por característica principal um deslocamento da libido da sexualidade para atividades socialmente aceitas.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 40,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • PSICANÁLISE DA INFÂNCIA Uma introdução
  • Fases do Desenvolvimento da Criança
  • FASE ORAL - (Do nascimento até os 18 meses)
  • FASE ANAL - (Aproximadamente dos18 meses aos três anos e meio de idade)
  • FASE FÁLICA - (Após os 3 anos)
  • PERÍODO DE LATÊNCIA - (Começa por volta dos cinco e seis anos e termina aos 11 anos de idade)
  • FASE GENITAL - (Puberdade seguida da Adolescência – A partir dos 12 anos)
  • Anna Freud
  • Melaine Klein
  • Winnicott
  • Considerações finais