Curso Online de Pedologia: Estudo dos Solos para Práticas Sustentáveis.
4 estrelas 6 alunos avaliaram

Curso Online de Pedologia: Estudo dos Solos para Práticas Sustentáveis.

Este Curso destina -se a alunos, tecnicos e profissionais interessados em se aprofundar no estudo dos solos para a utilização em práticas...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 13 horas

Por: R$ 27,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este Curso destina -se a alunos, tecnicos e profissionais interessados em se aprofundar no estudo dos solos para a utilização em práticas sustentáveis.
É recomendado para estudantes na área ambiental.

Professor da Rede Estadual de Ensino (Estatutário) Do Estado do Rio de Janeiro Formado em Biologia (Licenciatura Plena) Pós Graduação:Gestão e Planejamento Ambiental Fundador da Rede Social:DefensoresdaTerra. Autor de artigos publicados e de projetos na area de Educação Ambiental. Autor do livro: Clima o Eterno Desafio. www.clubedeautores.com.br Participação como delegado da ONU no Diálogos Sustentáveis da RIO+20.


- Francisco Carlos Almada

""Muito Bom""

- Carisa Rocha Da Silva

- Erica Gayego Bello Figueiredo Bortolotti

- Olavo Linhares Filho

"bom"

- Jefferson Barbosa De Sousa

- Aparecido Dos Santos Da Silva

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • gestão e planejamento ambiental

    pedologia
    estudo dos solos em práticas ambientais

    sergio de andrada guedes junior 

  • Sumário

    sumário

    conceitos
    processos de formação – intemperismo
    fatores de formação
    perfil do solo
    horizontes
    constituintes minerais
    conservação do solo
    propriedades físicas e químicas
    classificação dos solos
    solos brasileiros
    impactos ambientais decorrentes do mau uso do solo

  • pedologia:
    material natural constituído de camadas ou horizontes de compostos minerais e ou orgânicos

    edafologia:
    material terroso capaz de fornecer nutriente para as plantas

  • conceito de solo

    de acordo com a pedologia (pedon = solo + logia = estudo), ... solo é a coleção de corpos naturais dinâmicos, que contém matéria viva e é resultante da ação do clima e da biosfera sobre a rocha, cuja transformação em solo se realiza durante certo tempo e é influenciada pelo tipo de relevo (lepsch, 2002).

  • Processos de formação intemperismo

    processos de formação intemperismo

    conjunto de modificações de ordem física e química que as rochas sofrem ao aflorar na superfície da terra. conjunto de processos mecânicos, químicos e biológicos que ocasionam a desintegração e decomposição das rochas.
    solo – produto do intemperismo
    a rocha, depois que se altera, recebe o nome de regolito ou manto de intemperização (na parte superficial que se forma o solo).

  • intemperismo físico ou mecânico

    processos que causam desagregação das rochas. alteram o tamanho e o formato dos minerais.

    modificam propriedades físicas, como textura, morfologia.

  • variação da temperatura
    causam expansão e contração térmica nas rochas. causando fragmentação dos grãos minerais. os corpos sofrem variações no volume devido a temperatura. os coeficientes de dilatação são diferentes devido à variedade de minerais que formam as rochas. num mesmo mineral há geralmente mudanças no coeficiente.
    a variação da temperatura produzida pela insolação durante o dia e resfriamento a noite pode ser bastante grande.
    na zona da caatinga na bahia foram observados os seguintes dados:

  • Congelamento

    congelamento

    exerce pressão nas paredes aumentando a rede de fraturas e fragmentando a rocha.

    congelamento - a água ao congelar expande-se em 9% do seu volume. assim a água nas fendas e poros das rochas ao sofrer congelamento se expande e com o processo repetitivo de congelar/ descongelar promove a desagregação da rocha. este tipo de intemperismo é de pouca importância no brasil.

  • comportamento do fenômeno em várias rochas, com diferentes graus de porosidade:

    (a) numero de vezes que a rocha deve ser congelada e descongelada para que apareçam as primeiras fendas.
    (b) quantidade em grama por m2 de detritos originadas, cada vez que a rocha sofre o congelamento da água retida nos poros.

  • cristalização de sais

    nos climas áridos e semi-áridos (pouca chuva), os sais das rochas solúveis em água não são carreados para as drenagens. estes sais são trazidos a superfície pela pouca água que ocasionalmente percola. estes sais quando precipitados em fendas tendem a alargar estas fendas e promovem a desagregação das rochas.

  • crescimento das raízes


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 27,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Sumário
  • Processos de formação intemperismo
  • Congelamento
  • Composição do solo
  • Principais características da solução do solo:
  • Fase gasosa
  • Material de origem-rochas
  • Relevo
  • O relevo e a distribuição da água
  • Tempo
  • Clima quente e úmido – decomposição intensa das rochas. Clima árido ou frio – solos rasos pouco afetados pelos processos de decomposição solos de regiões áridas e semi-áridas – apresentam sais solúveis e pequenas quantidades de MO. São solos neutros ou alcalinos. Solos de climas muito úmidos – o grande volume de água arrasta para as partes profundas elementos da solução do solo. Solos ácidos.
  • Organismos Desempenham papel importante na diferenciação dos perfis do solo.
  • Pedogênese
  • Perfil e horizontes do solo
  • Perfil do solo
  • Constituintes minerais
  • Propriedades físicas e químicas do solo
  • Acidez do solo
  • Conservação do solo
  • Práticas conservacionistas
  • Manejo do solo e atividades antrópicas
  • Aração / revolvimento do solo
  • Adubação
  • Alternativas
  • Irrigação
  • Ferti-irrigação - que consiste no aproveitamento de esgotos urbanos tratados como fonte de água e de húmus para a agricultura.
  • Pesticidas e herbicidas
  • Desvantagens – O pesticida pode permanecer no solo por muito tempo, mantendo ou não seu efeito biológico. Assim, é importante conhecer seu comportamento no solo para prever se o pesticida vai causar algum dano à esse meio e aos demais reservatórios que coexistem (hidrosfera e atmosfera). Já o comportamento do herbicida depende das propriedades físico - químicas e biológicas do solo.
  • Ocupação e mineração
  • É possível recuperar um solo contaminado?
  • Identificando um solo
  • Solos pouco desenvolvidos
  • Solos Brasileiros
  • “O Conhecimento dos Solos Permitem Práticas Ambientais Sustentáveis.”