Curso Online de Educação, Gênero e Cidadania

Curso Online de Educação, Gênero e Cidadania

Educação, Gênero e Cidadania é um curso elaborado para público diversificado, com o objetivo de capacitação para o exercício da cidadania...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

Por: R$ 80,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Educação, Gênero e Cidadania é um curso elaborado para público diversificado, com o objetivo de capacitação para o exercício da cidadania, do controle social e da participação consciente nas políticas públicas que ditam o destino de cada cidadão.

Profissional com ensino técnico em Edificações, graduação em Psicologia, Especialização em Bioética Clínica e Social e mestranda em Saúde Ambiental. Experiência em Coordenação de Projetos Sociais, domínio em Tecnologias Sociais, Gestão do Conhecimento, Analista de Responsabilidade Social. Na área de Recursos Humanos, ampla experiência em Gestão do Conhecimento, Treinamento e Desenvolvimento de equipe multiprofissional, Palestras, Seminários e workshops, com enfoque em Relações Interpessoais e Clima Organizacional. Palestras, seminários e workshops sobre a temática de Gênero e Direitos Humanos.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • EDUCAÇÃO, GÊNERO E CIDADANIA

    educação, gênero e cidadania

    maria irany rodrigues cavalcante
    psicóloga e educadora social

  • “CADA UM DOS ODMs, COMO A AMENIZAÇÃO DA POBREZA E DA FOME, ENVOLVE E AFETA AS MULHERES. NESSE SENTIDO, NA IGUALDADE DE GÊNERO E NO “EMPODERAMENTO” DAS MULHERES ESTÁ A CHAVE PARA A CONSECUÇÃO DESSES OBJETIVOS... OS PAÍSES QUE INVESTEM NA EDUCAÇÃO FEMININA ALCANÇAM, A LONGO PRAZO, NÍVEIS MAIS ELEVADOS DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO”

    “cada um dos odms, como a amenização da pobreza e da fome, envolve e afeta as mulheres. nesse sentido, na igualdade de gênero e no “empoderamento” das mulheres está a chave para a consecução desses objetivos... os países que investem na educação feminina alcançam, a longo prazo, níveis mais elevados de desenvolvimento econômico”

  • “a revolução humana de uma única pessoa irá um dia impulsionar a mudança de toda a humanidade”
    (daisaku ikeda)

  • plano nacional de políticas para as mulheres

    secretaria especial de políticas para as mulheres presidência da república - brasília, dezembro de 2004

    faz parte do compromisso assumido pelo governo federal, em 2002: enfrentar as desigualdades de gênero e raça em nosso país.

  • compromisso de governo

    - criação das secretarias especiais de políticas para as mulheres e de promoção da igualdade racial(2004); - inclusão no ppa 2004-2007 dos desafios: redução das desigualdades de gênero e raça e; - realização da i conferência nacional de políticas para as mulheres que indicou “as diretrizes da política nacional para as mulheres na perspectiva da igualdade de gênero, considerando a diversidade de raça e etnia”.

  • considerações

    • o pnpm - construído com base nos resultados da i conferência; • expressa o reconhecimento do papel do estado como promotor e articulador de ações políticas que garantam um estado de direito, e o entendimento de que cabe a ele, e aos governos que o representam, garantir políticas públicas que alterem as desigualdades sociais existentes em nosso país; • expressa o reconhecimento de que a construção destas políticas deve ser feita em permanente diálogo com a sociedade e as organizações que a representam.

  • marco legal

    • elaborado a partir do decreto presidencial de 15 de julho de 2004, que instituiu o grupo de trabalho interministerial (gti).

  • composição:

    saúde; - educação; - trabalho e emprego; - justiça; - desenvolvimento agrário; - desenvolvimento social; - planejamento, orçamento e gestão;

    representantes de sete ministérios:

  • da secretaria especial de políticas de promoção da igualdade racial (seppir);

    - conselho nacional dos direitos da mulher
    (cndm);
    da secretaria da mulher do estado do acre e;

    - da secretaria do município de campinas/sp, sob a coordenação da secretaria especial de políticas para as mulheres.

    e mais:

  • • o trabalho foi realizado entre 03 de setembro e 26 de novembro.

    • em paralelo às reuniões do gti, as representantes do ministério do planejamento, do ipea e da spm, consultaram diferentes ministérios para montagem dos planos de ação.

    • além das prioridades dos trabalhos da i cnpm, também foram incluídas as prioridades já definidas pelo governo federal.

    • a consolidação das propostas e informações colhidas pelo gti foi feita por um grupo formado por representantes das subsecretarias e da assessoria do gabinete da spm, com apoio administrativo e técnico da subsecretaria de planejamento.

    construção democrática

  • • o plano tem como horizonte temporal a realização da próxima conferência nacional de políticas para as mulheres, significando, portanto, 3 anos. assim, o ano de 2007 é apontado como referência em grande parte das ações definidas, mas chama-se a atenção para o fato de que as ações serão realizadas no período 2005-2007.

    periodicidade


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 80,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • EDUCAÇÃO, GÊNERO E CIDADANIA
  • “CADA UM DOS ODMs, COMO A AMENIZAÇÃO DA POBREZA E DA FOME, ENVOLVE E AFETA AS MULHERES. NESSE SENTIDO, NA IGUALDADE DE GÊNERO E NO “EMPODERAMENTO” DAS MULHERES ESTÁ A CHAVE PARA A CONSECUÇÃO DESSES OBJETIVOS... OS PAÍSES QUE INVESTEM NA EDUCAÇÃO FEMININA ALCANÇAM, A LONGO PRAZO, NÍVEIS MAIS ELEVADOS DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO”
  • AVALIAÇÃO FINAL