Curso Online de Filosofia para Crianças e a Construção da Ética

Curso Online de Filosofia para Crianças e a Construção da Ética

Neste curso ressaltam-se aspectos primordiais para percepção da importância da Filosofia para Crianças na construção de atitudes éticas n...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 10 horas

De: R$ 220,00 Por: R$ 150,00
(Pagamento único)

Mais de 5 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Neste curso ressaltam-se aspectos primordiais para percepção da importância da Filosofia para Crianças na construção de atitudes éticas no contexto escolar a partir de experiências significativas do Centro de Filosofia - Educação para o Pensar-SC. Partindo de uma análise histórica do Programa de Filosofia para Crianças identifica-se o processo de divulgação, institucionalização e implantação do mesmo nas escolas em âmbito nacional, tanto de rede particular como nas instituições públicas. Merece destaque os principais aspectos metodológicos do Programa, bem como diferentes técnicas didático-pedagógicas para implementação da Filosofia no Ensino Fundamental.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • Olá! O curso FILOSOFIA PARA CRIANÇAS NO ENSINO FUNDAMENTAL (1ª – 5ª ano), visa aprofundar as principais questões que envolvem o ensino da filosofia no ensino fundamental na formação da capacidade ética nas pessoas desde cedo. Dessa forma, espero que aproveitem e tenham bons estudos.

    São Luís
    2012

    TUTORA: LEIDIANE SANTOS

    Olá! O curso FILOSOFIA PARA CRIANÇAS NO ENSINO FUNDAMENTAL (1ª – 5ª ano), visa aprofundar as principais questões que envolvem o ensino da filosofia no ensino fundamental na formação da capacidade ética nas pessoas desde cedo. Dessa forma, espero que aproveitem e tenham bons estudos.

  • FILOSOFIA PARA CRIANÇAS NO ENSINO FUNDAMENTAL (1ª – 5ª ano): a construção da ética no âmbito escolar à luz do Programa Educação para o Pensar - Filosofia para crianças, adolescentes e jovens (SC).

    FILOSOFIA PARA CRIANÇAS NO ENSINO FUNDAMENTAL (1ª – 5ª ano): a construção da ética no âmbito escolar à luz do Programa Educação para o Pensar - Filosofia para crianças, adolescentes e jovens (SC).

    São Luís
    2012

    TUTORA: LEIDIANE SANTOS

  • “O ensino não deve se limitar ao que o aluno já sabe, mas que a partir deste conhecimento tem que conduzi-lo à aprendizagem de novos conhecimentos, ao domínio de novas habilidades e à melhora de comportamentos já existentes, pondo-os em situações que o obriguem a realizar esforço de compreensão e trabalho.”
    Zabala

  • RESUMO

    Neste curso ressaltam-se aspectos primordiais para percepção da importância da Filosofia para Crianças na construção de atitudes éticas no contexto escolar a partir de experiências significativas do Centro de Filosofia - Educação para o Pensar-SC. Partindo de uma análise histórica do Programa de Filosofia para Crianças identifica-se o processo de divulgação, institucionalização e implantação do mesmo nas escolas em âmbito nacional, tanto de rede particular como nas instituições públicas. Merece destaque os principais aspectos metodológicos do Programa, bem como diferentes técnicas didático-pedagógicas para implementação da Filosofia no Ensino Fundamental. Alguns desafios que a disciplina enfrenta na sua inserção em escolas públicas e particulares e os fundamentos legais que garantem sua obrigatoriedade. Também são abordados para melhor caracterizar sua aplicabilidade no âmbito de ensino, nas séries escolhidas: 1ª à 5ª. Como diretriz e fundamentação teórica do trabalho recorre-se a autores como: Kohan (2000), Martino (2006), Rodrigues (2001), Wonsovicz (2001), dentre outros profissionais que fundamentaram esta pesquisa de natureza bibliográfica.
     
    Palavras – chave: Filosofia - Criança. Iniciação filosófica. Ética.

    RESUMO

  • LISTA DE SIGLAS

    CBFC – Centro Brasileiro de Filosofia para Crianças
    IAPC – Instituto para o Desenvolvimento de Filosofia para Crianças
    ICPC – Conselho Internacional para Investigação Filosófica com Crianças
    LDB – Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional
    LER – Leitura para Educadores Reflexivos
    NUFEP’S - Núcleos de Filosofia Educação para o Pensar
    OSPB – Organização Social e Política do Brasil
    PCNEF – Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental
    (PCN’S) - Parâmetros Curriculares Nacionais
    PSB-MA – Partido Socialista Brasileiro-MA
    CNE - Conselho Nacional de Educação
    PL – Projeto de Lei
     

    LISTA DE SIGLAS

  • SUMÁRIO

    1 INTRODUÇÃO
    2 BREVE HISTÓRICO DO PROGRAMA FILOSOFIA PARA CRIANÇAS
    2.1A origem do Programa de Filosofia para Crianças de Matthew Lipman
    2.1.1 Institucionalização do Programa de Filosofia para Crianças: criação do IAPC e do ICPIC
    2.2 O surgimento do Programa Filosofia para Crianças no Brasil
    2.2.1 Centro Brasileiro de Filosofia para Crianças – CBFC
    2.2.2 Centro de Filosofia - Educação para o Pensar
    3 PROGRAMA EDUCAÇÃO PARA O PENSAR – FILOSOFIA COM CRIANÇAS, ADOLESCENTES E JOVENS
    3.1Aspectos metodológicos do Programa Educação para o Pensar – Filosofia com Crianças, Adolescentes e Jovens
    3.1.1 Conteúdos, métodos e técnicas utilizadas no ensino de Filosofia para crianças
    4 A IMPORTÂNCIA DO ENSINO DA FILOSOFIA PARA CRIANÇAS NO ENSINO FUNDAMENTAL
    4. A implementação da Filosofia para crianças na rede particular
    4.2 A inserção da Filosofia na rede pública de ensino

    SUMÁRIO

  • SUMÁRIO

    5 A INFLUÊNCIA DA FILOSOFIA NA CONSTRUÇÃO DA ÉTICA NO ÂMBITO ESCOLAR
    5.1 Conteúdos de ética para o ensino fundamental
    6DESAFIOS NA IMPLEMENTAÇÃO DA FILOSOFIA NO ENSINO FUNDAMENTAL
    6.1 Despreparo da escola: a exigência de professores qualificados
    6.2 A resistência dos professores do Ensino Fundamental à postura inovadora
    7 FILOSOFIA E A CONQUISTA DA OBRIGATORIEDADE: ASPECTOS LEGAIS
    8 CONSIDERAÇÕES FINAIS
    REFERÊNCIAS

    SUMÁRIO

  • 1. INTRODUÇÃO

    A Filosofia para crianças, remete-se a uma questão amplamente discutida no âmbito escolar, principalmente quanto à forma pela qual a mesma é apresentada no currículo, uma vez que a disciplina, tal como afirma Zabala (1998, p.15), “depende da interação complexa de todos os fatores que se inter-relacionam nas situações de ensino”, que vão desde os princípios metodológicos, posturas do professor e conteúdos que transpareçam a realidade de cada aluno. Dessa forma, não se pretende implantar uma disciplina que se baseie no estudo da história da Filosofia, na mera informação da existência de importantes filósofos e na decoreba de conceitos puramente fechados, soltos e desarticulados ao contexto social da escola, mas, contribuir para o fortalecimento da compreensão acerca da linguagem filosófica e desenvolvimento da capacidade crítica, criativa e responsável nas crianças. Isso é possível a partir do princípio metodológico que tem como elemento essencial o diálogo, através do qual as crianças se dão conta que não pertence a um mundo isolado, mas num espaço social dinâmico e diversificado.

    1. INTRODUÇÃO

  • O Programa Filosofia para Crianças, Adolescentes e Jovens visa, portanto, uma educação para o pensar que viabilize uma iniciação filosófica para crianças e jovens com base em metodologias adequadas e materiais de apoio para usufruto de educandos e educadores, com vistas principalmente, na preparação para uma cidadania responsável que facilitem o convívio e relacionamento interpessoal. A sua expectativa é desenvolver habilidades cognitivas a partir de discussões filosóficas, refletindo o pensamento crítico, auto-corretivo e criterioso de crianças e jovens em argumentos plausíveis sobre determinados assuntos que permitam envolver questões ético-morais fragilizadas pela forte influência capitalista global competitiva, discriminatória e segregacionista.

  • A Filosofia para Crianças inicia-se, mediante uma análise histórica da proposta original do Professor Matthew Lipman, grande especialista na área, tendo em vista a divulgação, implantação e amplitude da disciplina no âmbito escolar de vários países que aderiram ao Programa. A sua difusão se deu por meio de um modelo pedagógico que coloca o educando e educador como fatores fundamentais para o processo de ensino e aprendizagem. Para isso, criou também, além de materiais didáticos para crianças, manuais para professores, não como uma forma de promover “receitas prontas” para se trabalhar com Filosofia, mas sugestões que servem de suporte metodológico para que educadores aprofundem seus conhecimentos.
    Além disso, devido à expansão das atividades, Matthew Lipman juntamente com Ann Margareth Sharp, professora norte-americana, criaram o Instituto para o desenvolvimento de Filosofia para Crianças – IAPC – cujo objetivo era difundir e implantar o Programa de Filosofia em vários países. A abertura dessa instituição deu origem ao - ICPIC – Conselho Internacional para Investigação Filosófica com Crianças - em 1985, na qual se discutem os principais problemas que envolvem a aplicação do Programa nos diversos países em que é introduzido como: México, Inglaterra, Chile, Dinamarca, dentre outros, de forma a divulgar e promover trabalhos realizados em várias partes do mundo.

  • Com a influência do trabalho de Matthew Lipman e de Ann Margareth Sharp, a professora Catherine Yong Silva, norte-americana naturalizada brasileira, demonstrou interesse na área e decidiu implantar a Filosofia no Brasil, criando mais tarde uma instituição que difundisse o estudo da Filosofia para crianças em vários Estados, o Centro Brasileiro de Filosofia para Crianças – CBFC, por volta de 1985.
    Dentre os pólos representados pelo CBFC o que mereceu destaque foi o Centro Catarinense, atualmente conhecido como Centro de Filosofia: Educação para o Pensar, que trabalha independente da instituição criada por Catherine Yong Silva, com vários Programas que visam uma melhoria na qualidade da educação brasileira no âmbito filosófico.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 150,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Olá! O curso FILOSOFIA PARA CRIANÇAS NO ENSINO FUNDAMENTAL (1ª – 5ª ano), visa aprofundar as principais questões que envolvem o ensino da filosofia no ensino fundamental na formação da capacidade ética nas pessoas desde cedo. Dessa forma, espero que aproveitem e tenham bons estudos.
  • FILOSOFIA PARA CRIANÇAS NO ENSINO FUNDAMENTAL (1ª – 5ª ano): a construção da ética no âmbito escolar à luz do Programa Educação para o Pensar - Filosofia para crianças, adolescentes e jovens (SC).
  • RESUMO
  • LISTA DE SIGLAS
  • SUMÁRIO
  • 1. INTRODUÇÃO
  • 2 BREVE HISTÓRICO DA FILOSOFIA PARA CRIANÇAS
  • 2.1 A origem do Programa de Filosofia para Crianças de Matthew Lipman
  • 2.1.1 Institucionalização do Programa de Filosofia para Crianças: criação do IAPC E DO ICPIC
  • 2.2 O surgimento do Programa Filosofia para Crianças no Brasil
  • 2.2.1 Centro Brasileiro de Filosofia para Crianças – CBFC
  • 2.2.2 Centro de Filosofia - Educação para o Pensar
  • 3 PROGRAMA EDUCAÇÃO PARA O PENSAR – FILOSOFIA COM CRIANÇAS, ADOLESCENTES E JOVENS
  • 3.1 Aspectos metodológicos do Programa Educação para o Pensar – Filosofia com crianças, adolescentes e jovens.
  • 3.11 Conteúdos, métodos e técnicas utilizadas no ensino de Filosofia para crianças.
  • 4. A IMPORTÂNCIA DO ENSINO DA FILOSOFIA PARA CRIANÇAS NO ENSINO FUNDAMENTAL
  • 4.1 A implementação da Filosofia para crianças na rede particular.
  • 4.2 A inserção da Filosofia na rede pública de ensino.
  • 5 A INFLUÊNCIA DA FILOSOFIA NA CONSTRUÇÃO DA ÉTICA NO ÂMBITO ESCOLAR
  • 5.1 Conteúdos de ética para o ensino fundamental
  • 6 DESAFIOS NA IMPLEMENTAÇÃO DA FILOSOFIA NO ENSINO FUNDAMENTAL
  • 6.1 Despreparo da escola: a exigência de professores qualificados
  • 6.2 A Resistência dos professores do Ensino Fundamental à postura inovadora
  •   7 A FILOSOFIA E A CONQUISTA DA OBRIGATORIEDADE: ASPECTOS LEGAIS
  • 8 CONSIDERAÇÕES FINAIS