Curso Online de A  Indisciplina na Sala de Aula: A Educação Precisa de Respostas ?- II

Curso Online de A Indisciplina na Sala de Aula: A Educação Precisa de Respostas ?- II

O problema da Indisciplina em sala de aula em todas as escolas têm sido sem dúvida, uma das maiores preocupações existentes entre os educ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 7 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O problema da Indisciplina em sala de aula em todas as escolas têm sido sem dúvida, uma das maiores preocupações existentes entre os educadores em todo o Brasil.
O objetivo deste curso é através de uma reflexão sobre os diversos fatores pelos quais a indisciplina se manifesta ,como resolver esse problema?
A indisciplina chega a causar dificuldade na aprendizagem. A escola precisa cada dia criar subsídios que amenizem o problema.
Profissionais da educação, estudantes da área, pais ou responsáveis e demais interessados pelo tema.

Profissional formada e atuante na área há mais de 11 anos Graduação: Pedagogia Supervisão Escolar/MA. Pós Graduação:Gestão Escolar. Professora de Informática na rede municipal de Itajaí- SC. Orientadora de Sala de Tecnologia Educacional na rede Estadual de Santa Catarina.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • INDISCIPLINA EM SALA DE AULA:A EDUCAÇÃO PRECISA DE RESPOSTA?

    INDISCIPLINA EM SALA DE AULA:A EDUCAÇÃO PRECISA DE RESPOSTA?

  • Introdução Este curso aborda discussões sobre o tema violência e a indisciplina existente na escola , a fim de compreendermos como a indisciplina e a violência afetam o aprendizado das crianças. Todo e qualquer esforço no sentido de entender ou identificar as razões que promovem a violência nas escolas, passa necessariamente por uma análise crítica sobre as características da sociedade atual.

    Introdução Este curso aborda discussões sobre o tema violência e a indisciplina existente na escola , a fim de compreendermos como a indisciplina e a violência afetam o aprendizado das crianças. Todo e qualquer esforço no sentido de entender ou identificar as razões que promovem a violência nas escolas, passa necessariamente por uma análise crítica sobre as características da sociedade atual.

  • O que é Indisciplina

    O que é Indisciplina

    A indisciplina nas escolas é um assunto complexo. Os exemplos e as relações interpessoais têm muita importância e há pequenos gestos, como desligar a televisão à hora da refeição, que ajudam a desenvolver competências de autocontrolo.
    A indisciplina na sala de aula não é um assunto fácil de abordar. Há casos que ultrapassaram os muros das escolas, tornados públicos e comentados até à exaustão. A comunidade escolar sabe que o tema é delicado. Há mais casos ou menos tolerância para a má educação dentro das escolas? Como lidar com o assunto? O que fazer para que as faltas de respeito não se tornem numa rotina?

    Por trás desse problema - visto pelos professores como um dos principais entraves da boa Educação -, há a falta de conhecimento sobre o tema e de adequação das estratégias de ensino.
    Há 40 anos atrás este problema praticamente não existia. As escolas do passado seguiam um sistema tradicional, exigindo dos alunos um comportamento quase militar. Quando ocorriam atitudes de indisciplina, os castigos, muitos deles físicos, eram aplicados.
    Porém, muita coisa mudou nestes 30 anos e hoje a escola não adota mais uma postura repressiva e violenta. Estamos numa época de valorização da democracia, cidadania e respeito. Cabe a escola levar estes princípios à sério dentro do seu projeto pedagógico. Então, como acabar ou diminuir a indisciplina em sala de aula, objetivando melhorar as condições de aprendizado dos alunos?

  • A indisciplina - um dos maiores obstáculos pedagógicos dos tempos atuais - transformou-se em um pesadelo para o professor. A maioria dos educadores não sabe como interpretar um ato de indisciplina. Deve compreendê-lo? Reprimi-lo? Ignorá-lo? Transformá-lo? Mais que uma infração ao regulamento interno ou um ataque às boas maneiras, a indisciplina na escola é a manifestação de um conflito e ninguém está protegido de situações desse tipo. Como é possível que a classe se desorganize tanto? Por que não se respeita mais o professor? Afinal, como pôr ordem no caos?
    (professora Silvia Parrat-Dayan )

  • POR QUE E COMO SURGEM OS PROBLEMAS DE INDISCIPLINA?

    Os problemas de indisciplina traduzem-se de diferentes maneiras.
    Por exemplo, por meio de condutas como rejeitar a aprendizagem,
    faltar à aula, não levar os materiais escolares ou não fazer as tarefas.
    Outra forma é o desrespeito às normas elementares de conduta sem
    que exista necessariamente a intenção de molestar. E, ainda, os
    problemas de indisciplina podem se manifestar através de condutas
    disruptivas. Por exemplo, o aluno fica em pé frequentemente,
    interrompe o professor, tenta chamar a atenção etc. Essas condutas
    são incômodas e desagradáveis, tanto para o professor quanto para
    outros alunos. Em casos extremos, aparecem condutas agressivas.

  • Uma pesquisa feita com 278 professores de Marília SP.

    Uma pesquisa feita com 278 professores de Marília SP.

  • Violências nas escolas: o "bullying" e a indisciplina

    O termo "bullying" compreende todas as formas de atitudes agressivas, intencionais e repetidas, que ocorrem sem motivação evidente, adotadas por um ou mais estudantes contra outro(s), causando dor e angústia, e executadas dentro de uma relação desigual de poder. Portanto, os atos repetidos entre estudantes e o desequilíbrio de poder são as características essenciais que tornam possível a intimidação da vítima. Por não existir uma palavra na língua portuguesa capaz de expressar todas as situações de "bullying" possíveis, usamos o termo em inglês. Algumas ações que costumam estar presentes nessas práticas: colocar apelidos, ofender, humilhar, discriminar, excluir, intimidar, perseguir, assediar, amedrontar, agredir, bater, roubar ou quebrar pertences, entre outras formas.

  • (Continuação...)

    O "bullying" será tratado como parte dos comportamentos de indisciplina escolar. Para nós, a INDISCIPLINA inclui todos os atos que ferem as regras de bom funcionamento da escola e das aulas: as práticas de agressão física e verbal entre colegas, que caracterizam o "bullying"; todas as formas de desrespeito e agressão verbal aos professores e outros educadores da escola; ações contra o patrimônio, como pichações, quebra de carteiras e materiais; recusa a participar das atividades escolares, conversas, barulho ou deslocamentos indevidos durante as aulas; e muitos outros atos, frequentemente chamados de microviolências ou incivilidades. Na verdade, o conceito de INDISCIPLINA é extremamente amplo e vago.

  • Sua paciência está por um fio. A garotada voa pelos corredores, conversa em sala, briga no recreio, insiste em usar boné e em trazer para a sala materiais que não são os de estudo
    Calma... Respire... Se você sonha com uma turma atenta e motivada, a primeira mudança necessária talvez esteja em você. É hora de rever sua ideia de indisciplina e o que há por trás dela.

    É hora de rever sua ideia de indisciplina e o que há por trás dela.

  • Para que você avance nessa reflexão, é preciso entender que a indisciplina é a transgressão de dois tipos de regra. O primeiro são as morais, construídas socialmente com base em princípios que visam o bem comum, ou seja, em princípios éticos. Por exemplo, não xingar e não bater. Sobre essas, não há discussão: elas valem para todas as escolas e em qualquer situação. O segundo tipo são as chamadas convencionais, definidas por um grupo com objetivos específicos. Aqui entram as que tratam do uso do celular e da conversa em sala de aula, por exemplo. Nesse caso, a questão não pode ser fechada. Ela necessariamente varia de escola para escola ou ainda dentro de uma mesma instituição, conforme o momento. Afinal, o diálogo durante a aula pode não ser considerado indisciplina se ele se referir ao conteúdo tratado no momento, certo?

    O que pode ser considerado Indisciplina?

  • A situação piora ainda mais se essas convenções se baseiam em permissões, proibições e castigos sem nenhum tipo de negociação. Se isso funcionasse, as escolas estariam todas em paz. Esse caminho - o mais comum - é tão claramente ineficaz que se tornou um dos principais motes das tirinhas de Calvin, o personagem questionador e cheio de personalidade criado pelo cartunista norte-americano Bill Watterson. Desde 1985, ele dá um baile na professora, mesmo sendo advertido constantemente, você verá que as situações vividas por ele refletem uma concepção equivocada, por parte da escola, sobre as causas da indisciplina e as formas de lidar com ela. Não é fácil distinguir entre moralidade e convenção. Frequentemente, mistura-se tudo em extensos regimentos que pouco colaboram para manter o bom funcionamento da instituição e o clima necessário à aprendizagem em sala de aula. "As crianças não enxergam a utilidade de um regimento ou dos famosos combinados que não se sustentam. Elas não sentem a necessidade de respeitá-los e acabam até se voltando contra essas normas", explica Ana Aragão, da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). 


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • O que é Indisciplina?
  • Causas
  • Por que e como Surgem os Problemas
  • Olhar Psicológico
  • Violências nas escolas: o "bullying" e a indisciplina
  • O que pode ser considerado indisciplina?
  • Questões Ligadas a Moral
  • Didática Inadequada
  • Incentivar e Respeitar
  • Autonomia
  • Na Escola Atual
  • Alerta
  • Indisciplina na Sala
  • Como enfrentar
  • Como Acabar
  • Estratégi