Curso Online de Aprimoramento Para Operador de Motoniveladora ( Patrola)

Curso Online de Aprimoramento Para Operador de Motoniveladora ( Patrola)

O curso de Motoniveladoras tem como objetivo básico formar operadores qualificados para trabalhar com este tipo de equipamento através do...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 24 horas

Por: R$ 100,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O curso de Motoniveladoras tem como objetivo básico formar operadores qualificados para trabalhar com este tipo de equipamento através do conhecimento de todos os conceitos de segurança, operação, manutenção e legislação, além de executarem com sucesso as operações com o equipamento.
Profissionais qualificados para operação de máquinas pesadas são cada vez mais procurados no mercado e para isto, é fundamental uma qualificação eficiente. Esta formação proporciona significantes reduções de acidentes de trabalho e menores custos de operação e manutenção e, principalmente, a obtenção da máxima produtividade do equipamento.

JUCIMAR DETONI, ESPECIALISTA EM CIÊNCIAS FORENSES: PERÍCIAS CÍVEIS E CRIMINAIS, PEDAGOGO E INSTRUTOR DE CURSOS DESDE 1999 para o Sistema "S" SENAI, SENAR, SENAT. Treinamentos mais recentes: Operação de Escavadeiras, realizado em 2011, totalizando 40 horas aula ministrado pela BUZZERO ? ABED Associação Brasileira de Educação á Distância;Segurança para Operador de Guindaste, totalizando 20 horas aula, realizado em 2010, pela QUALITY de Pato Branco ? PR; Condução Segura e Econômica, totalizando 16 horas aula, realizado em 2009, pelo SEST SENAT de Chapecó ? SC; Mecânica Geral Diesel VOLVO, totalizando 50 horas aula, realizado em 2009 pela VOLVO do Brasil; Curso de Perícia Cautelar Automotiva, totalizando 30 horas, realizado em 2008 pela Central de Perícias de Joinvile ? SC; Programa Rode Melhor, voltado a manutenção de pneus, totalizando 24 horas, realizado pelo SEST SENAT- CAPIT 65, em 2008 na cidade de Criciúma ?SC; Curso Motorista Profissional ( Condução Econômica com FH 440 VOLVO, totalizando 32 horas, realizado em 2008 pela VOLVO de Curitiba ?PR; Curso para Condutores de Veículos de Transporte Escolar, totalizando 50 horas aula, realizado em 2008 pelo SESTSENAT-PR; Atualização para Condutores de Veículos de Transporte de Produtos Perigosos, totalizando 16 horas aula, realizado em 2007 pelo SESTSENAT-PR Atualização de Instrutores, totalizando 30 horas aula, realizado em 2007 pela CENTEC em Curitiba - PR. Portaria 001/2006DG DETRAN-PR; Curso de Capacitação Para Multiplicadores em Educação Para o Trânsito, totalizando 20 horas aula realizado pelo DETRAN/SC em maio de 2007; Curso de Perícia em Identificação De Veículos, realizado em 2006, pelo Instituto De Ciências Forenses, em São Lourenço Do Oeste, totalizando 20 horas aula; Operador de Empilhadeira, ministrado pelo SENAI - SC em agosto de 2006, em Chapecó-SC, totalizando 2O horas aula; Capacitação Para Condutores De Veículos De Emergência, ministrado pelo SEST/SENAT ? Florianópolis-SC, realizado em março de 2006, totalizando 50 horas aula; Operação e manutenção de Veículos Rodoviários, realizado pela kenji Shimanuki & CIA, Edutec Manutenções- Chapecó-SC, em 2006 totalizando 40 horas aula; IV Fórum de Instrutores do SEST/SENAT- PR, realizado na CAPIT DAVID GULIN Curitiba- PR no período de 18/04/05 a 20/04/05; 1º Ciclo Estadual de Seminários para instrutores de transito de Santa Catarina, realizado em março de 2005 pelo DETRAN-SC, Chapecó ?sc; Capacitação de Condutores de Veículos de Transporte Coletivo de Passageiros, realizado em 2002 pelo SENAI - SC, totalizando 48 horas aula; Treinamento de Condutores de Veículos de Transporte de Escolares, realizado em 2002 pelo SENAI - SC, totalizando 44 horas aula; Treinamento Específico de Condutores de Veículos Rodoviários, Transportadores de Produtos Perigosos, realizado em 2002 pelo SENAI - SC, totalizando 40 horas aula; Instrutor Teórico Técnico, realizado em 1999 totalizando 120 horas aula pela ABDETRAN ? Florianópolis ? SC; Operação e manutenção de tratores Agrícolas, realizado em 1993 pela IOCHP-MAXION



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Curso Aprimoramento para Operador de Motoniveladora ( Patrola)

    2

  • Conteúdo Programático

    Nivelamento de terra e manutenção de estradas
    Tipos de Motoniveladoras
    Componentes das Motoniveladoras
    Características do operador de Motoniveladora
    Planejando e preparando o equipamento

    Operador de Retroescavadeiras

    3

  • Estrutura do Curso

    Atividades desenvolvidas com a Motoniveladora

    Conceitos operacionais das Motoniveladora

    Características técnicas das Motoniveladoras

    Seleção de implementos e Cuidados na operação

    Técnicas de Operação

    4

  • Objetivos

    • Apresentar a atividade de nivelamento;
    • Identificar os principais fatores que influenciam no nivelamento;
    • Conhecer os principais equipamentos empregados.

    Nivelamento de terra e manutenção de estradas

    5

    Nivelamento de terra e manutenção de estradas

  • Por lidarem com a movimentação de milhares de toneladas de terra e com um grande número de equipamentos pesados, os serviços de nivelamento e de transporte de terra precisam de atenção especial.

    6

    Unidade 1 – Movimentos de terra: escavação

  • 7

    Atividades de movimentação de terra

    As atividades ligadas ao movimento de terra podem ser entendidas como um conjunto de operações que são executadas para modificar um terreno que se encontra em seu estado natural para uma nova conformação topográfica desejada.
    .

  • 8

    O nivelamento é o conjunto de operações destinadas ao corte, transporte, acabamento de superfície e compactação do solo em uma obra, objetivando adequar o terreno natural às características definidas no projeto.

    Nivelamento

  • 9

    A etapa de movimentação de materiais (entulho, terra, galhos) se inicia com a retirada de entulho de demolição e com a limpezado terreno, envolvendo desmatamento (retirada de árvores) e destocamento (retirada de tocos de árvores), oferecendo condições para as atividades de movimento de terra propriamente ditas.

    As primeiras etapas que normalmente ocorrem na obra constituem o “caminho crítico”, devendo ser atividades adequadamente planejadas para que não originem atrasos no cronograma final.

  • 9

    O momento mais adequado para que seja feito o nivelamento de terra é variável. Ele depende, muitas vezes, das características de execução das fundações e do próprio cronograma de desenvolvimento da obra.

  • 9

    Definido QUANDO realizar o nivelamento de terra é preciso definir COMO executá-lo. Para isso devem-se considerar alguns fatores que interferem no projeto do nivelamento de terra.

    2. Fatores que Influenciam o Projeto do Nivelamento de Terra

  • 10

    O momento adequado para o movimento de terra é variável. Ele depende, muitas vezes, das características de execução das fundações e do próprio cronograma de desenvolvimento da obra.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 100,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • ROPS - Roll over protection structure (Estrutura de proteção contra tombamento)
  • FOPS – Falling Object Protective Structures (Objeto de estrutura de proteção de queda)