Curso Online de CEP - CONTROLE ESTATÍSTICO DO PROCESSO

Curso Online de CEP - CONTROLE ESTATÍSTICO DO PROCESSO

Fornecer aos participantes conhecimentos das técnicas mais avançadas no tratamento de duas habilidades desejáveis em qualquer processo: e...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 18 horas

Por: R$ 40,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Fornecer aos participantes conhecimentos das técnicas mais avançadas no tratamento de duas habilidades desejáveis em qualquer processo: estabilidade e capacidade (ou performance). Também apresentamos conceitos de Gestão do Controle Estatístico do Processo que levam à exelência da qualidade de processos, bens ou serviços.

1. Suporte Técnico ao Desenvolvimento e Orçamento dos novos produtos; 2. Controle e Gerenciamento de Equipamentos de Inspeção Medição e Ensaios (EIMEs); 3. Análise do Sistema de Medição MSA ? Terceira Edição 3° Edição para mensurável e atributo; 4. Dimensionamento de Dispositivos e Peças Modelo Matemático- 3D e Tolerância Geométrica GD&T; 5. Implantação do Controle Estatístico do Processo ? (CEP) 2° Edição; 6. Auditoria de Processo e Produto; 7. Relatórios Dimensionais de PPAP e Instruções 4° Edição; 8. Treinamento de CEP, Dureza, Rugosidade, Metrologia e outros; 9. Aprovação de Setup para liberação de Produção e de desenvolvimento; 10. Gerenciamento de recebimento, inspeção de Layout, método de medição e Plano de Ação Corretiva; 11. Validação de Processos externos e Processos da Qualidade; 12. Suporte Técnico (ferramentaria) ao aspecto dimensional de dispositivos e ferramentas novas e de processo; 13. Acompanhamento de melhorias de CEP, Processo e Qualidade; 14. Análise de impacto dos EIMES / Análise Crítica dos documentos; 15. Homologação de fornecedores e aquisição; 16. Análise dos Planos de Ação Corretiva; 17. Análise junto a ferramentaria para correção, alteração e elaboração de ferramental (matrizes); 18. Auditor ISO / TS 16949 ? ABS; 19. Manuseio com TRIDIMENSIONAL MITUTOYO ? MANUAL ? 5 anos; 20. Software GeoPak Win e 3D Tol ( Comparação superficial) ? 5 anos; 21. Software PowerINSPECT Full Versão 5.0 ? 1 ano; 22. Elaboração de Aspectos e Impactos Ambientais; 23. Curso de Requisitos do Sistema de Gestão Ambiental ISO 14001:2004; 24. Curso de Qualificação de Auditor Interno ISO 14001:2004; 25. Curso de Qualificação de Auditor Interno VDA 6.3. 26. Análise de solda MAG (MACROGRAFIA) e solda ponto (Ensaio de Extração, arranchamento); 27. Manuseio com Salt-Spray e Análise para desenvolvimento e processo; 28. Manuseio com Normas Mercedes, MAN, Honda, Yamaha e outros;



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • CEP AVANÇADO - 2ª. EDIÇÃO
    (Controle Estatístico do Processo)

    CEP AVANÇADO - 2ª. EDIÇÃO

  • Objetivos do curso

    Objetivos do curso

    Este curso vai conduzir você ao conhecimento aprofundado da metodologia do CEP (enfatizando interpretações), em sua 2ª. Edição (2005).
    Queremos habilitá-lo a atuar na melhoria contínua de seus produtos e processos, tornando sua empresa mais competitiva no mercado. Atualizado com essa ferramenta da qualidade, você aumentará a capacidade de gerenciar com sucesso seus processos de trabalho.

    Durante este curso você irá:
    Entender porque os processos de trabalho sofrem variações, que afetam fortemente a qualidade dos produtos fabricados.
    Conhecer os princípios da metodologia, reconhecendo suas ligações com outras ferramentas indicadas pela ISO/TS 16949.
    Interpretar a normalidade, a estabilidade e a capacidade de processo, usando o mais avançado software estatístico do mercado (Minitab).
    Identificar as mudanças propostas pela 2ª. Edição.

  • Conteúdo programático

    Conteúdo programático

  • Módulo 1 Conceitos de CEP (princípios,
    benefícios, envolvimentos, tipos de estudo, habilidades necessárias e
    planejamento) além das ligações com as ISO 9001 e TS 16949
    (APQP e PPAP).

  • CEP - Definição

    CEP - Definição

    CEP: Método preventivo, que compara continuamente resultados
    de um processo, com padrões. Ele identifica, estaticamente, tendências para suas variações significativas, com o objetivo de evitar e/ou reduzi-las.
    Ele é preventivo, pois evita produzir peças defeituosas, tornando os processos estáveis e capazes.
    A comparação contínua dá-se pelo levantamento rotineiro de certa quantidade de peças fabricadas (amostra), com dada freqüência (horária, por exemplo), e a construção de gráficos (cartas de controle), onde os padrões previamente indicados.
    Os padrões de controle do processo são calculados estatisticamente, com base em fórmulas propostas pelo Manual do CEP 2ª. Edição, parte integrante da ISO/TS 16949.
    Um curso avançado, como é o nosso, objetiva entender o porque das variações, como evitar as variações excessivas, com a participação de operadores e analistas.

  • CEP: C + E + P

    CEP: C + E + P

    Processo - Seqüência de atividades, que gera produtos/serviços, contendo: uma saída
    (produtos/serviços), focada no cliente, e cinco entradas (Métodos/Procedimentos, Conhecimentos/Habilidades, Materiais/Informações, Recursos/Instalações, Padrão de desempenho).
    Controle (do processo e do produto) - Estar atento às características do processo/produto (conseqüência), para garantir que elas tenham um comportamento esperado (especificações dos clientes). Também, manter as características entre limites, ter comportamentos previsíveis (consistentes).
    Estatística - Conjunto de métodos numéricos, que visa coletar e analisar dados, permitindo a tomada de decisões viáveis, a tempo.
    Padrão de desempenho - Atendimento integral dos requisitos, dos clientes externos e dos procedimentos internos. É o comportamento voltado para eliminar falhas e evitar desperdícios. Exige a criação de indicadores.

  • Visão de processo da ISO 9001

    Visão de processo da ISO 9001

    O Manual do CEP, desde a 1ª. Edição (1992), já indicava sua visão de processo, que mais tarde seria formalizada pela ISO 9001.
    A descrição, que faremos a seguir, relaciona-se com a figura do próximo slide, permitindo melhor visualização (“uma imagem vale mais que mil palavras” Confúcio).
    Nessa visão, processo é um sistema, que envolve uma combinação de recursos de
    entrada (pessoal, máquina, material, método, meio ambiente e medição).
    Todo processo gera produtos/serviços (saídas), voltados aos clientes (internos e externos), que têm suas necessidades/expectativas (requisitos), mutáveis ao longo do tempo (devemos entendê-las, continuamente). Tais necessidades representam a voz do cliente, que sempre alimenta o processo (nova entrada).
    A medida que o processo gera produtos/serviços, periodicamente são levantados dados de características, dos processos e dos produtos/serviços, por amostragem. Com métodos estatísticos adequados, tira-se uma “fotografia” desse processo e analisa-se seu nível de qualidade (normalidade, estabilidade, capacidade).
    Os resultados dessas análises representam a voz do processo, que passa a alimentar o processo (nova entrada), possibilitando a tomada de eventuais ações preventivas/corretivas, se algo não sair de acordo com os requisitos dos clientes.

  • Visão de processo da ISO 9001

    Visão de processo da ISO 9001

    Processo (maneira que trabalhamos, combinando os recursos de entrada)

    Métodos estatísticos

    Entradas

    Processo/Sistema

    Resultados

    Clientes

    Produtos/ Serviços

    Requisitos: Necessidades e expectativas, mutáveis ao longo do tempo

    Voz do processo

    Voz do cliente

    Mão de obra
    Máquinas
    Material
    Método
    Ambientes
    Medições

  • CEP Tipos de dados

    CEP Tipos de dados

    A metodologia do CEP trabalha com 2 tipos de dados, obtidos no estudo de uma determinada característica, do processo ou do produto:
    €Dados de variáveis, que envolvem medições de características. Exemplos: espessura, temperatura, pressão, vazão, Ph, tempo, custo, lucro, etc.
    €Dados de atributos, que envolvem classificações dos dados em duas categorias. Exemplos: bom/ruim, aprovado/rejeitado, passa/não-passa, acende/não acende, etc.

    Existem técnicas, gráficos e análises apropriados, para cada um desses tipos, como veremos oportunamente.

  • Porquê CEP?

    Porquê CEP?

    Muda a ênfase de detecção de problemas, para prevenção de problemas;
    Evidencia como o processo está se desenvolvendo, o tempo todo (não são apenas com opiniões e memória, mas com evidências objetivas, fatos e dados numéricos);
    Permite distinguir as causas especiais das causas comuns;
    Fornece uma linguagem comum, para discutir o processo e o seu rendimento, que é a própria estatística;
    Permite que os operadores decidam: quando ajustar o processo, quando paralisá-lo ou quando deixá-lo como está;
    Permite medir o efeito de mudanças promovidas no processo (aumentou sua capacidade?);
    Leva a menor custo, maior qualidade e melhor atendimento dos clientes, ou seja, a maior produtividade e, como conseqüência, a maior competitividade dos produtos no mercado.

  • Benefícios do CEP

    Benefícios do CEP

    Conhecer o processo (elementos e comportamentos).
    Atender as especificações, da engenharia e dos clientes.
    Melhorar a qualidade (produtos e processos).
    Reduzir os índices de retrabalho e de sucateamento, diminuindo o
    custo operacional.
    Prevenir-se contra problemas, antes que eles ocorram.
    Aumentar a produtividade, com base na melhoria da qualidade, na redução de custo e no melhor atendimento dos clientes, com incremento da competitividade e do lucro.
    Integrar as áreas (produtivas, com os demais setores, como: inspeção, manutenção, almoxarifado, PCP, entre outras).
    Integrar pessoas da mesma área (operadores, preparadores de máquina, inspetores e outros).
    Incentivar e aprimorar a participação dos funcionários, no processo produtivo, buscando maiores responsabilidade, criatividade e comprometimento.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 40,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Objetivos do curso
  • Conteúdo programático
  • CEP - Definição
  • CEP: C + E + P
  • Visão de processo da ISO 9001
  • CEP Tipos de dados
  • Porquê CEP?
  • Benefícios do CEP
  • Causas de variação (Deming)
  • Exemplos de causas comuns
  • Exemplos de causas especiais
  • Estudos do CEP
  • Estabilidade do processo (“ação operacional”)
  • Exemplos típicos de variações (estudo de capacidade)
  • Outros exemplos típicos de variações (estudo de capacidade)
  • Ciclo de melhoria contínua do processo
  • O CEP e outras ferramentas da TS 16949
  • O CEP e outras ferramentas
  • Planejamento e gerenciamento do CEP
  • CEP, dentro da ISO 9001 e ISO/TS 16949
  • CEP e APQP
  • APQP - Fase 4
  • Validação do produto e do processo
  • CEP e PPAP
  • Fim do Módulo 1
  • Exatidão e precisão
  • Distribuição de dados
  • Tabelas de freqüências
  • Histograma
  • Curvas de freqüências
  • Assimetria e Curtose
  • Curva da Distribuição Normal (Gauss)
  • PPN = Papel de Probabilidade da Normal
  • Apresentação do Minitab
  • Janela de sessão e planilha
  • Menus: Arquivo (File) e Editar (Edit)
  • Menu: Dados (Data)
  • Menu: Cálculos (Calc)
  • Menu Calc: Estatística de colunas e geração de dados aleatórios de uma Normal
  • Menu: Cálculos estatísticos (Stat)
  • Menu: Construir gráficos (Graph)
  • Minitab: Gráfico de Pareto
  • Pareto - Exemplo
  • Minitab: Diagrama Espinha de Peixe
  • Espinha de peixe - Exemplo
  • Histograma
  • Estudo da normalidade
  • Histograma e Normalidade - Exemplo
  • Minitab Estatística básica
  • Minitab Estatística descritiva
  • Estatística descritiva - Exemplo
  • Sumário gráfico - Exemplo
  • Exemplo do diâmetro (cálculos à mão)
  • Módulo 3
  • Cartas de controle para variáveis: construção e interpretação. Estudos de normalidade, estabilidade e capacidade.
  • Cartas de controle Sistema americano (Walter Shewhart - 1927)
  • Cartas de controle - Componentes
  • Cartas de controle - Construção
  • Limites de controle e de especificação
  • Cartas para variáveis
  • Cartas para variáveis - Tipos
  • Cartas para variáveis - Comparações
  • Fluxograma do CEP - Variáveis
  • Cartas X e R - Exemplo
  • Diário de bordo - Exemplo
  • Cartas para variáveis Tabelas de fatores
  • Interpretação das cartas para variáveis, segundo o Manual do CEP da 1ª. edição
  • Exemplos de interpretação Carta das médias
  • Exemplos de interpretação Carta das amplitudes
  • Minitab Cartas X e R
  • Minitab Definição dos testes
  • Xbar R: Options Estimate e Scale - Stamp (opcional)
  • Minitab - Cartas
  • Exercício Peso de uma peça, em gramas
  • Exercício do peso - Cálculos
  • Exercício do peso Solução (cartas)
  • Exercício do peso Solução (histograma)
  • Cartas média e desvio padrão (X e S)
  • Exercício Peso (média e desvio padrão)
  • Exercício do peso, com D.P. - Resposta
  • Carta de valores individuais e amplitude móvel (Xind e Rmov)
  • Exercício - Baterias
  • Exercício das baterias Resposta (cartas)
  • Exercício das baterias Histograma
  • Capacidade do processo
  • Exemplo: Comparação entre Cpk e Cp
  • Interpretações dos indicadores
  • Relação entre Cpk , (Sigma) e PPM
  • Capacidade do processo, no Minitab
  • Minitab (estimate e options)
  • Exercício do peso - Resolução
  • Minitab Exemplo do peso
  • Capacidade para outras cartas de variáveis
  • Minitab, capacidade “sixpack”
  • Cartas para atributos
  • Fluxograma do CEP - Atributos
  • Carta para atributos - Comparações
  • n = n1 + n2 + .... + nk
  • k
  • Carta p - Exemplo
  • Cartas para atributos - Interpretações
  • Carta p, no Minitab
  • Carta p Options (Estimate e S Limits)
  • Carta p, no Minitab - Exemplo
  • Exercício dos vidros Solução
  • Carta np Número de itens defeituosos
  • Exercício Carta u (Placa polimérica)
  • Exercício da placa - Solução
  • Minitab Capacidade (Cartas p e np)
  • Minitab Capacidade (Binomial)
  • Minitab Capacidade (Cartas c e u)
  • Minitab Capacidade (Poisson)
  • Estudo de R&R, no Minitab
  • R&R, no Minitab
  • R&R Exemplo de resultado
  • Fim do Módulo 4
  • Manual da 2ª. edição Conteúdos (1)
  • 2ª. Edição Conteúdos (2)
  • Modificações da 2ª. edição
  • Gráfico de farol - Conceito
  • Gráfico de farol Premissas e zonas
  • Gráfico de farol - Construção
  • Pré-controle - Conceito
  • Pré-controle - Construção
  • Pré-controle - Exemplo
  • Pré-controle Resultado do exemplo
  • CEP para pequenos lotes
  • Cep para pequenos lotes - Exemplo
  • Técnica nominal - Exemplo
  • CEP Técnica Nominal - Solução
  • CUSUM Soma acumulada
  • CUSUM versus Xind e Rmóvel
  • CUSUM, no Minitab
  • CUSUM, no Minitab - Exemplo
  • CUSUM Soluções do exemplo
  • Gráficos EWMA
  • Gráficos EWMA, no Minitab
  • EWMA Solução do exemplo
  • Carta EWMA Outro exemplo
  • Gráficos com distribuição Não Normal
  • Exercício, com distribuição não normal
  • Exercício (continuação)
  • Transformações nos dados
  • Transformação de dados
  • Transformação dos dados Box Cox