Curso Online de OHSAS 18001 - SISTEMAS DE GESTÃO DA SAÚDE E SEGURANÇA OCUPACIONAL

Curso Online de OHSAS 18001 - SISTEMAS DE GESTÃO DA SAÚDE E SEGURANÇA OCUPACIONAL

A certificação OHSAS 18001 permite às organizações gerir os riscos operacionais e melhorar o seu desempenho. A norma oferece orientações ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 12 horas

Por: R$ 60,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

A certificação OHSAS 18001 permite às organizações gerir os riscos operacionais e melhorar o seu desempenho. A norma oferece orientações sobre avaliações de saúde e segurança e sobre como gerir os aspectos de saúde e segurança das atividades de seu negócio de forma mais eficaz, levando em consideração a prevenção de acidentes, a redução de riscos e o bem-estar de seus colaboradores.

1. Suporte Técnico ao Desenvolvimento e Orçamento dos novos produtos; 2. Controle e Gerenciamento de Equipamentos de Inspeção Medição e Ensaios (EIMEs); 3. Análise do Sistema de Medição MSA ? Terceira Edição 3° Edição para mensurável e atributo; 4. Dimensionamento de Dispositivos e Peças Modelo Matemático- 3D e Tolerância Geométrica GD&T; 5. Implantação do Controle Estatístico do Processo ? (CEP) 2° Edição; 6. Auditoria de Processo e Produto; 7. Relatórios Dimensionais de PPAP e Instruções 4° Edição; 8. Treinamento de CEP, Dureza, Rugosidade, Metrologia e outros; 9. Aprovação de Setup para liberação de Produção e de desenvolvimento; 10. Gerenciamento de recebimento, inspeção de Layout, método de medição e Plano de Ação Corretiva; 11. Validação de Processos externos e Processos da Qualidade; 12. Suporte Técnico (ferramentaria) ao aspecto dimensional de dispositivos e ferramentas novas e de processo; 13. Acompanhamento de melhorias de CEP, Processo e Qualidade; 14. Análise de impacto dos EIMES / Análise Crítica dos documentos; 15. Homologação de fornecedores e aquisição; 16. Análise dos Planos de Ação Corretiva; 17. Análise junto a ferramentaria para correção, alteração e elaboração de ferramental (matrizes); 18. Auditor ISO / TS 16949 ? ABS; 19. Manuseio com TRIDIMENSIONAL MITUTOYO ? MANUAL ? 5 anos; 20. Software GeoPak Win e 3D Tol ( Comparação superficial) ? 5 anos; 21. Software PowerINSPECT Full Versão 5.0 ? 1 ano; 22. Elaboração de Aspectos e Impactos Ambientais; 23. Curso de Requisitos do Sistema de Gestão Ambiental ISO 14001:2004; 24. Curso de Qualificação de Auditor Interno ISO 14001:2004; 25. Curso de Qualificação de Auditor Interno VDA 6.3. 26. Análise de solda MAG (MACROGRAFIA) e solda ponto (Ensaio de Extração, arranchamento); 27. Manuseio com Salt-Spray e Análise para desenvolvimento e processo; 28. Manuseio com Normas Mercedes, MAN, Honda, Yamaha e outros;



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Sistema de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional

    Sistema de Gestão de Saúde e
    Segurança Ocupacional

    OHSAS 18001:2007

  • Objetivos do curso

    Objetivos do curso

    Este curso é dirigido a todos os profissionais que querem conhecer os requisitos da norma
    OHSAS 18001:2007 e adquirir os conhecimentos necessários para implantar e manter um sistema de gestão de saúde e segurança ocupacional adequado e eficaz, conforme os requisitos desta norma.
    Durante este curso iremos:

    Conhecer conceitos e fundamento de perigos e riscos para saúde e segurança ocupacionais
    Compreender riscos que estão ocorrendo com os seres humanos no trabalho
    Ter noções básicas das tecnologias utilizadas para minimizar riscos
    Entender os objetivos da OHSAS 18001:2007
    Compreender e manejar princípios, requisitos e controles da norma OHSAS 18001:2007
    Conhecer o processo de certificação
    Colocar em prática os conceitos apresentados

  • Módulo 1 Introdução à saúde e segurança ocupacional, OIT, legislação, acidentes do trabalho e sua prevenção.

    Módulo 1
    Introdução à saúde e segurança ocupacional, OIT, legislação, acidentes do trabalho e sua prevenção.

  • Introdução

    Os acidentes e doenças ocupacionais não são um problema
    recente. O homem primitivo teve sua integridade física ameaçada e sua capacidade produtiva diminuída pelos acidentes relacionados à caça, pesca e guerra.
    As primeiras referências escritas sobre estes problemas encontram-se em um papiro egípcio de 2360 a.C. chamado Papiro Seller II.
    Em 460 a.C., Hipócrates, considerado o pai da medicina, também fala dos acidentes e doenças do trabalho.
    Plínio (23 a 79 d.C.) descreve o aspecto dos trabalhadores
    expostos ao chumbo, ao mercúrio e às poeiras e menciona a
    iniciativa dos escravos de utilizar panos e membranas de bexiga de carneiro no rosto para atenuar a inalação de poeiras.
    Em 1556, um ano após a morte do autor Georgius Agricola, é publicado o livro “De Re Metallica”, que dedica o último
    capitulo as doenças do trabalho e às doenças mais comuns entre mineiros (asma dos mineiros devido à silicose).
    Onze anos mais tarde surge “Dos Ofícios e das Doenças da Montanha”, de Paracelso, que viveu muitos anos em um centro mineiro na Boêmia e relaciona métodos de trabalho, substâncias manuseadas e doenças, destacando-se a intoxicação pelo mercúrio e a silicose.

    Introdução

  • Introdução

    Em 1700 é publicado na Itália o livro “De Morbis Artificum Diatriba”, do médico Bernardino Ramazzine, o pai da medicina moderna. Nesta obra ele descreve doenças que ocorrem com trabalhadores em mais de cinqüenta ocupações.
    A partir do século XVIII, com a revolução industrial as classes trabalhadoras trabalhavam em ambientes sub-humanos e os acidentes do trabalho geravam um grande número de mutilados. Além disso, passou-se a utilizar a mão-de-obra de mulheres e crianças, por serem mais baratas.
    Em 1802 foi aprovada a 1ª lei de proteção aos trabalhadores, a “ Lei de Saúde e Moral
    dos Aprendizes”, que estabelecia o limite de 12h de trabalho por dia, proibia o trabalho noturno, obrigava os empregadores a lavar as paredes das fábricas duas vezes ao ano e obrigava haver ventilação nos ambientes.
    Em 1833 foi baixado o Factory Act na Inglaterra, considerada a 1ª legislação realmente eficiente. Aplicava-se a todas as empresas têxteis, proibia o trabalho noturno a menores de 18 anos, restringia as horas de trabalho destes a 12h por dia, e estabelecia que as fábricas precisavam ter escolas e que a idade mínima para o trabalho era de 9 anos.

    Introdução

  • Introdução

    No fim da 1ª Guerra Mundial, em 1919, foi assinado o Tratado de Versailles, que traz a sua parte nº XIII toda dedicada à saúde e educação, a qual resultou na criação da OIT Organização Internacional do Trabalho.

    A OIT procura harmonizar a legislação entre os países-membros através da criação de uma base jurídica que enseje um código internacional do trabalho. É o maior fórum tripartite (governo, empregados e empregadores) do mundo.
    Incorpora-se ao direito a noção ética de que o ambiente de trabalho está inserido no meio ambiente, de modo que é impossível alcançar qualidade de
    vida sem qualidade de vida no trabalho.

    Exemplos de convenções da OIT:

    Nº 081 Inspeção do trabalho na indústria e no comércio Nº 139 Câncer profissional
    Nº 148 Proteção dos trabalhadores contra riscos profissionais devido à contaminação do ar, ao ruído e às vibrações no local de trabalho
    Nº 155 Segurança e saúde dos trabalhadores e o meio ambiente de trabalho
    Nº 161 Serviços de saúde no trabalho
    Nº 170 Segurança no uso de produtos químicos Nº 174 Prevenção de acidentes maiores
    Nº 182 Piores formas de trabalho infantil e ação para sua eliminação Etc.

    Introdução

  • Legislações trabalhistas e previdenciárias

    No Brasil alguns marcos importantes

    1917 primeira greve operária em SP
    1919 primeira lei de seguro de acidente do trabalho
    1923 caixas de aposentadorias e pensões
    1930 criação do Ministério do Trabalho
    1943 promulgação da CLT
    1960 lei orgânica da previdência social
    1966 INPS
    1966 fundação da FUNDACENTRO, que só iria operar em 69
    1967 estatização e monopólio do seguro de acidente de trabalho
    1972 plano nacional de valorização do trabalhador e criação dos profissionais ocupacionais
    1977 revisão da CLT
    1978 regulamentação da lei 6514 e criação das Normas Regulamentadoras

    Legislações trabalhistas e previdenciárias

  • Legislações trabalhistas e previdenciárias

    No Brasil

    Na Constituição da República Federativa do Brasil de 5/10/1988 existem vários capítulos que tratam das relações com o trabalho. De forma mais específica temos a CLT Consolidação das Leis do Trabalho revisada em 22 de dezembro de 1977 e que trata das responsabilidades relativas aos orgãos públicos, empresas e empregados, fala de inspeção, embargo e interdição, orgãos de saúde e medicina do trabalho nas empresas, equipamento de proteção individual, medidas preventivas de medicina do trabalho, conforto térmico, instalações elétricas, movimentação, armazenagem e manuseio de materiais, máquinas e equipamentos, atividades insalubres ou perigosas, prevenção da fadiga, penalidades, etc.

    No Brasil temos uma estrutura para desenvolvimento de novas legislações:

    SSST Secretaria de Segurança e Saúde no Trabalho CTPP Comissão Tripartite Paritária Permanente GTT Grupo de Trabalho Tripartite
    GT Grupo Técnico

    Legislações trabalhistas e previdenciárias

  • Legislações trabalhistas e previdenciárias

    Legislações trabalhistas e previdenciárias

    Segurança do Trabalho

    Pode-se definir Segurança do Trabalho como a ciência que, através de metodologia e técnicas apropriadas, estuda as possíveis causas de acidentes do trabalho, objetivando a prevenção de suas ocorrências.

    No Brasil a entidade responsável por pesquisar assuntos de Segurança e Medicina do Trabalho é a FUNDACENTRO, entidade governamental vinculada ao Ministério do Trabalho.

    O dispositivo legal que disciplina a Segurança e Medicina do Trabalho está assegurado em nível de legislação ordinária, disciplinada pela CLT
    Consolidação das Leis do Trabalho / Decreto-lei n. 5.452, de 1943, regulamentada no Título II, Capítulo V, artigos 154 a 201, destacando que os referidos artigos têm sua redação atual através da Lei n.
    6.514/77. Tais artigos estipulam os direitos e obrigações do governo,
    quer municipal, estadual ou federal e, inclusive dos empresários e dos trabalhadores no campo da segurança e da medicina do trabalho, e foram regulamentados através da Portaria n. 3.214/78 que institui as NRs Normas Regulamentadoras.

  • Legislações trabalhistas e previdenciárias

    Legislações trabalhistas e previdenciárias

    Brasil NR’s Normas regulamentadoras NR1 Disposições Gerais
    NR2 Inspeção Prévia
    NR3 Embargo ou Interdição
    NR4 Serviços Especializados em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho
    NR5 Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA NR6 Equipamentos de Proteção Individual - EPI
    NR7 Programas de Controle Médico de Saúde Ocupacional
    NR8 Edificações
    NR9 Programas de Prevenção de Riscos Ambientais NR10 Instalações e Serviços em Eletricidade
    NR11 Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Materiais NR12 Máquinas e Equipamentos
    NR13 Caldeiras e Vasos de Pressão NR14 Fornos
    NR15 Atividades e Operações Insalubres
    NR16 Atividades e Operações Perigosas NR17 Ergonomia
    NR18 Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção NR19 Explosivos
    NR20 Líquidos Combustíveis e Inflamáveis NR21 Trabalho a Céu Aberto

  • Legislações trabalhistas e previdenciárias

    Legislações trabalhistas e previdenciárias

    Brasil NR’s Normas regulamentadoras NR22 Segurança e Saúde Ocupacional na Mineração
    NR23 Proteção Contra Incêndios
    NR24 Condições Sanitárias e de Conforto nos Locais de Trabalho NR25 Resíduos Industriais
    NR26 Sinalização de Segurança
    NR27 Registro Profissional do Técnico de Segurança do Trabalho no MTb NR28 Fiscalização e Penalidades
    NR29 Norma Regulamentadora de Segurança e Saúde no Trabalho Portuário NR30 Segurança E Saúde No Trabalho Aquaviário

    NR31 Norma Regulamentadora De Segurança E Saúde No Trabalho Na

    Agricultura, Pecuária Silvicultura, Exploração Florestal E Aqüicultura NR32 Segurança E Saúde No Trabalho Em Serviços De Saúde
    NR33 Segurança E Saúde Nos Trabalhos Em Espaços Confinados

    NRR1 Disposições Gerais
    NRR2 Serviço Especializado em Prevenção de Acidentes do Trabalho Rural - SEPATR
    NRR3 Comissão Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho Rural - CIPATR
    NRR4 Equipamento de Proteção Individual - EPI NRR5 Produtos Químicos


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 60,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Sistema de Gestão de Saúde e
  • Segurança Ocupacional
  • Objetivos do curso
  • Módulo 1
  • Introdução à saúde e segurança ocupacional, OIT, legislação, acidentes do trabalho e sua prevenção.
  • Introdução
  • Legislações trabalhistas e previdenciárias
  • Vítimas de acidentes e de doenças do trabalho
  • Acidente de trabalho
  • Lesão corporal
  • Perturbação funcional
  • Doenças profissionais e do trabalho
  • Equipara-se também ao acidente do trabalho o artigo 21 para efeito desta lei.
  • Contaminação
  • Acidente de trabalho
  • Conceito de prevenção
  • Assim, o conceito de prevenção caracteriza o acidente de trabalho como:
  • Acidente do trabalho
  • Benefícios da prevenção ao acidentado de trabalho
  • Fim do Módulo 1
  • História das normas de sistemas de gestão de saúde e segurança
  • A Série OHSAS 18001:2007
  • História das normas de sistemas de gestão de saúde e segurança
  • Riscos advindos da falta de um sistema de saúde e segurança ocupacional
  • Benefícios da implantação da OHSAS 18001
  • Sistemas de saúde e segurança
  • SBC Sistema Brasileiro de Certificação
  • Sistema Brasileiro de Certificação Certificação OHSAS 18001
  • Auditoria de adequação
  • Auditoria de conformidade
  • Norma OHSAS 18001: 2007 - Índice
  • OHSAS 18001 Introdução: Uso da metodologia PDCA
  • 1 - Objetivos da OHSAS 18001:2007
  • Relação da OHSAS 18001 com a OHSAS 18002
  • 2 - Referências de publicações e compatibilidade com outros sistemas de gestão
  • 3 - Alguns termos e definições
  • 3 - Termos e definições
  • 4 - Requisitos do sistema de gestão de SSO
  • Aplicação do PDCA
  • 4.1 - Requisitos gerais
  • 4.2 - Política de SSO
  • 4.3 - Planejamento e 4.3.1 Identificação de perigos, avaliação dos riscos e determinação de controles
  • Avaliação de risco
  • Tabela I Anexo IV da Portaria 25 - SSST, de 29.12.94.
  • Riscos físicos
  • Tabela Limites de tolerância para ruído contínuo ou intermitente
  • Ruído
  • O EPI
  • Vibrações
  • Radiações
  • Calor e frio
  • Pressões anormais
  • Umidade
  • Riscos químicos
  • Riscos biológicos
  • Riscos ergonômicos
  • Iluminação
  • Riscos de acidentes
  • Módulo 4
  • Identificando perigos e riscos, definindo controles, objetivos e programas para SSO.
  • Identificando perigos e riscos
  • Identificação de perigos, riscos e controles
  • Identificação de perigos, riscos e controles Exemplo
  • Identificação de perigos, riscos e controles Exemplo
  • 4.3 - Planejamento
  • Objetivos de SSO
  • Fim do Módulo 4
  • Módulo 5
  • Implementação, operação, verificação e análise crítica do SGSSO, exercícios.
  • 4.4 - Implementação e operação
  • 4.4.6 - Controle operacional
  • 4.4.7 - Preparação e respostas a emergências
  • 4.4.7 - Preparação e respostas a emergências Exemplo
  • 4.5 - Verificação
  • 4.5.1 - Medição de desempenho e monitoramento
  • 4.5.2 - Avaliação do atendimento a requisitos legais e outros
  • 4.5.3 - Investigação de incidente, não- conformidade, ação corretiva e ação preventiva
  • 4.5.3 - Investigação de incidente, não-c conformidade, ação corretiva e ação preventiva
  • Modelo de formulário
  • 4.5.4 - Controle de registros
  • 4.5.4 - Controle de registros Modelo de controle
  • 4.5.5 - Auditoria interna
  • 4.6 - Análise crítica pela administração
  • Fim do Módulo 5