Curso Online de NR 34 - Segurança do Trabalho na Indústria da Construção e Reparação Naval
4 estrelas 14 alunos avaliaram

Curso Online de NR 34 - Segurança do Trabalho na Indústria da Construção e Reparação Naval

NR-34 CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO E REPARAÇÃO NAVAL - Este curso abordará os dispositivos normativo...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 30 horas

Por: R$ 24,90
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

NR-34 CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO E REPARAÇÃO NAVAL - Este curso abordará os dispositivos normativos vinculados a Norma Regulamentadora 34 da Portaria n.º 3.214/78 , que começou a vigorar a partir do dia 20 de Janeiro de 2011.

Embasamento Legal: nossos cursos têm base legal constituída pelo Decreto Presidencial nº 5.154 e nossa metodologia segue as normas do MEC através da Resolução CNE nº 04/99. Grupo de técnicos a serviço da propagação do conhecimento - Constituído por Engenheiro Ambiental e Técnico em Segurança do Trabalho - Auditor Interno OHSAS 18.001.Implantador da Norma OHSAS 18.001.Instrutor e palestrante de CIPA, treinamentos de EPIs, Direção defensiva, Transporte e Movimentação de cargas NR 11 e 12, Empilhadeira, Prevenção e Combate a Incêndios, entre outros. Técnico em Processamento de Dados - Graduado em Engenharia Ambiental, Graduando em Educação Física e Administração de Empresas.**** Dúvidas e maiores esclarecimentos também pelo e-mail: edmaguee@hotmail.com.br ==== Ou pela aba "Contato" do curso. Chat,por questão de tempo e bom atendimento a todos, será apenas em horários pré-definidos através de contato prévio.


"muito bom"

- Alex Sandro Pinto De Souza

- Márcio De Lacerda Carvalho De Souza

- Gilson Manoel De Abreu

- AndrÉ Monteiro De Melo Da Silva

"otimo"

- Tiago Marcon Bezerra Costa

- Juliano Soares Da Rosa

"NR 34 - Segurança do Trabalho na Indústria da Construção e Reparação Naval 100,0% bom"

- Reginaldo De Oliveira Pereira

- Jeferson Ramos De Santana Ramos

- Gilberto Doria Do Valle Filho

- Marcelo Ferrer Santiago

- Danilo Craveiro Diettrich De São Christovão

- Daniel José Santos Do Nascimento

- Jean Carlos Santana Lustosa

- Ricardo De Barros Esber

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • NR-34 CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO E REPARAÇÃO NAVAL

  • Este curso abordará os dispositivos normativos vinculados a Norma Regulamentadora 34 da Portaria n.º 3.214/78 , que começou a vigorar a partir do dia 20 de Janeiro de 2011.

    Em Primeira Mão Aqui no Buzzero.com
    Bom curso!!!

    NR-34 CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO E REPARAÇÃO NAVAL

  • Índice
    Introdução
    Tipos de Navios
    Plataformas Fixas
    Objetivo e Campo de Aplicação
    Responsabilidades
    Capacitação e Treinamento
    Documentação
    Trabalho a Quente
    Trabalho em Altura
    Trabalho com Exposição a Radiações Ionizantes
    Trabalhos de Jateamento e Hidrojateamento
    Atividades de Pintura
    Movimentação de Cargas
    Montagem e Desmontagem de Andaimes
    Equipamentos Portáteis
    Instalações Elétricas Provisórias
    Testes de Estanqueidade
    Disposições Finais
    Portos, Docas e Estaleiros
    Glossário dos Principais Termos em Inglês
    Glossário
    Abreviaturas
    Conclusão
    Links interessantes
    Bibliografia

  • 1 - Introdução

    1 - Introdução

  • Introdução

    A NR 34 estabelece parâmetros de segurança nas operações de construção e reparação naval, objetivando a saúde e segurança dos trabalhadores envolvidos neste setor.

    Portanto vamos visualizar os tipos de embarcações que podemos nos deparar nas docas e estaleiros.

    Doca seca para reparação naval

  • Introdução

    A ação de consertar e construir embarcações aquáticas é de fato incerta e provavelmente surgiu já com a primeira embarcação construída pelo homem.

    A arqueologia diz que a mais antiga foi construída por volta de 2400 AC na Índia.

    Foi o porto da cidade de Lothal.

  • Introdução

    O primeiro estaleiro brasileiro foi construído pelo Barão de Mauá em Niterói, quando o então governo brasileiro fez um empréstimo, a ser pago em onze anos em 1846 para tal finalidade.

    Teve seu primeiro navio construído em 1850. Até 1961 já havia construído 72 navios (metade militar e metade civil). Após essa empreitada inicial só em 1950 é que o Brasil realiza mais incentivos através do Governo de Kubitschek. Foi criado o Fundo da Marinha Mercante (FMM).

  • Com esse fundo, o Brasil alcançava em 1972 o segundo parque industrial de navios mercantes do mundo perdendo apenas para o Japão.

    O Brasil não possuía exportações mundiais como o Japão e dependia exclusivamente das encomendas internas e as dos militares.

    Sendo assim acabou saindo do cenário mundial.

    Até hoje os estaleiros brasileiros dependem exclusivamente do FMM e de um tributo específico intitulado Adicional de Frete da Renovação da Marinha Mercante (AFRMM), cobrado sobre os fretes em águas nacionais.

  • Introdução

    Estaleiros na Ásia

    Em um período pouco maior que 10 anos os japoneses assumiram o primeiro lugar no cenário mundial de estaleiros desbancando a tradicional Marinha Inglesa.

    Fato esse que se caracteriza até os dias de hoje. O período da evolução japonesa foi logo após a Segunda Guerra Mundial entre 1945/1956.

  • Já a Coréia do Sul teve seu grande crescimento no período de 1980/1987 onde sua participação mundial saltou de oito por cento para quase trinta por cento.

    Por sua vez a China teve seu rápido crescimento e assumiu a liderança mundial em números de navios construídos e de faturamento após a abertura do mercado chinês para o mundo.

    Atualmente a Ásia ocupa a liderança mundial no segmento de estaleiros sendo o Japão, China, Coréia do Sul os principais fornecedores mundiais.

  • Introdução

    Liderança em construção de navios

    Antes de 1946: Reino Unido

    1946/1955: França/Itália/Espanha (Europa Ocidental)

    1956/1973: Japão (Brasil ocupava a segunda posição).

    1974/1989: Coréia

    1990/2007: China


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 24,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • 1 - Introdução
  • Introdução – Tipos de Navios
  • Plataformas Fixas
  • PLATAFORMAS DE PETRÓLEO E GÁS
  • Plataformas de Petróleo
  • SEGURANÇA EM PLATAFORMAS DE PETRÓLEO E GÁS Distribuição de uma plataforma de petróleo em alto mar
  • Estaleiro
  • NR 34 PORTARIA Nº- 200, DE 20 DE JANEIRO DE 2011
  • Objetivo e Campo de Aplicação
  • Cabe ao empregador
  • Capacitação e Treinamento
  • Trabalho a Quente
  • Medidas de Ordem Geral
  • Trabalho em Altura
  • Trabalho com Exposição a Radiações Ionizantes
  • Trabalhos de Jateamento e Hidrojateamento
  • Atividades de Pintura
  • Inspeção, Manutenção e Certificação de Equipamentos
  • Montagem e Desmontagem de Andaimes
  • Equipamentos Portáteis
  • Instalações Elétricas Provisórias
  • Testes de Estanqueidade
  • Disposições Finais
  • CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E CARGA HORÁRIA MÍNIMA PARA O PROGRAMA DE TREINAMENTO
  • Portos, Docas e Estaleiros
  • O papel da Fiscalização do MTE
  • AUTORIDADES QUE ATUAM EM 0PORTOS, DOCAS E ESTALEIROS JUNTAMENTE COM O MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO
  • Glossário
  • GLOSSÁRIO DOS PRINCIPAIS TERMOS NAVAIS EM INGLÊS
  • Abreviaturas
  • Links Interessantes
  • Bibliografia