Curso Online de Pintura em Tecido

Curso Online de Pintura em Tecido

O objetivo principal é aprender o conteúdo, e não apenas terminar o curso. Leia todo o conteúdo com atenção redobrada, não tenha pressa. ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 29,90
(Pagamento único)

Mais de 0 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

O objetivo principal é aprender o conteúdo, e não apenas terminar o curso.
Leia todo o conteúdo com atenção redobrada, não tenha pressa.
Explore profundamente as ilustrações explicativas, pois elas são fundamentais para exemplificar e melhorar o entendimento sobre o conteúdo.
Quanto mais aprofundar seus conhecimentos mais se diferenciará dos demais alunos dos cursos.
O aproveitamento que cada aluno faz, é você que fará a diferência entre os ?alunos certificados? dos ?alunos capacitados?.
Busque complementar sua formação fora do ambiente virtual onde faz o curso, buscando novas informações e leituras extras, e quando necessário procurando executar atividades práticas que não são possíveis de serem feitas durante o curso.
A aprendizagem não se faz apenas no momento em que está realizando o curso, mas sim durante todo o dia-a-dia. Ficar atento às coisas que estão à sua volta permite encontrar elementos para reforçar aquilo que foi aprendido.
Critique o que está aprendendo, verificando sempre a aplicação do conteúdo no dia-a-dia. O aprendizado só tem sentido quando é efetivamente colocado em prática.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • BEM-VINDO AO CURSO DE PINTURA EM TECIDOS
    VOCÊ ESTÁ ESTUDANDO A APOSTILA:
    CONSELHOS PRÁTICOS DE PINTURA

  • DICAS IMPORTANTES PARA O BOM APROVEITAMENTO
     O objetivo principal é aprender o conteúdo, e não apenas terminar o curso.
     Leia todo o conteúdo com atenção redobrada, não tenha pressa.
     Explore profundamente as ilustrações explicativas, pois elas são fundamentais para exemplificar e melhorar o entendimento sobre o conteúdo.
     Quanto mais aprofundar seus conhecimentos mais se diferenciará dos demais alunos dos cursos.
     O aproveitamento que cada aluno faz, é o que fará a deferência entre os “alunos certificados” dos “alunos capacitados”.
     Busque complementar sua formação fora do ambiente virtual onde faz o curso, buscando novas informações e leituras extras, e quando necessário procurando executar atividades práticas que não são possíveis de serem feitas durante o curso.
     A aprendizagem não se faz apenas no momento em que está realizando o curso, mas sim durante todo o dia-a-dia. Ficar atento às coisas que estão à sua volta permite encontrar elementos para reforçar aquilo que foi aprendido.
     Critique o que está aprendendo, verificando sempre a aplicação do conteúdo no dia-a-dia. O aprendizado só tem sentido quando é efetivamente colocado em prática.

  • CONSELHOS PRÁTICOS DE PINTURA

    1 - Como Escolher As Cores E Criar Um Esquema De Decoração:
    Um esquema de cores, para decorar uma sala com grande sucesso, pode ocorrer-lhe num momento de inspiração. Mas não conte só com isso. Terá mais hipótese de êxito se seguir as seguintes regras:
    Tome Por Base A Decoração Existente:
    É provável que já tenha mobília, carpetes e cortinados. Neste caso tenha em conta a cor predominante da decoração existente.
    Considere A Geometria Da Sala:
    Os seus limites são a forma e as dimensões da sala que pretende decorar. No entanto, os compartimentos podem tornar-se aparentemente mais largos ou aconchegantes, quentes ou frios, claros ou escuros, conforme as cores com que forem pintados. Cores fortes e quentes como o laranja fazem "avançar" as paredes, parecendo que se aproximam. Por outro lado, cores claras e frias como os azuis e os verdes fazem parecer que as paredes "recuam" criando a sensação de mais espaço. Pondo em prática estes princípios, deverá pintar as paredes do fundo, de um quarto estreito ou de um corredor numa cor quente de modo a que o compartimento se torne aparentemente menor, e usar uma cor clara para afastar as paredes laterais e dar a sensação de maior largura.

  • Não Se Esqueça Do Efeito Luz:
    Ao escolher a cor de uma tinta deverá ter em conta a sua reacção a diferentes tipos de iluminação, pois qualquer alteração ao nível ou qualidade da iluminação de uma divisão da casa alterará a nossa percepção das cores usadas - uma cor escolhida à luz do dia pode parecer diferente quando está sob luz artificial. Isto também se aplica aos tecidos. Assim, se possível, deverá escolher as cores à luz artificial de sua casa. Sendo assim aconselhamos a fazer uma primeira experiência, pintando um pedaço grande de cartão que possa depois ser fixado em diferentes áreas da parede, de modo a expor a cor a intensidades distintas de luz. Tenha também em atenção o tipo de orientação da divisão da casa que pretende decorar, dado que espaços voltados a Norte, por serem mais sombrios, pedem cores quentes; da mesma forma, os espaços virados a Sul e, portanto, mais beneficiados com a luz do sol, podem ser compensados com tons frios.

  • Defina Previamente O Efeito Geral Que Quer Obter:
    Ao decorar cada compartimento de sua casa deverá considerar o fim a que este se destina e o ambiente que nele deseja criar. Por exemplo, o hall de entrada dita a primeira impressão que as visitas têm de sua casa. Aproveite para lhes proporcionar um ambiente acolhedor. Se a sua sala de estar for essencialmente um lugar de repouso, poderá optar por cores sóbrias mas, se preferir torná-la um local de entretenimento, poderá usar cores mais estimulantes. As cozinhas têm normalmente um ambiente quente que poderá ser atenuado usando superfícies brancas, combinadas com tons frescos. Ao contrário, as casas de banho parecem frias mas poderá dar-lhes um ambiente mais aconchegante usando tons quentes. Os quartos são compartimentos muito pessoais onde o gosto de quem os habita deve predominar. Lembramos-lhe, apenas, os benefícios que um ambiente repousante lhe trarão. Não se esqueça deles ao optar pela cor a aplicar. A casa é sua; cabe-lhe decidir o ambiente que quer criar.

  • 5 - PINTURA DE SUPERFÍCIES METÁLICAS:
    Superfícies Metálicas Novas Sem Pintura:
    Remova toda a gordura ou óleo que possa existir. Se necessário lave com Desengordurante. Prepare as superfícies metálicas conforme a sua natureza. 
    Ferro - Remova toda a ferrugem não aderente, escovando com uma escova metálica ou lixando com uma lixa própria para metais.
    Aplique de seguida uma demão de Cinofer - conversor de ferrugem.
    Cinofer - conversor de ferrugem, reage com os vários óxidos que a constituem, transformando-a numa película de protecção das superfícies enferrujadas(ver verso da embalagem).
    Alumínio - Deve ser lixado com uma lixa de grão fino. Passe com Diluente Celuloso a fim de remover sujidades e gorduras.
    Chapa galvanizada - Passe com lixa de grão fino limpando-a em seguida com Desengordurante. (veja no verso da embalagem o primário adequado para cada caso e aplique uma demão).

  • Superfícies metálicas anteriormente pintadas:
    Se a tinta estiver empolada, estalada e de um modo geral em mau estado, deve ser completamente removida. Para tal, como auxiliar para a remover, use Decapcin ou uma pistola de calor adequada. Depois, prepare a superfície segundo as recomendações indicadas para superfícies novas em boas condições. Lixe com lixa de grão fino a fim de despolir toda a superfície; passe com Desengordurante a fim de remover sujidades e gorduras.
    TRINCHAS E FERRAMENTAS:
    Escolher trinchas:
    As cerdas de boa qualidade têm pontas afiladas, ao contrário das baratas de nylon e de cerdas de má qualidade. É mais fácil conseguir um acabamento uniforme com cerdas finas e macias. Para esmaltes aquosos é aconselhável a escolha de trinchas com cerdas sintéticas. Para esmaltes de base solvente é aconselhável a escolha de trinchas de cerdas naturais.

  • Pincéis e Trinchas:
    Uma boa seleção de pincéis genéricos é o ponto de partida para qualquer decorador. Compre os melhores que puder; os pincéis de fraca qualidade vão perder muitos pêlos e não duram muito. Verifique se existe um buraco no meio das cerdas que tenha sido preenchido com uma cunha de madeira. Este vai-se encher de tinta e o pincel vai pingar. Utilize sempre o pincel mais fino possível, pois este via-lhe permitir um maior controlo e dar-lhe mais tempo até que se torne muito pesado. Se tiver um orçamento limitado escolha apenas dois tipos de trinchas: uma larga para pintar paredes e tetos e uma pequena para cantos e caixilhos. Se puder optar por mais, existem mais trinchas para outro tipo de tarefas:
    Trincha de 150 mm (parede):
    É uma trincha ideal para superfícies planas como paredes e tetos.
    Trincha de 50 mm (plana):
    É uma trincha de tamanho médio para superfícies planas ou em madeira como os rodapés
    Trincha de 25 mm:
    É uma pequena trincha para pintar cantos de paredes e tetos e para caixilhos de janelas
    Trincha de 12 mm:
    É uma trincha para superfícies estreitas como sanefas e rodapés

  • ROLOS:
    Utilize rolos de pelo longo para acabamentos texturas ou superfícies irregulares, e rolos de pelo curto para acabamentos uniformes. Um rolo de espuma é útil para acabamentos uniformes com esmaltes e produtos de base solvente mas pode formar bolhas ou "casca de laranja" (estes rolos são normalmente eficientes para tintas de água); trabalhe devagar com um rolo com bastante tinta para o evitar. Os rolos pequenos vendidos para tinta de esmalte são uma ferramenta útil para qualquer conjunto de pintor, pois podem ser limpos mais facilmente do que os rolos grandes e adaptam-se melhor às superfícies estreitas como aros de janelas e portas ou rodapés.

  • GUIA PARA PINTURA EM TECIDO

    1 - Dicas Para Uso Da Tinta Para Tecidos:
    A Tinta para Tecido pode ser aplicada em tecidos de algodão com pincel, rolinho de espuma ou outro processo. Não utilizar em tecidos sintéticos ou engomados. O uso de pincéis em pinturas de tecido também é algo importante. Os pincéis chatos de cerdas duras, curtas e lixadas são os mais utilizados. Quando a pintura for em tecidos mesclados (algodão sintético), dê preferência aos que tenham uma porcentagem maior de algodão, e neste caso recomenda-se fazer um teste prévio para verificar se a tinta não sai do tecido: pinte em uma pequena amostra do tecido já previamente lavado.
    Aguarde o tempo de 72 horas e lave. Se a tinta não desbotar ou mesmo manchar, pode-se utilizar o tecido. Esse tipo de teste é bastante recomendado para pessoas que estão começando a pintar e não conhecem os mais variados tipos de tecidos. Faça uma lavagem prévia do tecido antes da pintura para retirar os resíduos de goma, pois ao pintar, a tinta se fixa na goma do tecido, fazendo com que na lavagem, a tinta saia podendo deixar o trabalho com uma aparência desbotada e até manchada. É importante esperar as 72 horas (3 dias) para se lavar o tecido depois de feita a pintura. Esse tempo é para a fixação da tinta. É um tempo de “cura” para uma total absorção das tintas pelas tramas do tecido.

  • 2 - Pincéis Para Tecidos:
    Os pincéis mais usuais para tecido são os chatos de “cerdas brancas import”, que podem aparecer em formatos cortados, lixados, arredondados. Refs. 053, 054, 061, 073 e 081. Este tipo de pincel com cerdas “duras” facilita o trabalho realizado em tecido, visto que é uma superfície extremamente absorvente. Como as Tintas para Tecido possuem uma viscosidade alta (encorpada), estas devem penetrar nas tramas do tecido e para isso é necessário ter um pincel mais rígido de modo que com movimentos mais firmes se consiga o efeito. Para estamparias e stencil se utiliza as broxinhas de cerdas gris e brancas import. Refs. 060, 076 e 082. Como complemento ou dependendo do tipo de tecido e técnica, se utilizam os sintéticos, como os chatos, os filbert ou língua de gato, chanfrado (angular) e até os redondos Refs. 056, 057, 058 e 059. Para contornos, escritas e acabamentos, os filetes ou liner. Refs. 062, 074 e 075
    Mistura De Tintas:
    Para se obter outros tons com as Tintas para Tecido, basta misturálas. Utilize de preferência um recipiente que possa ser tampado depois, caso necessite fazer uma grande quantidade, ou um godê para uso imediato. A mistura pode ser feita com pincel, palito ou mesmo com uma espátula, desde que as tintas se incorporem bem. Não é necessário misturar água, pois elas já estão prontas para o uso. As Tintas para Tecido Acrilex são miscíveis entre si, independente de suas características (fosca, metálica, etc).


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 29,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • CONSELHOS PRÁTICOS DE PINTURA
  • PINTURA DECORATIVA
  • Guia Para Iniciante
  • Pintura Decorativa
  • 8 Dicas de Pintura em Tecido Para Iniciantes
  • Alguns Risco para Pintura