Curso Online de ANTROPOLOGIA CULTURAL - REFORMULADO

Curso Online de ANTROPOLOGIA CULTURAL - REFORMULADO

Neste curso você terá acesso aos seguintes temas: - O QUE É? - Conceito e Objeto - Ramos da antropologia - Divisão e campo - Breve histór...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 12 horas

De: R$ 120,00 Por: R$ 80,00
(Pagamento único)

Mais de 5 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Neste curso você terá acesso aos seguintes temas:
- O QUE É?
- Conceito e Objeto
- Ramos da antropologia
- Divisão e campo
- Breve história
- Como tudo começou
- Antropologia: Evolucionista, Difusionista, Funcionalista, Estrutural e Interpretativa
- Cultura
E muito mais...
Não deixe de cursar!

Formação: - Mestrado em TEOLOGIA Faculdade de Educação Teológica do Estado de São Paulo - FATE-SP. - Pós-Graduação em SOCIOLOGIA E ENSINO DA SOCIOLOGIA Centro Universitário Claretiano - CEUCLAR - Guaratinguetá - SP. - Pós-Graduação em GESTÃO EDUCACIONAL Centro Universitário Claretiano - CEUCLAR - São Paulo - SP. - Segunda Licenciatura - PEDAGOGIA Universidade Metodista - UMESP - Guaratinguetá - SP - Licenciatura em FILOSOFIA Centro Universitário Claretiano - CEUCLAR - São Paulo - SP. - Bacharel em TEOLOGIA (Princípios Católicos) Centro Universitário Claretiano - CEUCLAR - São Paulo - SP. - Bacharel em TEOLOGIA (Princípios Evangélicos) Faculdade Teológica de Boa Vista - RO. - Seminário Teológico (3 anos) Instituto Gunnar Vingren - Guaratinguetá - SP.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • ANTROPOLOGIA CULTURAL

    ANTROPOLOGIA CULTURAL

    PROF.MS. FERNANDO PEREIRA

    WWW.FERNANDOPEREIRA.PRO.BR

    reformulado

  • O Que é a Antropologia?

    O Que é a Antropologia?

    “Ciência da cultura humana”
    É uma disciplina que investiga as origens, o desenvolvimento e as semelhanças das sociedades humanas, assim como as diferenças entre elas.
    A palavra antropologia deriva de duas palavras gregas: anthropos, que significa "homem" ou "humano"; e logos, que significa "pensamento" ou "razão".
    A Antropologia, sendo a ciência da humanidade e da cultura, tem um campo de investigação extremamente vasto: abrange, no espaço, toda a terra habitada; no tempo, pelo menos dois milhões de anos, e todas as populações socialmente organizadas. Divide-se em duas grandes áreas de estudo, com objetivos definidos e interesses teóricos próprios: a Antropologia Física ou Biológica e a Antropologia Cultural.

  • CIÊNCIAS SOCIAIS

    SOCIOLOGIA

    POLÍTICA

    ANTROPOLOGIA

    1. Introdução

  • ANTROPOLOGIA : conceito e objeto

    A Antropologia não se distingue das outras ciências humanas e sociais por um objeto de estudo que lhe seja próprio

    Inicio

    Estudo das sociedades simples, denominadas também primitivas, arcaicas ou frias

    Estas sociedades não pertencem à civilização ocidental

    Sociedades de dimensões estritas

    Pouco contato com as sociedades vizinhas

    Tecnologia pouco desenvolvida

    Pouca divisão do trabalho social

    Sec. XX

    Estudo das sociedades complexas, denominadas também sociedades civilizadas, modernas ou quentes. Estudo do homem inteiro. Estudo do homem e das culturas em todas as suas dimensões.

  • RAMOS DA ANTROPOLOGIA

    Antropologia Biológica ou Física

    Estudo do homem como ser biológico, dotado de um aparato físico e uma carga genética, com um percurso evolutivo definido e relações específicas com outras ordens e espécies de seres vivos

    Arqueologia

    Estudo do homem no tempo, através dos monumentos, restos de moradias, documentos, armas, obras de arte e realizações técnicas que foi deixando no seu caminho enquanto civilizações dava lugar a outras no curso da História

    Antropologia Social(ou cultural)ou Etnologia

    Consiste no estudo de tudo o que constitui as sociedade humanas, seus modos de produção econômica, suas descobertas e invenções, suas técnicas, sua organização política e jurídica, seus sistemas de parentesco, seus sistemas de conhecimento, suas crenças religiosas, sua língua, sua psicologia, suas criações artísticas

  • Antropologia cultural ou social

    Etnografia

    É primeiro passo da pesquisa antroplogicA. Descrição de culturas concretas.

    Etnologia

    O segundo passo da pesquisa. Estudo da cultura e da investigação dos problemas teoricos da analise dos costumes humanos.

    é um método tradicional que visa realizar a descrição dos significados pertencente a um determinado grupo. Todo grupo social atribui significados às suas experiências de vida.

  • Divisões e campo

    Divisões e campo

    A Antropologia, sendo a ciência da humanidade e da cultura, tem um campo de investigação extremamente vasto: abrange, no espaço, toda a terra habitada; no tempo, pelo menos dois milhões de anos, e todas as populações socialmente organizadas. Divide-se em duas grandes áreas de estudo, com objetivos definidos e interesses teóricos próprios: a Antropologia Física (ou Biológica) e a Antropologia Cultural, que se centram no desejo do homem de conhecer a sua origem, a capacidade que ele tem de se conhecer, nos costumes e no instinto.

  • Considerações

    Considerações

    Para pensar as sociedades humanas, a antropologia preocupa-se em detalhar, tanto quanto possível, os seres humanos que as compõem e com elas se relacionam, seja nos seus aspectos físicos, na sua relação com a natureza, seja na sua especificidade cultural. Para o saber antropológico o conceito de cultura abarca diversas dimensões: universo psíquico, os mitos, os costumes e rituais, suas histórias peculiares, a linguagem, valores, crenças, leis, relações de parentesco, entre outros tópicos. Embora o estudo das sociedades humanas remonte à Antiguidade Clássica, a antropologia nasceu, como ciência, efectivamente, da grande revolução cultural iniciada com o Iluminismo.

  • História da Antropologia

    História da Antropologia

    A construção do olhar antropológico e seus principais debates. Embora a grande maioria dos autores concorde que a antropologia se tenha definido enquanto disciplina só depois da revolução Iluminista, a partir de um debate mais claro acerca de objecto e método, as origens do saber antropológico remontam à Antiguidade Clássica, atravessando séculos. Sempre que o ser humano pensou sobre si mesmo e sobre as suas relações com "o outro", pensou antropologicamente.

  • Primórdios

    Primórdios

    Homero, Hesíodo e os Filosófos Pré-socráticos já se questionavam a respeito do impacto das relações sociais sobre o comportamento humano; ou vendo este impacto como consequência dos caprichos dos deuses, como enumera a Odisseia de Homero e a Teogonia de Hesíodo, ou como construções racionais, valorizando muito mais a apreensão da realidade no dia a dia da experiência humana, como preferiam os Filosófos Pré-socráticos. Foi, sem dúvida, na Antiguidade Clássica que a "medida Humana" se evidenciou como centro da discussão acerca do mundo. Os gregos deixaram inúmeros registros e relatos acerca de culturas diferentes das suas, assim como os chineses e os romanos. Nestes textos nascia, por assim dizer, a Antropologia, e no século V a.C. um exemplo disto se revela na obra de Heródoto, que descreveu minuciosamente as culturas com as quais seu povo se relacionava. Da contribuição grega fazem parte também as obras de Aristóteles (acerca das cidades gregas) e as de Xenofonte (a respeito da Índia).

  • Entre os romanos merece destaque o poeta Lucrécio, que tentou investigar as origens da religião, das artes e se ocupou do discurso. Outro romano, Tácito analisou a vida das tribos germânicas, baseando-se nos relatos dos soldados e viajantes. Salienta o vigor dos germanos em contraste com os romanos da sua época. Santo Agostinho, um dos pilares teológicos do Catolicismo, descreveu as civilizações greco-romanas “pagãs”, vistas como moralmente inferiores às sociedades cristianizadas.
    Na sua obra já discutia, de maneira pouco elaborada, a possibilidade do “tabu do incesto” funcionar como norma social, garantia da coesão da sociedade. É importante salientar que Santo Agostinho, no entanto, privilegiou explicações sobrenaturais para a vida sociocultural.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 80,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • ANTROPOLOGIA CULTURAL
  • O Que é a Antropologia?
  • Divisões e campo
  • Considerações
  • História da Antropologia
  • Primórdios
  • O Século XVIII
  • O Século XIX
  • A antropologia evolucionista
  • Teoria
  • Método
  • Pensadores
  • A antropologia difusionista
  • O surgimento da "linhagem francesa"
  • O século XX
  • A Antropologia funcionalista
  • A Antropologia estrutural
  • A escola de cultura e personalidade
  • A antropologia interpretativa
  • Ideias centrais da Antropologia Interpretativa
  • Debates pós-modernos
  • Ideias centrais na Antropologia pós-moderna
  • ANTROPOLOGIA CULTURAL
  • A Antropologia Cultural
  • ANTROPOLOGIA CULTURAL