Curso Online de Paternidade Responsável, Exercício da Paternidade e do Cuidado
5 estrelas 67 alunos avaliaram

Curso Online de Paternidade Responsável, Exercício da Paternidade e do Cuidado

Curso: Paternidade Responsável, Exercício da Paternidade e do Cuidado Exercício da paternidade e do cuidado. Envolver homens nas práticas...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

Por: R$ 25,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Curso: Paternidade Responsável, Exercício da Paternidade e do Cuidado
Exercício da paternidade e do cuidado. Envolver homens nas práticas de saúde e de cuidado com a criança e a família.
o curso se destina a quem tiver interesse em aprender, compartilhar e construir conhecimento e práticas sobre a promoção do envolvimento dos homens na paternidade e no cuidado.
Licença Paternidade (13.257 de 08/03/2016), os empregados que quiserem optar por mais 15 dias de licença, Conforme o Art.38; § 1º, inciso II.
Obs: Somente para empregados que trabalham em empresas cadastradas no programa Empresa Cidadã.

Pós Graduada em Gestão de Recursos Humanos - Universidade Cândido Mendes Processos de Autogestão em Saúde - Faculdade São Camilo Assistente Social - Formada pela Universidade Estácio de Sá Bibliotecária - Formada pela UFES - Universidade Federal do Espirito Santo Técnica em Administração de Empresas


- Rodrigo Machado Ferreira

- Marcos Oliveira Da Silva

- Thiago Diniz Rosa

- Edenio De Souza Chumbinho

- João Reinaldo Dos Santos

- Isael Fidelis Dias

- Miguel Angelo Espirito Santo Pereira

- Lenoir Fülber

- Diogo Franco De Araújo

- Eduardo Oliveira Gomes

- Alexsandro Caetano Silva Farias

- Edy Carlos Mendes Pessoa

- Rafael Mantellatto

- Leonardo Cabral Badaró

- Elton Dionen Do Nascimento

- Willy Beneplacito

- Felipe Gabriel Do Nascimento Oliveira

- Rodrigo Estald Do Nascimento

- Lucas De Lima Santos

- Bruno Rafael Schmitz

- Ricardo Shigueru Hayashi

- Vander Carlos Da Silva Junior

- Orides Gomes Pereira Jr

- Edson Luiz Urbano

- Max Marchon Reddo

- Fábio Santos De Almeida

- Joatan Oliveira

- Wilks Menezes Gomes

- Ricardo Ramaldes De Souza

- Jorge De Sousa Sales

- Carlos Antônio Da Cruz Silva

- Marcos Feliciano Da Silva

- Victor Oliveira Cavalcante

- Adilson Cristian De Melo

- Leandro Dos Santos Almeida

- Erick William De Barros Reck

- Eric Carvalho Zanchetta

- Thiago De Jesus Araújo

- Sidney Martins Da Silva

- Marcus Vinicius Lourenco Salazar

- Nivaldo Ferreira Santos Junior

- Bruno Mammoccio Raniel

- Danilo Nascimento Dos Santos

- Jailson Da Silva Pereira

- Bruno Henrique Nunes

- Marcio Francisco Borges

- João Thomas Silva De Oliveira Júnior

- Douglas William Megda Da Silveira

- Ricardo Benedett

- Arnaldo Severino Da Silva

- Nilson Berno Junior

- Deivid Rosa Da Silva

- Alexandre Rodrigues Martins

- Carlos Henrique Calazans Da Silva

- Cleverson Pereira Da Silva

- Ricardo Ramaldes De Souza

- Robson Souza De Oliveira

- Rafael Marques Fernandes

- Adalto Dantas Santana

- Kleber Tardiolli Lucas

- Magno Cesar Afonso Pires

- Leandro Kisel

- Thiago Paes

- Natalino Da Silva

- Marcelo Machado Dias

- Rony Simão

- Cesar Baptista De Souza

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Paternidade Responsável, Exercício da Paternidade
    E do Cuidado

  • CONCEITO DE PAI/PATERNIDADE

    Pai: do Latim patre; também chamado de genitor, progenitor ou ainda gerador.

    Paternidade Responsável: Além de progenitor é responsável
    Por Cuidar Educar, ensinar, amar seu filho.

  • Pai é PAI e não ajudante da mãe!
    Paternidade é uma função própria do pai, com direitos e obrigações familiares importantes. Pai não é coadjuvante da mãe, é seu complementar.
    Paternidade é a atitude de estar pronto a atender seus filhos, sem esperar que a mãe peça.
    Içami Tiba

  • INTRODUÇÃO

    As diferenças de gênero e da divisão de tarefas entre os sexos sempre esteve presente em nossa sociedade.  Mãe e Pai, cada um tinha seu papel,  a mãe possuía o papel de cuidadora e o pai o de provedor financeiro da família. Assim, aos pais cabia a autoridade do lar, sem se preocupar com fraldas, alimentação, cólicas, etc; deixando para as mães o cuidado e a parte afetiva para com as crianças. Atualmente tem-se percebido uma nova visão sobre as diferenças de gênero em que os homens têm assumido uma postura mais igualitária em relação às suas companheiras. Isso está se refletindo também no tocante à gestação em que os homens vêm adquirindo maior consciência da importância da sua participação neste período.

  • A presença do homem/companheiro fortalece os laços familiares e faz com que eles se sintam importantes e realizados ao poder exercer de forma concreta o papel de pai. Destaca-se ainda a união do casal  e o relacionamento se estrutura melhor quando o homem e a mulher partilham os momentos da gravidez e do parto. Para muitos homens, sentir-se pai é um fato que só ocorre posteriormente ao nascimento. No entanto, a participação deste pai já no pré-natal pode colaborar para a formação precoce do apego entre pai e filho. Uma assistência pré-natal adequada e sua interação são fundamentais para obtenção de bons resultados da gestação, pois fortalece os vínculos.  

  • Este curso tem o intuito de contribuir para um maior envolvimento paterno,tendo objetivo de esclarecer as diferenças concernentes às questões de gênero, enfatizando a necessidade da inclusão do homem/pai na gravidez, afastando a idéia do homem como exclusivamente provedor das necessidades materiais, além de fazer com que este se sinta parte integrante do processo de gravidez. Desta forma, considera-se a importância de orientar o homem/pai quanto ao seu direito de acompanhar a gestante/companheira nas consultas pré-natal, no momento do parto e pós-parto, favorecendo um maior vínculo dessa paternidade, proporcionando ao homem/pai condições de entender as mudanças que acontecem nesse período e o seu novo papel na sociedade, como um pai voltado a responsabilidade e ao cuidado com a família.

  • IMPORTÂNCIA DO PRÉ-NATAL DO PARCEIRO
    Pré-natal e Saúde do Homem

    O Ministério da Saúde alerta sobre os cuidados da população masculina com a saúde. Para incentivar esse quadro, o Ministério da Saúde, através da Coordenação Nacional de Saúde dos Homens, adotou a estratégia do Pré-natal do Parceiro. A iniciativa é uma oportunidade para que os homens cuidem da própria saúde ao mesmo tempo em que acompanham a gestação das parceiras, por meio da realização de exames de rotina, de testes rápidos, da atualização da carteira de vacina.
    A iniciativa tem como foco também preparar o homem para o exercício da paternidade ativa. A estratégia incentiva o apoio à parceira durante toda a gestação, além dos cuidados básicos com o recém-nascido, como as orientações que favorecem à amamentação até os 2 anos de idade e, exclusivamente até os 6 meses do bebê, conforme recomendado pela Organização Mundial da Saúde. O intuito é gerar vínculos afetivos saudáveis e qualidade de vida para todos da família.

  • No que diz respeito aos exames e aos procedimentos sugeridos a  serem solicitados são os seguintes:

    1. Tipagem sanguínea e Fator RH (no caso da mulher ter RH negativo);
    2. Pesquisa de antígeno de superfície do vírus da Hepatite B (HBsAg);
    3. Teste treponêmico e/ou não treponêmico para detecção de Sífilis por meio de tecnologia convencional ou rápida;
    4. Pesquisa de Anticorpos anti-HIV;
    5. Pesquisa de anticorpos do vírus da Hepatite C (anti-HCV);
    6. Hemograma;
    7. Lipidograma: dosagem de colesterol HDL, dosagem de colesterol LDL, dosagem de colesterol total, dosagem de triglicerídeos;
    8. Dosagem de Glicose;
    9. Eletroforese da hemoglobina (para detecção da doença falciforme) ;
    10. Aferição de Pressão Arterial;
    11. Verificação de Peso e cálculo de IMC (índice de Massa Corporal).

  • O Ministério da Saúde ao constatar que a cada três mortes de adultos, duas são de homens, reconhece que os agravos desta população constituem uma questão importante na saúde pública que precisa ser devidamente enfrentada por meio de ações e estratégias que possam reverter este quadro epidemiológico a médio e longo prazo.
    O governo brasileiro foi o primeiro das Américas a desenvolver e executar uma política exclusiva para homens. Atualmente, além do Brasil, apenas a Austrália, desde 2010, apresenta uma política vigente voltada para a mesma finalidade.
    Fonte: Ministério da Saúde, Guia do Pré-Natal do Parceiro para Profissionais de Saúde.

  • VAI SER PAI ?
    Algumas Dicas :

    Participe do pré-natal, Se importe, acompanhe a ultrassonografia.

    Seja gentil com a grávida, conforme a gravidez avança, tudo fica mais complicado: ela se sente enjoada, cansada, estressada, sem dormir, fica complicado andar grandes distâncias. Evite brigas e estresse.

    Conte para sua família, eles podem querer participar da gravidez e do parto, e você não deve tirar isso deles. É um membro da família que está chegando e que merece ser amado.

    Pesquise sobre o assunto. Paternidade, gravidez, bebês, sono de bebês, cólicas e desenvolvimento de bebês.

    Converse com outros pais. Papo de homem pai. Tire dúvidas, se informe, pegue dicas, divida o que está pensando.

  • Acompanhe a gestação!
    baixe a caderneta da Gestante no link abaixo:

    http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/documentos/caderneta_gestante.pdf

    Nos próximos slides veja algumas paginas da caderneta onde podemos ver as mudanças no corpo da mulher e o desenvolvimento do bebê.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 25,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Curso: Paternidade Responsável, Exercício da Paternidade e do Cuidado
  • Exercício da paternidade e do cuidado. Envolver homens nas práticas de saúde e de cuidado com a criança e a família.
  • o curso se destina a quem tiver interesse em aprender, compartilhar e construir conhecimento e práticas sobre a promoção do envolvimento dos homens na paternidade e no cuidado.
  • Licença Paternidade (13.257 de 08/03/2016), os empregados que quiserem optar por mais 15 dias de licença, Conforme o Art.38; § 1º, inciso II.
  • Obs: Somente para empregados que trabalham em empresas cadastradas no programa Empresa Cidadã