Curso Online de CRISE E REBELIÕES NA COLÔNIA

Curso Online de CRISE E REBELIÕES NA COLÔNIA

Na segunda metade do século XVII, a queda nos preços do açúcar e do fumo no mercado internacional, sem dúvida, era o que mais afetava as ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 6 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Na segunda metade do século XVII, a queda nos preços do açúcar e do fumo no mercado internacional, sem dúvida, era o que mais afetava as finanças do Estado português. Para garantir os lucros com o comércio de seus principais produtos agrícolas, a Coroa promoveu uma série de reformas administrativas e reorganizou a exploração comercial da colônia americana. As medidas tomadas reforçaram o monopólio metropolitano e afetaram profundamente os colonos. Se antes podiam comercializar diretamente com os holandeses, agora os colonos tinham de se submeter aos preços estabelecidos pelos comerciantes portugueses. Nesse clima de insatisfação, eclodiram várias revoltas em diferentes regiões da colônia.


Produziu cursos na área de Instrumentação Cirúrgica, onde é formado desde 2003. Autor de mais de 100 cursos na área da saúde onde atuou por mais de 10 anos na enfermagem onde é formado desde 2004. Também produziu aproximadamente 200 cursos na área da educação (Geografia e História principalmente) onde cursou Licenciatura em História de 2009 a 2013. Autor também de alguns cursos de Administração onde cursa atualmente o 3º semestre em Administração e Gestão pela IERGS em Porto Alegre - RS. Pós-Graduado em História do Brasil pela PROMINAS.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • CRISE E REBELIÕES NA COLÔNIA

    CRISE E REBELIÕES NA COLÔNIA

  • O IMPÉRIO ENCOLHE

    O IMPÉRIO ENCOLHE

    Na segunda metade do século XVII, a queda nos preços do açúcar e do fumo no mercado internacional, sem dúvida, era o que mais afetava as finanças do Estado português.

  • Para garantir os lucros com o comércio de seus principais produtos agrícolas, a Coroa promoveu uma série de reformas administrativas e reorganizou a exploração comercial da colônia americana.

  • As medidas tomadas reforçaram o monopólio metropolitano e afetaram profundamente os colonos.

  • Se antes podiam comercializar diretamente com os holandeses, agora os colonos tinham de se submeter aos preços estabelecidos pelos comerciantes portugueses.

  • REVOLTAS NA COLÔNIA

    REVOLTAS NA COLÔNIA

    Nesse clima de insatisfação, eclodiram várias revoltas em diferentes regiões da colônia.

  • O que elas tiveram em comum foi a tentativa de combater as medidas tomadas pela Coroa que limitavam os lucros da elite agrária em cada localidade.

  • Diante disso, o governo português passou a temer a desintegração de sua colônia americana, abalada pela forte crise que se instaurou com esse processo.

  • AS REAÇÕES NA COLÔNIA

    AS REAÇÕES NA COLÔNIA

    Se por um lado tais medidas atenderam às necessidades e aos interesses da metrópole, por outro geraram insatisfações nos colonos.

  • O resultado foi a eclosão de movimentos de protesto em várias regiões da colônia.

  • MOTIM NO RIO DE JANEIRO

    MOTIM NO RIO DE JANEIRO

    Em 1640, ocorreu no Rio de Janeiro um motim popular em consequência da decisão do papa de declarar livres todos os indígenas da América.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • CRISE E REBELIÕES NA COLÔNIA
  • O IMPÉRIO ENCOLHE
  • REVOLTAS NA COLÔNIA
  • AS REAÇÕES NA COLÔNIA
  • MOTIM NO RIO DE JANEIRO
  • MOTIM EM SÃO PAULO
  • REVOLTAS NA ELITE COLONIAL
  • A REVOLTA DE BECKEMAN
  • COMPANHIA GERAL DO COMÉRCIO DO MARANHÃO
  • A GUERRA DOS MASCATES
  • CARTA AO PADRE PROVINCIAL
  • RUÍNAS DE SÃO MIGUEL
  • FACHADA DA IGREJA
  • AS ARTES JESUÍTAS
  • OS MUSEUS GAÚCHOS
  • REFERÊNCIAS