Curso Online de GÊNEROS DE JORNALISMO

Curso Online de GÊNEROS DE JORNALISMO

Este curso aborda a problemática dos gêneros de jornalismo

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 8 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este curso aborda a problemática dos gêneros de jornalismo

EUROPA LEARNING é um programa especializado em ensino à distância. Apresentamos cursos em todas as areas, criados a pensar em voce. Investimos não só na qualidade de nosso material didático, como também em novos meios para difundir conceitos e técnicas de forma eficiente para todos alunos. Por isso hoje este projeto orgulhosamente traz ao Brasil cursos de primeira linha criando novas tendências de mercado quando o assunto é e-learning



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • ,

    ,

  • Gêneros jornalísticos (Com base em revisão bibliográfia de Lailton Alves da Costa)

    Gêneros jornalísticos (Com base em revisão bibliográfia de Lailton Alves da Costa)

  • O que é um gênero?

    O que é um gênero?

    Conceito baseado na “função social” do texto.

    Gênero textual x tipo textual

    Gênero – “a semelhança na diferença”.

    Gêneros e mudanças históricas

    Gêneros e grupos sociais

    Gêneros e trabalho escolar

  • Gênero – Conceito de Bakhtin

    Gênero – Conceito de Bakhtin

    Gêneros são formas relativamente estáveis de enunciados presentes em cada esfera de troca: eles possuem uma forma de composição, um plano composicional;

    Além do plano composicional, eles se distinguem pelo conteúdo temático e pelo estilo;

    Trata-se de entidades escolhidas, tendo em vista as esferas de necessidade temática, o conjunto dos participantes e a vontade enunciativa ou a intenção do locutor, sujeito responsável por enunciados, unidades reais e concretas da comunicação verbal.

    (KOCH, Ingedore; ELIAS, Vanda. Ler e compreender os sentidos do texto. São Paulo: Contexto, 2008, 106-107).

  • Tipos textuais

    Tipos textuais

    Marcuschi (2002, p. 23): “os tipos textuais constituem sequências linguísticas ou sequências de enunciados”.

    Tipos: narrativo, descritivo, argumentativo, persuasivo etc.

    (MARCUSCHI, Luiz A. Gêneros textuais: definição e funcionalidade. In: DIONÍSIO, Angela; MACHADO, Anna Raquel; BEZERRA, Maria Auxiliadora (orgs.). Gêneros textuais e ensino. Rio de Janeiro: Lucerna, 2002)

  • Gêneros no Jornalismo

    Gêneros no Jornalismo

    Jornalismo Informativo: notícia, nota.

    Jornalismo Interpretativo: reportagem.

    Jornalismo opinativo (Constituem a editoria de Opinião): editorial, carta do leitor, artigo, crônica, resenha, charge.

  • Editorial

    Editorial

    Texto que tem como premissa transmitir a visão da empresa jornalística sobre o principal assunto tratado no dia ou nos dias anteriores;
    Não tem assinatura;
    É um texto dissertativo, argumentativo, portanto, segue o esquema “tese”, “argumentos” e “conclusão”;
    Faz referência temática a notícias e reportagens;
    Está sempre no mesmo lugar, com destaque. No caso do Correio, na pág. 3, desde a última reforma gráfica.
    Importante: nem todo jornal tem editorial. Nas revistas, o conceito mais utilizado é o de “carta ao leitor”.
    Nos sites e portais noticiosos, é raro haver editorial.

  • Carta do Leitor

    Carta do Leitor

    Espaço de democratização da opinião;
    Colaborações dos leitores, que chegam por e-mail, fax ou mesmo correio tradicional;
    Curta, no máximo, 20 linhas, traz comentários, críticas ou sugestões em relação a assuntos trabalhados pelo jornal nos últimos dias.
    Corresponde ao espaço de “comentários” dos sites.
    Será que os assuntos mais comentados no jornal são os mesmos que mereceram mais comentários nos sites?

  • Artigo

    Artigo

    Texto com função argumentativa, embora não tenha um formato tão claramente definido como o editorial;
    Variedade de opiniões – espaço de discussão;
    O autor escreve defendendo seu ponto de vista sobre algum assunto, como bullying, por exemplo;
    Discurso especializado;
    Nos jornais digitais, esse papel é desenvolvido, quase sempre, pelos blogs.

  • Crônica

    Crônica

    Gênero híbrido entre o jornalismo e a literatura;
    Texto menos compromissado com a argumentação e mais relacionado à narração de fatos cotidianos e à reflexão do autor;
    Experiência própria, como observador ou como protagonista, não raro, é o início de uma crônica;
    Usa elementos literários;
    Gênero que acaba, muita vezes, se tornando coletânea, em livro. Ex: Rubem Braga, Stanislaw Ponte Preta.
    Ganha espaço nos blogs.
    Artigos e crônicas, quando habituais, podem se transformar em coluna fixa do jornal.

  • Resenha

    Resenha

    Texto que tem como função apresentar, criticamente, um espetáculo teatral, um CD, um filme, uma exposição (sem, claro, contar o final...)
    Compõem-se de breve apresentação de aspectos como nomes dos atores, autores, duração, quantidade de páginas etc.
    Elemento essencial é apontar pontos positivos e negativos do que está sendo resenhado.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Gêneros jornalísticos (Com base em revisão bibliográfia de Lailton Alves da Costa)
  • O que é um gênero?
  • Gênero – Conceito de Bakhtin
  • Tipos textuais
  • Gêneros no Jornalismo
  • Editorial
  • Carta do Leitor
  • Artigo
  • Crônica
  • Resenha
  • Jornal Escolar
  • ETAPAS
  • Gêneros segundo Luiz Beltrão
  • Gêneros Marques de Melo
  • Intencionalidade do relato
  • Criatividade
  • Conceitos
  • Classificações para Jornalismo
  • Então:
  • Continuando...
  • Jornalismo Investigativo
  • Conceito de JI
  • Jornalismo Opinativo
  • Jornalismo Literário
  • Revisões de Marques de Melo
  • Interpretação/Análise
  • Gênero utilitário
  • Gênero diversional
  • Natureza estrutural do relato
  • Manoel Chaparro
  • Limitação da classificação
  • Conceição Kindermann propôe
  • Kaufmann
  • Bibliografia
  • O que temos?
  • Diferenças entre JL e outras modalidades de Jornalismo
  • Outros cuidados estilísticos
  • Diferentes produtos para diferentes públicos
  • Pesquisas nos Estados Unidos - 1
  • Pesquisas nos Estados Unidos - 2
  • Lampejos de Criatividade na Imprensa Brasileira
  • Pesquisas Acadêmicas no Brasil
  • Exemplos de Textos Criativos
  • Parques e praças viram pomar de paulistanos
  • Aberta a temporada de caça às amoras
  • O Rumo de Rosa na Rota de Zito
  • Eu, o Velho Chico
  • O outono de Fernanda
  • Ooops... Jornalismo Investigativo!
  • Jejuka, a vida dos índios que escolhem a morte
  • Vamos falar de Grande Reportagem
  • Grande Reportagem - Ingredientes
  • Ao pensar na Grande Reportagem
  • Entenda que:
  • Capte informações pensando no que vai escrever
  • E mais ainda:
  • Conto x Reportagem
  • Conto
  • Reportagem
  • Força
  • Como imprimir FORÇA ao texto?
  • Clareza
  • Condensação
  • Tensão
  • Novidade
  • Grande Reportagem é, portanto:
  • Nada de fórmulas rígidas na GR
  • E para finalizar...