Curso Online de Conhecimentos Bancários - Caixa Econômica Federal - Apostila 1

Curso Online de Conhecimentos Bancários - Caixa Econômica Federal - Apostila 1

Conhecimentos bancarios para concurso, especifico da Caixa Economica pela banca da CESPE/UNB

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 6 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Conhecimentos bancarios para concurso, especifico da Caixa Economica pela banca da CESPE/UNB


  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.

  • CAIXA ECONÔMICA FEDERAL 2014

    Apostila 1

    1

  • 2

    1. MERCADO FINANCEIRO

    1.1 MERCADO MONETÁRIO

    1.2. MERCADO DE CRÉDITO

    1.3 MERCADO DE CÂMBIO

    1.4. MERCADO DE CAPITAIS

    Léo França Porto



    PROGRAMA

  • 3

    A intermediação financeira desenvolve-se de forma segmentada, com base em quatro subdivisões estabelecidas para o mercado financeiro:
     
    Mercado Monetário: controle da liquidez bancária;
    Mercado de Crédito: empréstimos e financiamentos;
    Mercado Cambial: moeda estrangeira x moeda nacional;
    Mercado de Capitais: valores mobiliários (ex: ações).
     
    Esses segmentos muitas vezes se confundem na prática, apresentando uma referência comum (a taxa de juros) para as diversas negociações financeiras, entendida como a moeda de troca desses mercados.


    1. MERCADO FINANCEIRO

  • 4

    Envolve as operações à vista e a curtíssimo prazo.

    Proporciona um controle ágil e rápido da liquidez da economia e das taxas de juros básicas pretendidas pela política econômica das autoridades monetárias.

    Encontra-se estruturado visando ao controle da liquidez monetária da economia. Os papéis que são negociados no mercado monetário têm como parâmetro de referência a taxa de juros, que se constitui em sua mais importante moeda de transação. Esses papéis que lastreiam as operações nesse mercado caracterizam-se pelos reduzidos prazos de resgate e alta liquidez.

    1.1. MERCADO MONETÁRIO
    1.1.1. CONCEITO

  • 5

    MERCADO MONETÁRIO

    É o mercado que mais afeta as decisões, no dia-a-dia, de qualquer pessoa ou empresa, por intermédio dos seguintes Instrumentos de Controle e Política Monetária:

    OPEN MARKET: compra e venda com compromisso de recompra e de revenda de títulos públicos (ex: Tesouro Nacional) ou de títulos privados de emissão própria em estoque na instituição participante;

    RECOLHIMENTO COMPULSÓRIO: diminui o volume de operações de crédito concedidas aos clientes e atenua o efeito multiplicador da “Moeda Escritural (moeda bancária)”; e

    REDESCONTOS OU EMPRÉSTIMOS DE ASSISTÊNCIA À LIQUIDEZ: concedidos pelo BACEN para necessidades urgentes de curto prazo ou situação desfavorável de liquidez.

  • 6

    MERCADO MONETÁRIO

    Instrumentos de Controle e Política Monetária: continuação

    O CONTROLE E A SELEÇÃO DO CRÉDITO: é o controle na fixação pelo BACEN de um limite máximo de seus créditos para os setores da produção ou empresários.
    Permite controlar o crédito de acordo com seus empregos produtivos e as condições da economia do país.

    No Brasil esse controle é usado de forma generalizada. Os empréstimos dos bancos comerciais destinados à agricultura, à indústria, ao comércio e a outras finalidades são fixados pelo Banco Central (BC ou BACEN).

  • 7

    MERCADO MONETÁRIO
    1.1.2. TÍTULOS MAIS NEGOCIADOS

    BBC (Bônus do Banco Central) – objetivo de execução
    da Política Monetária do Governo Federal;
    NTN (Notas do Tesouro Nacional) e LTN (Letras do
    Tesouro Nacional – financiar o orçamento público;
    CDI (Certificado de Depósito Interfinanceiro) –
    influencia a formação das demais taxas de juros,
    exclusivamente entre Instituições Financeiras (IFs);
    CDB/RDB (Certificado/Recibo de Depósito Bancário) –
    títulos de emissão privada que se destinam ao
    financiamento do capital de giro das empresas; e
    Debêntures – títulos de crédito emitidos por Sociedades
    Anônimas, tendo por garantia seus ativos.

  • 8

    MERCADO MONETÁRIO
    1.1.2. TÍTULOS MAIS NEGOCIADOS (continuação)

    LETRA FINANCEIRA (LF)
    Criada pela Resolução 3.836 do Conselho Monetário Nacional (CMN), de 25/02/2010
    Instituições Financeiras (IFs) que podem emitir a LF: bancos  múltiplos; bancos comerciais; bancos de
    Investimento; sociedades de crédito, financiamento e investimento; caixas econômicas; companhias hipotecárias;  e  sociedades de crédito imobiliário.
    Prazo mínimo  de  24  meses  para  o vencimento,  vedado o resgate, total ou parcial, antes do vencimento pactuado.

  • 9

    MERCADO MONETÁRIO
    1.1.2. TÍTULOS MAIS NEGOCIADOS (continuação)

    LETRA FINANCEIRA (LF)
    Aquisição a qualquer tempo, desde que por meio  de bolsas ou de mercados organizados de balcão, para custódia em tesouraria e venda posterior.    
    Pode ter como remuneração  taxa  de  juros prefixada,  combinada ou não com taxas flutuantes, ou  índice  de  preços, sendo vedada a emissão com cláusula de variação cambial.
    É facultada às citadas IFs a utilização de LF para realização de operações  ativas vinculadas, na forma de regulamentação em vigor.

  • 10

    1.2. MERCADO DE CRÉDITO
    1.2.1. CONCEITO

     
    Envolve as operações de financiamento de curto e médio prazos, direcionadas ao capital fixo (ativos permanentes) e ao capital de giro (ativo circulante) das empresas;
    Mercado constituído basicamente pelos Bancos Comerciais e Sociedades Financeiras – SCFI (são independentes, quando atuam sem nenhuma vinculação com outras instituições do mercado financeiro. São ligadas a conglomerados financeiros; relacionadas a grandes estabelecimentos comerciais, industriais, como montadoras de veículos, p. ex.);
    É onde se realizam operações de crédito, tais como: empréstimos (não têm destinação específica dos recursos) e financiamentos (possuem destinação específica);

  • 11

    MERCADO DE CRÉDITO


    Para a formalização dessas operações, a fim de se evitar uma maior inadimplência ou perda futura da operação de crédito, são exigidas inúmeras garantias pessoais e reais (ex: aval, fiança, penhor, alienação fiduciária, caução, hipoteca) dos clientes pessoas físicas e/ou jurídicas, conforme o caso;
     
    No momento atual da economia, as Autoridades Monetárias têm regras rígidas para concessão, acompanhamento, atualizações e provisões para créditos de liquidação duvidosa (provisões de até 100% do capital concedido); e


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • 2. POLÍTICA ECONÔMICA
  • POLÍTICA ECONÔMICA
  • POLÍTICA ECONÔMICA 2.1. POLÍTICA FISCAL
  • POLÍTICA ECONÔMICA POLÍTICA FISCAL
  • POLÍTICA ECONÔMICA 2.2. POLÍTICA MONETÁRIA
  • POLÍTICA ECONÔMICA POLÍTICA MONETÁRIA X POLÍTICA FISCAL
  • POLÍTICA ECONÔMICA 2.3. POLÍTICA CAMBIAL E COMERCIAL