Curso Online de Curso básico de pizzas
4 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de Curso básico de pizzas

Um curso fácil e prático para quem quer ter uma renda extra vendendo pizzas.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Um curso fácil e prático para quem quer ter uma renda extra vendendo pizzas.

Sou formada em Biologia, estudante de farmácia, técnica em manipulação e técnica em análises clínicas, nas horas livres atuo como culinarista.


- Iara Galdino Ramos

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Curso básico
    De pizza

  • Historia da pizza

    Historia da pizza

    Se existe um prato que é quase uma unanimidade nacional na aceitação é a pizza. E sempre que falamos nela, lembramos dos italianos, mas não foram eles que inventaram essa delícia, nem ela surgiu com as características que conhecemos: massa fina, molho de tomate, queijo derretido, recheio e uma pitada de orégano por cima. Diz a história que a primeira pizza apareceu há mais de 6 mil anos e era apenas uma fina camada de massa conhecida como “pão de Abrahão” que os hebreus e egípcios consumiam. Ela se parecia com nosso pão sírio atual e também era chamada de “piscea”, daí o nomepizza. Os italianos, milhares de anos depois, incrementaram a pizza com o tomate, e ela era consumida dobrada ao meio como se fosse um sanduíche. Sua disseminação aconteceu durante a segunda metade do século XIX, em 1889, com dom Raffaele Espósito, um padeiro napolitano que servia o rei Umberto I e a rainha Margherita e, para agradar e inovar o cardápio, resolveu adicionar à massa mussarela, tomate e manjericão, ingredientes que reproduziam as cores da bandeira italiana.

  • E, em homenagem à rainha, ele batizou sua receita com o nome de pizza Margherita. Na sequência, padeiros mais criativos começaram a inovar e colocaram na pizza outros ingredientes, como o alho, o alicce e peixes da região.
    A fama de Nápoles correu o mundo e, assim, surgiu a primeira pizzaria: a Port’Alba. Ela era um grande ponto de encontro de artistas da época. Entre eles, estava Alexandre Dumas, que até mesmo citou em uma de suas obras algumas variações da pizza. Por muito tempo, ela era vendida em padarias e barracas de rua e consumida no café da manhã. De Nápoles para o resto do mundo foi “um pulo”, pois os imigrantes a levaram para vários países e a popularizaram. Ela chegou aos EUA, assim como ao Brasil, por intermédio dos imigrantes italianos. Por muito tempo, só se encontravam pizzarias nos redutos e colônias italianas. Hoje, essa famosa delícia está em qualquer lugar das cidades. O Dia da Pizza é comemorado em 10 de julho desde 1985.
     

  • Dicas de como fazer uma pizza

    Dicas de como fazer uma pizza

    Para obter uma massa de qualidade, as matérias primas, devem estar sempre frescas ou bem conservadas.
    Acrescente à massa de pizza uma batata cozida. A massa ficará mais leve.
    Evite aquecer a pizza no microondas.
    O vinho tinto é uma boa pedida para beber comendo com a pizza.
    O azeite de oliva é o mais recomendado para ser regado na pizza.
    Experimente pizzas doces: Banana com canela, chocolate com morango, queijo e goiabada.
    Escolha sua opção de massa: Fina ou a tradicional de massa grossa.

  • Nos supermercados é possível comprar a massa pronta, ou semipronta, com molho de tomate, à qual basta acrescentar o recheio do seu gosto e aquecer. Mas observe as dicas abaixo na hora da compra:
    Quando for comprar massa pronta certifique-se se a temperatura do balcão frigorífico é igual ou mais baixa que 10 graus.
    Dê preferência às marcas com validade até 30 dias.
    Verifique se o produto está livre de bolores ou endurecimento.
    Observe se traz as informações obrigatórias, como endereço do fabricante, número do lote, aditivos e advertência sobre glúten.
    Prefira as marcas que trazem rótulo completo, incluindo informações nutricionais, de conservação e de preparo do produto.

  • Botando a mao na massa

    Botando a mao na massa

    Massa básica para pizzas

    Ingredientes:

    01 kg de farinha de trigo sem fermento
    ½ colher (sopa) de sal
    01 envelope (10g) fermento biológico seco
    01 colher (sopa) de açúcar
    01 xícara (chá) de óleo
    ½ litro de água

  • Modo de preparo:

    Coloque a farinha de trigo em um recipiente grande, coloque a água para amornar e adicione todos os ingredientes menos a farinha de trigo um a um ao liquidificador, bata até ficar homogêneo, vá acrescentando esse líquido à farinha que já estava na reserva, misture inicialmente com uma colher de pau, depois vá sovando com as mãos ainda na vasilha, se for preciso para a massa soltar das mãos acrescente um pouco de água se ficar seca ou um pouco de farinha se ficar muito molhada, o importante é que solte das mãos e forma uma bola. Deixe descansar por 01 hora, deixe em um local escuro para melhor resultados.

  • Massa de pizza integral

    Ingredientes

    1 Kg de farinha de trigo integral
    1 e 1/2 tablete de fermento para pão
    1 e 1/2 xícara (chá) de água
    1/2 xícara (chá) de leite desnatado
    1/2 colher (sopa) de óleo
    1 pitada de sal
    1 pitada de açúcar

  • Modo de Preparo:

    Misture a água, o leite e o fermento. Em seguida misture o açúcar, o óleo, a farinha (aos poucos) e mexa até que a massa fique uniforme. Divida a massa em seis partes e deixe-a descansar por cerca de 20 minutos. Em seguida basta abrir em disco e pré-aquecer em forma untada por 4 minutos. Agora quando for fazer sua pizza integral basta adicionar o molho (de preferência com tomate puro que não possui açúcar) e o recheio como atum, ricota etc.

  • Modo de abrir a massa:

    Sobre uma mesa ou uma superfície lisa, polvilhe generosamente com farinha de trigo , divida a massa em duas pizzas grandes ou 10 pizzas brotinho, faça bolas para facilitar, abra com um rolo e deixe no formato de disco, para as pizzas brotinho você pode utilizar as fôrmas depois que você abrir a massa pode cortar com a própria fôrma, passe um pincel para retirar o excesso. Arrume sobre a fôrma de pizza, pré-asse por cerca de 5 minutos em forno médio (180ºC), preaquecido. Espalhe um molho de tomate e depois coloque o recheio de sua preferência, se for fazer para vender guarde pré-assada, se for consumir volte ao forno para terminar de assar .

    Molho básico para pizzas:

    250 g de polpa de tomate
    1/2 colher (chá) de alho picado
    1/2 colher (chá) de orégano seco
    1/2 colher (chá) de manjericão seco
    Em uma tigela média, misture a polpa de tomate, o alho, o orégano e o manjericão e mexa bem. Espalhe a mistura sobre as massas de pizza.

  • Molho Bechamel:

     01 copo de leite (250ml)
    01 colher de sopa cheia de manteiga
    02 colheres de sopa de farinha de trigo
    sal, pimenta - do - reino e noz-moscada a gosto

    Derreta a manteiga e aos poucos misture a farinha de trigo, deixando formar um creminho levemente dourado, a seguir coloque o leite também aos poucos e mexa até engrossar, acrescente os temperos e está pronto, todo processo deve ser feito em fogo baixo.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Historia da pizza
  • Dicas de como fazer uma pizza
  • Botando a mao na massa
  • Pizza de frigideira
  • Pizza de sardinha
  • Pizza enrolada
  • Pizza de pão de forma
  • Pizza light de atum
  • Pizza Suflê
  • Calzone
  • Pizza de salsicha e queijo
  • Pizza de panela de pressão
  • Pizza de Arroz
  • Pizza de brigadeiro
  • Dicas de recheios para pizzas
  • Vendendo pizzas