Curso Online de Horta Reciclável na Escola
4 estrelas 4 alunos avaliaram

Curso Online de Horta Reciclável na Escola

O curso tem como finalidade nortear as atividades pedagógicas de professores que possuem como objetivo o implante de uma Horta Reciclável...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 6 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Mais de 500 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

O curso tem como finalidade nortear as atividades pedagógicas de professores que possuem como objetivo o implante de uma Horta Reciclável na Escola.

Graduação em Pedagogia (Faculdade Anhanguera) Pós Graduada em Arteterapia, Musicoterapia, Neuropsicopedagogia, Psicopedagogia Institucional. Monitora de Creche - 3 anos (Prefeitura de Santa Bárbara d'Oeste) Agente de Educação Infantil (Prefeitura Municipal de Campinas) Professora de Educação Infantil (Prefeitura de Santa Bárbara d?Oeste) Apoio/Coordenadora de Educação Infantil (Prefeitura Santa Bárbara dOeste)


- Patricia Rodrigues Dos Santos

- Amélia Das Graças Reinaldo

- Aparecida De CÁssia Da Silva Santos

- Luiza Brabo

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • Horta Reciclável na Escola

    Horta Reciclável na Escola

    Carla Guimarães Bortolan

  • 1. INTRODUÇÃO

    1. INTRODUÇÃO

    O Projeto Horta Reciclável na Escola permitirá a socialização entre a comunidade escolar, a família e a sociedade e o contato destes com o meio ambiente, além da inclusão e valorização de crianças “surdas” e com “síndrome de Down”, reconhecendo-as como parte integrante e fundamental no processo educacional. Essa inter-relação resultará no desenvolvimento de políticas sustentáveis além do (re)conhecimento da importância da alimentação saudável. Vale ressaltar que, a escola, como instituição, é responsável pelo incentivo de tais práticas por ser um excelente ambiente de aprendizagem coletiva.

  • É importante salientar que, a Escola Estadual Espaço do Saber, em conformidade com a Lei, reconhece que o atendimento aos alunos com necessidades especiais na rede Regular de Ensino é um direito adquirido e por isso, deve ser cumprido. As Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica, mediante a Resolução CNE/CEB nº2/2001, no artigo 2º, resolve que:

    Os sistemas de ensino devem matricular todos os alunos, cabendo às escolas organizarem-se para o atendimento aos educandos com necessidades educacionais especiais, assegurando as condições necessárias para uma educação de qualidade para todos. (MEC/SEESP, 2001).

  • Este projeto visa, além da participação ativa de todos os envolvidos, uma aprendizagem lúdica e prazerosa; que envolverá em primeira instância, o ensino teórico; e em segunda, o prático. Para os alunos com deficiência “auditiva” proporcionará estímulos tanto visuais, como táteis, o paladar ou até mesmo os que envolvem o olfato (hortaliças que exalam cheiro); para a aluna com “síndrome de Down”, os sentidos a serem aguçados têm como principal propósito despertar na mesma o interesse por uma alimentação balanceada.
    Desse modo, tanto os sentidos como os hábitos alimentares saudáveis deverão ser estimulados em todos os envolvidos no projeto, além do senso-crítico em questões relacionadas ao descarte de materiais e a sustentabilidade no planeta.

  • Cabe destacar que, o Projeto Horta Reciclável na Escola não requer altos investimentos, pois está embasado na reutilização de materiais recicláveis como pneus, garrafas pet, embalagens longa vida, entre outros materiais “descartáveis” que podem ser reutilizados e consequentemente reduzir o lixo no planeta. Além disso, não requer amplos espaços, já que poderá ser estruturado verticalmente.

  • 2. PROJETO

    2. PROJETO

    TEMA: Educação Ambiental
    TÍTULO: Horta Reciclável na Escola
    PÚBLICO-ALVO: Alunos do 3º Ano do Ensino Fundamental
    PERFIL: Alunos com idade entre 8 e 9 anos com inclusão de dois alunos “surdos” e uma aluna com “síndrome de Down”
    TEMPO DE DURAÇÃO: 1 semestre (6 meses)

  • JUSTIFICATIVA:
    Considerando que um Projeto Educacional deve ser elaborado a partir de uma problemática relacionada às vivências e ao cotidiano dos alunos e que propicie a participação da comunidade escolar, da família e da sociedade; visando a inclusão de alunos com síndrome de Down e Surdez; a equipe da Escola Estadual Espaço do Saber definiu o Projeto "Horta Reciclável na Escola" que tem como base a Educação Ambiental e o desenvolvimento de políticas sustentáveis.
    Com o intuito de reafirmar a escolha do Projeto, citamos os benefícios de se constituir uma Horta Reciclável na Escola:
    O Projeto aborda a "transdisciplinaridade" e proporciona a "interdisciplinaridade";

  • Une teoria e prática;
    Propicia a cooperação e a socialização entre os membros envolvidos;
    Rompe com a alta velocidade decorrente das vivências urbanas;
    O contato com a terra, além de ser prazeroso, é considerado "Terapêutico";
    Dispensa a compra de hortaliças que podem conter agrotóxicos que são prejudiciais à saúde, além de proporcionar a economia das receitas escolares;
    Disponibiliza alimentos frescos;

  • Coopera com a preservação do meio ambiente;
    Desperta o reconhecimento de que somos parte da biosfera e que a terra, a água, o sol, o ar são imprescindíveis para a vida no planeta;
    Proporciona o reaproveitamento de espaços e de materiais recicláveis;
    Estimula atos cidadãos, pois o acompanhamento das atividades e as dificuldades a serem enfrentadas para que se atinja o resultado esperado, faz com que o aluno reflita e evite o desperdício.

  • A implantação do projeto é benéfica, pois além de prazerosa, trabalha aspectos sociais e culturais; aspectos ambientais; além de abordar conteúdos relacionados à nutrição e o respeito às diferenças.
    É importante ressaltar que, o Projeto além de proporcionar as vantagens citadas anteriormente, está relacionado com problemas atuais e globais, como a má alimentação e a obesidade, que atinge tanto adultos como crianças. Baseado no texto "Alimentação para a síndrome de Down" elaborado por Mariana Braga Neves, nutricionista em Belo Horizonte, MG e Emanuelle Maria Vieira, nutricionista em Ouro Branco, MG; discorremos que o ganho de peso em crianças com "síndrome de Down" é preocupante, justificado pelo fato de que eles apresentam em seus músculos a hipotomia, o que dificulta a saciação estomacal; por isso, é de suma importância trabalhar a educação alimentar para que a alimentação dos mesmos seja pautada em hábitos saudáveis.

  • Embasado no filme de Richard Michaels, "E Seu Nome é Jonas" (And Your Name Is Jonah), lançado em 1979, podemos afirmar que, a limitação das crianças ou pessoas de se expressarem e de serem compreendidas, torna-as, muitas vezes, ansiosas, agressivas, agitadas e impacientes. Nesse contexto, cabe ao intérprete e tradutor de Libras fazer a mediação do diálogo entre os participantes, além de que o cultivo de hortaliças proporcionará à essas crianças tranqüilidade e harmonia, o que resultará em uma aprendizagem significativa e de qualidade.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Horta Reciclável na Escola
  • 1. INTRODUÇÃO
  • 2. PROJETO
  • 2.1 Objetivos
  • 2.2 Metodologia
  • 2.3 Recursos/Materiais
  • 2.4 Imagens Referentes ao Projeto “Horta Reciclável na Escola”
  • 3. AÇÕES DE CONSCIENTIZAÇÃO JUNTO A FAMÍLIA E A SOCIEDADE QUANTO À INCLUSÃO DE ALUNOS PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS
  • 4. AÇÕES COMO MEIO DE INCLUSÃO DE PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS NO MERCADO PROFISSIONAL
  • 5. RESULTADOS ESPERADOS
  • 6. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  • 7. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS