Curso Online de EDUCAÇÃO ESPECIAL
5 estrelas 8 alunos avaliaram

Curso Online de EDUCAÇÃO ESPECIAL

A Educação Especial, portanto, é uma área da educação infantil que se ocupa de atender e educar as crianças e jovens que possuem alguma d...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 61 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 29,99
(Pagamento único)

Mais de 750 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

A Educação Especial, portanto, é uma área da educação infantil que se ocupa de atender e educar as crianças e jovens que possuem alguma deficiência ou que necessitam de uma prática pedagógica diferenciada.

Com este curso de Educação Especial, o aluno aprenderá:

Considerações sobre a deficiência física;
Problemas de linguagem e comunicação;
Adaptações curriculares e de mobiliário para atender crianças com necessidades especiais;
e mais.
Curso indicado para estudantes e profissionais de pedagogia, letras, professores, tutores, psicólogos.

Formado em Doutorado,Magistrado e visualização em conceitos Educacional


- Adelina Corrêa Vaz

- Miriane Gomes E Silva

- Cristiane Wisznieiwski

- Katia Da Silva Nunes

- Nathalia Dias Lima

- Angela Ramos

- Adriana Tavares Do Carmo Dias

- Marli Da Silva Azevedo De Ramos

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • 1

    EDUCAÇÃO ESPECIAL

  • ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE

    2

    ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE

    IMPEDIMENTO

    DEFICIÊNCIA

    INCAPACIDADE

    PERDA OU ANORMALIDADE DAS FUNÇÕES OU DA ESTRUTURA ANATÔMICA, FISIOLÓGICA OU PSICOLÓGICA DO CORPO HUMANO

    RESTRIÇÃO OU PERDA, RESULTANTE DO IMPEDIMENTO, PARA DESENVOLVER HABILIDADES CONSIDERADAS NORMAIS PARA O SER HUMANO

    DESVANTAGEM INDIVIDUAL, RESULTANTE DO IMPEDIMENTO OU DA DEFICIÊNCIA, QUE LIMITA OU IMPEDE O CUMPRIMENTO OU DESEMPENHO DE UM PAPEL SOCIAL, DEPENDENDO DA IDADE, SEXO E FATORES SOCIAIS E CULTURAIS

  • INCIDÊNCIA

    3

    INCIDÊNCIA

    CENSO DEMOGRÁFICO BRASILEIRO (2001):

    DECLARARAM-SE PES. COM DEFICIÊNCIA: 14,5% DA POPULAÇÃO
    >%: NORDESTE (16,8%) E <%: SUDESTE (13,1%)

  • CAUSAS E FATORES DE RISCO

    4

    CAUSAS E FATORES DE RISCO

    PRÉ-NATAIS

    MATERNOS: DESORDENS GENÉTICAS, FILHOS NATIMORTOS, PREMATUROS, OU ABORTOS RECORRENTES, INCOMPATIBILIDADE SANGÜÍNEA, IDADE DA MÃE, DOENÇAS INFECCIOSAS, EXPOSIÇÃO AO RAIO-X, USO DE DROGAS, FUMO OU ÁLCOOL, INGESTÃO DE REMÉDIOS, HIPERTENSÃO E EPILEPSIA, ENTRE OUTROS;
    PSICOLÓGICOS: DESORDENS PSIQUIÁTRICAS, NÃO ACEITAÇÃO DA GRAVIDEZ;
    SOCIAIS: RENDA FAMILIAR MUITO BAIXA, FALTA DE ASSISTÊNCIA MÉDICA PRÉ-NATAL.

  • CAUSAS E FATORES DE RISCO

    5

    CAUSAS E FATORES DE RISCO

    PERI-NATAIS

    CONDIÇÕES DO PARTO: TRABALHO DE PARTO DEMORADO, APRESENTAÇÃO ANORMAL DO BEBÊ, USO DE FÓRCEPS, PROLAPSO DO CORDÃO UMBILICAL, DEPRESSÃO ANESTÉSICA, RUPTURA TARDIA OU PRÉVIA DA PLACENTA, ETC.;
    CONDIÇÕES DO BEBÊ: PREMATUROS, BAIXO PESO, HIPERBILIRRUBINA, HIPOTONIA, HIPERTONIA, TAMANHO ANORMAL DA CABEÇA, CONVULSÕES, TREMORES, ANÓXIA, CHORO REDUZIDO, APGAR ALTERADO, DIFICULDADES RESPIRATÓRIAS, ICTERÍCIA, FACE SINDRÔMICA, ENTRE OUTROS.

  • CAUSAS E FATORES DE RISCO

    6

    CAUSAS E FATORES DE RISCO

    PÓS-NATAIS

    CONDIÇÕES DO BEBÊ: DOENÇAS, ANORMALIDADES CONGÊNITAS, REAÇÃO DIMINUÍDA AO SOM E AO ESTÍMULO VISUAL, ATRASO NO DESENVOLVIMENTO MOTOR, VERBAL OU ADAPTATIVO, PESO E ALTURA AQUÉM DO ESPERADO, DESIDRATAÇÃO, DESNUTRIÇÃO;
    CONDIÇÕES SOCIAIS: ABANDONO E MAUS TRATOS, DESORGANIZAÇÃO FAMILIAR, ORGANIZAÇÃO INADEQUADA DO AMBIENTE FÍSICO E TEMPORAL DO LAR, PRESENÇA DE EVENTOS ESTRESSANTES DA VIDA E REDUÇÃO DAS INTERAÇÕES POSITIVAS DA MÃE COM A CRIANÇA NA PRIMEIRA INFÂNCIA.

  • DESORDENS GENÉTICAS

    7

    DESORDENS GENÉTICAS

    ALTERAÇÕES CROMOSSÔMICAS

    ALTERAÇÕES GÊNICAS

    MALES PROVOCADOS POR ALTERAÇÕES NO NÚMERO DE CROMOSSOMOS

    CAUSAS MAIS FREQÜENTES DE DEFICIÊNCIA MENTAL

    EX. SÍNDROME DE DOWN E SÍNDROME DE FRA-X

    MALES PROVOCADOS POR ALTERAÇÕES EM
    GENES ESPECÍFICOS

  • DESORDENS GENÉTICAS

    8

    DESORDENS GENÉTICAS

    ALTERAÇÕES METABÓLICAS

    ALTERAÇÕES ENDÓCRINAS

    INCAPACIDADE DE PRODUZIR DETERMINADAS PROTEÍNAS OU ENZIMAS

    EX. FENILCETONÚRIA E HIPOTIREOIDISMO

    GENES NÃO-FUNCIONATES

  • PREVENÇÃO

    9

    PREVENÇÃO

    CONDIÇÕES AMBIENTAIS

    IDENTIFICAÇÃO PRECOCE DESTAS CONDIÇÕES E ENCAMINHAMENTOS PARA SERVIÇOS ESPECIALIZADOS POSSIBILITAM TRABALHOS PREVENTIVOS

    “ATENUAM OU AGRAVAM OS
    FATORES DE RISCO”

    PROGRAMAS DE PROMOÇÃO DE SAÚDE
    E DE ESTIMULAÇÃO

  • LEGISLAÇÃO

    10

    LEGISLAÇÃO

    O QUE É?

    ORIGINÁRIA DE PROCESSO LEGISLATIVO QUE CONSTRÓI A PARTIR DE UMA SUCESSÃO DE ATOS, FATOS E DECISÕES POLÍTICAS, ECONÔMICAS E SOCIAIS, UM CONJUNTO DE LEIS COM VALOR JURÍDICO, NOS PLANOS NACIONAL E INTERNACIONAL, PARA ASSEGURAR ESTABILIDADE GOVERNAMENTAL E SEGURANÇA JURÍDICA ÀS RELAÇÕES SOCIAIS ENTRE CIDADÃOS, INSTITUIÇÕES E EMPRESAS

    SUGERIMOS LEITURA DA LEI Nº 9394, DE 20/12/96, QUE ESTABELECE AS DIRETRIZES E BASES DA EDUCAÇÃO NACIONAL

  • NO TERRITÓRIO DA AMBIVALÊNCIA

    11

    NO TERRITÓRIO DA AMBIVALÊNCIA

    INDIOS MASAI MATAVAM SUAS CRIANÇAS DEFICIENTES

    TRIBO AZAND AS AMAVA E PROTEGIA

    OS CHAGGA, DA ÁFRICA ORIENTAL, USAVAM SEUS MEMBROS EXCEPCIONAIS PARA AFASTAR O MAL

    OS JUKUN, DO SUDÃO, ACHAVAM QUE ESSAS PESSOAS ERAM UM PRODUTO DOS ESPÍRITOS DO MAL E OS ABANDONAVAM À MORTE

    OS SEM ANG, DA MALÁSIA, CONSIDERAVAM AS PESSOAS COM DEFICIENCIA FÍSICA COMO SÁBIAS E ELAS TINHAM COMO ENCARGO A RESOLUÇÃO DAS DISPUTAS TRIBAIS

    OS BALINESES TRANSFORMARAM-NAS EM UM “TABU” SOCIAL

    OS ANTIGOS HEBREUS VIAM A DOENÇA E OS DEFEITOS FÍSICOS COMO UMA MARCA DOS PECADORES

    OS NÓRDICOS E OS ASTECAS FAZIAM DESSAS PESSOAS DEUSES


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 29,99
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE
  • INCIDÊNCIA
  • CAUSAS E FATORES DE RISCO
  • DESORDENS GENÉTICAS
  • PREVENÇÃO
  • LEGISLAÇÃO
  • NO TERRITÓRIO DA AMBIVALÊNCIA
  • HISTÓRIA GERAL
  • GRÉCIA
  • ANTIGUIDADE
  • IMPÉRIO ROMANO
  • IDADE MÉDIA
  • PESSOA COM DEFICIÊNCIA
  • INQUISIÇÃO/ REFORMA
  • REVOLUÇÃO BURGUESA
  • CONCEPÇÃO DE HOMEM
  • HISTÓRIA GERAL
  • HISTÓRIA NO BRASIL
  • INSTITUCIONALIZAÇÃO
  • CAPITALISMO
  • SEC XVII E XVIII
  • SEC XIX
  • ATITUDE SOCIAL
  • SEC XX
  • VISÕES - DEFICIÊNCIA
  • INTEGRAÇÃO SOCIAL
  • NORMALIZAÇÃO
  • PARADIGMA DE SERVIÇOS
  • APRESENTAVA LIMITAÇÕES
  • PARADIGMA DE SUPORTE
  • Avaliação-EDUCAÇÃO ESPECI