Curso Online de INTRODUÇÃO À GESTÃO DE SALA DE AULA

Curso Online de INTRODUÇÃO À GESTÃO DE SALA DE AULA

O material deste curso oferece ao estudante, profissional docente ou não, uma introdução à discussão objeto e tema "Gestão da Sala de Aul...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

Por: R$ 25,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O material deste curso oferece ao estudante, profissional docente ou não, uma introdução à discussão objeto e tema "Gestão da Sala de Aula". Contudo, carregado de fundamentações teóricos, possui bastantes elementos da pedagogia, servindo tanto para o profissional experiente, para os estudantes universitários, estudantes casuais que se preparam para concursos na área da educação e pais que desejam entender as dificuldades da escola.

Possui formação em Licenciatura e Bacharelado em Geografia (Fundação Santo André), Especialista em Educação Especial na Perspectiva Inclusiva (UNESP), Especialista em Psicopedagogia Clinica e Institucional (ESAB), possui curso nas áreas: Universidade e sociedade, filosofia e sociologia para Ensino Médio, TICs aplicadas na educação, HTML básico e Intermediário e Gestão da Sala de Aula, por Dr. Celso Vasconcelos. Atua como Professor no Ensino Médio e fundamental na educação pública e privada desde 2004 e Professor Coordenador Pedagógico desde 2011. Blogueiro, Escritor e pesquisador da educação. Site: http://www.professormarciocd.esy.es blog: http://aprendendoaoaprender.blogspot.com.br/



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • GESTÃO DE SALA DE AULA

    GESTÃO DE SALA DE AULA

    COMO MELHORAR SEU DESEMPENHO DOCENTE COM ALUNOS “COMPLICADOS
    POR: PROF. ESP. MARCIO DE CASTRO DOMENEGUETTI

  • ESTE CURSO É PARA PESSOAS QUE POSSUEM O AMOR PELO PRÓXIMO.

    ESTE CURSO É PARA PESSOAS QUE POSSUEM O AMOR PELO PRÓXIMO.

    SOU CRENTE EM JESUS MEU SENHOR!

  • APRESENTAÇÃO

    APRESENTAÇÃO

    Caro Professor, iremos ao longo deste curso de 10 horas, desenvolver algumas habilidades didáticas, associando algumas teorias pertinentes com problemas rotineiros da sala de aula. Ao começar o curso, todos, desde o produtor do conteúdo ao estudante deste material, deve ter a exata ciência da necessidade de compreender a História da educação, as Técnicas de sala de aula e por fim estratégias claras para saturar deficiências praticas.
    Obrigado: Prof. Especialista Marcio de Castro Domeneguetti.

  • SUMÁRIO DO CURSO

    1- HISTORIOGRAFIA DA EDUCAÇÃO
    1.2- Os traços históricos que carregam os professores e os professores que o carregam.
    1.3- A ação política contra a construção sistematizada de uma instituição escolar no Brasil
    1.4- As políticas educacionais e a formação docente no modelo atual
    2- TÉCNICAS EDUCACACIONAIS
    2.2- As quatro dimensões da escola.
    2.5- O planejamento docente
    3- FINALIZANDO: INSTRUÇÕES PARA AS ATIVIDADES

    SUMÁRIO DO CURSO

    ATENÇÃO PROFESSOR!
    Todos os elementos que compõe este curso são fundamentos primários e devem ser bem estudados por vocês. Deixamos para trás o paradigma de contrariar os teóricos, mas desenvolve-los dentro do nosso modelo de escola, aprimorar o que eles estudaram de acordo com nossa realidade.

  • HISTORIOGRAFIA DA EDUCAÇÃO

    HISTORIOGRAFIA DA EDUCAÇÃO

    O estudo da história da educação é um campo dos mais especulados e como consequência possui vasto material de pesquisa. Dentro da nossa necessidade, iremos compreender apenas alguns elementos e o objetivo geral desta parte do curso é compreender as políticas educacionais aplicadas ontem com efeito no hoje.

  • OS TRAÇOS HISTÓRICOS QUE CARREGAM OS PROFESSORES E OS PROFESSORES QUE O CARREGAM

  • Nossa história da educação começa com a chegada dos europeus no Brasil. A política do expansionismo clássico no período das “descobertas”, praticadas pelos Portugueses (entre outros Estados-Nações), foi o pavio da educação aqui e deixaram marcas cravadas na educação atual.

  • Quando o mundo assume uma nova ideologia sob a ótica do pensamento, com os movimentos intelectuais iluminista, a igreja sofre consequências drásticas. O pensamento teocêntrico (Deus no centro a luz do Homem) é questionado, desenvolvendo, dentro da igreja um movimento de reforma do pensamento. Assim, alguns membros do clero, que se rebelaram, possuíam a premissa da educação publica e catessista.
    Texto adicional: Clique Aqui (texto do mesmo autor do curso, sob direitos autorais abertos)

  • OS TRÊS PRINCIPAIS TEÓRICOS DA REFORMA PROTESTANTE:
    Erasmo de Roterdãm: foi um dos primeiros questionadores da igreja, serviu para base do pensamento dos outros dois e defendia a escola publica
    Martim Lutero (reformista): traduziu a bíblia para o Alemão, defendia a educação publica catessista para que a população comum pudesse ter acesso a leitura
    Gutemberg: Usou a prensa para publicar leituras sobre a bíblia que questionava o pensamento da igreja, proliferando uma literatura cristã.
    É importante salientar que foram esses homens as principais figuras de defesa da educação publica. Mas para eles o sentido de educação publica é oferecer uma formação leitora para todos. No contexto da época não havia a dinâmica ambígua de publico e privado.
    Outra questão específica é a pregação de necessidade de leitura da bíblia para alcançar a divindade (Deus). DOMENEGUETTI (2015) explica: “Reforma da igreja, traduziu as escrituras sagradas para o alemão e com isso, transformou a instrução em necessidade escatológica”

  • Percebendo a proporção que havia os movimentos da reforma protestante, a igreja, além de aumentar os processos de inquisição, constituíram a “Contra Reforma”: este movimento foi importante para a conjuntura da instrução e educação que temos aqui no Brasil. Com o Concilio de Trento, (Contra Reforma), aprimorou as escola de padres e monastérios e, entre outros, criou as Cia(s). De Jesus. Nelas, os Jesuítas, deviam atuar em novas terras “descobertas” instruindo os povos com princípios da fé católica, como aconteceu no Brasil. A escola Jesuíta, ao longo de sua história aqui no Brasil, possuíram duas “missões”: a primeira preparar meninos sem família para dar continuidade a missão jesuítica no território da colônia. A segunda missão era preparar os filhos da nobreza para as universidades da Europa.

  • Segundo ROSÁRIO e SILVA (2004. pg.05), o ensino jesuítico foi instituído por meio do “Formalismo Pedagógico. Em 1599, foi promulgada o “Ration Studiorum”, modelo educativo utilizado na formação da elite pelos jesuítas na Europa.
    Este foi o primeiro sistema de ensino usado (para a segunda missão na qual lemos anteriormente). Lembramos que a educação publica ate hoje impõe sistemas baseados em teorias distintas do contexto do cotidiano escolar que vivemos. A origem desta imposição é justamente a condição de colônia e a manutenção de importação de modelos, contudo, isso ficou evidente na escola Jesuíta no Brasil colonial.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 25,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • 1- HISTORIOGRAFIA DA EDUCAÇÃO
  • 1.2- Os traços históricos que carregam os professores e os professores que o carregam.
  • 1.3- A ação política contra a construção sistematizada de uma instituição escolar no Brasil
  • 1.4- As políticas educacionais e a formação docente no modelo atual
  • 2- TÉCNICAS EDUCACIONAIS
  • 2.2- As quatro dimensões da escola.
  • 2.5- O planejamento docente
  • 3- FINALIZANDO: INSTRUÇÕES PARA AS ATIVIDADES