Curso Online de A Química no cuidado da pele: Ácidos ? Peeling Químico; Protetor Solar.

Curso Online de A Química no cuidado da pele: Ácidos ? Peeling Químico; Protetor Solar.

A QUÍMICA NO CUIDADO DA PELE: ÁCIDOS – peeling químico; PROTETOR SOLAR.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 44 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Mais de 5 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

A QUÍMICA NO CUIDADO DA PELE:
ÁCIDOS – peeling químico;
PROTETOR SOLAR.

Graduada em Química Industrial pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e Pós-graduada em Docência no Ensino Superior pela Faculdade de Educação de Bacabal (FEBAC). Atualmente é Docente da Faculdade Pitágoras Bacabal Mearim e Responsável Técnica na Fábrica do Sabão Lava Tudo (Maxclin), na Fábrica da Água Bacabal (adicionada de sais) e na Prefeitura Municipal de Bom Lugar - MA.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • A QUÍMICA NO CUIDADO DA PELE:
    ÁCIDOS peeling químico;
    PROTETOR SOLAR.

    Delzianny Oliveira Santos
    Química Industrial
    CRQ nº11200540

  • ÁCIDOS PEELING QUÍMICO

    Delzianny Oliveira Santos
    Química Industrial
    CRQ nº11200540

  • INTRODUÇÃO

    INTRODUÇÃO

    A busca de uma pele saudável, viçosa e bonita é o desejo comum de homens e mulheres.
    No arsenal dos recursos oferecidos o uso de ácidos desponta como um dos mais procurados para rejuvenescer e melhorar a aparência da pele, promover clareamento de manchas e controle de oleosidade.

  • O QUE SÃO OS ÁCIDOS?

    O QUE SÃO OS ÁCIDOS?

    No âmbito da química, os ácidos são substancias que, dissolvidas em água, dissociam-se em íons, fornecendo H+, podendo assim diminuir o pH de uma solução aquosa.
    As bases são os análogos opostos aos ácidos.
    Há dois tipos de ácidos, os Hidrácidos e os Oxiácidos (que possuem oxigênio em sua composição).

  • ÁCIDOS: DEFINIÇÃO E CLASSIFICAÇÃO

    ÁCIDOS: DEFINIÇÃO E CLASSIFICAÇÃO

    Classificação
    Quanto à presença de oxigênio
    - Hidrácidos: não têm oxigênio Exemplos: HI, HBr, HCN
    - Oxiácidos: têm oxigênio Exemplos: H2CO3, H2SO4

    2. Quanto ao número de elementos químicos
    - Binário: 2 elementos Exemplo: HI
    - Ternário: 3 elementos Exemplo: HCO
    - Quaternário: 4 elementos Exemplo: H4[Fe(CN)6]

  • ÁCIDOS: CLASSIFICAÇÃO

    ÁCIDOS: CLASSIFICAÇÃO

    4. Quanto à volatilidade
    - Fixos: oxiácidos Exemplo: H3PO4
    - Voláteis: hidrácidos Exemplo: HC

    3. Quanto ao número de hidrogênios ionizáveis
    - Monoácido: 1 H+ Exemplos: HI
    - Diácido: 2 H+ Exemplos: H2S
    - Triácido: 3 H+ Exemplos: H3PO4, H3BO3
    - Tetrácido: 4 H+ Exemplos: H4SiO4, H4GeO4

  • ÁCIDOS: NOMENCLATURA

    ÁCIDOS: NOMENCLATURA

    1. Hidrácidos

    Ácido nome do elemento + ídrico

    - HF: ácido fluoridrico
    - HC: ácido cloridrico
    - HBr: ácido bromidrico
    - HI: ácido iodidrico

  • Clube dos 6:
    H2SO4
    HNO3
    H3PO4
    H2CO3
    H3BO3
    HClO3

    Ácido Per.....ico
    Ácido .....ico
    Ácido .....oso
    Ácido Hipo.....oso

    Ex: H3PO2 ác. Hipofosforoso
    HClO4 ác. Perclórico
    H2SO3 ác. Sulfuroso

    +1

    +7

    +4

    Nomenclatura Oxiácidos:

  • Propriedades dos Ácidos

    Sabor

    Apresentam sabor azedo.

  • Condutibilidade elétrica

    Em solução conduz a corrente elétrica.

  • Ação sobre indicadores

    FENOLFTALEINA

    AZUL DE BROMOTIMOL


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • INTRODUÇÃO
  • O QUE SÃO OS ÁCIDOS?
  • ÁCIDOS: DEFINIÇÃO E CLASSIFICAÇÃO
  • ÁCIDOS: CLASSIFICAÇÃO
  • ÁCIDOS: NOMENCLATURA
  • O QUE SÃO OS ÁCIDOS?
  • FUNÇÃO DOS ÁCIDOS NA PELE
  • ALFA-HIDROXIÁCIDOS (AHA’S)
  • ÁCIDOS MAIS UTILIZADOS
  • CUIDADOS NA UTILIZAÇÃO DE ÁCIDOS NA PELE
  • LEGISLAÇÃO
  • PEELING
  • NÍVEL DE PEELING
  • PEELING
  • INDICAÇÕES
  • FOTOENVELHECIMENTO
  • FOTOENVELHECIMENTO- Glogau
  • PEELING
  • CORRELAÇÃO ENTRE INDICAÇÃO E PROFUNDIDADE
  • PEELINGS SUPERFICIAIS
  • PRECAUÇÕES AO SE REALIZAR UM PEELING
  • ALFA-HIDROXIÁCIDOS
  • ÁCIDO GLICÓLICO
  • ÁCIDO SALICÍLICO
  • ÁCIDO LÁTICO
  • ÁCIDO MANDÉLICO
  • ÁCIDO PIRÚVICO
  • SOLUÇÃO DE JESSNER
  • JESSNER
  • RESORCINA
  • PEELING DE JESSNER
  • ÁCIDO TIOGLICÓLICO
  • ÁCIDO RETINÓICO
  • MICRODERMOABRASÃO
  • BIOMEDIC
  • PEELING DE KRULIG
  • 5-fluorouracil
  • PEELING REGIONAIS OU SEGMENTARES
  • HIPERCROMIAS O GRANDE DESAFIO DO ESTETICISTA EM SEU DIA A DIA.
  • ORIGEM DAS MANCHAS
  • PRINCIPAIS CAUSAS
  • MELANOGÊNESE
  • FOTOTIPOS CUTÂNEO
  • TIPOS DE MANCHAS
  • FORMAS DE TRATAMENTO
  • Ácido Glicólico 6% NATSKIN
  • O que é peeling?
  • tipos de peeling:
  • Como o peeling age
  • Níveis de peeling
  • Peeling Ultrasônico
  • COMO É A TÉCNICA:
  • APLICAÇÕES:
  • VANTAGENS:
  • Tipo de aparelhos
  • SONOPEEL
  • Modo de operação
  • Espátula ultrassônica
  • Contra-Indicações
  • Considerando a relevância desse tema e a necessidade de que as pessoas estejam bem informadas sobre os riscos da exposição exagerada ao sol, propomos este breve estudo a respeito dos bronzeadores e dos protetores solares, com ênfase à química dos mesmos.
  • Comecemos, entretanto, abordando alguns aspectos biológicos e físicos relacionados ao assunto. Lá vai!
  • Como ocorre o bronzeamento?
  • Tipos de pele
  • A química dos “bronzeadores” O uso de loções para banho de sol é muito comum atualmente. Muitos usam esses produtos com a finalidade de obter tom bronzeado e não para evitá-lo.
  • A química dos bronzeadores Acontece que, ao contrário da crença popular, a maioria das loções solares diminui o bronzeamento. São, na verdade, “protetores solares”.
  • A química dos bronzeadores Existem, contudo, algumas loções bronzeadoras ou simplesmente “bronzeadores”, à base de di-hidroxipropanona. Este composto reage com a pele, tornando-a parda, mas seu efeito dura uma ou duas semanas no máximo.
  • Salente-se que a di-hidroxipropanona não protege contra as queimaduras solares.
  • A química dos bronzeadores Há alguns “bronzeadores” que possuem em sua composição um pigmento natural, à base de bixina, um corante lipossolúvel, retirado do urucum (Bixa orellana). Há muito conhecido pelos nossos índios por uru-ku, significando vermelho, é um betacaroteno usado também na alimentação.
  • Onde está a proteção dos bronzeadores? As loções bronzeadoras contêm ainda óleos ou lanolina que amaciam e servem como emolientes (diminuem a inflamação provocada pelas queimaduras).
  • A química dos protetores solares Deixando de lado um pouco a “estética” e pensando mais na saúde, lembremo-nos que há as substâncias bloqueadoras da passagem de raios ultravioleta(UV) e que ajudam a evitar, além das queimaduras comuns, o câncer de pele.
  • A química dos protetores solares Os mais comuns desses protetores solares são ácido para-aminobenzóico (PABA), ácido salicílico, ácido cinâmico e seus derivados.
  • A química dos protetores solares Como o mercado exige novidades, os protetores mais tradicionais vêm sendo substituídos pela benzofenona, de baixo potencial de tóxico.
  • A química dos protetores solares Saliente-se que ainda não está bem claro para os cientistas se é UV-A ou UV-B que causam câncer de pele (melanomas). Recomenda-se, por isso, protetores que tenham em sua composição bloqueadores para UV-A e UV-B.
  • A química dos protetores solares Também a presença do ácido retinóico, muito presente nos protetores solares, é considerado importante, pois dilata os capilares da pele, o que aumenta a produção de colágeno,atribuindo-lhe elasticidade e maciez.
  • A química dos protetores solares Recentemente, com objetivo de proteger a pele contra os efeitos dos UV, a maioria dos protetores passou a absorver radiações com comprimentos de onda entre 280 e 320nm.
  • A química dos protetores solares Essa faixa de UV é denominada UV-B e é a principal causa de queimaduras solares. Sua maior intensidade é verificada entre 10h e 16h.
  • A química dos protetores solares É por isso que o horário adequado para quem quiser tomar banho de sol é antes das *10h e depois das 16h. *11h e 17h no horário de verão.
  • A química dos protetores solares A relação entre o tempo de exposição e o objetivo de evitar queimaduras com protetor solar e sem ele é denominada fator de proteção solar ou simplesmente FPS.
  • A química dos protetores solares Um FPS 4, por exemplo, significa que a pessoa pode ficar 4 vezes mais tempo exposta ao sol, sem o protetor solar.
  • A química dos protetores solares Quanto mais clara for a pele e quanto maior o tempo de exposição, como regra geral, deverá ser o fator de proteção, podendo chegar ao FPS 50!
  • A química dos protetores solares Há cientistas, porém, que crêem que protetores com FPS acima de 15 sejam ineficientes. São chamados “bloqueadores solares” e não simplesmente “protetores solares”.
  • Concluindo Encerrando essa apresentação, queremos deixar algumas “dicas”. . .
  • Escolha bem . . . 1. O filtro solar deve oferecer proteção contra UVA e UVB. 2. Prefira um tipo resistente à água, mas há limite de resistência. 3. Opte por protetores sem fragrância ou corantes. Isso diminui o risco de fotoalergias.
  • Na praia ou na piscina . . . 1. O produto deve ser aplicado 30 minutos antes da exposição. 2. Reaplique-o sempre que você sair da água, e com a freqüência indicada na embalagem do produto que você estiver usando.
  • Veja o fator de proteção adequado . . . 1. Quanto mais clara for a pele, maior deverá ser o fator de proteção. 2. Não fique torrando sob o sol: não deixe a vaidade estragar sua saúde.
  • EFEITOS RUINS DO SOL
  • QUEIMADURA SOLAR
  • EFEITOS TARDIOS
  • CÂNCER DA PELE
  • MELANOMA
  • A - ASSIMETRIA
  • B - BORDA
  • C - COR
  • D - DIÂMETRO
  • PESSOA DE MAIOR RISCO
  • AS PESSOAS QUE JÁ TIVERAM CÂNCER DA PELE TÊM MAIS CHANCE DE APRESENTAR NOVAS LESÕES (40%), DAÍ A IMPORTÂNCIA DE UM ACOMPANHAMENTO REGULAR
  • EXPOSIÇÃO SOLAR : DIVERSÃO e TRABALHO
  • EXPOSIÇÃO SOLAR TRABALHO
  • A QUALQUER HORA DO DIA É IMPORTANTE SE PROTEGER DO SOL
  • INÍCIO DA MANHÃ / FINAL DE TARDE: NECESSITA PROTEÇÃO
  • PROTEÇÃO DEVE SER FEITA ATÉ EM DIAS NUBLADOS
  • FILTRO SOLAR
  • FILTRO SOLAR NÃO DÁ PROTEÇÃO TOTAL !
  • É MUITO IMPORTANTE PROTEGER AS CRIANÇAS !
  • 1 -Alimentação saudável: rica em nutrientes antioxidantes como vit C, E, frutas, legumes e verduras frescas, carnes brancas e magras, pobres em gorduras, pouco sal e açúcar. 2 8 a 10 copos de líquidos (água)/dia. 3 - exercícios físicos moderados. 4 Protetor solar FPS 15 diário áreas expostas. 5 Evitar o uso de sabonetes irritantes. 6 Cremes hidratantes para pele seca. 7 Descansar o suficiente. 8- Não fumar e evitar bebidas alcoólicas. 9 Tratamento/controle de doenças de base.
  • Como surge o câncer?
  • Como o organismo se defende?
  • O câncer é O câncer é O câncer é Todo tumor é
  • O que causa câncer ?
  • Fatores de risco
  • O fumo é responsável por
  • Composição da fumaça do cigarro
  • Quanto se fuma no Brasil
  • Tipos de cânceres relacionados aos hábitos alimentares
  • Evitar
  • Alimentos que protegem contra o câncer
  • Como se alimenta o brasileiro?
  • Alcoolismo
  • Doenças relacionadas ao alcoolismo
  • Consumo de álcool no Brasil
  • Radiação solar excessiva
  • Exposição ao sol
  • Filtros solares
  • Radiações ionizantes
  • Exposição ocupacional
  • Prevenção
  • Hormônios e fatores reprodutivos
  • Variáveis que influenciam na distribuição dos casos de câncer
  • Dados Brutos 2014
  • Prevenção
  • Tumores
  • Pele fotodanificada
  • Fotoprotetores
  • Nevus
  • Fotodano
  • Tumores epiteliais benignos
  • Câncer da Pele
  • Quais os tipos mais comuns?
  • Quando suspeitar de CBC?
  • CBC
  • Quando suspeitar de CEC?
  • Quando suspeitar de Melanoma?
  • Melanoma
  • Validação do protocolo CÂNCER DA PELE
  • Fluxo para Regulação em dermatologia via Telemedicina
  • Foto panorâmica
  • Foto de Aproximação com Régua
  • Foto dermatoscopia
  • Laudo estruturado
  • Contra-referência/encaminhamento
  • Panorama atual - Teledermatologia
  • Panorama atual -Teledermatologia
  • O sol emite uma ampla faixa de radiação eletromagnética que inclui o infra-vermelho, a luz visível e o ultravioleta (UV), que se divide em UVA (com comprimentos de onda variando de 320 a 400 nm), UVB (290 a 320 nm), e UVC (10 a 290 nm).
  • Os únicos comprimentos de onda da radiação UV que alcançam a superfície da Terra estão na faixa que compreende o UVA e UVB. A radiação UVA é cerca de 1.000 vezes menos efetivo que a radiação UVB para provocar eritema (vermelhidão de pele).
  • Porém, sua predominância na energia solar que alcança a superfície da Terra (de 10 a 100 vezes mais que UVB) faz com que a radiação UVA represente um papel muito importante nos efeitos prejudiciais da exposição ao sol.
  • Quem reside em maiores altitudes está sujeito a uma exposição maior à radiação UV. A exposição ao UV também aumenta com a diminuição da camada de ozônio da estratosfera.
  • Outros fatores que influenciam a exposição ao UV incluem calor, vento, umidade, poluentes, presença de nuvens, neve, estação do tempo, e hora do dia.
  • As conseqüências desta exposição também são influenciadas por fatores como o grau de pigmentação da pele, ou seja, a quantidade de melanina na pele.
  • O mecanismo de proteção do organismo contra efeitos nocivos das queimaduras de sol, como câncer de pele, foi esclarecido por Laurie Hill - Universidade do Texas em Houston (EUA).
  • A exposição da pele à radiação solar ultravioleta pode induzir danos aos cromossomos e mutações genéticas, eventualmente provocando câncer de pele e favorecendo o desenvolvimento de melanoma (de alta malignidade).
  • A formação de queimaduras solares é um mecanismo de defesa contra essas mutações genéticas, levando à eliminação de células afetadas da pele no processo de descascar. Isso ocorre por apoptose (suicídio celular).
  • BRONZEAMENTO
  • Na epiderme, a radiação UV pode provocar alterações nos queratinócitos e melanócitos e mudanças funcionais nas células de Langerhans e linfócitos (células do sistema imunológico). Até mesmo baixas doses de UVB podem reduzir a resposta imunológica.
  • A epiderme exposta com freqüência ao sol torna-se espessa, chegando a ter o dobro da espessura da pele protegida e é desorganizada, podendo aparecer manchas claras ou escuras, ou regiões que "descamam".
  • O melanócito é a célula envolvida na fotoproteção da pele, devido à produção de melanina, que atua como um fotoprotetor natural. Na epiderme danificada pelo sol, o número destas células aumenta.
  • Elas migram para níveis mais altos da epiderme e aumentam a produção de melanina, que absorve UV, não deixando que os raios alcancem o DNA das células.
  • O eritema, ou queimadura solar, é causado pela vasodilatação dos vasos sangüíneos da derme. O eritema chamado de imediato, que ocorre nas primeiras 6 a 12 horas de exposição ao sol, pode ser bloqueado por anti-inflamatórios não-esteróides.
  • Porém, estes agentes anti-inflamatórios não podem inibir o eritema tardio, que acontece cerca de 24 horas após exposição ao sol por mecanismos distintos do eritema imediato.
  • Bronzeado é o aumento de melanina induzido pela exposição à radiação UV. A pigmentação da pele pode ser imediata, causada por uma foto-oxidação dos pigmentos de melanina já existentes, e tardia, causada pelo aumento da multiplicação dos melanócitos e pelo aumento da produção de melanina por estas células.
  • A pigmentação protege as células da pele contra os danos causados em seu DNA pelos raios UV, mas não protege contra o eritema.
  • O bronzeado, apesar de bonito, é um estado de alerta do corpo contra os danos causados pela exposição excessiva ao sol, que podem provocar o câncer.
  • Bronzeamento Artificial provoca Câncer
  • Os riscos associados com bronzeamento artificial por lâmpadade UV são, principalmente: Queimadura; Envelhecimento precoce da pele; Câncer de pele; Danos na retina; Formação de cataratas; Supressão do sistema imunológico; Danos no sistema vascular.
  • As sessões de bronzeamento artificial tem lá o seu charme: camas confortáveis, som, vídeos no telão, suco de manga no canudinho.
  • A exposição ao raios ultravioletas, entretanto, é muito prejudicial, sendo capaz de provocar câncer de pele.
  • As câmaras de bronzeamento artificial são constituídas por uma estrutura de acrílico transparente que permite a passagem da luz gerada por uma série de lâmpadas. O uso de protetores oculares é imperativo durante as sessões, pois existe o risco de queimadura da córnea e até cegueira.
  • Os fabricantes das câmaras de bronzeamento relatam que suas lâmpadas apenas emitem UV-A1, porém como não existe uma regulamentação rígida que controle sua fabricação, bem como não existe fiscalização sobre seu uso, pouco se pode dizer da credibilidade desta fonte de emissão luminosa e sobre os riscos do desenvolvimento do câncer de pele.
  • As lâmpadas das câmeras de bronzeamento produzem raios UVA, que, além do escurecimento da pele, causa envelhecimento precoce da pele e câncer de pele.
  • Evidências de laboratório mostram que os raios UVA das câmeras de bronzeamento causam danos ao DNA das células da pele. Harvard School of Public Health
  • A Academia Americana de Dermatologia está estudando uma maneira de proibir o uso de câmeras de bronzeamento. O Bronzeamento Artificial por radiação UV já faz, nos EUA, parte da lista de agentes arcinogênicos.Health Sciences & Technology Academy
  • Muitos óleos bronzeadores e pílulas de bronzeamento que existem no mercado não aumentam de forma nenhuma a pigmentação da pele - não passam de fraudes. Muitos são, ainda, prejudiciais à pele. Anti-Cancer Foundation South Austrália
  • NOSSA PELE
  • PARABÉNS POR CONCLUIR ESTE CURSO!!!
  • VALE A PENA FAZER OUTROS CURSOS DE MINHA AUTORIA! BONS ESTUDOS!
  • "Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu darei descanso a vocês. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas.“ (Mateus 11: 28-29)