Curso Online de FACIAL COMPLETO
4 estrelas 5 alunos avaliaram

Curso Online de FACIAL COMPLETO

CURSO DE APRIMORAMENTO EM ESTÉTICA FACIAL 1. CONSTITUIÇÃO DA PELE 2. FISIOLOGIA DA PELE 3. TIPOS DE PELE 4. CLASSIFICAÇÃO DA PELE 5. ANAM...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 9 horas

Por: R$ 50,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

CURSO DE APRIMORAMENTO EM ESTÉTICA FACIAL
1. CONSTITUIÇÃO DA PELE
2. FISIOLOGIA DA PELE
3. TIPOS DE PELE
4. CLASSIFICAÇÃO DA PELE
5. ANAMNESE DA PELE
6. PATOLOGIAS
7. PROTOCOLOS FACIAIS
8. ACNE
9. DISCROMIAS
10. OLHEIRAS
11. ENVELHECIMENTO FACIAL
12. ELETROTERAPIA FACIAL
13. ACLIMATAÇÃO
14. PRATICA:
15. FICHA DE AVALIAÇÃO FACIAL
16. LIMPEZA DE PELE
17. MASSAGEM FACIAL RELAXANTE
18. GINASTICA FACIAL
19. AUTO MASSAGEM
20. CAFÉ , VINHO E CHOCOLATERAPIA
21. REVITALIZAÇÃO
22. OLHEIRAS
23. PELE ACNEICA
24. CLAREAMENTO
25. ANEXOS

Fisioterapeuta formada pela (USS) em 2007, diversos cursos de especializaçãoem estética desde 2006. Ministro cursos Livres de estética, sou instrutora de Pilates e Diretora do Centro de Estética Fisiobele em Vassouras.


"muito bom"

- Leidiane Christina Fernandes

"Só precisa na minha opinião, é relatar para visualização as manobras das massagens. No mais, apresentou material de fácil compreenção."

- Maria Cristina Da Costa Moraes

"excelente !!"

- Elisabete De Morais Bernal Aliske

- Rozelice Oliveira Marques

"O CONTEÚDO É LEGAL, MAS É MUITO RESUMIDO. SERIA INTERESSANTE O USO DE IMAGENS E VÍDEOS."

- Janúsia Mariane Oliveira De Sales

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • CURSO FACIAL COMPLETO

    CURSO FACIAL COMPLETO

    CONSTITUIÇÃO DA PELE
    FISIOLOGIA DA PELE
    TIPOS DE PELE
    CLASSIFICAÇÃO DA PELE
    ANAMNESE DA PELE
    PATOLOGIAS
    PROTOCOLOS FACIAIS
    ACNE
    DISCROMIAS
    OLHEIRAS
    ENVELHECIMENTO FACIAL
    ELETROTERAPIA FACIAL
    ACLIMATAÇÃO
    PRATICA:
    FICHA DE AVALIAÇÃO FACIAL
    LIMPEZA DE PELE
    MASSAGEM FACIAL RELAXANTE
    GINASTICA FACIAL
    AUTO MASSAGEM
    CAFÉ , VINHO E CHOCOLATERAPIA
    REVITALIZAÇÃO
    OLHEIRAS
    PELE ACNEICA
    CLAREAMENTO
    ANEXOS

  • CONSTITUIÇÃO DA PELE

    CONSTITUIÇÃO DA PELE

    A pele é um órgão externo que reveste o organismo humano e dá proteção às estruturas internas com relação ao meio exterior. A pele desempenha inúmeras funções no organismo humano como :
    ●Eiminação de toxinas através das glândulas sudoríparas
    ●Proteção do organismo
    ●Termorregulação
    ●Sensorial
    ●Imunológica
    ●Renovação dos tecidos de revestimento
    Como sabemos a pele é constituída por três camadas de fora para dentro que são: epiderme, derme e hipoderme. A epiderme, formada por tecido epitelial estratificado córneo tem uma estrutura diversificada que é constituída por células como queratonócitos (responsáveis pela produção da queratina) , melanócitos (responsáveis pela pigmentação da pele), anexos cutâneos (pêlos, unhas, glândulas) apresentando, ainda cinco camadas como:
     
    ● camada basal ou germinativa: é a região onde estão as células jovens com intenscapacidade de reprodução ou mitose;
    ● camada espinhosa: onde estão presentes as células de Malpighi , responsáveis pela produção de queratina;
    ● camada granulosa: é a área onde são encontradas células achatadas formadas por grânulos de queratina;
    ● camada lúcida: aqui encontraremos células anucleadas, achatadas e ricas em queratina;
    ● camada córnea: é formada por diversas células mortas que constituem uma capa de queratina e que se renova continuamente. Esta camada é responsável pelo aumento da espessura da pele, principalmente na palma da mão e sola dos pés. É a camada da pele que protege o organismo contra agressões físicas, químicas e biológicas do meio ambiente;

  • A renovação constante da epiderme ocorre para manter a sua integridade e se inicia a partir das células basais que levam de 60 a 75 dias para chegar até a camada córnea. Além do sistema queratínico a pele também é formada pelo sistema melanocítico que tem como célula de importância primordial o melanócito , responsável pela síntese da melanina que é o pigmento da pele.
    Estes melanócitos estão a nivel da camada basal e se encontram na proporção de 1 para cada 10 queratinócitos basais nos indivíduos da raça branca podendo existir em maior quantidade nos indivíduos mulatos e negros.
    A luz solar auxilia no processo de ativação da síntese de melanina na pele tornando-a mais bronzeada.
    Ainda na epiderme e derme estão presentes as células de Langerhans que tem função imunológica porque atua como fagócito nos processos alérgicos e infecciosos como micoses provocadas por fungos.
    ANEXOS DA EPIDERME
    Os anexos da epiderme são o folículo pilossebáceo, a glândula sudorípara e a unha.
    O folículo pilossebáceo é composto pelo pêlo, glândula sebácea e músculo eretor do pêlo que tem estrutura muscular.
    Os folículos pilossebáceos estão dispersos por várias regiões do organismo sendo que existem regiões como barba e couro cabeludo onde os pêlos são mais espessos porém as glândulas sebáceas são menores enquanto que na face há predomínio de pêlos finos mas com glândulas sebáceas bem desenvolvidas.
    As glândulas sudoríparas são de dois tipos: apócrinas e écrinas.
    As glândulas sudoríparas apócrinas desembocam nos folículos pilo-sebáceos e secretam um líquido leitoso constituído por substâncias proteicas, lipídicas e glicídicas. Estas glândulas estão presentes em regiões do corpo como axilas, genitais, etc e sua secreção apresenta odor típico que é proveniente da decomposição pela ação das enzimas bacterianas.
    As glândulas do tipo écrinas estão presentes nas regiões palmoplantares e em toda extensão do corpo lançando sua secreção diretamente sobre a epiderme.
    DERME
    É a camada intermediária entre a epiderme e a hipoderme sendo constituída por substância fundamental, fibras, vasos e nervos e, ainda, folículos pilossebáceos e glândulas sudoríparas.

  • A derme apresenta três camadas diferentes que são:
    Camada papilar: é a região onde estão presentes as células e as fibras colágenas;
    Camada reticular: é intermediária entre a camada papilar e a hipoderme apresentando feixes de fibras colágenas mais espessos;
    Derme adventicial: é encontrada ao redor dos folículos pilo-sebáceos, glândulas e vasos sendo formado por feixes delgados de colágeno.
    A substância fundamental encontrada na derme tem composição de mucopolissa-carideos ácidos, 70% de fibras colágenas, fibras elásticas associadas às colágenas , fibras reticulares também associadas às colágenas com intensa elasticidade.
    Estas fibras associadas se entrelaçam formando uma trama na derme que é responsável pela elasticidade e resistência da pele.
    Ainda na derme são encontrados os vasos sanguíneos e linfáticos, células como fibroblastos, histiócitos e mastócitos que tem funções como síntese de fibras colágenas, elásticas e reticulares e de defesa da pele.
    HIPODERME OU TECIDO SUBCUTÂNEO
    É formado por células adiposas que se agrupam formando lóbulos separados por filamentos de colágeno e por vasos sanguíneos.
    A constituição celular dos adipócitos apresenta basicamente os lipídeos do tipo triglicerídeos e colesterol, vitaminas e água.
    A hipoderme tem importantes funções como proteger o organismo contra choques e traumatismos, atuando ainda como reserva energética e isolante térmico.

  • FISIOLOGIA DA PELE

    FISIOLOGIA DA PELE

    A pele apresenta diversas funções que atuam de forma importante na manutenção dos mecanismos por ela exercidos.
    Entre as funções principais da pele estão:
    a)Proteção: É a função primordial que a pele realiza porque preserva as estruturas internas contra agressões do meio ambiente como traumatismos e contra as radiações solares através do sistema melânico. A camada córnea impermeabiliza a pele contra perdas excessivas de água e de eletrólitos mantendo o equilíbrio hidroeletrolítico. A atuação da pele como elemento de defesa do organismo é garantida pelas células de Langerhans, pelos linfócitos, macrófagos e mastócitos que tem atividade antimicrobiana.
    b)Percepção: como a pele apresenta-se ricamente inervada devido a presença de inúmeras terminações provenientes da medula espinhal as sensações de frio, pressão, calor, dor e outras podem ser captadas. As sensações táteis, dolorosas, térmicas são atribuídas a certos corpúsculos nervosos presentes em diversas partes do organismo.
    c)Termorregulação e Hemorregulação: a pele apresenta plexos vasculares e glomos que auxiliam a manutenção e a regulagem do débito circulatório. No mecanismo de termorregulação existe a participação das glândulas sudoríparas écrinas que liberando a secreção sobre a pele ajudam a refrigerá-la.
    d)Metabolização: a pele auxilia na metabolização de hormônios como testosterona, progesterona e vitamina D.
    e)Secreção: a pele sintetiza substâncias como melanina, queratina, gordura, suor que tem inúmeras funções no funcionamento normal de suas atividades.
    f)Excreção: as glândulas sudoríparas écrinas produzem o suor que é constituído por excretas e eletrólitos que devem ser eliminados do organismo.

  • 3-Os Tipos de Pele - a Classificação de Fitzpatrick

    3-Os Tipos de Pele - a Classificação de Fitzpatrick

    Em 1975, um médico americano, o Dr. Thomas B. Fitzpatrick , da Escola de Medicina de Harvard, criou uma classificação para os tipos de pele. A Classificação está baseada na cor da pele e na reação a exposição solar. Esta classificação é a utilizada hoje para a programação dos tratamentos a LASER e LUZ PULSADA, porque ela permite a calibração dos equipamentos em níveis de energia seguros para cada tipo de pele.
    Tipos de Pele
    Classificação de Fitzpatrick

    Classificação de Fitzpatrick
    Assim é que o médico vai determinar o tipo de pele, e a energia e o equipamento a ser utilizado.

  • Peles mais claras, com pêlos mais escuros e negros tem resultados mais rápidos, Quando a pele tende a ser mais escura, existe a necessidade de se utilizar energias menores, para evitar o dano à pele, e assim se perde eficiência, tornando os tratamentos mais demorados. O mesmo acontece com pêlos mais claros, e mais finos. Estes tipos de pêlo absorvem menos energia, tornando o tratamento mais demorado.
    Se existem mais pêlos em fase inicial de crescimento o tratamento será mais efetivo, se existem menos pêlos nestas fases, ele será mais demorado.
    Assim , não é possível determinar um número exato de sessões para o resultado, mas durante a consulta inicial o médico vai avaliar e discutir facilidades e dificuldades e fazer uma estimativa, que embora não exata, permite uma programação do tratamento. De qualquer forma deve estar claro para os pacientes, que várias sessões serão necessárias, e isto varia de região para região do corpo e de paciente para paciente.
    Pelo mesmo motivo, o tratamento não deve ser realizado em peles bronzeadas, porque diminui a eficiência e aumenta os riscos de complicações do tratamento.
    O mau funcionamento da derme (camada intermediária da pele) começa a refletir na epiderme (a camada mais superficial).
    A pele fica irregular, com pequenas saliências e reentrâncias, com um aspecto acolchoado.
    O sistema linfático está comprometido.

  • Se a pele for apertada, fica amarelada, porque há acúmulo de líquidos.
    É o começo da formação dos edemas.
    Surgem vasinhos arroxeados na região, graças à vazão de líquidos.
    Não é preciso comprimir a pele para notar os furinhos
    Nesta fase, a chance de melhora é de até 80%
    Com a chegada do inverno, podemos optar por tratamentos da pele estimulantes da renovação celular e a produção de colágeno, melhorando visivelmente a textura da pele e atenuando manchas e algumas linhas finas de expressão.
     
    Um dos tratamentos faciais que apresentam excelentes resultados é o Peeling Químico que deixa a pele com uma textura mais lisa e coloração mais uniforme.
     
    Existem vários tipos de agentes esfoliantes com concentrações variadas. A quantidade de aplicações depende da condição da pele a ser tratada e da concentração e tipo de produto utilizado no procedimento.

  • Podemos classificar o Peeling Químico em 3 tipos básicos:
      
    Superficial:
     
    Indicado para manchas superficiais e atuante apenas na epiderme (camada superficial da pele). Os mais utilizados são: Ácido glicólico, Ácido tricloroacético, Ácido salicílico, Ácido mandélico e outros.
     
    Médio:
    Indicado para eliminação de rugas, cicatrizes, e marcas mais profundas da pele, sendo na derme (camada média da pele), os ativos mais usados são: Ácido glicólico 40 a 70% , Ácido tricloroacético 35%,Ácido pirúvico 60 a 90% e outros.
     
    Profundo:
     
    Indicado nos casos de  rugas profundas e  peles extremamente maduras. Tipos mais utilizados: Ácido tricloroacético 50% e Fenol (fórmula de Baker).
     
    IMPORTANTE: Independente do nível do Peeling, devido a alta sensibilidade da pele resultante do procedimento aplicado é de suma importância o uso de Protetor Solar de 2 a 3 vezes ao dia e o afastamento da luz do sol e das lâmpadas fluorescentes.
     

  • 4-CLASSIFICAÇÃO DA PELE

    4-CLASSIFICAÇÃO DA PELE

     
     
    PELE SECA OU ALÍPICA:
    A pele seca é pouco comum em climas tropicais. É uma pele com característica seca, opaca, fina e sensível. Além disso, tem a aparência de pele áspera, sem brilho e com pouca elasticidade.
    Dentre as causas da pele seca estão a pouca atividade das glândulas sebáceas, condições ambientais que favorecem o ressecamento da pele, além do envelhecimento natural. As pessoas com pele seca têm grande tendência a desenvolver rugas.
    A pele seca tem um aspecto ressecado e com tendência a se descamar. Está propensa a ter rugas e linhas de expressão mais rapidamente que os outros tipos de pele.
    Devido à incapacidade de reter umidade, bem como a insuficiente produção de sebo pelas glândulas sebáceas, a pele seca muitas vezes tem vários problemas em tempo de frio, ar seco e sol em excesso, pois tende a rachar com muita facilidade.
    Este tipo de pele não é comum nos brasileiros: é mais encontrado em regiões frias ou em lugares com baixa umidade relativa do ar.
    Irritações e alergias são mais freqüentes neste tipo de pele. Por isso recomenda-se que os hidratantes para a pele seca tenham propriedades anti-inflamatórias e ofereçam proteção contra radicais livres.

  • Cuidados a ter no tratamento da pele seca:
    − Emprego de cosméticos com extratos de plantas com ação emoliente e hidratante de modo a suavizar e lubrificar a pele.
    − Uso de matérias-primas que evitem a evaporação da água (óleos, ceras, glicéridos e insaponificável de gorduras vegetais).
    − Restabelecer o cimento intracelular que mantém as células coesas e a integridade da membrana, com o uso, por exemplo, de óleos com glicerideos contendo ácidos gordos polinsaturados, de preferência os que fazem parte da denominada vitamina F.
    Usar extratos ricos em alfa-hidroxiácidos para aumentar a quantidade de ceramidas e favorecer a renovação epidérmica, produtos naturais à base de Aloe Vera, são os mais indicados para a pele seca ou desidratada.
    Como o Aloe Vera é um produto natural, não tem os efeitos nocivos dos químicos e é extremamente hidratante.
    Leites com extrato glicólico de aloés: como hidratantes, emolientes e para limpeza da pele.
    Cremes com 10% de gel: ação calmante e anti-inflamatória, muito úteis em peles sensíveis secas e desidratadas.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 50,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • CURSO FACIAL COMPLETO
  • CONSTITUIÇÃO DA PELE
  • FISIOLOGIA DA PELE
  • 3-Os Tipos de Pele - a Classificação de Fitzpatrick
  • 4-CLASSIFICAÇÃO DA PELE
  • PELE NORMAL OU EUDÉRMICA:
  • PELE MISTA OU COMBINADA:
  • PELE OLEOSA:
  • A Limpeza da pele oleosa:
  • PELE SENSÍVEL:
  • Dicas para Peles Sensíveis:
  • PELE ACNEICA:
  • 5-ANAMNESE DA PELE
  • 6-PATOLOGIAS
  • 7-PROTOCOLOS FACIAIS
  • ACNE
  • 8-CAUSAS DA ACNE
  • CLASSIFICAÇÃO DA ACNE
  • HIDRATAÇÃO DA PELE
  • Fatores que interferem na hidratação:
  • 9- DISCROMIAS
  • 10- OLHEIRAS
  • 11- ENVELHECIMENTO FACIAL (Suas Fases e Tratamentos)
  • 12- A Eletroterapia Aplicada na Estética Facial
  • Corrente Galvânica
  • Ionização
  • Desincruste
  • Eletrolifting ou Galvanopuntura
  • Eletrólise ou Eletrocoagulação
  • Microcorrentes
  • Corrente Farádica
  • Alta-Frequência
  • Vaporização
  • Vacuoterapia
  • Pulverização ou Nebulização
  • ACLIMATAÇÃO
  • MANUTENÇÃO DIÁRIA
  • FOTOPROTEÇÃO
  • ÁCIDOS E DESPIGMENTANTES
  • PRINCÍPIOS ATIVOS
  • FICHA DE AVALIAÇÃO
  • PRÁTICA Massagem Relaxante Facial
  • LIMPEZA DE PELE 1
  • LIMPEZA DE PELE 2
  • Tratamento da Pele Acnéica/ Seborreica
  • Tratamento para Olheiras
  • PROTOCOLOS FACIAIS GOURMETERAPIA
  • CHOCOLATERAPIA FACIAL
  • CAFETERAPIA FACIAL
  • PROTOCOLO DE REVITALIZAÇÃO
  • Bibliografia: