Curso Online de Manutenção de disco rígido
4 estrelas 4 alunos avaliaram

Curso Online de Manutenção de disco rígido

Curso, manutenção de disco rigido, tem por obgetivo capacitar profissionais na area de informatica! E tambem usuarios domesticos que quer...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 6 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Curso, manutenção de disco rigido, tem por obgetivo capacitar profissionais na area de informatica! E tambem usuarios domesticos que querem recuperar seus HDs.

Cristiano Silveira,casado 4 filhos Profissão Detetive Profissional/Criminal Técnico em Informatica,programador,WebDesing


- Isaias Cesar Filho

- Herotides Patricio Do Carmo Junior

- Marino Luiz Monteiro

"Pensei que o curso seria em video aula"

- André Maciel De Carvalho

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • a série disco rígido possuí sua publicação sequencial, que aborda desde técnicas de manutenção até tutoriais sobre como usar os formatadores entre muitos outros assunto.

    manutenção em disco rigido

    ijui-rs brasil-2011

    dúvidas e sugestões:
    cristianosilveira3@gmail.com

    professor: paulo cristiano s da silveira

  • a dinâmica de funcionamento do disco rígido é bastante complexa,
    embora ele efetue apenas dois comandos, leitura e gravação. quando o
    usuário digita um comando de gravação, este envia o arquivo a ser
    gravado na forma de impulsos eletrônicos por um circuito lógico que
    movimenta a agulha sobre uma ou varias laminas revestidas por uma
    película magnetizável e então o arquivo é magneticamente gravado.
    o disco rígido é composto basicamente por quatro partes bem distintas, são elas :

    disco rigido e seus componentes

    controladora ou circuito lógico.
    agulha.
    motor.
    disco ou lâmina.

  • CIRCUITO LÓGICO

    circuito lógico

    esta é a parte eletrônica onde é conectado o cabo da fonte e o cabo de
    comunicação do disco com o computador. todo o movimento do disco
    rígido é controlado por este circuito lógico.

    constituição:
    a maioria dos componentes usados nos circuitos lógicos são ultraminiaturizados
    o que reduz bastante o tamanho da controladora. a partir
    disto, surgiram discos rígidos menores. basta lembrar dos primeiros
    discos e comparar seu tamanho com os de hoje para entender o
    significado do uso de micro componentes. na linha de montagem do
    circuito lógico os micro componentes são fixados nos seus respectivos
    lugares por uma cola especial e depois a placa é banhada em solda, esta
    só irá aderir nos terminais e na região da placa exposta, permitindo assim
    uma soldagem uniforme, segura e de boa qualidade. porém, quanto
    menor o componente a ser trocado, mais habilidade será exigida por parte do técnico.

  • agulha
    é a conexão entre a película magnetizável e a controladora.
    a agulha é a responsável pela leitura e gravação dos dados
    na película.

    constituição:

    a agulha é formada basicamente por microbobinas que ficam em suas
    pontas, estas são denominadas cabeças de leitura e gravação. um disco
    de três pratos possui uma agulha de cinco ha seis cabeças ou bobinas
    responsáveis pela leitura dos dados. estas bobinas são conectadas por
    intermédio de fios muito finos ao circuito integrado que fica preso na parte
    lateral do suporte da agulha ou ao lado do mesmo e este é conectado na
    controladora (fig.13 e 14).

  • outra bobina um pouco maior é encontrada na parte traseira do suporte da agulha. esta tem a função de gerar campo magnético para mover a agulha de uma extremidade a outra do disco. esta bobina fica inserida em um suporte com dois imãs, afastados um do outro, apenas o suficiente para permitir o movimento da bobina entre eles. o sistema é relativamente simples, com os imãs sobrepostos possuímos um campo magnético e quando a bobina do suporte da agulha (parte traseira) é acionada geramos atração ou repulsão magnética provocando o auxilio no movimento da agulha ( fig.20 e 21 ). outro detalhe importante sobre a agulha é o sistema de travamento existente para evitar danos na mídia quando o disco esta sendo transportado.
    este sistema tenta proteger também, contra impactos acidentais (fig.15). é um sistema bastante simples trata-se de um mecanismo plástico resistente que mantém a agulha travada e só a libera para movimentar-se quando o disco é ligado.

  • MOTOR

    motor

    é o responsável pelo movimento do disco.

  • constituição:

    o motor é constituído de aproximadamente
    treze pequenas bobinas que geram campo
    eletromagnético sobre um aro feito de imã,
    onde o choque de forças entre as polaridades
    produzem o movimento. é devido a sua arquitetura que o pequeno motor consegue arranque rápido e desempenho adequado.

  • disco

    o disco é um circulo metálico revestido por uma película magnetizável, também chamado de lâmina. é nessa película que ficam gravados todos os dados produzidos no computador.

    constituição:
    o disco ou lâmina é composto inicialmente de material resistente ao magnetismo, um bom exemplo é o alumínio, este não sofre interferência da energia magnética e possui um baixo custo. após o alumínio ser moldado na forma de um disco, é revestido por uma película megnetizável onde será posteriormente formatado e disponibilizado para uso. o disco rígido é confeccionado em laboratórios de alta tecnologia. para seu funcionamento ser satisfatório, deve ser montado em um ambiente esterilizado e submetido a vácuo. as cabeças da agulha são montadas a uma distancia da película
    magnetizável de aproximadamente 0.00015 polegadas. se compararmos a distância entre a agulha e o disco com uma partícula de poeira notaremos que a partícula de poeira é 20 vezes maior que a distancia entre a cabeça da agulha e a superfície do disco. após a colocação da agulha e da lâmina é inserido o "gatilho“ ,sistema de travamento da agulha sobre a área de estacionamento. a área de estacionamento encontra-se próximo ao centro da lâmina e nesse local não existe nenhum dado.

  • entendendo conceitos

    conceitos

    conceito digital:
    a informação é digital quando esta for armazenada com base em
    uma codificação que use apenas duas situações, podemos citar como
    exemplo :
    verdadeiro ou falso , zero ou um, ponto ou traço.
    a idéia de expressar informações através de duas situações distintas é de fato muito antiga, um dos exemplos que pode ser citado é o código morse. este é representado por um ponto e um traço que combinados simbolizam números e palavras, e era o meio de comunicação usado antes da invenção do telefone, esta técnica é conhecida pelo nome de telegrafia. como podemos ver, a idéia de usar um código com apenas duas possibilidades distintas é bastante antiga. na era digital não usamos mais o código morse para representar informações através de pontos e traços, mas usamos um código denominado de código binário que lembra muito os tempos remotos da comunicação. o código binário é usado para representar duas situações distintas o zero e o um, estes combinados entre si representam a codificação eletrônica de informações. no caso específico do disco rígido o zero é a representação gráfica da ausência de campo eletromagnético, enquanto o um representa a presença do campo eletromagnético.

  • gravação:
    os dados são gravados na película magnetizável, através do envio de impulsos elétricos à cabeça da agulha. esta, por sua vez, recebe os impulsos elétricos e os converte em impulsos eletromagnéticos que são registrados na película magnetizável.
    leitura:
    os impulsos magnéticos registrados na película magnetizável, são captados pela agulha e convertidos em impulsos elétricos que enviados aos processadores do computador, são traduzidos na forma de arquivos.
    giro/rotação :
    as unidades de disco rígido giram constantemente enquanto o computador estiver ligado, mas para compensar, os discos possuem um sistema que os coloca em modo de espera. depois de algum tempo, se o disco não for acionado, ele automaticamente se desliga esperando o momento em que seus serviços sejam solicitados.
    enquanto o motor gira, os pratos do disco podem alcançar mais de 8.000 rpm, nesta velocidade uma partícula de poeira ao se chocar contra a agulha gera um impacto semelhante a um veiculo batendo em uma parede de concreto a 120 km/h. este é um dos principais motivos que levam o disco rígido a ser lacrado. por ser gerada uma velocidade muito elevada, entre a agulha e o disco surge uma camada de ar, esta permite um deslizamento preciso e ajuda a impedir que a agulha encoste na película magnetizável, pois se isso acontecer a película será destruída quase que instantaneamente. a superfície magnetizável que observamos na figura 27, foi retirada de um disco rígido cuja a cabeça da agulha estava encostando na película.
    podemos observar claramente a grande quantidade de ranhuras provocadas pelo contato entre agulha e disco.

  • latência :
    esse termo é usado para descrever o intervalo entre a emissão de um comando e o posicionamento da agulha na área desejada. sempre que um arquivo é solicitado, a agulha vai até o endereço deste arquivo para administra-lo e o tempo decorrente deste trajeto é o que chamamos de latência. quanto maior a velocidade do disco menor o tempo de latência. outro fator importante está na disposição dos dados dentro do disco, ao contrario do que muitos acreditam, os dados não são gravados seqüencialmente, mas sim aleatoriamente.
    imaginemos um software solicitando um determinado byte e este está ao lado do ultimo byte coletado. até o computador processar a instrução, a agulha já terá passado pelo byte requisitado e terá de esperar uma volta completa para nova leitura. porém, se o byte solicitado estiver a uma distância do ultimo byte suficiente para o processamento da instrução na maquina, a volta será menor em conseqüência, o tempo de acesso também reduzirá consideravelmente.
    com o disco girando a uma velocidade de 7.200 rotações por minuto (rpm) o tempo de latência será de 4,15 milisegundos aproximadamente.
    tempo de transferencia:
    este é o tempo de transmissão (transferencia) dos dados em bits entre
    a memória e o disco rígido.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • CIRCUITO LÓGICO
  • MOTOR
  • Parabéns por ter concluído o curso de (Manutenção de disco rígido!)