Curso Online de Dissertação

Curso Online de Dissertação

análise de texto dissertativo;construção da tese; delimitação do tema; construção da introdução desenvolvimento e conclusão; coesão e coe...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

análise de texto dissertativo;construção da tese; delimitação do tema; construção da introdução desenvolvimento e conclusão; coesão e coerência textual.

Graduada em Língua Portuguesa e Pós- graduada e educação: Supervisão Escolar. Professora de Educação Básica: Ensino Médio



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • A dissertação

    a dissertação

    vilma soares

    tipologia textual

  • Dissertação: o que é?

    dissertação: o que é?

    dissertar quer dizer analisar criticamente, discutir um tema, opinar e debater sobre um assunto de maneira ordenada e usando uma linguagem que se distancie da norma popular, coloquial, mas que condene o pedantismo, o purismo, o preciosismo.

  • Os tipos dissertativos

    os tipos dissertativos

    1.expositiva – o articulador utiliza dados noticiados em jornais, revistas, rádio, televisão, enciclopédias. tais idéias são amplamente conhecidas e, por isso mesmo inquestionáveis quanto ao conteúdo. como o próprio nome diz, expõe os fatos, mas não apresenta necessariamente uma discussão.
    observe o exemplo.
    “o sistema presidencial de governo nasceu nos estados unidos com a constituição de 1787, na convenção de filadélfia.
    sua formação teórica foi precedida de fato histórico; não sendo, pois, obra de nenhum arranjo ou convenção teórica.
    sustenta-se que o presidencialismo é o poder monárquico na versão republicana.
    o presidencialismo, ao contrário do parlamentarismo, é demarcado por uma rígida separação de poderes, assentada na independência orgânica e na especialização funcional.”
    fonte: http://www.clubjus.com.br/?colunas&colunista=779_&ver=137

  • 2.argumentativa – esse é o tipo de dissertação mais comum e conhecida por todos. nela o intuito é convencer o leitor, persuadi-lo a concordar com a idéia ou ponto de vista exposto, isso se faz através de várias maneiras de argumentação, utilizando-se de dados, estatísticas, provas, opiniões relevantes, etc.
    observe o exemplo.
    a ideia de que a natureza existe para servir o homem seria apenas ingênua, se não fosse perigosamente pretensiosa.
    essa crença lançou raízes profundas no espírito humano, reforçada por doutrinas que situam corretamente o homo sapiens no ponto mais alto da evolução, mas incidem no equívoco de fazer dele uma espécie de finalidade da traição. pode-se dizer com segurança que nada na natureza foi feito para alguma coisa, mas pode-se crer em permuta e equilíbrio entre seres e coisas. a aquisição de características muito específicas como a linguagem, raciocínio lógico, memória pragmática, noção de tempo e capacidade de acumular não fizeram do homem um ser superior no sentido absoluto, mas apenas mais bem dotado para determinados fins.
    isso não lhe confere autoridade para pretender que todo o resto do universo conhecido deve prestar-lhe vassalagem, como de fato ainda pretende a maioria das pessoas com poder decisório no mundo.
    luiz carlos lisboa

  • 3.mista- este último método é o melhor... por quê? porque guarda em si as possibilidades dos dois anteriores, ou seja: ao mesmo tempo que você expõe os fatos conhecidos de todos, que podem se transformar em exemplificação atualizada, também permite que se argumente de maneira analítica, portanto crítica, e aí sejam inseridos questionamentos, juízos de valor, elementos tão caros e necessários a qualquer texto dissertativo.
    exemplo.

    a tecnologia está a (des) serviço do ser humano?
    ao tentar responder a essa questão, estou considerando principalmente as tecnologias de comunicação.
    parece haver um exagero em termos de uso da tecnologia. segundo dados da anatel(www.anatel.gov.br), o brasil conta com 151,9 milhões de celulares, o que representa uma densidade de quase 80 celulares para cada 100 habitantes. trata-se de um percentual bastante elevado.

  • A divisão estrutural da dissertação:

    a divisão estrutural da dissertação:

    1. tese – é a “cabeça” da redação e destina-se à apresentação da ideia central que pretendemos desenvolver; consta apenas de um parágrafo;
    2.a argumentação - é a “barriga”, nela defende-se a tese proposta, argumenta-se, critica-se e dá-se exemplos, justificativas e opiniões a fim de comprovar a ideia central da tese (contém 3 ou 4 parágrafos).
    3.o fecho – põe término à redação . são os “pés”: conclusão de nossas ideias, sintetiza o conteúdo dos nossos argumentos, oferece hipótese de solução, dá o acabamento aos nossos argumentos.

    veja o exemplo a seguir:

  • o homem e a natureza título

    a ideia de que a natureza existe para servir o homem seria apenas ingênua, se não fosse perigosamente pretensiosa. tese
    demonstração da tese = comprovação.
    essa crença lançou raízes profundas no espírito humano, reforçada por doutrinas que situam corretamente o homo sapiens no ponto mais alto da evolução, mas incidem no equívoco de fazer dele uma espécie de finalidade da traição. pode-se dizer com segurança que nada na natureza foi feito para alguma coisa, mas pode-se crer em permuta e equilíbrio entre seres e coisas. a aquisição de características muito específicas como a linguagem, raciocínio lógico, memória pragmática, noção de tempo e capacidade de acumular não fizeram do homem um ser superior no sentido absoluto, mas apenas mais bem dotado para determinados fins.

    isso não lhe confere autoridade para pretender que todo o resto do universo conhecido deve prestar-lhe vassalagem, como de fato ainda pretende a maioria das pessoas com poder decisório no mundo.
    conclusão
    luiz carlos lisboa

  • Esquema de composição

    esquema de composição

    assunto: a natureza.
    ponto de vista: a relação entre o homem e a natureza.
    objetivo: mostrar que a natureza não existe para servir o homem.
    tese: a ideia de que a natureza existe para servir o homem seria apenas ingênua, se não fosse perigosamente pretensiosa.
    comprovaçâo da tese: essa crença lançou raízes profundas no espírito humano, reforçada por doutrinas que situam corretamente o homo sapiens no ponto mais alto da evolução, mas incidem no equívoco de fazer dele uma espécie de finalidade da traição. pode-se dizer com segurança que nada na natureza foi feito para alguma coisa, mas pode-se crer em permuta e equilíbrio entre seres e coisas. a aquisição de características muito específicas como a linguagem, raciocínio lógico, memória pragmática, noção de tempo e capacidade de acumular não fizeram do homem um ser superior no sentido absoluto, mas apenas mais bem dotado para determinados fins.

  • conclusão: isso não lhe confere autoridade para pretender que todo o resto do universo conhecido deve prestar-lhe vassalagem, como de fato ainda pretende a maioria das pessoas com poder decisório no mundo.

  • Escolha do ponto de vista

    escolha do ponto de vista

  • ao escrever um texto, o autor, depois de ter determinado o assunto, escolhe, dentro desse assunto um ponto de vista que pode ser mais geral ou mais específico, de acordo com o objetivo do texto.
    no texto a seguir, cujo assunto e violência, o autor escolheu um ponto de vista bem específico: a violência gera violência.
    é importante observar que todo o texto está relacionado somente a este ponto de vista específico, que constitui o objetivo do texto.
    assunto: violência.
    ponto de vista: a violência gera violência.

    veja o texto a seguir e faça a atividade proposta.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • A dissertação
  • Dissertação: o que é?
  • Os tipos dissertativos
  • A divisão estrutural da dissertação:
  • Esquema de composição
  • Escolha do ponto de vista
  • POSSIBILIDADE E CERTEZA na construção da tese
  • Atividades
  • Os tipos de tese: como iniciar uma dissertação
  • Os tipos de argumentação: os parágrafos mediais
  • Os tipos de fecho:como concluir uma dissertação
  • Detalhes que jamais poderão ser esquecidos
  • Bibliografia