Curso Online de NÃO FERMENTADORES

Curso Online de NÃO FERMENTADORES

Características gerais. Fermentadores x não fermentadores. Principais espécies. Família Pseudomonadaceae. Estrutura antigênica e Toxinas....

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Mais de 10 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Características gerais. Fermentadores x não fermentadores. Principais espécies. Família Pseudomonadaceae. Estrutura antigênica e Toxinas. Manifestações clinicas. Diagnóstico. Antibiótico terapia.

Graduado em Farmácia pela Universidade Federal do Maranhão (1981), Mestrado em Microbiologia e Imunologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1985) e Doutorado em Ciências (Microbiologia) pela Universidade de São Paulo (1996). Pós-doutorado em nanotecnologia pela Universidade de Brasilia (2012). Atualmente é professor titular da disciplina de microbiologia da Universidade Federal do Maranhão e Professor Adjunto do Curso de Medicina da Universidade Estadual do Maranhão.Tem experiência na área de ensino superior desde 1985, estando apto para ministrar as seguintes disciplinas: microbiologia, imunologia, patologia, farmacologia, biofisica, saúde ambiente, epidemiologia, genética e embriologia. Endereço para acessar o CV: http://lattes.cnpq.br/9584161299199568



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • Prof.Luis Carlos F. Carvalho
    Depto.Patologia - UFMA

    1

    Bacilos
    Gram-negativos
    não Fermentadores

  • Prof.Luis Carlos F. Carvalho
    Depto.Patologia - UFMA

    2

    Características gerais

    São aeróbios, não esporulados.
    Não utilizam carboidratos como fonte de energia ou os degradam através de vias que não a fermentação.
    Apresentam reação positiva de citocromo oxidase.
    Ausência de crescimento em ágar-MacConkey.

  • CARACTERÍSTICAS

    Prof.Luis Carlos F. Carvalho
    Depto.Patologia - UFMA

    3

    CARACTERÍSTICAS

    Bacilos retos ou levemente curvos, móveis
    Aeróbios estritos com metabolismo oxidativo
    Algumas espécies produzem pigmentos
    Ubíquos na natureza
    Possuem grande versatilidade nutricional

  • Prof.Luis Carlos F. Carvalho
    Depto.Patologia - UFMA

    4

    TSI

    Não Fermentador

    Fermentador

  • FERMENTADORES X NF

    Prof.Luis Carlos F. Carvalho
    Depto.Patologia - UFMA

    5

    FERMENTADORES X NF

    Fermentadores (enterobacteriaceae) utilizam a glicose por via aeróbia e anaeróbia, por isso a base do TSI é sempre amarela ou ácida

    Os NF crescem e usam a glicose apenas na parte aerada do tubo, que permanece sempre vermelha ou alcalina

  • Principais Espécies

    Prof.Luis Carlos F. Carvalho
    Depto.Patologia - UFMA

    6

    Principais Espécies

    Pseudomonas aeruginosa: 70% de todas as infecções por aeróbios
    Burkholderia cepacia: epidemiologia semelhante à P. aeruginosa (menos virulenta)
    Acinetobacter spp
    Stenothrophomonas maltophilia

    OBS: todos são oportunistas e agentes de infecções hospitalares (bacteremias, pneumonias, infecções urinárias, infecções de pele, de ouvido e de olhos, entre outras)

  • NF RAROS

    Prof.Luis Carlos F. Carvalho
    Depto.Patologia - UFMA

    7

    NF RAROS

    Chryseobacterium meningosepticum e C. indologenes
    Moraxella spp e Oligella spp
    Achromobacter spp e Alcaligenes spp
    Pseudomonas putida, P. fluorescens, P. stutzeri
    P. oryzihabitans e P. luteola

  • NF RAROS

    Prof.Luis Carlos F. Carvalho
    Depto.Patologia - UFMA

    8

    NF RAROS

    Acidovorax spp
    Brevundimonas spp
    Comamonas spp
    Delftia spp
    Methylobacterium spp
    Ralstonia picketii
    Roseomonas spp
    Sphingomonas spp
    Sphingobacterium spp
    Shewanella spp

    ISOLADOS DE IMPORTÂNCIA DUVIDOSA?

  • Prof.Luis Carlos F. Carvalho
    Depto.Patologia - UFMA

    9

    Família Pseudomonadaceae

    Pseudomonas aeruginosa:
    Morfologia e Identificação
    Bastonetes gram-negativos, móveis.
    Apresentam-se como bactérias isoladas, em pares ou em cadeias curtas.
    Aeróbios obrigatórios.
    Forma colônias redondas e lisas de coloração esverdeadas e fluorescentes.

  • Prof.Luis Carlos F. Carvalho
    Depto.Patologia - UFMA

    10

    Pseudomona aeruginosa:

    Morfologia e Identificação
    Cresce bem a 37-42ºC que ajuda a diferenciá-la de outras espécies de Pseudomonas
    É oxidase positiva
    Não fermenta carboidratos

  • Prof.Luis Carlos F. Carvalho
    Depto.Patologia - UFMA

    11

    Pseudomona aeruginosa:
    Pili (fímbrias)
    Lipopolissacarídeo: responsável por muitas das propriedades endotóxicas (febre, choque, oligúria, leucocitose e leucopenia, CIVD e SARA)
    Enzimas extracelulares: elastases, proteases, hemolisinas (fosfolipase C – Termolábil e um glicolipídio termoestável)

    Estrutura antigênica e Toxinas


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • CARACTERÍSTICAS
  • FERMENTADORES X NF
  • Principais Espécies
  • NF RAROS
  • Fatores de virulência
  • Fatores de Virulência
  • Infecção Hospitalares
  • Condições para Infecção
  • Infecção Comunitária
  • EPIDEMIOLOGIA
  • ACINETOBACTER
  • Fonte de Contaminação
  • DIAGNÓSTICO
  • Provas Bioquímicas
  • Fermentadores x Não fermentadores no meio OFglicose
  • Bactéria fermentadora (TSI)
  • Bactérias Não fermentadoras
  • OF_GLICOSE
  • OF GLICOSE
  • Meio OF glicose de Leifson
  • Prova da Oxidase
  • PIGMENTOS
  • Prova da Motilidade
  • Utilização de aminoácidos descarboxilação de Moeller
  • GELATINA
  • DNASE
  • Provas Complementares
  • Hidrólise da uréia de Christensen
  • Prova da hidrólise da uréia
  • Crescimento a 42oC ou 44oC
  • CITRATO
  • Hidrólise da esculina
  • Hidrólise da Esculina
  • Crescimento em caldo NaCl 6,5%
  • PROVA DO INDOL POR EXTRAÇÃO
  • PYR (pyrrolidonyl arylamidase)
  • Discos de PMX e IPM
  • Tabelas de identificação das bactérias não fermentadoras
  • ANTIBIOTICOTERAPIA