Curso Online de Núcleo celular mitose e meiose

Curso Online de Núcleo celular mitose e meiose

Curso sobre toda a estrutura nuclear, cromatina, cromossoma, DNA, a divisão celular fazes da mitose e meiose.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Curso sobre toda a estrutura nuclear, cromatina, cromossoma, DNA, a divisão celular fazes da mitose e meiose.

Biólogo Fotógrafo Videomaker



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Estudo do Núcleo celular mitose e meiose

    Estudo do Núcleo celular mitose e meiose

    A célula

  • O núcleo celular

    O núcleo celular

    Principal estrutura do seres eucariontes o núcleo celular é reconhecido analogicamente como o cérebro pois é dele que parte todo o comando para as atividades celulares. É nele onde encontramos a maior parte do material genético organizados em moléculas complexas conhecidas como DNA, com uma grande variedade de proteínas conhecidas como histonas para formar os cromossomos.

  • Foi identificado e descrito inicialmente em 1833, pelo botânico escocês Robert Brown, ao analisar tecidos vegetais. Em suas observações descobriu que a maioria das células apresentava uma estrutura interna, com morfologia esférica ou ovóide, recebendo desde então a denominação de “núcleo”.
    Atualmente sabemos que existem células com apenas um núcleo, outras binucleadas (com dois núcleos), multinucleadas (com vários núcleos) e anucleadas (que perderam o núcleo durante a diferenciação). 

  • Mononucleadas – células do tecido epitelial Binucleadas – células hepáticas e cartilaginosas Multinucleadas – células musculares estriadas do coração humano Anucleadas – hemácias de muitos mamíferos A membrana nuclear ou carioteca (karyon = núcleo; théke = invólucro) é formada por duas camadas lipoprotéicas, separadas entre si por um espaço perinuclear transpassado por numerosos poros com 100nm de diâmetro, funcionando como válvulas, que regulam a entrada e saída de substâncias comunicantes entre o núcleo e o citoplasma, armazenando e protegendo o material genético. 

  • De acordo com o estágio do ciclo celular, o núcleo pode assumir comportamento distinto: totalmente íntegro e funcionante durante a interfase e desintegrado quando a célula se encontra em divisão (mitose e meiose).  A cariolinfa, semelhante a um coloide, é constituída por água, sais minerais, proteínas e materiais que participam da síntese de ácidos nucléicos (moléculas de DNA e RNA). E também uma massa corpuscular densa, o nucléolo, um significativo acúmulo de proteínas onde se formam os ribossomos.
    Uma estrutura importante que contêm o núcleo são os poros nucleares que atravessam o envoltório nuclear, a quantidade de poros varia conforme a atividade celular. Formado por nucleoproteínas, é uma complexa estrutura que funciona como uma válvula abrindo para passagem de determinadas moléculas hidrossolúveis, de dentro do núcleo para o citoplasma.
     

  • Célula em corte transversal com núcleo ao centro

    núcleo

  • A cromatina

    A cromatina

    Do grego chromatos, cor é um conjunto de fios, cada um deles formado por uma longa molécula de DNA associada a moléculas de histonas, um tipo especial de proteína. Esses fios são os cromossomos.
    Quando se observam núcleos corados ao microscópio ótico, nota-se que certas regiões da cromatina se coram mais intensamente do que outras. Os antigos citologistas já haviam observados esse fato e imaginado, acertadamente, que as regiões mais coradas correspondiam a porções dos cromossomos mais enroladas, ou mais condensadas, do que outras.
    ).

  • Para assinalar diferenças entre os tipos de cromatina, foi criado o termo heterocromatina (do grego heteros, diferente), que se refere à cromatina mais densamente enrolada. O restante do material cromossômico, de consistência mais frouxa, foi denominado eucromatina (do grego eu, verdadeiro

  • Diagrama mostra o tamanho de cada estrutura.

    Diagrama mostra o tamanho de cada estrutura.

  • O retículo nuclear é uma rede de cromatinas. Esses filamentos são denominados cromonemas. Às vezes, os cromonemas se enroscam, formando um novelo bem corável pelos corantes básicos. Esse corpo globoso rico em cromatina (e, portanto, em DNA) é um falso nucléolo ou cariossomo.
    Quando a célula entra em mitose, os cromonemas assumem um novo aspecto. Tomam formato de uma “mola”, que recebe o nome de cromossomo. Portanto, os cromossomos são formados pelo espiralamento grosso dos cromonemas que, por sua vez, são formados por cromatina.
     
     

  • Os Cromossomos

    Os Cromossomos

    Encontram-se no núcleo da célula, e são  moléculas de DNA associadas a proteínas designadas histonas. As proteínas representam mais de 50% da totalidade do cromossoma, e são responsáveis pela forma física do cromossoma, regulando também a atividade do DNA que transporta a informação genética.
     
    Cada porção de DNA associado às histonas constitui um filamento de cromatina. Estes filamentos encontram-se, quase sempre, dispersos no núcleo da célula.
     


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Estudo do Núcleo celular mitose e meiose
  • O núcleo celular
  • A cromatina
  • Diagrama mostra o tamanho de cada estrutura.
  • Os Cromossomos
  • Cromossoma com o centrômero
  • Mitose
  • Fases da mitose Interfase
  • Prófase
  • Metáfase
  • Colchicina
  • Anáfase
  • Telófase
  • Citocinese
  • Curiosidades e doenças relacionadas a mitose celular
  • O câncer
  • Prófase I