Curso Online de Analise Ergonômica

Curso Online de Analise Ergonômica

Conheça a Norma regulamentadora - NR17 que trata do assunto de ergonomia nos postos de trabalho, aprenda a aplicar esta norma e a postur...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 6 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Mais de 10 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Conheça a Norma regulamentadora - NR17 que trata do assunto de ergonomia nos postos de trabalho, aprenda a aplicar esta norma e a postura correta nos postos de trabalho afim de evitar doenças do trabalho LER e DORT.
Curso indicado para estudantes e profissionais de segurança do trabalho, qualidade, fisioterapia, enfermagem e demais áreas de interesse.

Estude aqui na MIP CURSOS, cursos on line de Segurança do Trabalho, Meio Ambiente, Medicina do Trabalho, Ergonomia, Primeiros Socorros, Prevenção e Combate a Incêndios, Prevenção de Acidentes e vários outros temas atuais, baseados em Normas Regulamentadoras, legilações e procedimentos. Conheça os desafios enfrentados no dia-a-dia e perceba que a qualificação é essencial para o perfeito funcionamento de uma grande, media ou pequena empresa. Entenda como os profissionais atualizados, qualificados e capacitados são importantes para as operações dentro de diversos estabelecimentos Industriais e Comerciais. Estude a distância e aprenda conosco. Matricule-se e comece a aplicar coisas simples na sua empresa, evitando acidentes e garantindo o bem estar dos funcionários. CORPO DOCENTE: Engenheiro de Segurança do Trabalho, Engenheiro Ambiental, Engº Mecânico, Engº Produção, Fisioterapeuta do Trabalho, Gestor Ambiental, Técnico Segurança do Trabalho, técnico em Enfermagem do Trabalho, Bombeiro Civil.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • O que é ergonomia ?

    A palavra ergonomia é a junção de duas palavras gregas “ergon” que significa trabalho, e “nomos” que significa leis.

    A Ergonomia atua de um modo multidisciplinar em varias áreas do conhecimento e envolve todos os aspectos relacionados ao trabalho como mobiliário, ritmo de trabalho, organização, layout, tarefa executada, convivência interpessoal, pressão por resultados, chefia, dentre outros.

  • Por isso é extremamente importante a colaboração de vários profissionais como fisioterapeutas, educadores físicos, engenheiros, psicólogos, administradores, além é claro, do SESMT da empresa (técnico de segurança, engenheiro de segurança, enfermagem e medico do trabalho). Neste sentido concluímos que não existe um domínio específico de uma área do conhecimento com relação à ergonomia.

    Neste texto vamos tratar da Ergonomia baseada na NR 17 do ministério do trabalho que trata do assunto que tem força de lei e tem o objetivo de prevenir as lesões nos trabalhadores tornando o ambiente produtivo mais seguro preservando a saúde dos trabalhadores.

  • Analise Ergonômica do Trabalho “AET”, toda empresa, não importa o tamanho nem o numero de funcionários, deverá providenciar a AET.
    O Laudo deve ser elaborado por um profissional capacitado para tal, de um modo geral um profissional com especialização em ergonomia.

    Esta analise não é apenas um documento que a lei obriga as empresas a fazerem, devera ser um estudo dos postos de trabalho com a identificação do problema e indicação da melhoria que pode ser as mudanças apenas na organização e no ritmo e ou modo de trabalho, como troca ou implantação de mobiliário ou desenvolvendo projetos específicos.

  • Segundo a legislação brasileira na Norma Regulamentadora 17, para avaliar a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores, cabe ao empregador realizar a análise ergonômica do trabalho, devendo a mesma abordar, no mínimo, as condições de trabalho.

    As condições de trabalho incluem aspectos relacionados ao levantamento, transporte e descarga de materiais, ao mobiliário, aos equipamentos, às condições ambientais do posto de trabalho e à própria organização do trabalho.

  • Existe um modelo de cadeira Ergonômica?

    A resposta é não, a cadeira pode ou não ser ergonômica, pois além das características de regulagens recomendadas em cadeiras como; regulagem de altura de encosto e assento, apoio para os braços e inclinação de encosto, em cadeiras industriais altas o aro de apoio para os pés precisa ser regulável, tudo depende da função exercida.

    Uma função de gerência onde as tarefas são alternadas entre reuniões, análise de relatórios e digitação, uma cadeira com encosto alto sem regulagens pode ser adequada, pois a alternância postural é constante, entre várias funções diferentes exercidas.

  • Já para um colaborador que passa a maior parte do tempo de trabalho sentado em frente a um computador executando uma atividade única, este modelo de cadeira diretor sem regulagens não é adequado, pois não permite a alternância postural durante o dia de trabalho.

  • Para a cadeira ser ergonômica precisa ter apoio para os braços?

    Não. O apoio para os braços deve ser indicado em casos especifico como trabalho estático de membros superiores que exijam precisão e controle (digitação, instrumentação de precisão, laboratórios), onde o posto de trabalho não ofereça espaço suficiente para apoiar o ante-braço na própria mesa, nestes casos é indicado o uso do apoio para braços na cadeira que deve ser regulável em altura de modo que fique na altura do tampo da mesa tornado uma extensão da mesma, de um modo geral as empresas optam por utilizar os apoios para os braços em todas as cadeiras e o colaborador avalia de um modo pessoal a necessidades de utilizar ou não.

  • Click na imagem abaixo e assista a um super vídeo sobre ergonomia

    ERGONOMIA

  • Posto é uma palavra oriunda da linguagem militar;
    Indica um local onde alguém é colocado para realizar uma determinada tarefa ou função;
    Normalmente, o posto de trabalho é uma localização situada dentro de um sistema de produção;
    O posto de trabalho corresponde, então, a um papel definido, que comporta instruções e procedimentos (o que fazer, quando fazer e como fazer) e meios (onde fazer, com que fazer), a ser ocupado por um determinado sujeito.

    ANÁLISE ERGONÔMICA DOS POSTOS DE TRABALHO

    4.1 - Estudo do posto de trabalho: abordagem tradicional e ergonômica

  • Baseia-se no estudo dos movimentos corporais do ser humano, necessários para executar uma tarefa, e na medida do tempo gasto em cada um desses movimentos;
    A seqüência dos movimentos necessários para executar a tarefa é baseada em uma série de princípios de economia de movimentos, sendo que o melhor método é escolhido pelo critério do menor tempo gasto;
    O desenvolvimento do melhor método é feito geralmente em laboratório de engenharia de métodos, onde os diversos dispositivos, materiais e ferramentas, são colocados em posições mais convenientes, baseados em critérios empíricos e em experiências pessoais dos próprios analistas de métodos.

    ANÁLISE ERGONÔMICA DOS POSTOS DE TRABALHO

    ABORDAGEM TRADICIONAL

  • ABORDAGEM ERGONÔMICA:
    Delimitar o objeto de estudo a um aspecto da situação de trabalho: decomposição em um sistema humano-tarefa;
    Abordagem globalizante que impõe uma recomposição da situação de trabalho;
    Este processo de decomposição/recomposição é a base da metodologia proposta.

    ANÁLISE ERGONÔMICA DOS POSTOS DE TRABALHO


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • O QUE É ERGONOMIA;
  • ANALISE ERGONÔMICA DOS POSTOS DE TRABALHO;
  • ABORDAGEM ERGONÔMICA;
  • ABORDAGEM TRADICIONAL;
  • LEVANTAMENTO DE DADOS;
  • PESQUISAS;
  • CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES;
  • ORIGEM DA DEMANDA;
  • TIPOS DE DEMANDA;
  • A CONSTRUÇÃO DA INTERVENÇÃO ERGONÔMICA;
  • ANALISE ERGONÔMICA DA TAREFA;
  • DADOS REFERENTES AO SER HUMANO;
  • DADOS REFERENTES AS CONDIÇÕES TÉCNICAS DAS MAQUINAS;
  • DADOS REFERENTES AA CONDIÇÕES AMBIENTAIS;
  • CONDIÇÕES GERAIS SOBRE AS ATIVIDADES;
  • PROCEDIMENTOS QUE CONDUZEM AO DIAGNOSTICO;
  • IDENTIFICAÇÃO DAS SÍNDROMES ERGONÔMICAS;
  • INCIDENTES CRÍTICOS;
  • ACIDENTES DE TRABALHO;
  • DIAGNÓSTICOS DE NÍVEL GERAL.