Curso Online de Anemias

Curso Online de Anemias

Anemias hemorrágicas. Anemia Aplástica. Anemias sideroblásticas. Anemia das doenças crônicas. Anemia Falciforme ou Drepanocitóse.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Mais de 30 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Anemias hemorrágicas.
Anemia Aplástica.
Anemias sideroblásticas.
Anemia das doenças crônicas.
Anemia Falciforme ou Drepanocitóse.

Pós Graduanda em Biortomolecular e Envelhecimento Saudável - ISEEC/RS Especializ. Biomédicina Estética - Incursos/GO Biomédica - FPM/Patos de Minas



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • Hematologia e hemoterapia II

    hematologia e hemoterapia ii

  • Anemias

    anemias

    anemias hemorrágicas:
    anemias hemorragias (perda de eritrócitos) do tipo agudo se caracteriza por perda súbita de grandes volumes de sangue que levam a oligocitemia redução do hemtocrito e da hemoglobina com hipovolemia. a resposta medular aguda ocorre apos 3-4 dias.

    nas hemorragias crônicas as perdas são de menor volume embora contínuas. são várias as patologias responsáveis (parasitas intestinais, neoplasias do tgi, mestruações abundantes, úlceras gastrointestinais. há anemia de tipo microcítica e hipocrômica com redução progressiva do ferro sérico e de ferro nos depósitos.

  • Anemias

    anemias

    anemia aplástica:
    quando há alguma alteração no microambiente medular aparecem sinais que caracterizam a falência medular. podem afetar alguma das três linhagens eritrócitos, granulócitos e plaquetas. esta pode ser seletiva aplasia pura (citopenia seletiva) oligocitemia, granulocitopenia, e plaquetopenia ou de modo global (pancitopenia).

  • Anemias

    anemias

    agentes etiológicos:
    medicamentos: antiinflamatórios, antibióticos, anticonvulsivantes.
    tóxicos: benzeno, inseticidas, solventes químicos
    radiações: ionizantes
    infecções: bactérias, vírus (hepatite)
    metabólitos e imunológicos
    tumores: timoma

  • Anemias

    anemias

    quadro clínico:
    fraqueza, desânimo e cansaço fácil devido à anemia,hemorrágicas .palidez cutânea, púrpuras, petéquias.

    quase sempre os linfócitos estão aumentados em porcentagem e em valor absoluto.

    há aumento no ferro sérico e da saturação da trasnferrina, pois o ferro não é aproveitado na eritropoese. aumento da eritropoetina no soro.

  • Anemias

    anemias

    são divididas clinicamente em 2 grupos:
    anemia aplástica não-severa: apresentam anemia, plaquetopenia e neutropenia discreta e não necessitam de transfusões.

    anemia aplástica severa: necessita de transfusão de hemácias e plaquetas como tratamento de suporte. neutrófilos < 500/mm3 e plaquetas é inferior a 20.000/mm3)

  • Anemias

    anemias

    anemias sideroblásticas:
    as formas congênitas são mais raras que as adquiridas que está relacionada com intoxicação medular por drogas ou agentes químicos como cloranfenicol, chumbo(saturismo), quimioterápicos.

    apresentam eritrócitos hipocrômicos, medula óssea rica em série vermelha e ferro elevado no soro. no hemograma há frequentemente a presença de ferro acumulado ao redor dos núcleos em especial nos eritroblastos ortocromáticos (sideroblastos em anel).

  • Anemias

    anemias

    anemia das doenças crônicas:
    há oligocitemia, baixa de hb e diminuição do ferro plasmático em certos casos aparece microcitose com hipocrômia e se diferencia da anemia ferropriva porque a cstf é baixa.
    podem surgir na artrite reumatóide, insuficiência renal ou hepática crônica, tuberculose, doenças neoplásicas, intoxicação por chumbo.

  • Anemias

    anemias

    fatores:
    falha na reutilização do ferro. o ferro sérico é baixo.

    diminuição, geralmente moderada, do tempo de sobrevida dos eritrócitos.

    insuficiência medular, em geral por diminuição da eritropoetina.

  • Anemias

    anemias

    a eritropoese pode estar comprometida nos casos de doenças crônicas por alteração das várias citocinas envolvidas nos fenômenos inflamatórios, em especial a il-1, o tnf que estimulam a produção de infβ e infγ no qual atuam nos progenitores inibindo sua diferenciação.

  • Anemias

    anemias

    anemias hemolíticas:
    quando a sobrevida das hemácias está abaixo de 80 dias diz-se que há hemólise.

    quando a destruição exagerada dos eritrócitos se torna crônica aparece esplenomegalia pois é no baço que ocorre o sequestro aumentado dessas células.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Hematologia e hemoterapia II
  • Anemias
  • Hemoglobinopatias