Curso Online de assistência em saúde mental
5 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de assistência em saúde mental

saúde mental

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 16 horas


Por: R$ 79,90
(Pagamento único)

Mais de 5 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

saúde mental


- Roberto Schwarz

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • Classificação e diagnóstico das doenças mentais

    Classificação e diagnóstico das doenças mentais

  • No campo da medicina, a classificação das doenças encontra-se em constante alteração, assim como o conhecimento das mesmas. De forma semelhante, na psiquiatria, o conhecimento da função cerebral e de como ela é influenciada pelo ambiente e outros factores está a tornar-se cada vez mais complexo. Apesar dos avanços, o conhecimento dos mecanismos intrincados envolvidos no funcionamento cerebral encontra-se ainda no seu início. No entanto, como muitos estudos de investigação demonstraram que as doenças mentais se podem distinguir entre si com um elevado grau de fiabilidade, estão a ser elaborados protocolos de diagnóstico cada vez mais precisos.

  • Em 1952 foi publicado pela primeira vez o Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders (Manual Diagnóstico e Estatístico das Perturbações Mentais) (DSM-I), da Associação Americana de Psiquiatria, cuja 4.ª edição, DSM-IV, foi publicada em 1994. Este manual proporciona um sistema de classificação que tenta separar as doenças mentais em categorias diagnósticas baseadas tanto nas descrições dos sintomas (o que dizem e como actuam os pacientes em relação aos seus pensamentos e sensações) como no curso da doença.

  • A Classificação Internacional das Doenças, 9.ªRevisão, Modificação Clínica (ICD-9-CM), um livro publicado pela Organização Mundial de Saúde, utiliza categorias diagnósticas semelhantes às do DSM-IV. Esta semelhança sugere que o diagnóstico das doenças mentais específicas está a ser feito de uma forma mais consistente e normalizada em todo o mundo.

  • Houve avanços nos métodos de diagnóstico e estão disponíveis novas técnicas de neuroimagem, incluindo a tomografia axial computadorizada (TAC), a ressonância magnética (RM) e a tomografia de emissão de positrões (TEP), um tipo de gamagrafia que mede o fluxo sanguíneo em áreas específicas do cérebro. (Estas técnicas de imagem estão a ser utilizadas para representar a estrutura e a função cerebrais em pessoas com comportamentos normais e anormais, proporcionando assim aos cientistas um maior conhecimento acerca de como funciona o cérebro humano, com e sem doenças mentais. Estas investigações, que conseguiram diferenciar uma perturbação psiquiátrica de outra, conduziram a uma maior precisão no diagnóstico.

  • Perturbações psicossomáticas

    Perturbações psicossomáticas

    O termo «perturbação psicossomática» não tem uma definição precisa. Na maioria dos casos aplica-se às perturbações que se consideram originadas por factores psicológicos. No entanto, não existem perturbações físicas que sejam originadas exclusivamente por factores psicológicos. Mais ainda, uma perturbação física tem necessariamente de incluir uma componente biológica (um factor essencial para que a doença ocorra).

  • Por exemplo, para contrair a tuberculose, uma pessoa tem de estar infectada pela bactéria Mycobacterium, que causa a doença. Mas muitas pessoas infectadas pelo Mycobacterium têm apenas uma doença ligeira ou simplesmente não sofrem dela. São necessários outros factores para que a tuberculose se declare doença como tal, o que inclui possivelmente uma predisposição hereditária, factores ambientais (como viver em condições de amontoamento), a presença de desnutrição e o stress social ou psicológico (como a perda de um ente querido) e a sua reacção emocional consequente, a depressão. Os factores biológicos, ambientais, sociais e psicológicos combinam-se para que alguém infectado pelo Mycobacterium adoeça de tuberculose. O termo «psicossomático» abrange esta combinação de factores.

  • Perturbações somatoformes

    Perturbações somatoformes

    As perturbações somatoformes englobam várias perturbações psiquiátricas nas quais as pessoas referem sintomas físicos mas negam ter problemas psiquiátricos.

  • «Perturbação somatoforme» é um termo relativamente novo que se aplica ao que muita gente denomina «perturbação psicossomática». Nas perturbações somatoformes, os sintomas físicos ou a sua gravidade e duração não podem ser explicados por nenhuma doença orgânica subjacente. As perturbações somatoformes incluem a perturbação de somatização, a perturbação de conversão e a hipocondria.

  • Os psiquiatras diferem consideravelmente nas suas opiniões acerca do valor e da validade do uso destas categorias de diagnóstico. No entanto, esta distinção das diferentes perturbações somatoformes proporcionou aos psiquiatras um meio para descrever a ampla variedade de sintomas que estes doentes apresentam e para diferenciar as perturbações na base destas descrições. As descrições cuidadosas podem ajudar os psiquiatras a ordenar as diferentes perturbações, que assim podem ser mais bem estudadas cientificamente.

  • As perturbações somatoformes, geralmente, não têm uma explicação clara. Os doentes com uma perturbação somatoforme podem ser muito diferentes entre si. Devido a não se saber bem porquê nem como é que as pessoas desenvolvem a sua sintomatologia, não há modelos de tratamento específicos e consensuais.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 79,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Classificação e diagnóstico das doenças mentais
  • Perturbações psicossomáticas
  • Perturbações somatoformes
  • Ansiedade
  • Como a depressão afecta a forma de actuar
  • Depressão e mania
  • Depressão
  • Causas
  • Sintomas
  • Diagnóstico
  • Prognóstico e tratamento
  • Tratamento farmacológico
  • Psicoterapia
  • Terapia electroconvulsivante
  • Mania
  • Sintomas e diagnóstico
  • Tratamento
  • Doença maníaco-depressiva
  • Sintomas e diagnóstico
  • Prognóstico e tratamento
  • Comportamento suicida
  • Epidemiologia
  • Causas
  • Factores de alto risco para consumar o suicídio
  • Métodos
  • Intervenção no suicídio: telefones para urgência
  • Prevenção
  • Tratamento das tentativas de suicídio
  • Impacte do suicídio
  • Alterações do apetite
  • Perturbações sexuais e psicosexuais
  • Perturbações da função sexual
  • Alterações da personalidade
  • Personalidade paranóide
  • Personalidade esquizóide
  • Personalidade esquizotípica
  • Personalidade histriónica
  • Personalidade narcisista
  • Personalidade anti-social
  • Personalidade limite
  • Personalidade esquiva
  • Personalidade dependente
  • Personalidade obsessivo-compulsiva
  • Personalidade passivo-agressiva
  • Diagnóstico
  • Tratamento
  • Possíveis consequências das alterações da personalidade
  • Mecanismos de defesa: modos imaturos de enfrentamento
  • Esquizofrenia e delírio
  • Dependência e toxicomania
  • Fármacos que podem produzir dependência