Curso Online de Assistência à Saúde da Mulher

Curso Online de Assistência à Saúde da Mulher

Este curso aborda temas da saúde da mulher de uma forma didática que irá ajudar os profissionais e estudantes de saúde nas suas práticas ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 15 horas

De: R$ 100,00 Por: R$ 70,00
(Pagamento único)

Mais de 0 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este curso aborda temas da saúde da mulher de uma forma didática que irá ajudar os profissionais e estudantes de saúde nas suas práticas diárias. Além de ser um guia para estudos para provas de faculdades e também concursos públicos.

Graduada em enfermagem. Especializando em Enfermagem do trabalho e em Saúde da Família. Atua na atenção primária da II Geres do Estado de Pernambuco



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • Curso de assistência de enfermagem à saúde da mulher

    Curso de assistência de enfermagem à saúde da mulher

    Danielle Carvalho Monteiro
    Enfermeira
    2019

  • Este curso abrange diversos temas relacionados a saúde da mulher, sendo primordial ao atendimento integral e multiprofissional para todos os pacientes.
    Diante disso, este curso visa otimizar os cuidados dos profissionais da saúde de forma clara e objetiva, afim e facilitar a compreensão do profissional na sua prática. Servindo também de guia para estudantes da área da saúde para sua rotina e também servindo para preparação para diversos concursos.

  • ATENÇÃO AS QUEIXAS GINECOLÓGICAS

    ATENÇÃO AS QUEIXAS GINECOLÓGICAS

    As principais queixas encontradas nas mulheres que são atendidas na atenção básica são:

    1.1 Corrimento Vaginal, Vulvovaginites e Cervicites;
    1.2 Infecção Urinária não Complicada1;
    1.3 Cólica Menstrual
    1.4 Dispareunia e Vaginismo

  • Corrimento Vaginal, Vulvovaginites e Cervicites

    Corrimento Vaginal, Vulvovaginites e Cervicites

    Uma das queixas mais comuns nos acolhimentos prestados ao público feminino se trata do corrimento vaginal que pode estar relacionado a quadros de vulvovaginites e até mesmo de colpites e cervicites.
    As vulvovaginites constituem inflamações nos tecidos da vulva e/ou vagina. Podem ser resultado:
    desequilíbrio da microflora, alterações do pH, exposição a agentes irritativos, condições hormonais, infecções sexualmente transmissíveis e até mesmo situações de violência.

  • colpites ou cervicites- constituem inflamações nos tecidos cérvico-uterinos que podem manifestar-se, também, acompanhados de descarga vaginal anormal.
    Sinais de alerta (no final desta página) que podem indicar condições mais graves, tais como complicações da doença inflamatória pélvica, infecções no ciclo gravídico-puerperal e até mesmo processos neoplásicos.

  • Entrevista do profissional

    Entrevista do profissional

    Questionem:

    Fluxo vaginal;
    quantidade,
    coloração,
    aspecto,
    odor,
    fatores desencadeantes ou associados;

  • Sintomas associados:

    prurido,
    irritação vulvar,
    sangramento ou exacerbação do odor após relação sexual,
    presença de dispareunia e/ou sinusiorragia

  • Antecedentes clínicos/ginecológicos:

    Antecedentes clínicos/ginecológicos:

    uso de antibiótico de amplo espectro;
    Diabetes,
    gravidez interrogada ou confirmada;
    Abortamento ou parto recentes;

  • Fatores de risco para infecção cervical:

    uso irregular de preservativo,
    múltiplas parcerias, nova parceria, parcerias com infecções sexualmente transmissíveis (ISTs);
    Período de início dos sintomas;
    Pergunte sobre as vacinas;
    Se já teve consulta com o dentista para atendimento integral

  • Exame Físico

    Exame Físico

    Exame do abdome:

    sinais de peritonite,
    massa abdominal,
    dor à palpação de hipogástrio;

    Exame dos genitais externos;

  • Exame Físico

    Exame Físico

    Exame especular:
    observar características do colo/sinais de cervicite (presença de mucopus, friabilidade, dor à mobilização do colo).

    Toque vaginal:
    dor à mobilização do colo (sugestivo de cervicite);
    dor à mobilização do útero e anexos (sugestivo de DIP ou sinais de endometrite/pelveperitonite secundária a aborto/parto)


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 70,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Curso de assistência de enfermagem à saúde da mulher
  • ATENÇÃO AS QUEIXAS GINECOLÓGICAS
  • Corrimento Vaginal, Vulvovaginites e Cervicites
  • Entrevista do profissional
  • Antecedentes clínicos/ginecológicos:
  • Exame Físico
  • Sinais de alerta
  • Síntese de Tratamento de Corrimento Vaginal ou Cervicites
  • Vaginose bacteriana
  • Vaginose Citolítica
  • Conduta do enfermeiro
  • Infecção urinária
  • Tratamento da Dificuldade Urinária não Complicada em Mulheres Tratamento da Dificuldade Urinária não Complicada em Mulheres
  • Cólica Menstrual
  • Dispareunia e Vaginismo
  • PLANEJAMENTO REPRODUTIVO E FAMILIAR
  • Métodos Contraceptivos
  • Dispositivo intrauterino (DIU)
  • Injeção de progestágeno (trimestral) Acetato de medroxiprogesterona 150 mg
  • PREVENÇÃO DE CÂNCER DE COLO DO ÚTERO
  • PREVENÇÃO DO CÂNCER DE MAMA
  • O rastreamento do câncer de mama no Brasil é realizado por meio da mamografia bianual para mulheres entre 50 e 69 anos.
  • Ações Mediante a Presença ou Relato de Sinais ou Sintomas
  • Fatores de risco indicativos de encaminhamento ao pré-natal de alto risco
  • Sinais indicativos de encaminhamento à urgência/emergência obstétrica
  • Roteiro das Consultas
  • Síntese de Condutas Conforme o Trimestre de Gestação
  • 2º TRIMESTRE
  • 3º TRIMESTRE
  • Exame Clinico Obstétrico - Sentido Cefalocaudal
  • AFERIÇÃO DE SINAIS VITAIS E ANTROPOMETRIA INSPEÇÃO CABEÇA E PESCOÇO
  • AUSCULTA CARDÍACA
  • AUSCULTA PULMONAR
  • AVALIAÇÃO DO ABDOMEN MENSURAÇÃO DA ALTURA UTERINA
  • PALPAÇÃO
  • AUSCULTA FETAL
  • AVALIAÇÃO DA DINÂMICA UTERINA
  • GIORDANO
  • AVALIAÇÃO PÉLVICA
  • TOQUE VAGINAL (Quando necessário)
  • MEMBROS SUPERIORES / INFERIORES E PÉS
  • Imunizações: Abordagem Oportunística no Atendimento à Mulher
  • Exames Laboratoriais no Pré-Natal e Interpretação
  • 2º trimestre
  • Hemograma
  • Urina tipo I(Sumário de urina - SU, EQU)+ Urocultura + TSA(ANTIBIOGRAMA)
  • Glicemia de Jejum
  • Teste de Tolerância para Glicose com 75g,
  • Teste rápido para triagem da Sífilis e/ou VDRL/RPR
  • Teste rápido para diagnóstico Anti HIV e/ou Anti HIV
  • Toxoplasmose IgG e IgM
  • Teste rápido ou sorologia para hepatite B (HbsAg)
  • Anti HCV
  • Tipagem Sanguínea e Fator Rh
  • Coombs Indireto
  • Ultrassonografia
  • Modificações e desconfortos mais frequentes na gestação
  • Desmaios/tonturas/fraquezas
  • Orientações/Prescrições de Enfermagem
  • Sonolência
  • Insônia
  • Náuseas/vômitos
  • Queixas urinárias
  • Dor abdominal/cólica
  • Edema
  • Pirose/azia
  • Dor lombar e dor na região pélvica
  • Cãibras
  • Constipação intestinal e flatulências
  • Sialorreia
  • Hiperpigmentação da pele
  • Dispneia
  • Hemorroidas
  • Leucorreia
  • Epistaxe: sangramento nasal
  • Síndrome do Túnel Carpeano
  • Estrias
  • Sangramento nas Gengivas