Curso Online de Cursos de curativos e cuidados com feridas

Curso Online de Cursos de curativos e cuidados com feridas

o cursos de curativos e cuidados com feridas foi elaborado em base científica de acordo com as técnicas e procedimentos empregados para o...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

o cursos de curativos e cuidados com feridas foi elaborado em base científica de acordo com as técnicas e procedimentos empregados para o tratamento de feridas.


  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Curativos e cuidados com feridas

    Curativos e cuidados com feridas

    Instrutor Marcelo Mendes

  • Considerações importantes:

    Considerações importantes:

    Os objetivos do curativo são a proteção da ferida, prevenção de infecção em caso de fechamento por segunda intenção ou uso de dreno e facilitação do processo de cicatrização.
    O Tratamento de feridas se refere a proteção de lesões contra a ação de agentes externos físicos, mecânicos ou biológicos, tendo com objetivo reduzir, prevenir e/ou minimizar os riscos de complicações decorrentes .

  • Deve ser feita uma limpeza da pele adjacente à ferida, utilizando uma solução que contenha sabão, para desengordurar a área, o que removerá alguns patógenos e vai também melhorar a fixação do curativo à pele. A limpeza deve ser feita da área menos contaminada para a área mais contaminada, evitando-se movimentos de vaivém Nas feridas cirúrgicas, a área mais contaminada é a pele localizada ao redor da ferida, enquanto que nas feridas infectadas a área mais contaminada é a do interior da ferida.

  • Deve-se remover as crostas e os detritos com cuidado; lavar a ferida com soro fisiológico em jato, ou com PVPI aquoso (em feridas infectadas, quando houver sujidade e no local de inserção dos cateteres centrais); por fim fixar o curativo com atadura ou esparadrapo.

  • Em certos locais o esparadrapo não deve ser utilizado, devido à motilidade (articulações), presença de pêlos (couro cabeludo) ou secreções. Nesses locais deve-se utilizar ataduras. Esta vede ser colocada de maneira que não afrouxe nem comprima em demasia. O enfaixamento dos membros deve iniciar-se da região dista para a proximal e não deve trazer nenhum tipo de desconforto ao paciente.

  • O esparadrapo deve ser inicialmente colocado sobre o centro do curativo e, então, pressionando suavemente para baixo em ambas as direções. Com isso evita-se o tracionamento excessivo da pele e futuras lesões.

  • CLASSIFICAÇÃO DAS FERIDAS

    CLASSIFICAÇÃO DAS FERIDAS

    Classificação quanto às causas:
    Feridas Cirúrgicas: são provocadas intencionalmente e se dividem em:
    Incisa: onde não há perda de tecido e as bordas são geralmente fechadas por sutura;
    •Por excisão: onde há remoção de uma área de pele, ex: área doadora de enxerto.
    Por Cirurgia e procedimentos terapêutico-diagnósticos (cateterismo cardíaco, punção de subclávia, biópsia, etc.)

  • Feridas Traumáticas: são aquelas provocadas acidentalmente por agentes:
    Mecânico (contenção, perfuração, corte); 6
    Químico (por iodo, cosméticos, ácido sulfúrico, etc.);
    Físico (frio, calor, radiação).

  • Feridas Ulcerativas: são lesões escavadas, circunscritas na pele, formadas pela
    morte e expulsão do tecido, resultantes de traumatismo ou doenças relacionadas com o
    impedimento do suprimento sanguíneo.
    O Termo úlcera de pele representa uma categoria de ferimento que inclui úlceras de
    decúbito, assim como de estase venosa , arteriais e ulceras diabéticas.

  • Classificação quanto ao conteúdo microbiano:
    Limpa: condições assépticas sem microorganismo;
    Limpas – contaminadas: lesão inferior a 6 horas entre o trauma e o atendimento,
    sem contaminação significativa;
    2.3. Contaminadas: lesão ocorrida com tempo maior que 6 horas (trauma e atendimento)
    sem sinal de infecção;
    2.4. Infectadas: presença de agente infeccioso no local e lesão com evidência de intensa
    reação inflamatória e destruição de tecidos podendo haver pus

  • Classificação quanto ao Tipo de Cicatrização:
    Feridas de cicatrização de primeira intenção: não há perda de tecidos, as bordas da pele ficam justapostas. Este é o objetivo das feridas fechadas cirurgicamente com requisitos de assepsia e sutura das bordas.
    3Feridas de cicatrização por segunda intenção: houve perda de tecidos e as bordas da pele ficam distantes. A cicatrização é mais lenta do que primeira intenção.
    Feridas de cicatrização por terceira intenção: é corrigida cirurgicamente após a formação de tecido de granulação, a fim de que apresente melhores resultados funcionais e estéticos.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Curativos e cuidados com feridas
  • Considerações importantes:
  • CLASSIFICAÇÃO DAS FERIDAS
  • FATORES DE RISCO PARA INFECÇÃO
  • CARACTERÍSTICAS DE UM CURATIVO IDEAL:
  • CURATIVO LIMPO
  • CURATIVO COM DRENO
  • CURATIVO CONTAMINADO
  • PROCEDIMENTO:
  • Processo de cicatrização
  • Referências bibliográficas