Curso Online de Fisioterapia em Urgência e Emergência
5 estrelas 2 alunos avaliaram

Curso Online de Fisioterapia em Urgência e Emergência

A fisioterapia é uma ciência da saúde que está cada vez mais ganhando mais espaço e respeito em diversos setores. Na urgência e emergênci...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

A fisioterapia é uma ciência da saúde que está cada vez mais ganhando mais espaço e respeito em diversos setores. Na urgência e emergência o fisioterapeuta já uma realidade e uma figura essencial.
Objetivo desse curso é capacitar o fisioterapeuta a atuar de forma dinâmica no setor de urgência e emergência na área hospitalar.

- Donizete Almeida Barbosa

- Angela Machado Fernandes

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Fisioterapia em Urgência e Emergência

    Fisioterapia em Urgência e Emergência

    Dannyel Quezado Freire

  • Urgência

    Emergência

  • Urgência

    ocorrência imprevista de agravo à saúde com ou sem risco potencial de vida, cujo portador necessita de assistência médica imediata.

    Exemplos de urgência: Fratura, dores abdominais, colicas renais, palpitações etc...

  • Emergência

    Constatação médica de condições de agravo à saúde que impliquem em risco iminente de vida ou sofrimento intenso, exigindo, portanto, tratamento médico imediato.

    Exemplos de Emergência: Parada cardio-respiratória, hemorragias volumosas, infartos, crises convulsivas etc...

  • Atuação do Fisioterapeuta na Urgência e Emergência

    Atuação do Fisioterapeuta na Urgência e Emergência

    DPOC Exacerbada com uso de VNI

    Politraumatismo com escore de 12 na Escala de Glasgow com uso de VNI

    Politraumatismo com escore de 10 na Escala de Glasgow na Intubação

    Parada Cardio-respiratória na assistência a ventilação

  • VENTILAÇÃO NÃO INVASIVA
    X
    VENTILAÇÃO INVASIVA

  • Ventilação Não Invasiva

    Ventilação Não Invasiva

    É definida como uma técnica de ventilação na qual não é empregado qualquer tipo de prótese traqueal, tubo orotraqueal, nasotraqueal ou cânula de traqueostomia, sendo a conexão entre o ventilador e a via aérea feita por meio de uma máscara que pode ser facial ou nasal. O conceito envolvido nesta modalidade consiste em empurrar o ar nas vias aéreas por meio de uma máscara (facial ou nasal), dentro de um circuito fechado; ou seja, alterando o princípio fisiológico da ventilação de pressão negativa para positiva.

  • Ventilação Não Invasiva

    Ventilação Não Invasiva

    Objetivos:

    Reduzir o trabalho respiratório

    Melhorar a troca gasosa

    Evitar a necessidade de intubação

    Reduzir a mortalidade e pneumonia associado a ventilação mecânica

    Reduzir tempo de ventilação mecânica invasiva

    Reduzir tempo de permanência na UTI • Reduzir tempo de permanência no hospital.

  • Ventilação Não Invasiva

    Ventilação Não Invasiva

    Recomendações

    Exacerbação da DPOC

    Edema Agudo de Pulmão Cardiogênico

    Isuficiência Respiratória Hipoxêmica

    Exacerbação da Asma

    Período Pós-operatório para tratamento da IrpA

    Pós transplante e Pós-ressecção pulmonar

  • Ventilação Não Invasiva

    Ventilação Não Invasiva

    Seleção de pacientes para VNI requer uma análise cuidadosa de suas indicações e contra indicações.

    Indicação: Em pacientes com sinais clínicos e funcionais de insuficiência respiratória.

    Contra-Indicações absolutas:

    Cirurgia, Trauma e/ou queimadura de face;
    Incapacidade de eliminar secreções ou produção copiosa de secreção pulmonar com necessidade de aspirações frequentes;
    Sangramento digestivo alto ou sangramento Via Aérea Superior
    Instabilidade hemodinâmica
    Arritmias cardíacas com repercussão hemodinamica ou sinais eletrocardiograficos de isquemia cardíaca

  • Ventilação Não Invasiva

    Ventilação Não Invasiva

    Contra-Indicações Relativas:

    Pós-operatório de cirurgia abdominal alta (esófago e estômago);

    Gestação;

    Agitação psicomotora;

    Necessidade de uso de sedativos endovenosos contínuos.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Fisioterapia em Urgência e Emergência
  • Atuação do Fisioterapeuta na Urgência e Emergência
  • Ventilação Não Invasiva
  • Ventilação Mecânica Invasiva
  • Ventiladores Mecânicos
  • Ventilador Mecânico
  • Parada Cardiorrespiratória
  • Ressuscitação Cardiorrespiratória
  • DPOC
  • DPOC Exacerbada
  • Politraumatismo
  • Cursos Recomendados