Curso Online de FIBROMIALGIA E DOR-MIOFASCIAL

Curso Online de FIBROMIALGIA E DOR-MIOFASCIAL

A síndrome da fibromialgia (FM) é uma síndrome clínica que se manifesta com dor no corpo todo, principalmente na musculatura. Junto com a...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 8 horas


Por: R$ 29,90
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

A síndrome da fibromialgia (FM) é uma síndrome clínica que se manifesta com dor no corpo todo, principalmente na musculatura. Junto com a dor, a fibromialgia cursa com sintomas de fadiga (cansaço), sono não reparador (a pessoa acorda cansada) e outros sintomas como alterações de memória e atenção, ansiedade, depressão e alterações intestinais. Uma característica da pessoa com FM é a grande sensibilidade ao toque e à compressão da musculatura pelo examinador ou por outras pessoas.

A fibromialgia é um problema bastante comum, visto em pelo menos em 5% dos pacientes que vão a um consultório de Clínica Médica e em 10 a 15% dos pacientes que vão a um consultório de Reumatologia.

De cada 10 pacientes com fibromialgia, sete a nove são mulheres. Não se sabe a razão porque isto acontece. Não parece haver uma relação com hormônios, pois a fibromialgia afeta as mulheres tanto antes quanto depois da menopausa. Talvez os critérios utilizados hoje no diagnóstico da FM tendam a incluir mais mulheres. A idade de aparecimento da fibromialgia é geralmente entre os 30 e 60 anos. Porém, existem casos em pessoas mais velhas e também em crianças e adolescentes.

O diagnóstico da fibromialgia é clínico, isto é, não se necessitam de exames para comprovar que ela está presente. Se o médico fizer uma boa entrevista clínica, pode fazer o diagnóstico de fibromialgia na primeira consulta e descartar outros problemas.

*Terapeuta naturalista e massagista. *Técnico em medicina chinesa, *Técnico em medicina ayurveda *Técnico em medicina e tibetana *Consultor programação neurolinguística. *Consultor inteligência emocional aplicada em sala de aula. *Técnico em leitura dinâmica, mapas mentais e aprendizagem acelerada. *Formado em química / biologia



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • Professor Sérgyo Costa

  • FIBROMIALGIACONCEITO

    É UMA CONDIÇÃO CRÔNICA, DE DOR MUSCULAR DIFUSA, FREQUENTEMENTE
    ASSOCIADA A:

    QUEIXAS DE FADIGA
    DISTURBIOS DO SONO
    BAIXA TOLERÂNCIA A EX. FÍSICOS

  • OUTRAS DENOMINAÇÕES

    REUMATISMO PSICOGÊNICO
    FIBROSITE
    SINDROME DE FADIGA CRÔNICA
    MIOALGOENCEFALITE
    ETC.

  • EPIDEMIOLOGIA

    PREVALÊNCIA ENTRE 0,66 % A 4,4 % EM TODOS OS GRUPOS ÉTNICOS ( ESTUDOS DA POPULAÇÃO MUNDIAL)
    ENTRE MULHERES A PREVALÊNCIA É DE 2 % A 11 %
    EM MULHERES COM MENOS DE 25 ANOS, A PREVALÊNCIA É = AO SEXO MASCULINO (1%)
    NO BRASIL ACOMETE ENTRE 2,5 A 4,4 % DA POPULAÇÃO
    PODE ESTAR PRESENTE ENTRE CRIANÇAS E ADOLESCENTES (ENTRE 1,2 A 6,2 %) SEM # ENTRE SEXOS
    COINCIDENCIA DE 71% COM FIBROMIALGIA MATERNA
    É UMA CONDIÇÃO ASSOC A SEDENTARISMO (ATLETAS TEM PREVALÊNCIA DE 0,15 %)

  • ETIOLOGIA - FISIOPATOLOGIA

    DESCONHECIDA E MULTIFATORIAL :
    HÁ AMPLIAÇÃO DA SENSIBILIDADE A ESTÍMULOS PERIFÉRICOS
    ENVOLVIMENTO DO SNC: HUMOR E SONO PREJUDICADOS
    STRESS CRÔNICO, FATORES FÍSICOS, FATORES EMOCIONAIS, AGEM COMO FATORES PREDISPONENTES, DESENCADEADORES OU PERPETUANTES.
    ALTERAÇÕES DO EIXO HHA (HIPOTÁLAMO-HIPÓFISE- ADRENAL), BEM COMO DO SNA (SIST. NERV. AUTÔNOMO)
    HÁ DIMINUIÇÃO DA SEROTONINA NO SORO E LIQUOR.
    A SEROTONINA É RESPONSÁVEL PELO HUMOR, FASE III E IV DO SONO NÃO REM (NREM), E NO LIMIAR DA DOR.
    HÁ DIMINUIÇÃO DA ADRENALINA NO LIQUOR. (AMBAS, SEROTONINA E ADRENALINA, SÃO ANTINOCEPTIVAS DAS VIAS DESCENDENTES SUPRAMEDULARES.

  • ETIOLOGIA -FISIOPATOLOGIA (CONT.)

    SUBS. P (ALGOGÊNICA) ESTÃO AUMENTADOS NO LIQUOR, CERCA DE 3 A 4 X O NORMAL.
    O EIXO HIPOT-HIPÓF-ADRENAL PERMANENTEMENTE ATIVADO DEVIDO A CRONICIDADE DA PERCEPÇÃO DOLOROSA (ANORMALIDADE NOS MEC. NOCICEPTIVOS DO SNC, MANTÉM O CRH (HORMONIO LIBERADOR DA CORTICOTROFINA) AUMENTADO ELEVANDO CORTISOL PLASMÁTICO NO INICIO. COM DIMINUIÇÃO POSTERIOR.
    DIMINUIÇÃO DO FLUXO SANGUINEO CEREBRAL DE ÁREAS LIGADAS AO CONTROLE DA DOR (TÁLAMO, N. CAUDADO, E TETO PONTINO, PODEM COLABORAR COM A PERCEPÇÃO AUMENTADA DO ESTIMULO ÁLGICO.
    ALTERAÇÕES DA FREQ.CARDÍACA DE REPOUSO, HIPOTENSÃO ORTOSTÃTICA, E DIMINUIÇÃO DA VARIABILIADE DA FREQUENCIA CARDÍACA, INDICAM ALTERAÇÕES NO SNA.

  • Técnicas imuno-histoquimicas revelam atrofia fibra muscular tipo ii, fibras reticulares, edema focal,aumento do conteúdo lipídico e do nº de mitocondrias. (mesmas alterações em individuos descondicionados ou em inatividade fisica).

    Estas alterações seriam por diminuição da microcirculação local, levando a uma hipóxia das fibras musculares, culminando coma diminuição do teor energético da fibra muscular.

  • Aspectos clínicos e diagnósticos

    ACR (American College of Rheumatology)
    definiu os critérios para classificação da fibromialgia:

    Presença de dor difusa pelo corpo (acima e abaixo da cintura)
    Do lado direito e lado esquerdo do corpo
    Por mais de 3 meses
    Detecção de no mínimo 11 pontos dolorosos (tender points) a palpação, dentro dos 18 pontos preestabelecidos.

    No BRASIL, Haun et al., demonstraram que a combinação de dor
    generalizada, e o achado de 9 dentre os 18 pontos, resultaram em
    uma sensibilidade de 93 % e especificidade de 92 %, resultando em
    uma acurácia de 92 % para o diag. da síndrome fibromiálgica.

  • Um achado típico no exame físico é o padrão postural flexor- típico (lembrando que 12 dos 18 pontos dolorosos, estão em músculos eretores e 2 em articulação condro-esternal. (Portanto, estruturas sobrecarregadas na posição de flexão)
    Estudos com ENMG, revelam maior tensão entre músculos posturais (trapézio e supra-espinhal) e menor resposta a atividades dinâmicas, quando comparados a individuos sem dor.

  • Sintomas Associados

    Parestesias
    Sensação subjetivas de edema em extremidades
    Sensação de desmaios iminentes
    Tontura
    Cefaléias (tensional e enxaquecosa)
    Palpitações
    Ansiedade
    Humor depressivo
    Irritabilidade
    Déficit de memória, de atenção, raciocínio,
    Dor precordial atípica
    Bruxismo

  • Sintomas associados (cont.)

    Trismo (com disfuncão da ATM)
    Dor abdominal (colon irritavel)
    Dor pélvica
    Sintomas urinários (polaquiúria, urgência miccional,sugestivos de sindrome uretral feminina ou cistite intersticial)


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 29,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • FIBROMIALGIA CONCEITO
  • OUTRAS DENOMINAÇÕES
  • EPIDEMIOLOGIA
  • ETIOLOGIA - FISIOPATOLOGIA
  • ETIOLOGIA -FISIOPATOLOGIA (CONT.)
  • Aspectos clínicos e diagnósticos
  • Sintomas Associados
  • Sintomas associados (cont.)
  • ALERTA PARA COMORBIDADES NO PACIENTE FIBROMIÁLGICO
  • DISTÚRBIOS DO SONO
  • OUTRAS CONSIDERAÇÕES
  • TRATAMENTO
  • TRATAMENTO MEDICAMENTOSO
  • ANTIDEPRESSIVOS
  • RELAXANTES MUSCULARES
  • HIPNÓTICOS
  • HIPNÓTICOS (CONT.)
  • ANTICONVULSIONANTES
  • TRATAMENTO NÃO MEDICAMENTOSO
  • EXERCÍCIOS FÍSICOS
  • EXERCICIOS FISICOS (CONT.)
  • TRATAMENTO NÃO MEDICAMENTOSO ?NÃO CONVENCIONAIS?
  • ACUPUNTURA
  • MASSOTERAPIA
  • OUTROS FATORES
  • OUTRAS RECOMENDAÇÕES
  • DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL
  • TABELAS E GRÁFICOS
  • Fisiopatologia
  • Fisiopatologia gráficos
  • Fisiopatologia- dor músculo- esquelética
  • Síndrome dolorosa miofascial
  • Trigger Points (TP)
  • Ponto Ashi
  • Palpação
  • Cabeça e pescoço
  • Ombro, tórax e braço
  • Antebraço e mão
  • Pelve, glúteo e coxa
  • Infiltração
  • Dor referida
  • Fibromialgia