Curso Online de Reciclagem NR 10
4 estrelas 9 alunos avaliaram

Curso Online de Reciclagem NR 10

O objetivo deste curso é atender as exigências do novo texto da Norma Regulamentadora nº 10 ? Segurança em Instalações e Serviços em Elet...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 25,00
(Pagamento único)

Mais de 550 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

O objetivo deste curso é atender as exigências do novo texto da Norma Regulamentadora nº 10 ? Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade. Conforme a NR-10

Cursos de Segurança do Trabalho a Distância. Sou formada em Engenheira Segurança do Trabalho e com Pós-Graduação Gestão Ambiental. Atuamos nas áreas de saúde, prevenção, segurança do trabalho, combate a incêndios, iniciação profissional, logística, trânsito, e meio ambiente. Cursos para proporcionar conhecimento e aprendizado de qualidade e a preços acessíveis a todos!!!


- Anderson Espindola Mattos

- Renan Barbosa Veloso

- Edinaldo Guedes Araújo

- Paulo Junior Melo Da Silva

- Alexandre Benedito De Aquino

- Jussiê De Paula Mendes

- Felipe Augusto Andrade

- Marcos Antonio Da Silva

- Thiago Alves Leme

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • CURSO DE RECICLAGEM
    NR-10

    HIGIENE E SEGURANÇA DO TRABALHO

    SEGURANÇA NA OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DE APARELHOS E INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

  • Prevenir os riscos profissionais é uma questão que interessa a todos, independentemente do trabalho desempenhado por cada um.

    A colaboração de todos os trabalhadores nas atividades de prevenção é fundamental para se conseguirem condições de trabalho idôneas.
    Os acidentes não são resultado do acaso, mas sim de causas naturais e previsíveis. Não acontecerão tantos acidentes se formos capazes de identificar e eliminar essas causas.
    A maior parte das doenças profissionais poderiam ser evitadas se os processos produtivos fossem modificados a tempo e se fossem tomadas medidas oportunas para controlar os riscos (fenômenos perigosos) que as originam.

    Para evitar estas situações nas empresas, na medida do possível, dever-se-iam planejar adequadamente as ações de prevenção e organizar uma infra-estrutura que permitisse responder a estes casos com a maior eficácia possível, realizando cursos e obtendo um maior número de informações a respeito para, na medida do possível participar ativamente na proteção da saúde dos seus companheiros de trabalho.

  • Além disso, com a realizações de cursos de instrução e informação, o trabalhador acaba tendo as vantagens:

    • Poderá conhecer os conceitos básicos utilizados na Prevenção de Riscos Profissionais;

    • Poderá manusear a documentação básica, que se utilizar na empresa, relacionada diretamente com a Prevenção de riscos (participação de acidentes, manuais de segurança, resultados das avaliações, etc.);

    • Conhecerá os diferentes organismos a que se pode dirigir para obter informação e auxílio em matéria de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho, etc.

  • Tudo isto irá ajudá-lo a desempenhar corretamente as funções que, como TRABALHADOR DESIGNADO, deverá realizar na empresa. Estas relacionam-se com: - Promover comportamentos seguros e a correta utilização dos equipamentos de trabalho e proteção, e fomentar o interesse e a cooperação dos trabalhadores na ação preventiva. - Promover, em particular, as atuações de Prevenção básicas, tais como a ordem, a limpeza, a sinalização e a manutenção geral, e garantir a sua continuação e controlo. - Realizar avaliações elementares de riscos e, para cada caso, estabelecer medidas de Prevenção compatíveis com o seu grau de formação.

    Tudo isto irá ajudá-lo a desempenhar corretamente as funções que, como TRABALHADOR DESIGNADO, deverá realizar na empresa. Estas relacionam-se com: - Promover comportamentos seguros e a correta utilização dos equipamentos de trabalho e proteção, e fomentar o interesse e a cooperação dos trabalhadores na ação preventiva. - Promover, em particular, as atuações de Prevenção básicas, tais como a ordem, a limpeza, a sinalização e a manutenção geral, e garantir a sua continuação e controlo. - Realizar avaliações elementares de riscos e, para cada caso, estabelecer medidas de Prevenção compatíveis com o seu grau de formação.

  • - Colaborar na avaliação e controle de riscos gerais e específicos da empresa efetuando visitas para esse efeito, dando atenção às queixas e sugestões, registrando a informação e outras funções análogas que sejam necessárias. - Atuar em caso de emergência e primeiros socorros gerindo as primeiras intervenções para esse efeito. - Cooperar com os serviços de Prevenção que se adaptem a cada caso.

    - Colaborar na avaliação e controle de riscos gerais e específicos da empresa efetuando visitas para esse efeito, dando atenção às queixas e sugestões, registrando a informação e outras funções análogas que sejam necessárias. - Atuar em caso de emergência e primeiros socorros gerindo as primeiras intervenções para esse efeito. - Cooperar com os serviços de Prevenção que se adaptem a cada caso.

  • INTRODUÇÃO AOS RISCOS DE ELETRICIDADE

    INTRODUÇÃO AOS RISCOS DE ELETRICIDADE

    A ELETRICIDADE

    A eletricidade é um dos tipos de energia mais utilizados, proporcionando ajuda e comodidade à maioria das atividades do ser humano, mas apresenta riscos sérios que é necessário conhecer e prever.

    TIPOS DE CONTATO COM A ELETRICIDADE

    Contato direto: É o que se produz com as partes ativas da instalação.

    Contacto indireto: é o que se produz com massas em tensão.

  • Para evitar os contatos diretos, é necessário:

    • Afastar os cabos e as ligações dos locais de trabalho e de passagem;
    • Interpor ou colocar obstáculos para proteção;
    • Cobrir as partes em tensão com material isolador;
    • Utilizar tensões inferiores a 25 volts;

    Para evitar os contatos indiretos, existem os seguintes meios de proteção:

    • A ligação à terra;
    • O disjuntor diferencial;

    Quando se produz um contacto elétrico indireto, a ligação à terra desvia uma grande parte da corrente elétrica que, de outro modo, passaria através do corpo do trabalhador.

    Mas ATENÇÃO! Nem todas as ligações à terra se encontram em bom estado. É necessário verificar se estão bem efetuadas e cuidadas pelo técnico especializado.

    O disjuntor diferencial é um aparelho de grande precisão que corta a corrente quase instantaneamente, assim que se produz uma corrente de defeito..

  • MEDIDAS DE PREVENÇÃO BÁSICAS

    MEDIDAS DE PREVENÇÃO BÁSICAS

    • Não realize trabalhos de eletricidade se não estiver devidamente habilitado e
    autorizado a fazê-lo.

    • Tenha cuidado com os fios elétricos. Mantenha a distância de segurança.

    • Utilize equipamentos e meios de proteção individual certificados.

    • Nos locais molhados ou metálicos, utilize apenas aparelhos elétricos portáteis com tensão reduzida de segurança (24 V).

  • Certifique-se de que o seu meio ambiente de trabalho é seguro.

    Instalações elétricas só podem ser feitas e mantidas por trabalhador qualificado com a supervisão de profissional legalmente habilitado. Em todos os ramais para a ligação de equipamentos elétricos devem ser instalados disjuntores ou chaves magnéticas independentes, que possam ser acionados com facilidade e segurança.

  • FERRAMENTAS ELÉTRICAS

    FERRAMENTAS ELÉTRICAS

    • Os cabos de alimentação devem ter um isolamento seguro e sem deteriorações.
    • Todas as ligações devem ser feitos através de conectores normalizados
    • Todas as ferramentas elétricas manuais devem ser protegidas durante a sua utilização: por baixa tensão de segurança (24 V), disjuntores de alta sensibilidade (30 mA), instalação de ligações à terra, isolamento duplo.
    • Deve comprovar-se periodicamente se as proteções encontram-se em boas condições de funcionamento.
    • Devem ser desligadas depois de utilizadas ou quando se faz uma pausa no trabalho.
    • Não se deve puxar pelo cabo de utilização, para desligar a ferramenta da tomada.

  • FERRAMENTAS ELÉTRICAS

    FERRAMENTAS ELÉTRICAS

    Em regra, deve comprovar-se que...

    • Os conectores, as fichas, os interruptores automáticos e os fusíveis são os adequados.
    • É impedido o acesso aos elementos que se encontram sob tensão, mantendo
    fechados os respectivos invólucros, se possível com chave, a qual deverá ser guardada pela pessoa responsável.
    • Os interruptores de alimentação estão acessíveis e todos sabem como utilizá-los em
    casos de emergência.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 25,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • HIGIENE E SEGURANÇA DO TRABALHO
  • SEGURANÇA NA OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DE APARELHOS E INSTALAÇÕES ELÉTRICAS
  • A ELETRICIDADE
  • INTRODUÇÃO AOS RISCOS DE ELETRICIDADE
  • MEDIDAS DE PREVENÇÃO BÁSICAS
  • CHOQUE ELÉTRICO PRIMEIROS SOCORROS
  • NORMA REGULAMENTADORA - NR 10
  • MEDIDAS DE PROTEÇÃO COLETIVA
  • FERRAMENTAS ELÉTRIC