Curso Online de MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS (MIP) EM CANA-DE-AÇÚCAR
5 estrelas 2 alunos avaliaram

Curso Online de MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS (MIP) EM CANA-DE-AÇÚCAR

Este curso oferece conhecimentos sobre o Manejo Integrado de Pragas (MIP) na cultura da Cana-de-açúcar, seus benefícios, como é feita a a...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 6 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Mais de 10 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este curso oferece conhecimentos sobre o Manejo Integrado de Pragas (MIP) na cultura da Cana-de-açúcar, seus benefícios, como é feita a amostragem das pragas e monitoramento e quais as medidas de controle adotadas no MIP, além de trazer alguns exemplos práticos de amostragem em algumas culturas, além de conceitos teóricos de MIP.

Engenheiro Agrônomo e Mestrando em Agronomia pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Editor e revisor do Blog PlantasMedicinaissite, Competências acadêmicas e conhecimentos na área de Produção agrícola sustentável e orgânica, com ênfase em extensão rural, Educação Ambiental, Produção Agrícola e Medicinal.


- Fátima Regina Araujo Américo

- Wigor Do Carmo De Oliveira

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS EM
    CANA-DE-AÇÚCAR

    Engenheiro Agrônomo Jean Tides

  • O Brasil hoje é o maior produtor de Cana- de- açúcar (Saccharum spp.) no mundo. Uma cultura de grande importância econômica e social. O Paraná ocupa o 4º lugar como maior produtor no país, pouco mais de 43.000.000 toneladas do vegetal, com 586.423 hectares de área plantada (safra 2010/11), perdendo para São Paulo, Minas Gerais e Goiás (ALCOPAR, 2012). Representando cerca de 7,0% da produção nacional (IBGE, 2012).
    A Cana- de -açúcar, pertencente á família Poaceae, também representada pelo milho, sorgo, e outras gramíneas, monocotiledonêa, com características morfológicas de crescimento do caule em colmos, perfilhamento do tipo touceira ou capacho, abundante e metabolismo fotossintético do tipo C4, tornando-a eficiente na conversão de energia solar em química, sua maturação acontece da base para o ápice, seu desenvolvimento pode ser influenciado por diversos fatores como solo, condições climáticas, mudas e data de plantio. Graças a alta capacidade de armazenamento de sacarose nos colmos, a cana-de-açúcar, que é utilizada como matéria prima dirigida principalmente á fabricação de álcool e açúcar, tem ganhado crescimento expressivo nos últimos anos no estado do Paraná.
    Tides, 2012.

    introdução

  • A Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) define Manejo Integrado de Pragas (MIP) como o sistema de manejo de pragas que associa o ambiente e a dinâmica populacional da espécie, utiliza todas as técnicas apropriadas e métodos de forma tão compatível quanto possível e mantém a população da praga em níveis abaixo daqueles capazes de causar dano econômico.
    O MIP tem como ferramentas de trabalho, basicamente, o monitoramento da população de insetos, pragas e doenças; o controle biológico de pragas com o intuito de favorecer o aparecimento de inimigos naturais; utilização de controle químico somente quando o ataque à lavoura atinge o nível de dano econômico, ou seja, para um inseto ser chamado de praga é necessário que haja prejuízo para a lavoura.
    No Brasil, o MIP é mais difundido em cultivos de frutas, como banana, goiaba, citros e manga para exportação, pois a técnica é uma das exigências de boas práticas agrícolas dos países desenvolvidos.
    Atualmente, o controle biológico de alguns insetos considerados pragas tem sido utilizado para o cultivo da cana-de-açúcar, sendo que o emprego desta técnica tende a aumentar, já que com o corte da cana verde ocorre o aumento da infestação de insetos no solo, como a cigarrinha-da-raiz.

    introdução

    Antonio Dias Santiago e Raffaella Rossetto

  • Manejo Integrado de Pragas

    Cana-de-Açúcar

  • M.I.P

    M.I.P

    -É responsabilidade do técnico responsável, Eng. Agrônomo ou Téc. Agrícola, sempre que possível, privilegiar os métodos de controle culturais, biológicos e de menor impacto ao ambiente, dentro do curto benefício satisfatório ao produtor rural.
    -Um organismo só é considerado praga quando causa danos econômicos.

  • M.I.P.

    M.I.P.

    “É um sistema de controle de pragas que procura preservar e aumentar os fatores de mortalidade natural das pragas pelo uso integrado dos métodos de controle selecionados com base em parâmetros técnicos, econômicos, ecológicos e sociológicos. Este sistema também é conhecido como manejo ecológico de pragas (MEP) e manejo agroecológico de pragas (MAP).”
    Marcelo Coutinho Picanço

  • CONCEITOS DE M.I.P.

    CONCEITOS DE M.I.P.

    Praga direta: Ataca diretamente a parte comercializada. Exemplo: Broca pequena do tomateiro (Neoleucinodes elegantalis) que ataca os frutos do tomateiro.

    Fonte: manejo integrado de pragas, UFV, 2010.

  • CONCEITOS DE M.I.P.

    CONCEITOS DE M.I.P.

    Praga indireta: Ataca uma parte da planta que afeta indiretamente a parte comercializada. Exemplo: Lagarta da soja (Anticarsia gemmatali) que causa desfolha em soja.

    Fonte: manejo integrado de pragas, UFV, 2010.

  • CONCEITOS DE M.I.P.

    CONCEITOS DE M.I.P.

    DE ACORDO COM A IMPORTANCIA:
    A) Organismos não-praga: São aqueles que sua densidade populacional nunca atinge o nível de controle. Correspondem a maioria das espécies fitófagas encontradas nos agroecossistemas.

    Ponto de equiíbrio (PE): densidade populacional média do organismo ao longo do tempo.
    Nível de dano (ND)

    Fonte: manejo integrado de pragas, UFV, 2010.

  • CONCEITOS DE M.I.P.

    B) Pragas ocasionais ou secundárias: São aqueles que raramente atingem o nível de controle. Exemplo: Ácaros na cultura do café.

    Fonte: manejo integrado de pragas, UFV, 2010.

    CONCEITOS DE M.I.P.

  • C) Pragas chaves:
    São aqueles organismos que frequentemente ou sempre atingem o nível de controle. Esta praga constitui o ponto chave no estabelecimento de sistema de manejo das pragas, as quais são geralmente controladas quando se combate a praga chave. São poucas as espécies nesta categoria nos agroecossistemas, em muitas culturas só ocorre uma praga chave.

    Fonte: manejo integrado de pragas, UFV, 2010.

    CONCEITOS DE M.I.P.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • M.I.P
  • M.I.P.
  • CONCEITOS DE M.I.P.
  • NÍVEL DE DANO ECONÔMICO (ND)
  • NÍVEL DE NÃO-AÇÃO (NNA)
  • M.I.P - BASES
  • TIPOS DE CONTROLE: VARIEDADES RESISTENTES
  • TIPOS DE CONTROLE: ROTAÇÃO DE CULTURA
  • TIPOS DE CONTROLE: DESTRUIÇÃO DE RESTOS CULTURAIS
  • TIPOS DE CONTROLE: ARAÇÃO DO SOLO
  • TIPOS DE CONTROLE: NUTRIÇÃO DA PLANTA
  • TIPOS DE CONTROLE: ÉPOCA DE PLANTIO OU COLHEITA
  • TIPOS DE CONTROLE: PODA OU DESBASTE
  • TIPOS DE CONTROLE: IRRIGAÇÃO OU DRENAGEM
  • TIPOS DE CONTROLE: CULTURA ARMADILHA
  • TIPOS DE CONTROLE: DESTRUIÇÃO DE HOSPEDEIROS
  • TIPOS DE CONTROLE: DESTRUIÇÃO MANUAL E USO DE ARMADILHAS
  • TIPOS DE CONTROLE: USO DE BARREIRAS E MANIPULAÇÃO DO AMBIENTE
  • TIPOS DE CONTROLE: INIMIGOS NATURAIS
  • TIPOS DE CONTROLE: FISCALIZAÇÃO E QUARENTENA
  • TIPOS DE CONTROLE: FEROMÔNIOS E ESTERILIZAÇÃO
  • TIPOS DE CONTROLE: QUÍMICO
  • COMPONENTES DO M.I.P.