Curso Online de ARTE DE FALAR EM PÚBLICO

Curso Online de ARTE DE FALAR EM PÚBLICO

Aprenda a controlar o Medo de Falar em público. Faça apresentações mais objetivas. Elimine os vícios de linguagem. Desenvolva gestos e po...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

Por: R$ 24,99
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Aprenda a controlar o Medo de Falar em público.
Faça apresentações mais objetivas.
Elimine os vícios de linguagem.
Desenvolva gestos e postura mais elegante.
Desenvolva sua habilidades de liderar.

A D.R.Company, esta há sete anos no mercado ajudando novos Profissionais a ingressarem no mercado trabalho ou serem dono do seu próprio negócio, contribuindo através de Cursos e Treinamentos : Atendimento a Clientes, Vendas Oratória A Arte de Falar Bem, Empreendedorismo, Liderança.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • D.R.COMPANY

  • D.R. Company
    Desenvolvimentos
    Treinamentos
    Empresariais
    Uma Empresa que veio para educar,
    Educação é a base do sucesso.
    Palestras Empresariais

    Nem tudo é fácil na vida. Mas com certeza nada é impossível... Precisamos acreditar, ter fé e lutar para que não apenas sonhemos, Mas também tornemos todos nossos sonhos em, REALIDADE!!!

  • AS BEM AVENTURANÇAS DO ORADOR

    AS BEM AVENTURANÇAS DO ORADOR

    Bem-aventurado o orador que sabe como falar bem.
    Bem-aventurado o orador que encurta suas introduções
    Bem-aventurado o orador que modela sua voz e nunca grita.
    Bem-aventurado o orador que sabe como e quando terminar.
    Bem-aventurado o orador que se inclui entre os ouvintes.
    Bem-aventurado o orador cujas reflexões são articuladas e lógicas.
    Bem-aventurado o orador cujas apresentações constituem uma unidade, têm propósito definido, sendo cada palavra bem pensada e articulada.
    Bem-aventurado o orador que raramente emprega o pronome eu.
    Bem-aventurado o orador que vive a mensagem que prega.

  • 1 - Comunicação - Oratória

    Nesse Capítulo iremos aprender um pouco sobre a história da Administração, sua evolução, seus principais pensadores e teorias, além da importante participação do homem nesse processo de crescimento.
    Ao termino deste Capítulo você deverá saber sobre:
    O desenvolvimento do pensamento da Administração como ciência;
    As principais teorias influentes na sua evolução; e
    Como é a participação do homem nesse contexto.

  • 1.1 - Conceitos
    a) Oratória, a arte de falar em público; conjunto de regras e técnicas que permitem apurar as qualidades pessoais de quem se destina a falar em público.
    Na Grécia Antiga e em Roma, a oratória era estudada como componente da retórica (ou seja, composição e apresentação de discursos) e era considerada uma importante habilidade na vida pública e privada.
    b) Retórica – é a técnica ou a arte de convencer o interlocutor através da oratória. Classicamente, o discurso no qual se aplica à retórica é verbal, mas há também — e com muita relevância — o discurso escrito e o discurso visual.

  • 1.2 – HISTÓRIA DA ORATÓRIA ( GRÉCIA E ROMA )

    a) Grécia - Em Atenas, a arte da oratória encontrou campo fértil para seu desenvolvimento. Os sofistas foram os primeiros a dominar o uso da palavra com facilidade.
    Aristóteles, discípulo de Platão, e considerado o mais importante filósofo da Antigüidade (abraçou praticamente todas as matérias: política, moralista, metafísica, Ciências Naturais, Psicologia, e história da Filosofia), foi um nome relevante para o desenvolvimento da Oratória. Escreveu OS TÓPICOS, ORGANOM e a ARTE DA RETÓRICA, que contém a base da oratória. Aristóteles não discursava, foi tão somente um estudioso do assunto.
    Depois de Cícero destaca-se Quintiliano (século I d.C.), que reuniu todos os conhecimentos existentes acerca da oratória em sua obra INSTITUIÇÕES ORATÓRIAS - a maior fonte de consulta até hoje.

  • 1.2 – HISTÓRIA DA ORATÓRIA ( GRÉCIA E ROMA )

    1.2 – HISTÓRIA DA ORATÓRIA ( GRÉCIA E ROMA )

    Outro grego famoso foi Demóstenes, que era gago, mas venceu as barreiras impostas pela natureza e tornou-se o maior orador da Grécia. Ele colocava pedras na boca e falava mais alto que o som das ondas do mar.

    b) Roma - Herdeira cultural dos gregos, inclusive na oratória, teve em Cícero (nascido em 106 a.C.) seu maior expoente; considerado um orador perfeito, escritor admirável e dotado de inteligência invejável. Foi um homem sem caráter, arrogante, vaidoso e prepotente. Na política não tinha escrúpulos, pois estava sempre do lado do vencedor. Desmascarado por Marco Antonio, seu desafeto, foi decapitado, tendo mãos e língua cortadas e expostas em praça pública.

  • 1.3 - TENDÊNCIAS ATUAIS DA ORATÓRIA

    Na atualidade, há uma vigorosa tendência de retorno à “Escola Grega de Oratória” (aristotélica), em razão de que o mundo moderno tende a não mais aceitar uma comunicação floreada e sem conteúdo.
    Políticos, empresários, executivos, técnicos, profissionais liberais, universitários, todos necessitamos de uma boa comunicação. Precisamos falar bem para enfrentar as mais diferentes situações: Apresentar relatórios; Comandar equipes; Participar de reuniões; Presidir solenidades; Vender ou apresentar produtos e serviços; Negociar; Fazer palestras; Ministrar aulas; Apresentar trabalhos acadêmicos etc

  • 2 - ELEMENTOS DA ORATÓRIA

    Assim como qualquer outra habilidade, aprende-se oratória. Deve-se treinar, calcular e analisar três elementos:
    A técnica de síntese - facilita o uso do vocabulário em nível do auditório e o cultivo da linguagem interior coordenada e organizada em conceitos claros e com riqueza de conteúdo.
    A voz, a fala, o vocabulário e os gestos - buscar o auxílio e o conhecimento da retórica.
    Um mínimo de equilíbrio e de domínio das emoções - para expressar o que quiser, diante do maior número de pessoas.
    O orador pós-moderno fala de forma simples e objetiva:
    Em oratória moderna, mais que a apresentação, vale o conteúdo. Aquela é a vestimenta deste, a razão é a essência da oratória.
    O orador emociona-se - não perdendo a seqüência do discurso - e emociona a platéia, mas a conduz ao raciocínio e à análise.
    Em oratória pressupõe-se existir: palestrante, platéia, mensagem e, principalmente, a comunicação.

  • 3 - AS FERRAMENTAS DO ORADOR

    3 - AS FERRAMENTAS DO ORADOR

    3.1- AS PALAVRAS

    “Use a palavra somente quando ela melhora o silêncio” - Gracián
    A palavra tem cor, a palavra tem forma. E essa forma é uma escultura sonora, é arte. As palavras, porém, também podem ser usadas para ocasionar efeitos potencialmente destruidores.
    Quanta injúria, quanto dano se pode fazer mediante observações erráticas! Nossa língua descuidada pode depositar idéias germinais de mágoa, humilhação e ódio nas mentes tenras, idéias que se desenvolvem, tornam-se infecções incontroláveis e espalham doenças por toda a personalidade adulta. Temos o poder de iniciar um violento terremoto mediante algumas declarações simples que rasgam e dilaceram a mente da pessoa como se fossem granadas. Tais palavras são como a projeção de 800 volts numa fiação de 110 volts. (Charles Swindool).

  • 3.1 - AS PALAVRAS

    Valorize a sua palavra: sempre fale menos do que gostaria
    O político deve ser mais reservado, discreto, do que loquaz
    Falar e ouvir, principalmente falar, é a marca dos políticos e da política. Falar num discurso no pódio de uma Câmara Legislativa, falar numa reunião com assessores, falar em sussurros com outros políticos, fazer declarações para a mídia, comunicar-se com eleitores, conversar ao telefone etc.
    Não apenas falar, mas falar bem. É preciso dominar a arte do discurso. Não há a menor dúvida de que a oratória conquista, convence, persuade. Todos sabemos que a argumentação consistente e sólida se impõe; a dramatização oportuna e apropriada comove, sensibiliza e o uso habilidoso das palavras pode seduzir.
    O político deve ser prudente ao falar e cauteloso quando tratar com rivais e adversário


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 24,99
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • AS BEM AVENTURANÇAS DO ORADOR
  • 1.2 – HISTÓRIA DA ORATÓRIA ( GRÉCIA E ROMA )
  • 3 - AS FERRAMENTAS DO ORADOR
  • 3.2 - A TRÍADE DA VERBALIZAÇÃO SAUDÁVEL
  • 3.3 - Planejamento
  • 3.4 - A RESPIRAÇÃO
  • 3.5 - DICÇÃO
  • 3.6 – SINAL ENFÁTICO
  • ORADOR : ATOR EM MOVIMENTO
  • PALESTRA DE IMPROVISO
  • PALESTRA PREPARADA
  • DÊ UM SHOW EM SUAS PALESTRAS