Curso Online de Atualização Gramatical: Dicas de Português

Curso Online de Atualização Gramatical: Dicas de Português

O curso de Atualização Gramatical: Dicas e Português, oferece a profissionais e estudantes uma prática constante de atualização, por inte...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O curso de Atualização Gramatical: Dicas e Português, oferece a profissionais e estudantes uma prática constante de atualização, por intermédio do EAD(Ensino a Distância. Trata-se de dicas com termos utilizados no nosso dia a dia que auxiliam na formação do cidadão contemporâneo e atuante na sociedade.

Graduada em Administração de Empresas. Especialista em Marketing e Propaganda. Especialista em Gestão de Pessoas e Psicologia Organizacional. Atuação por 10 anos em Liderança e Gestão de Equipes. Atuação por 4 anos na Área de Treinamento, Recrutamento e Seleção. Experiência em Atendimento ao Cliente, Monitoramento e Capacitação de Operadores de Telemarketing, Gestão de Pessoas, Campanhas Motivacionais, Rotinas Administrativas para garantir a qualidade e efetividade dos processos que permeiam o atendimento, identificando oportunidades, melhorias e sugestões das mesmas, implantação e análise de relatórios e planejamento estratégico. Vasta experiência em realizações de Atividades Pedagógicas-Administrativas e de Qualificação Profissional, além de funções gerenciais.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Humanas: Desenvolvendo Pessoas

    Humanas: Desenvolvendo Pessoas

    Atualização Gramatical: Dicas de Português

  • Seja Bem Vindo

    Seja Bem Vindo

    A águia empurra gentilmente seus filhos para a beirada do ninho. Seu coração maternal se acelera com as emoções conflitantes, ao mesmo tempo em que ela sente a resistência dos filhotes aos seus persistentes cutucões: “Por que a emoção de voar tem que começar com o medo de cair?”, ela pensou. Esta questão secular ainda não estava respondida para ela...
     Como manda a tradição da espécie, o ninho estava localizado bem no alto de um pico rochoso, nas fendas protetoras de um dos lados dessa rocha. Abaixo dele, somente o abismo e o ar para sustentar as asas dos filhotes. “E se justamente agora isso não funcionar?”, ela pensou.
     Apesar do medo, a águia sabia que aquele era o momento.
    Sua missão maternal estava prestes a se completar. Restava ainda uma tarefa... o empurrão.
    A águia tomou-se de coragem que vinha de sua sabedoria interior. Enquanto seus filhotes não descobrirem suas assas, não haverá propósito para sua vida. Enquanto eles não aprenderem a voar, não compreenderão o privilégio que é nascer uma águia.
     O empurrão era o maior ato de amor. E então, um a um, ela os precipitou para o abismo... e eles voaram!
     
    Talvez alguém os tenha empurrado para cá ou vocês mesmos tenham resolvido pular de espontânea vontade para aprender a voar. Qualquer que tenha sido a maneira pela qual apresaram aqui, sejam bem-vindos!

  • O porquê de escrever e falar corretamente

    O porquê de escrever e falar corretamente

    A competência profissional é questionada quando um individuo se expressa mal, pois pode ser avaliado como alguém sem preparo e com lacunas na sua formação.
    Quem escreve bem, expressa com clareza suas ideias, apresenta, apresenta argumentos capazes de convencer pessoas.
    Comunicação significa tornar comum, trocar opiniões, fazer saber, implica participação, interação, troca de mensagens. É um processo de participação de experiências, que modifica a disposição mental das partes envolvidas.
    “Na vida pessoal, dominar um idioma pode ser a base de projetos de vida bem sucedidos. Já no campo profissional pode fazer a diferença entre o emprego e desemprego” (Luiz Gonzaga).

  • Os Porquês: Por que/ Porque/ Por quê/ Porquê

    Os Porquês: Por que/ Porque/ Por quê/ Porquê

    Por Que
    Usa-se:
    No início de frases interrogativas. (Por que você demorou?)
    Quando puder ser substituído por um pronome relativo (pelo qual, por quais...). (Não sei por que razão decidiu partir)
    Sempre que estiverem subentendidas ou expressas as palavras “motivo” e “razão”. (Ninguém sabe por que (motivo) deixou o emprego.)
    Quando indica finalidade, equivalendo a “para que”, “a fim de”. (Todos lutamos por que haja maior justiça social.

  • Os Porquês: Por que/ Porque/ Por quê/ Porquê

    Os Porquês: Por que/ Porque/ Por quê/ Porquê

    Por quê
    Usa-se:
    No final de frases interrogativas. (O diretor nos advertiu por quê?/ Ainda não terminou?Por quê?

  • Os Porquês: Por que/ Porque/ Por quê/ Porquê

    Os Porquês: Por que/ Porque/ Por quê/ Porquê

    Porquê
    Usa-se:
    Quando substitui as palavras “motivo”, “razão” e normalmente surge acompanhada do artigo “o” ou do artigo “um”. Como se trata de um substantivo, pode ser pluralizado sem qualquer problema. (Não é fácil encontrar o porquê do problema/ Dê-me ao menos um porquê para sua atitude/ Esses são os porquês da vida).

  • Os Porquês: Por que/ Porque/ Por quê/ Porquê

    Os Porquês: Por que/ Porque/ Por quê/ Porquê

    Porque
    Usa-se:
    Quando equivale a “pois”, “já que”, “uma vez que” (causa).
    ( A situação agravou-se porque muitas pessoas se omitiram).

  • Usos de “onde” e “Aonde”

    Usos de “onde” e “Aonde”

    Aonde: Indica também lugar em que algo ou alguém está, porém quando o verbo que se relacionar com "onde" exigir a preposição “a”, deve-se agregar esta preposição, formando assim, o vocábulo "aonde". Expressa a ideia de destino, movimento, conforme exemplos a seguir:
    Ex: Aonde você irá depois das visitas?
    Ex: Eles chegaram aonde ninguém nunca mais chegou nesta empresa.

  • Usos de “onde” e “Aonde”

    Usos de “onde” e “Aonde”

    Onde: Indica lugar em que algo ou alguém está, deve ser utilizado somente para substituir vocábulo que expressa a ideia de lugar.
    Ex: Não sei onde fica a cidade de Araguari.
    Ex:Nesta sala de reunião aconteceu a melhor negociação de todos os tempos, onde se garantiu o fechamento do nosso melhor contrato.

  • Usos de “onde” e “Aonde”

    Usos de “onde” e “Aonde”

    Para deixar mais clara e objetiva a diferença entre o uso de “onde” e “aonde”, apresento mais exemplos:
    “Aonde você vai?” Neste caso há o sentido de destino, expresso pelo verbo ir.
    “Onde você mora?” Nesta frase o significado expressa a ideia de local fixo, moradia, justificando o uso do advérbio onde.

  • Quando utilizar "possível" e "provável"?

    Quando utilizar "possível" e "provável"?

    Possível equivale a "que pode acontecer" ou "que pode ser praticado". Provável significa "que deve acontecer" ou "que apresenta probabilidade". Ex: É possível, mas não provável, que um time pequeno vença um campeonato. Um grande terremoto é possível, mas não provável no Brasil. Impossível e improvável seguem a mesma regra.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Humanas: Desenvolvendo Pessoas
  • Seja Bem Vindo
  • O porquê de escrever e falar corretamente
  • Os Porquês: Por que/ Porque/ Por quê/ Porquê
  • Usos de “onde” e “Aonde”
  • Quando utilizar "possível" e "provável"?
  • Censo e senso é o mesmo?
  • Despensa ou dispensa?
  • O cliente deve deixar um cheque de "calção" ou "caução"?
  • Migrar, emigrar e imigrar
  • Sob ou sobre
  • Menos ou menas
  • Seção, secção, sessão e cessão
  • Discriminar e descriminar
  • Absolver e absorver
  • Acidente e incidente
  • Tachar e taxar
  • Comprimento e cumprimento
  • Mandado e mandato
  • Ratificar e retificar
  • Mal ou mau
  • Há ou a
  • Mais e mas
  • Concerto e conserto
  • Para Falar Bem
  • “ A maioria de nós geralmente, está principalmente empenhados em comunicar os nossos pontos de vista. Temos a tendência de considerar as locuções de outrem com interrupções aborrecidas das nossas próprias ideias.”