Curso Online de Inspeção de Equipamentos
5 estrelas 2 alunos avaliaram

Curso Online de Inspeção de Equipamentos

Amplie sua capacidade, aprendendo regras importantes para efetuar, testemunhar e fiscalizar a inspeção dos equipamentos, aprenda como rea...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 14 horas

Por: R$ 50,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Amplie sua capacidade, aprendendo regras importantes para efetuar, testemunhar e fiscalizar a inspeção dos equipamentos, aprenda como realmente funciona os equipamentos para poder avaliar suas condições, podendo assim emitir relatórios e pareceres técnicos de Inspeção de equipamentos.

Nosso objetivo é promover a satisfação de nossos alunos, através de cursos com qualidade em diversas áreas para o rápido desenvolvimento profissional de todos. Veja bem, a palavra do Senhor é suficiente para nos dar o conforto, a fé, o amor, a cura, a esperança e a renovação da mente. Paulo e Tomé talvez tiveram o privilégio de ver Jesus com seus olhos naturais, mas bem-aventurado é aquele que nunca O viu e mesmo assim creu nele. Que possamos ser os bem-aventurados, cuja a palavra de Deus e combate dos irmãos (com testemunhos, orações) sejam suficientes para o fortalecimento da nossa fé em Cristo Jesus e possamos vê-lo no Seu dia.


- Rene Da Costa Souza

"Recomendo! Somente a carga horária descrita no curso que achei baixa! É um curso relativamente grande e complexo! Poderia constar pelo menos 30 horas!"

- Rodrigo Monteiro Berger

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Inspeção de Equipamentos

  • 1 - INTRODUÇÃO

    1 - INTRODUÇÃO

  • O ensaio visual foi o primeiro método de ensaios
    não-destrutivos aplicado pelo homem. É certamente o ensaio mais usado de todos, em todos os ramos da Engenharia. A história do exame visual de objetos, pertences, metais, etc. Remonta a mais remota antiguidade.
    Por este motivo, pode-se imaginar que seja o ensaio mais simples de todos; entretanto, na moderna época em que vivemos, ensaio ainda é fundamental.

  • Todos os modernos métodos de ensaios
    não-destrutivos, não fizeram do ensaio visual um
    ensaio obsoleto. Por muitos anos ainda será utilizado, dele dependendo, como vamos ver, informações de alta importância para a segurança e economia industriais.

  • O ensaio visual é simples de ser aplicado, fácil de ser aprendido e, quando sua aplicação é bem projetada, ele é um dos mais econômicos. Entretanto, insistimos: um método de ensaio não-destrutivo não é concorrente de outro; logo, o ensaio visual tem uma enorme área de aplicação, porém, jamais poderemos usar apenas o ensaio visual em inspeções de peças
    de responsabilidade. O ensaio visual é necessário mas não suficiente, como qualquer outro método.

  • A inspeção visual tem grande importância na condução de outros ensaios, como por
    exemplo, nas radiografias das soldas , de estruturas, de componentes e órgãos de máquinas. Cada tipo de inspeção visual necessita de um profissional com conhecimentos práticos, treinado e qualificado através de provas.

  • O ensaio visual é executado por uma serie de inspeções visuais sobre as superfícies dos objetos avaliados. Dessas inspeções visuais é gerado um laudo sobre a aparência da superfície, formatos, dimensões e descontinuidades grosseiras sobre as mesmas.
    O cuidadoso exame visual, nos fornece informação referente à necessidade de prosseguimento dos ensaios não-destrutivos por outros métodos. De fato, examinando-se um objeto superficialmente e constatando-se a inexistência de defeitos superficiais, o objeto pode ser conduzido para outro tipo de inspeção.

  • Uma boa aparência, bom grau de acabamento, inexistência de defeitos na superfície não autoriza ninguém a concluir sobre o bom estado do mesmo, no que diz respeito ao seu interior.
    Ao se inspecionar uma peça metálica pelo método visual e nela se constatando a presença de uma trinca ou furo, a mesma pode ser recusada (por força de
    especificações) e nenhum outro ensaio não-destrutivo deve ser mais utilizado. A peça deve ser rejeitada.

  • E claro que uma peça cujo exame visual já a condenou, pode e deve ser inspecionada por
    outros métodos, com o intuito de se verificar as causas do defeito. Isto poderá se traduzir em, economia e avanço para a empresa no futuro.
    A renovação de um defeito superficial, para a recuperação da peça metálica é também executada com auxílio da inspeção visual. O defeito externo, superficial, é constatado, planejado a sua remoção, que também é acompanhada para meio da inspeção visual.

  • 2 - O OLHO HUMANO

    2 - O OLHO HUMANO

  • O olho humano é conhecido como um órgão pouco preciso. A visão é qualquer coisa variável em cada um de nós e muito mais variável quando se comparam observações visuais de um grupo de pessoas. Não estudaremos em detalhe a formação das imagens no olho humano, mas faremos algumas observações.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 50,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • 1 - INTRODUÇÃO
  • 2 - O OLHO HUMANO
  • 3 - CLASSIFICAÇÃO NAS PRINCIPAIS TÉCNICAS DE INSPEÇÃO VISUAL
  • 3.1 - Direto
  • 3.2 - Remoto
  • 3.2.1 - Lupa
  • 3.2.2 - Telelupa ou boroscópio
  • 3.2.3 - Espelho
  • 3.2.4 - Circuito fechado de TV
  • 3.2.5 - Transluzente
  • 3.2.6 - Percussão ou Sensitivo
  • 4 - ACESSÓRIOS UTILIZADOS
  • 5 - APLICAÇÃO
  • 5.1.1 - No controle de qualidade
  • 5.1.2 - No dia a dia da inspeção
  • 6 - DESCONTINUIDADES SUPERFICIAIS
  • 7 - SEQUENCIA DO EXAME
  • 7.1.1 - Planejamento da Inspeção
  • 7.1.2 - Inspeção Externa
  • 7.1.3 - Inspeção Interna
  • 7.1.4 - Emissão de Recomendações de Inspeção
  • 7.1.5 - Fotografia
  • 7.1.6 - Pontos Críticos
  • 7.2 - Iluminação Adequada