Curso Online de Plano de emergência, segurança e evacuação

Curso Online de Plano de emergência, segurança e evacuação

A segurança e o bem-estar físico de todos os trabalhadores, bem como as instalações; Assegurar o cumprimento dos requisitos legais; Sens...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 40 horas

De: R$ 60,00 Por: R$ 39,90
(Pagamento único)

Mais de 0 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

A segurança e o bem-estar físico de todos os trabalhadores, bem como as instalações;
Assegurar o cumprimento dos requisitos legais;
Sensibilizar para os riscos existentes;
Sistematizar um conjunto de normas, instruções e procedimentos, de forma a minimizar os efeitos dos possíveis acidentes.

EUROPA LEARNING é um programa especializado em ensino à distância. Apresentamos cursos em todas as areas, criados a pensar em voce. Investimos não só na qualidade de nosso material didático, como também em novos meios para difundir conceitos e técnicas de forma eficiente para todos alunos. Por isso hoje este projeto orgulhosamente traz ao Brasil cursos de primeira linha criando novas tendências de mercado quando o assunto é e-learning



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • Plano de Emergência - Definição

  • Introdução

    A evolução da sociedade e a sua sensibilização para a segurança tem aumentado nos últimos anos e incrementado a necessidade de se estudar, planear e implementar medidas de Segurança e Higiene no Trabalho nas mais diversas áreas. Essa necessidade deu origem à elaboração de um Plano de Emergência Interno (PEI), plano este que se define como um documento orientador, consciente dos riscos, meios, recursos, instruções, recomendações e procedimentos para com uma eventual situação de acidente grave, catástrofe ou calamidade que possam vir a ocorrer.

    3

  • Introdução

    Perante esta realidade a aplicação prática, isto é, na implementação de um PEI assume como prioritário:

    A segurança e o bem-estar físico de todos os trabalhadores, bem como as instalações;
    Assegurar o cumprimento dos requisitos legais;
    Sensibilizar para os riscos existentes;
    Sistematizar um conjunto de normas, instruções e procedimentos, de forma a minimizar os efeitos dos possíveis acidentes.

    4

  • Introdução

    O Plano de Emergência Interno será elaborado tendo em consideração:
    Caracterização física do local, ou seja, a sua localização geográfica, vias de acesso, tipo de construção e as infraestruturas existentes no edifício.

    5

  • Introdução

    Identificação dos riscos (internos e externos), os possíveis cenários de acidentes de que as instalações e os seus ocupantes poderão estar sujeitos e os locais de maior risco do espaço em estudo.

    6

  • Introdução

    Posteriormente será definida a Organização de Emergência, tendo em conta a dimensão e características do edifício. A organização é definida pela distribuição de funções e responsabilidades de atuação em caso de emergência, nomeadamente ao Diretor de Segurança que é a entidade com responsabilidade máxima, do coordenador de segurança e as equipas de intervenção.

    7

  • Introdução

    Esta organização interna tem como objetivo estabelecer os procedimentos de atuação adequados, de forma a garantir a evacuação rápida e segura dos ocupantes em caso de emergência, através de um trajeto definido como seguro, até ao ponto de encontro localizado no exterior do edifício, onde se devem juntar e permanecer todas as pessoas evacuadas, até ordem do Diretor de Segurança, designando-se como Plano de Evacuação.

    8

  • Introdução

    Serão definidos procedimentos a adotar e as responsabilidades de atuação dos vários elementos que fazem parte da Estrutura de Organização de Emergência, de modo a combater um acidente e minimizar as eventuais consequências, utilizando para tal os meios de alarme e alerta, de uma 1.ª intervenção garantindo um apoio eficiente à evacuação das áreas sinistradas ou em risco, e da consequente preparação das condições para a intervenção dos meios de socorro externos, esta definição caracteriza-se como Plano de Intervenção.

    9

  • Dúvidas ou Certezas?

    O que quer dizer a sigla PEI?
    R Plano de Emergência Interno.

    Quais as prioridades num PEI? R:
    A segurança e o bem-estar físico de todos os trabalhadores, bem como as instalações;
    Assegurar o cumprimento dos requisitos legais;
    Sensibilizar para os riscos existentes;
    Sistematizar um conjunto de normas, instruções e procedimentos, de forma a minimizar os efeitos dos possíveis acidentes.

    10

  • Definições Fundamentais de SCIE

    Agente extintor padrão - Água

    Agente extintor - Substância sólida, líquida ou gasosa especificamente adequada para extinguir um incêndio, quando aplicada em determinadas condições;

    11

  • Definições Fundamentais de SCIE

    Alarme - Sinal sonoro e ou luminoso para aviso e informação de ocorrência de uma situação anormal ou de emergência, acionado por uma pessoa ou por um dispositivo ou sistema automático;
    Alarme local - Alarme que tem por destinatários apenas os ocupantes de um espaço limitado de um edifício ou de um estabelecimento e o pessoal afeto à segurança;
    Alarme geral - Alarme emitido para difundir o aviso de evacuação à totalidade dos ocupantes de um edifício ou de um estabelecimento. Nos locais onde existam pessoas limitadas na mobilidade ou na capacidade de perceção e reação a um alarme, destina-se também a desencadear as operações destinadas a apoiar a evacuação das referidas pessoas com limitações;
    Alarme restrito - Alarme emitido exclusivamente para aviso de uma situação de incêndio, ao pessoal afeto à segurança de um edifício ou de um estabelecimento;

    12


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 39,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Introdução
  • Dúvidas ou Certezas?
  • Definições Fundamentais de SCIE
  • Dúvidas ou Certezas?
  • PEI Classificação da UT ?TIPO I (Habitacionais)?
  • PEI Classificação da UT ?TIPO II (Estacionamentos)?
  • PEI Classificação da UT?TIPO III (Administrativos)?
  • PEI Classificação da UT ?TIPO IV (Escolares)?
  • PEI Classificação da UT ?TIPO V (Hospitalares e Lares de idosos)?
  • PEI Classificação da UT ?TIPO VI (Espetáculos e reuniões públicas)?
  • PEI Classificação da UT ?TIPO VI I (Hoteleiros e restauração)?
  • PEI Classificação da UT ?TIPO VII (Hoteleiros e restauração)?
  • PEI Classificação da UT ?TIPO VIII (Comerciais e Gares de Transportes)?
  • PEI Classificação da UT ?TIPO IX (Desportivos e de lazer)?
  • PEI Classificação da UT ?Tipo x (museus e galerias de arte)?
  • PEI Classificação da UT ?Tipo XI (Bibliotecas e Arquivos)?
  • PEI Classificação da UT ?Tipo XII (industriais, oficinas e armazéns)?
  • PEI Classificação da UT ?Notas Técnicas da ANPC?
  • Dúvidas ou Certezas?
  • PEI Caracterização do Edifício
  • Identificação da Utilização-Tipo;
  • Data da entrada em funcionamento da UT
  • Responsabilidade do edifício ou recinto
  • Dúvidas ou Certezas?
  • Caraterização do Espaço
  • Aspetos físicos
  • Localização Geográfica
  • Dados do ambiente envolvente
  • Altura e utilizações dos edifícios vizinhos
  • Locais potencialmente perigosos da área envolvente
  • Tipo de Estabelecimento/Edifício
  • Descrição das instalações
  • Aspetos humanos
  • Identificação dos Riscos
  • Riscos Internos
  • Riscos Externos
  • Classificação dos Locais de Risco e efetivo previsto para cada local
  • Levantamento de Meios e Recursos
  • Instalações Técnicas
  • Eletricidade
  • Gás
  • Instalações de aquecimento
  • Elevador
  • Dúvidas ou Certezas?
  • Instalações de segurança contra incêndio
  • Deteção Automática
  • Instalações de Alarme
  • Sistemas de Alerta
  • Instalações de Extinção
  • Água
  • Abastecimento
  • Bocas de incêndio armadas
  • Sistemas automáticos de extinção por água ?Sprinklers?
  • Hidrantes exteriores
  • Coluna seca ou húmida
  • Instalações fixas por gases
  • Instalações fixas por espumas
  • Instalações fixas por Pó químico
  • Extintores
  • Iluminação de emergência
  • Dúvidas ou Certezas?
  • Meios humanos
  • Alternância de pessoal
  • Responsável de Segurança (RS)
  • Delegado de Segurança (DS)
  • Posto de Segurança (PS)
  • Coordenadores de Piso (CP)
  • Equipa de Alarme e Evacuação (EAE)
  • Equipa de Corte de Energia e Combustíveis (ECEC)
  • Equipa de Primeiros Socorros (EPS)
  • Equipa de Primeira Intervenção (EPI)
  • Equipa de Segunda Intervenção (ESI)
  • Organização da Segurança
  • Dúvidas ou Certezas?
  • Acessos a viaturas de socorro
  • PLANO DE EMERGÊNCIA INTERNO
  • Organização da segurança em situação de emergência
  • Organograma hierárquico e funcional do serviço de segurança
  • Componentes das equipas de intervenção
  • Responsável de Segurança
  • Delegado de Segurança (DS)
  • Pessoa que descobre o sinistro
  • Posto de Segurança (PS)
  • Coordenador de Piso/Ala (CP)
  • Equipas de Alarme e Evacuação (EAE)
  • Equipas de Intervenção (Primeira e Segunda Intervenção) (EPI) e (ESI)
  • Equipas de Corte de Energia e Combustíveis (ECEC)
  • Equipas de Primeiros Socorros (EPS)
  • Entidades a contactar em situação de emergência
  • Contactos dos elementos de segurança
  • Contactos dos elementos de segurança
  • Contactos de ajuda exterior
  • Outras formas de comunicação
  • Dúvidas ou Certezas?
  • Plano de Atuação
  • Identificação dos riscos e níveis de gravidade
  • Relação dos riscos inerentes ao próprio edifício
  • Relação dos riscos internos (riscos próprios da atividade) e riscos externos
  • Quantificação e tipologia das pessoas no quotidiano e utentes, clientes, visitantes, etc.
  • Procedimentos em caso de deteção ou perceção de um alarme
  • Origem Automática:
  • Origem Manual:
  • Difusão dos alarmes restritos, parcial ou sectorial e geral
  • Alarme Restrito
  • Alarme Local ou Sectorial
  • Alarme Geral
  • Transmissão do Alerta
  • Coordenação das operações de evacuação
  • Sinaleiros
  • Cerra Filas
  • Chefes de Fila
  • UT VI Hoteleiros e Restauração
  • UT V Hospitalares e Lares de Idosos
  • UT IV Escolares
  • UT XI Museus e Galerias de Arte
  • Ativação dos meios de Primeira Intervenção
  • Primeira Intervenção
  • Extintores
  • Bocas-de-incêndio armadas do tipo carretel
  • Bocas-de-incêndio armadas do tipo teatro
  • Sistemas automáticos de extinção
  • Execução da manobra dos dispositivos de segurança
  • Prestação dos primeiros socorros
  • Proteção dos locais de risco e pontos nevrálgicos
  • Fatores de risco em locais de grande concentração de pessoas
  • Conduta coletiva perante de situações de emergência
  • Caraterísticas do Comportamento Coletivo
  • Tipos de multidões
  • Análise do comportamento coletivo em situações de emergência
  • Situações de Grupo
  • Situações com multidões grandes concentrações
  • O Pânico
  • Acolhimento, informação, orientação e apoio aos bombeiros
  • Reposição das condições de segurança após uma situação de emergência
  • Dúvidas ou Certezas?
  • Plano de Evacuação
  • Identificação das saídas
  • Sinalização
  • Definição dos caminhos de evacuação
  • Procedimentos de coordenação de evacuação
  • Programação da evacuação
  • Auxílio a pessoas com capacidades limitadas ou em dificuldade
  • Programação da evacuação
  • Identificação dos pontos críticos
  • Confirmação da evacuação total dos espaços
  • Dúvidas ou Certezas?
  • Anexo I Instruções gerais, particulares e especiais
  • Instruções gerais
  • Instruções particulares
  • Instruções especiais
  • Dúvidas ou Certezas?
  • Anexo II Plantas de emergência
  • Localização
  • Quantidade
  • Dimensões
  • Dimensão dos elementos da Planta
  • Simbologia e Cores a utilizar
  • Simbologia e Cores a utilizar
  • Simbologia e Cores a utilizar
  • Suporte/Materiais
  • Execução
  • Informação a incluir
  • Dúvidas ou Certezas?