Curso Online de MANUTENÇÃO DE MOTOS
5 estrelas 6 alunos avaliaram

Curso Online de MANUTENÇÃO DE MOTOS

Procedimentos básicos para manutenção de motocicletas 125 cilindradas.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 12 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 29,90
(Pagamento único)

Mais de 300 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Procedimentos básicos para manutenção de motocicletas 125 cilindradas.

Empresa educacional que tem por meta oferecer capacitação profissional voltada ao mercado de trabalho e melhoria de renda.


- Antônio Lessa Ferreira

- Jose Macelo Dos Santos

- Ancras Marques Dos Santos

"ótimo curso já estou trabalhando na manutenção de motos recomendo a todos"

- Rosana Margarete Monteiro

- Debora Lane Mendonça Ferreira

- Ricardo Lira

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • MANUTENÇÃO DE MOTOS

    MANUTENÇÃO DE MOTOS

  • 01 – TUBOS DE COMBUSTÍVEL

    01 – TUBOS DE COMBUSTÍVEL

    Verifique se há vazamento de combustível;
    Se a presilha do tubo está solta ou se há posicionamento incorreto;
    Se há tubos deteriorados ou danificados.
    Caso haja algum problema, substitua as peças defeituosas.

  • 02 – Tela do filtro de combustível

    02 – Tela do filtro de combustível

    Coloque a válvula na posição fechada(OFF).
    Remova o copo do filtro da válvula de combustível e passe o conteúdo para outro recipiente.
    Remova o anel de vedação e a tela do filtro de combustível.
    Limpe o copo e a tela com solvente não inflamável.

  • Substitua o anel de vedação por um novo.
    Reinstale a tela, o anel e o copo, apertando-o conforme a especificação de torque.

    Tome cuidado para não apertar demais o copo, pois pode danificar o anel de vedação causando vazamentos.
    Coloque a válvula na posição aberta (ON) e certifique-se de que não há vazamento.

  • Ao mexer com combustível, lembre-se de que o mesmo é inflamável e explosivo, portanto trabalhe em local arejado, longe chamas ou faíscas.

    Ao mexer com combustível, lembre-se de que o mesmo é inflamável e explosivo, portanto trabalhe em local arejado, longe chamas ou faíscas.

  • 03 - ACELERADOR

    03 - ACELERADOR

    Veja se os cabos apresentam sinais de deterioração.
    Verifique se a manopla do acelerador retorna automaticamente para a posição fechada em todas posições.
    Caso não retorne, lubrifique o cabo do acelerador e verifique a carcaça da manopla, lubrificando se necessário.

    Se ainda assim o problema continuar, substitua o cabo do acelerador.

  • Com o motor em marcha lenta, vire o guidão para os dois lados e verifique se a rotação da marcha lenta sofre alguma alteração.
    Se isso acontecer, ajuste a folga da manopla e a conexão do cabo.
    A folga da manopla está adequada se houver uma quantidade especificada de folga no movimento circunferencial do flange da manopla do acelerador.

    A folga da alavanca do acelerador está adequada se houver uma quantidade especificada de folga na extremidade da alavanca.

  • Os ajustes menores podem ser feitos no ajustador superior, localizado na proximidade da manopla.
    Solte a contraporca e gire o ajustador no sentido desejado, até acertar a folga.
    Aperte a contraporca.

  • Os ajustes maiores devem ser feitos no carburador, na extremidade do cabo.
    Em um carburador com acelerador tipo abertura/fechamento forçado, o ajuste é feito no cabo de tração, afrouxando a contraporca e girando o ajustador.
    Lembre de sempre apertar a contraporca após o ajuste.

  • Se o cabo do acelerador tiver um ajustador intermediário entre a manopla e o carburador, faça os ajustes nele.
    Regule a folga soltando a contraporca e girando o ajustador.
    Aperte a contraporca ao final do ajuste.

  • 04 – BOMBA E TUBOS DE ÓLEO

    04 – BOMBA E TUBOS DE ÓLEO

    A alimentação de óleo em alguns motores de dois tempos é feita através de um cabo do acelerador acoplado à bomba de óleo.
    A passagem do óleo é regulada por um cabo combinado de controle óleo/acelerador que ao mesmo tempo movimenta o cursor de aceleração no carburador e o braço de controle na bomba de óleo.

    O cabo interno de controle do óleo deve ser inspecionado regularmente, pois quando ele estica, altera a quantidade de fluxo de óleo em relação à abertura do acelerador.
    As referências para os ajustes encontram-se na carcaça e no braço da bomba.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 29,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • MANUTENÇÃO DE MOTOS
  • 01 – TUBOS DE COMBUSTÍVEL
  • 02 – Tela do filtro de combustível
  • Ao mexer com combustível, lembre-se de que o mesmo é inflamável e explosivo, portanto trabalhe em local arejado, longe chamas ou faíscas.
  • 03 - ACELERADOR
  • 04 – BOMBA E TUBOS DE ÓLEO
  • - Tubo de óleo -
  • - Filtro de óleo -
  • 05 - AFOGADOR
  • 06 – FILTRO DE AR
  • - Elemento de espuma de poliuretano banhado em óleo -
  • - Elemento de papel -
  • - Elemento de papel viscoso -
  • 07 – TUBO DE DRENAGEM DA CARCAÇA DO FILTRO DE AR modelos off-road
  • 08 – RESPIRO DO MOTOR
  • 09 – VELA
  • - Reutilizando a vela -
  • - Substituindo a vela -
  • 10- FOLGA DAS VÁLVULAS
  • 11 – ÓLEO DO MOTOR
  • - Motor de 4 tempos com cárter banhado de óleo -
  • - Motor de 4 tempos com cárter seco -
  • - Vazamentos -
  • - Troca de óleo -
  • 12 – FILTRO DE ÓLEO DO MOTOR
  • - Filtro de papel tipo cartucho -
  • - Filtro de papel tipo elemento -
  • 13 – TELA DO FILTRO DE ÓLEO
  • 14 - DESCARBONIZAÇÃO
  • 15 – SINCRONIZAÇÃO DOS CARBURADORES
  • 16 – MARCHA LENTA
  • 17 – LIQUIDO DE ARREFECIMENTO DO RADIADOR
  • - Verificação do nível do liquido de arrefecimento -
  • 18 - SISTEMA DE REFRIGERAÇÃO
  • 19 – SISTEMA DE SUPRIMENTO DE AR SECUNDÁRIO
  • 20 – SISTEMA DE CONTROLE DE EMISSÕES EVAPORATIVAS
  • 21 – ÓLEO DE TRANSMISSÃO (motores de 2 tempos)
  • - Troca de óleo de transmissão -
  • 22 - CORRENTE DE TRANSMISSÃO
  • COMPRIMENTO DA CORRENTE DE TRANSMISSÃO (41 pinos, 40 elos)
  • Limpeza e lubrificação
  • 23 - CURSOR , GUIA DA CORRENTE DE TRANSMISSÃO, CURSOR DA GUIA E ROLETES
  • 24 – CORREIA DE TRANSMISSÃO
  • 25 - FILTRO DE AR DA CARCAÇA DA CORREIA
  • 26 - NÍVEL DE ÓLEO DA TRANSMISSÃO FINAL
  • - troca de óleo -
  • 27 - BATERIA
  • - densidade específica do eletrólito -
  • - CONDIÇÕES DOS TERMINAIS DA BATERIA -
  • 28 - FLUIDO DO FREIO
  • 29 - DESGASTE DA SAPATA DO FREIO
  • 30 - DESGASTE DAS PASTILHAS DO FREIO
  • 31 - SISTEMA DO FREIO
  • 32 - INTERRUPTORES DA LUZ DO FREIO
  • 33 - FACHO DE LUZ DO FAROL
  • 34 - SISTEMA DE EMBREAGEM
  • - Embreagem centrífuga -
  • - Nível do fluido da embreagem -
  • 35 - CAVALETE LATERAL
  • - Tipo movimento duplo -
  • - Tipo retorno automático -
  • - Inspeção do interruptor de parada do motor do cavalete lateral -
  • 36 - SUSPENSÃO
  • 37 - PARAFUSOS/PORCAS E ELEMENTOS DE FIXAÇÃO
  • 38 - RODAS/PNEUS
  • 39 - ROLAMENTOS DA COLUNA DE DIREÇÃO