Curso Online de Agente de combate as endemias.

Curso Online de Agente de combate as endemias.

Agente de combate as endemias.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas


Por: R$ 29,90
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Agente de combate as endemias.

Graduada em Análises e Desenvolvimento de Sistemas Graduada em Gestão Financeira Graduada em Pedagogia. Conhecimentos em idiomas na área de ;Inglês e Espanhol.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • A principal missão do Agente de Combate às Endemias é a de ser capaz de perceber que as questões relacionadas ao meio ambiente estão associadas às condições determinantes e condicionantes da saúde e da qualidade de vida das pessoas. Ele precisa saber que o ser humano deve viver em ambiente saudável e adequado e que tem o direito de ser informado sobre os riscos do ambiente em relação à saúde, ao bem-estar ou à sobrevivência. Juntamente com a equipe de saúde, é responsável pela proteção, conservação e recuperação do ambiente e da saúde.

  • As ações do ace devem estar dirigidas a esclarecer a população, orientar técnicos, gestores e conselheiros da área da saúde para participarem de ações de prevenção, promoção e de proteção à saúde que resultem no monitoramento e controle dos problemas decorrentes do desequilíbrio do meio ambiente. Essas ações buscam eliminar ou reduzir a exposição humana aos fatores prejudiciais à saúde através do correto gerenciamento dos fatores de risco.

  • O ACE realiza ações complementares e compartilhadas com as equipes de saúde da atenção primária, tendo como base o território. Entre estas ações, destacam-se: 1) O planejamento e organização do trabalho em nível local; 2) A promoção e proteção à saúde; 3) O controle ambiental e de endemias/zoonoses; 4) A identificação de riscos e danos à saúde; 5) A educação para a saúde e atividades de comunicação

  • Ações básicas Dentre as ações básicas, estão incluídas: identificar fontes de dados e informações relativas à população e à área geográfica, tendo como referência o território; coletar dados e informações que subsidiem as equipes da UBS no diagnóstico de situação e condições sanitárias do território de referência; desenvolver, em conjunto com a equipe, ações de planejamento e de organização do trabalho da vigilância em saúde na atenção primária; atuar no monitoramento e avaliação das ações, tendo como base o programa de trabalho integrado da equipe de atenção primária; mapear e referenciar geograficam

  • Ações operacionais Entre as ações operacionais, destacam-se: identificar as fontes de água usadas pela população tendo como referência a base territorial; orientar quanto à qualidade da água de consumo em domicílios, escolas, unidades de saúde e demais equipamentos sociais; orientar medidas de manejo ambiental para o controle de vetores e zoonoses, em conformidade com protocolos estabelecidos pelas instâncias de âmbito nacional, estadual e municipal; vistoriar imóveis para identificar situações de risco ambiental e de saúde; identificar agravos e situações de risco sanitário, ocupacional, ambiental (incluindo saneamento básico e moradia) e de calamidade e proceder aos encaminhamentos pertinentes em conformidade com os protocolos da UB

  • Ações educativas Como ações educativas, podemos citar: mobilizar e orientar a população para desenvolver medidas de manejo ambiental para o controle de vetores e zoonoses; executar ações de educação para a saúde e mobilização social voltadas a pessoas, grupos, escolas e demais segmentos sociais quanto a ações de promoção da saúde, prevenção e controle de doenças, riscos e agravos à saúde; orientar a população quanto à posse responsável de animais domésticos.

  • Olá, hoje vamos falar dos modelos de atenção à saúde até o SUS. Modelo de atenção à saúde é a organização estratégica do sistema e das práticas de saúde em resposta às necessidades da população. No Brasil, o termo “atenção à saúde” foi denominado como Atenção Básica de Saúde na ocasião da Portaria Nº 648 GM/2006, que aprova a Política Nacional de Atenção Básica. Posteriormente, falaremos mais sobre essa portaria. Para estudar sobre o Sistema Único de Saúde (SUS), é necessário rever na história do Brasil os modelos de atenção à saúde. Assim podemos compreender e valorizar a história e política do SUS. No Brasil, os modelos de atenção podem ser compreendidos em relação às condições socioeconômicas e políticas 

  • A ideia de ter saúde, em boa parte do século XX, estava associada à ausência de doenças. Depois, começou-se a perceber que as doenças estavam associadas aos hábitos de vida, aos ambientes em que as pessoas viviam e aos comportamentos e respostas dos indivíduos às situações do dia a dia. A saúde passou, então, a ser entendida como um conjunto de fatores que tem a ver com renda, trabalho, grau de instrução, acesso e qualidade das ações do serviço de saúde e assim por diante. 

  • Clique para adicionar texto


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 29,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail: