Curso Online de História Monetaria do Brasil
5 estrelas 3 alunos avaliaram

Curso Online de História Monetaria do Brasil

Este curso consiste atiçar a curiosidade das pessoas acerca da história do dinheiro no Brasil e sobre como o sistema monetário brasileiro...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

Por: R$ 223,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este curso consiste atiçar a curiosidade das pessoas acerca da história do dinheiro no Brasil e sobre como o sistema monetário brasileiro evoluiu até onde sem encontra hoje.
Até a criação do Real; passaram-se muitas moedas com vários nomes que marcaram a historia financeira do Brasil, que aborda também a inserção de outras moedas no país e a relação destas com o Real o valor monetário do dinheiro.
A moeda brasileira sempre foi vista como um objeto que não possui apenas valor histórico e poder de compra mas também, como patrimônio historio do Brasil.
Muitos colecionadores de moeda através da associação dos colecionadores de moeda realizam um feira da moeda; todos os sábados na praça quinze no Estado do Rio de Janeiro,
A Venda das moedas gerou uma polemica historia de que o valor monetário e financeiro também gera custos de emissão e manutenção, que a casa da moeda faz manutenção todos os dias.

ok


- Claudia Da Silva Faustino De Paula

- Vinicius Da Silva

- Thiago Pereira Da Silva

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Curso História Monetária do Brasil

    Curso História Monetária do Brasil

    Ângela Silva Benjamim Constantino

  • História Monetária do Brasil

    História Monetária do Brasil

    Notas de Cinqüenta e Cem Reais

  • Introdução

    Introdução

    Este curso consiste atiçar a curiosidade das pessoas acerca da história do dinheiro no Brasil e sobre como o sistema monetário brasileiro evoluiu até onde sem encontra hoje.
    Até a criação do Real; passaram-se muitas moedas com vários nomes que marcaram a historia financeira do Brasil, que aborda também a inserção de outras moedas no país e a relação destas com o Real o valor monetário do dinheiro.
    A moeda brasileira sempre foi vista como um objeto que não possui apenas valor histórico e poder de compra mas também, como patrimônio historio do Brasil.
    Muitos colecionadores de moeda através da associação dos colecionadores de moeda realizam um feira da moeda; todos os sábados na praça quinze no Estado do Rio de Janeiro,
    A Venda das moedas gerou uma polemica historia de que o valor monetário e financeiro também gera custos de emissão e manutenção, que a casa da moeda faz manutenção todos os dias.

  • Moedas e Notas do Brasil

    Moedas e Notas do Brasil

  • O Real tal como é na Imagem

    O Real tal como é na Imagem

    O Real é a atual moeda do Brasil, trocado atualmente em torno de R$.2.50 (dois Reais e Cinqüenta) por cada Dólar americano

  • O Banco Central do Brasil

    O Banco Central do Brasil

    O Banco Central do Brasil, é a Instituição por excelência que administra e faz a gestão da Moeda Brasileira, e estipula as normas para o devido lançamento das notas. Todos os anos, milhares de notas de Real em péssimo estado são tiradas de circulação, incineradas e substituídas por notas novas. A Isso o Banco Central chama de manutenção da moeda. Cerca de 80% do custo de fabricação das notas vem da reposição das notas estragadas
    precocemente. Cada moeda que deixamos de usar vira um prejuízo para a economia do Brasil. Portanto, é de extrema importância o conhecimento acerca da história do dinheiro, pois, percebendo a complexidade de todo sistema, pode-se baixar os custos da manutenção monetária, e compreender-se a necessidade de valorizar e preservar a moeda brasileira. A emissão e/ou substituição da moeda é feita na casa da moeda, localizada no Estado do Rio de Janeiro, na Rua Renê Bitencourt, número 371, no Distrito Industrial de Santa Cruz, Rio de Janeiro - RJ, 23565-200
    Telefone:(21) 2414-2270.

  • Notas do Brasil já Substituídas

    Notas do Brasil já Substituídas

  • Moeda de um real

    Moeda de um real

    A moeda de um real entrou em circulação em 1 de julho de 1994, quando do lançamento do novo padrão monetário por ocasião do Plano Real. Desde 2006 a moeda vem substituindo a cédula de um real, que deixou de ser produzida em 2005.

  • Moedas de Um Real

    Moedas de Um Real

  • Moedas de Ouro

    Moedas de Ouro

    Moedas de Ouro Cunhadas para eventos comemorativos

  • A Casa da Moeda

    A Casa da Moeda

    A Casa da Moeda do Brasil (CMB) foi fundada em 8 de março de 1694 pelo rei de Portugal D. Pedro II, em Salvador, com o objetivo de atender a demanda de fabricação de moedas no país. Pois é através dela que o sistema monetário nacional faz as suas trocas comerciais. Não é só a moeda que é fabricada na Casa da Moeda sob orientação do Ministério da Fazenda e do Banco Central do Brasil. Lá também são emitidos todos os certificados de segurança do Brasil, como Diplomas Universitários, Insígnias da República, Brasões comemorativos de todas as instituições do Estado Brasileiro, Passaportes etc e todos os outros certificados de segurança de valor da República Federativa do Brasil.
    Há mais de 300 anos a empresa pública é responsável pela produção do meio circulante brasileiro (Meio de intermediação de Trocas) e de outros produtos de segurança, como passaportes com chips e selos fiscais. O complexo industrial, localizado em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio, é um dos maiores do gênero no mundo. No local, funcionam as três fábricas da empresa - de cédulas, de moedas e gráfica - onde são desenvolvidos produtos com o elevado padrão de qualidade exigido no mercado moderno.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 223,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Curso História Monetária do Brasil
  • História Monetária do Brasil
  • Introdução
  • Moedas e Notas do Brasil
  • O Real tal como é na Imagem
  • O Banco Central do Brasil
  • Notas do Brasil já Substituídas
  • Moeda de um real
  • Moedas de Um Real
  • Moedas de Ouro
  • A Casa da Moeda
  • A Nova Moeda de Um Real
  • Primeira Casa Da Moeda
  • O que é O Real (Dinheiro Brasileiro)
  • Objetivos
  • Desenvolvimento da Moeda Brasileira e sua relação com o Dólar
  • Primeira Família do Real – notas de 1,2,e 5
  • Primeira Família do Real – notas de 10,20,e 50
  • Primeira Família do Real – notas de R$ 100.00
  • Cédulas Comemorativas de 10.00 Reais
  • A Segunda Família de Cédulas do Real
  • A Segunda Família de Cédulas do Real Notas de 2.00 Reais
  • A Segunda Família de Cédulas do Real Notas 5 reais
  • A Segunda Família de Cédulas do Real Notas 10.00 reais
  • A Segunda Família de Cédulas do Real Notas 20.00 reais
  • A Segunda Família de Cédulas do Real Notas 50.00 reais
  • A Segunda Família de Cédulas do Real Notas 100 reais
  • Segurança nas Novas Notas
  • Detalhes nas Novas Notas
  • Segurança nas Novas Notas
  • Perguntas e respostas - Segunda Família de Cédulas do Real
  • Cédulas Inadequadas à Circulação
  • 2.2 – Exemplo de cédula rasgada (apresentando fragmento nitidamente com mais da metade do tamanho original)
  • 2.3 – Exemplos de cédulas cortadas na extremidade ou no interior
  • 2.4 – Exemplo de cédula danificada pelo fogo
  • 2.5 – Exemplos de cédulas danificadas por traça, cupim ou agente químico
  • Cédulas Inadequadas à Circulação
  • 2.6 – Exemplo de cédula com parte suprimida
  • 2.7 – Exemplos de cédulas formadas com fragmentos de outra cédula
  • 2.8 – Exemplo de cédula formada com pedaços de papel comum
  • 1.1 – Exemplos de cédulas desgastadas pelo uso excessivo (puída) ou marcada por dobras Puída
  • 3.1 – Exemplos de cédulas rasgadas
  • Conclusão
  • Bibliografia
  • Vai Trabalhar