Curso Online de Matemática Financeira Aplicada a Impostos com a HP12C- Parte 1
5 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de Matemática Financeira Aplicada a Impostos com a HP12C- Parte 1

Neste curso o aluno obterá informações sobre a cobrança de impostos, as modalidades de cobrança de impostos, os juros simplese compostos,...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 12 horas

Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Neste curso o aluno obterá informações sobre a cobrança de impostos, as modalidades de cobrança de impostos, os juros simplese compostos, aplicações envolvendo Imposto de Renda e IOF, Desconto de Duplicatas. O curso possui exemplos ilustrados com vídeo e som.

Professor universitário, matemático com especialização em ensino e aprendizagem da matemática, com mestrado em educação matemática pela UNESP e mestrado em educação - filosofia da matemática pela UNICAMP, trabalha com aplicações da matemática em engenharia, administração e mercado de capitais


- Conceição De Maria Pinto Nunes

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • matemática financeira aplicada tributos
    parte 1

    prof. luiz maggi

    programa do curso:

    conceitos básicos
    fluxo de caixa
    juros e descontos simples
    desconto de duplicatas
    juros compostos
    taxas

  • Matemática Financeira Aplicada a Impostos

    matemática financeira aplicada a impostos

    caros aluno:

    neste curso você irá encontrar informações sobre o cálculo financeiro usando a calculadora hp12c em situações em que existe a incidência de impostos.
    nestas mesmas situações a legislação é comentada e a forma de calcular os rendimentos tributáveis e a lucratividade real exemplificada.

    espero que este curso, em sua simplicidade, seja capaz de lhe auxiliar no processo de aprendizagem e o convido a conhecer os demais cursos da área á sua disposição.

    luiz maggi

  • Introdução

    introdução

  • introdução:

    quanto pesam os impostos?

    existem cerca de 50 cobranças, entre impostos e contribuições, que fazem com que o recolhimento dos impostos se torne uma ferramenta de administração no planejamento de longo prazo, pois uma parcela menor de tributos pagos se reverte em uma margem de lucratividade maior.

    por que o planejamento dos tributos ganhou maior importância nos dias de hoje?

    com a redução das taxas de inflação o efeito dos impostos para as empresas se tornou mais visível, passando a representar um dos componentes reais do custo.

  • quanto se paga de impostos?

    considere a simulação abaixo, onde estão relacionados alguns tributos cobrados sobre a vende de um eletrodoméstico.
    preço de venda final: r$ 125,00
    icms (18%) r$ 20,83
    pis, cofins e cpmf (8,9%) r$ 11,13
    ipi + outros tributos (6,29%) r$ 7,86
    ir e csll (11,06%) r$ 13,83
    custo de produção r$ 43,75 (35%)
    lucro disponível: r$ 125,00 – r$ 97,40 = r$ 27,60

    peso dos tributos (r$ 53,65) sobre o preço final (r$ 125,00)
    42,92%

    lucro disponível (r$ 27,60) sobre o preço final (r$ 125,00)
    22,08%

  • considere o exemplo de um automóvel:

    preço no varejo: r$ 20.500,00
    icms (12%) r$ 4.460,00
    pis e cofins (5,81%) r$ 1.190,81
    ipi (17,68%) r$ 3.625,00
    cpmf + tributos (2,52%) r$ 517,43
    ir e csll (4,34%) r$ 889,24
    custo de produção(49,23%) r$ 10.091,35
    lucro disponível (8,42%) r$ 1.726,17

    observações:
    o ipi levado em consideração foi de 25%
    não foram consideradas outras despesas além do custo de produção e distribuição em cadeia simples.

  • observe esta conta telefônica:

  • em uma conta telefônica temos a seguinte situação:

    valor da conta r$ 61,58
    icms (25%) r$ 14,98
    iss r$ 0,08
    pis e cofins (3,65%) r$ 2,24
    cpmf, fust e funtel (1,92%) r$ 1,18
    ir e csll (10,95%) r$ 6,75
    custo presumido(38%) r$ 23,40
    lucro disponível r$ 12,95

    obs: o lucro disponível para a empresa corresponde a 21,02% da fatura, enquanto o total de impostos pagos corresponde a 40,97%.

  • uma empresa pode sofrer:

    tributação direta: quando apura o lucro de sua atividade, os exemplos mais comuns são o imposto de renda e a contribuição sobre o lucro líquido.

    tributação indireta: quando fazem parte do processo produtivo e são recolhidos durante a cadeia de fabricação, sendo repassado ao consumidor final. os exemplos mais comuns são o imposto sobre circulação de mercadorias e serviços e o imposto sobre produtos industrializados.

    essas formas de tributação causam impacto na lucratividade da empresa, porém a tributação indireta, por atingir o processo produtivo, é de mais fácil mensuração.

  • atenção para as formas de calculo dos tributos, a base e a forma de calcular

    considere o exemplo da conta telefônica.
    valor da fatura: r$ 61,58
    valor do icms: r$ 14,98

    se o icms fosse o único imposto cobrado nessa fatura o total dos serviços cobrados pela operadora seria de r$ 46,60, pois o imposto pago não corresponde a serviços.
    nesse caso o total de impostos (r$ 14,98) calculado sobre o valor dos serviços pagos (r$ 46,60) corresponde a 32,15% e não aos 25% indicados na fatura. isso ocorre pois a forma de calculo do imposto é a chamada de ‘por dentro’, onde o imposto faz parte da base de cálculo do próprio imposto.

  • Tipos de cobrança de impostos

    tipos de cobrança de impostos


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Matemática Financeira Aplicada a Impostos
  • Introdução
  • Tipos de cobrança de impostos
  • Capitalização simples – juros e descontos
  • Desconto Comercial e Racional
  • Prazo Médio de um Borderô
  • Convenção exponencial e linear de juros compostos
  • Factoring
  • Taxas Equivalentes
  • Juros Nominais e Juros Efetivos
  • Taxa Real e Inflação
  • Valor do dinheiro no tempo
  • Atualização monetária
  • Avaliação pessoal
  • Respostas
  • FIM