Curso Online de Atualização da Norma ISO 9001:2015

Curso Online de Atualização da Norma ISO 9001:2015

Esta Norma especifica requisitos para um sistema de gestão da qualidade quando uma organização: a) necessita demonstrar sua capacidade pa...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 6 horas

Por: R$ 65,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Esta Norma especifica requisitos para um sistema de gestão da qualidade quando uma organização: a) necessita demonstrar sua capacidade para prover consistentemente produtos e serviços que atendam aos requisitos do cliente e aos requisitos estatutários e regulamentares aplicáveis, e b) visa aumentar a satisfação do cliente por meio da aplicação eficaz do sistema, incluindo processos para melhoria do sistema e para a garantia da conformidade com os requisitos do cliente e com os requisitos estatutários e regulamentares aplicáveis.

1. Suporte Técnico ao Desenvolvimento e Orçamento dos novos produtos; 2. Controle e Gerenciamento de Equipamentos de Inspeção Medição e Ensaios (EIMEs); 3. Análise do Sistema de Medição MSA ? Terceira Edição 3° Edição para mensurável e atributo; 4. Dimensionamento de Dispositivos e Peças Modelo Matemático- 3D e Tolerância Geométrica GD&T; 5. Implantação do Controle Estatístico do Processo ? (CEP) 2° Edição; 6. Auditoria de Processo e Produto; 7. Relatórios Dimensionais de PPAP e Instruções 4° Edição; 8. Treinamento de CEP, Dureza, Rugosidade, Metrologia e outros; 9. Aprovação de Setup para liberação de Produção e de desenvolvimento; 10. Gerenciamento de recebimento, inspeção de Layout, método de medição e Plano de Ação Corretiva; 11. Validação de Processos externos e Processos da Qualidade; 12. Suporte Técnico (ferramentaria) ao aspecto dimensional de dispositivos e ferramentas novas e de processo; 13. Acompanhamento de melhorias de CEP, Processo e Qualidade; 14. Análise de impacto dos EIMES / Análise Crítica dos documentos; 15. Homologação de fornecedores e aquisição; 16. Análise dos Planos de Ação Corretiva; 17. Análise junto a ferramentaria para correção, alteração e elaboração de ferramental (matrizes); 18. Auditor ISO / TS 16949 ? ABS; 19. Manuseio com TRIDIMENSIONAL MITUTOYO ? MANUAL ? 5 anos; 20. Software GeoPak Win e 3D Tol ( Comparação superficial) ? 5 anos; 21. Software PowerINSPECT Full Versão 5.0 ? 1 ano; 22. Elaboração de Aspectos e Impactos Ambientais; 23. Curso de Requisitos do Sistema de Gestão Ambiental ISO 14001:2004; 24. Curso de Qualificação de Auditor Interno ISO 14001:2004; 25. Curso de Qualificação de Auditor Interno VDA 6.3. 26. Análise de solda MAG (MACROGRAFIA) e solda ponto (Ensaio de Extração, arranchamento); 27. Manuseio com Salt-Spray e Análise para desenvolvimento e processo; 28. Manuseio com Normas Mercedes, MAN, Honda, Yamaha e outros;



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Causas mais comuns e respectivas ações corretivas

    Causas mais comuns e respectivas ações corretivas

    MATERIAL DIDÁTICO baseado na norma ISO 9000-2

  • Parte do formulário de SACP, onde se resume o resultado da investigação da causa

  • Causas raízes mais comuns X Ações corretivas /preventivas

  • Exemplos de Ação Corretiva (ação para evitar reincidência da não conformidade “real” deve atacar a causa-raiz da não-conformidade que é normalmente uma fragilidade no sistema de gestão da qualidade e/ou no(s) processo(s) envolvido(s) Mão de obra: melhoria na gestão de definição de competência (matriz de treinamentos com treinamento mínimo, experiência mínima, habilidades mínima, educação mínima com análise dos gestores /Representante da Direção), melhoria na gestão da “qualidade” da provisão de treinamento teórico/prático; melhoria na gestão do processo de motivação dos funcionários; melhoria no processo de medição da motivação dos funcionários; melhoria na gestão da eficácia de treinamentos - com “padronização” da melhoria. Método: melhoria na execução do processo - com “padronização” da melhoria (Ex.: revisão da instrução de trabalho); melhoria na gestão de liberaçào de set-up; melhoria na gestão do processo (ver também “meios de medição’) Meios de medição: melhoria na gestão de calibração/verificação dos equipamentos de medição; melhoria na gestão dos estudos de sistemas de medição; melhoria na sistemática de escolha dos equipamentos de medição em função das tolerâncias a serem controladas; melhoria na sistemática de medição e/ou monitoramento do processo (eficácia& eficiência do processo) com “padronização da melhoria Meio ambiente: melhoria na gestão da provisão do meio ambiente adequado para a execução do processo - com “padronização” da melhoria ; melhoria na gestão do clima organizacional (relacionamento da chefia x subordinados) com “padronização” da melhoria Material: melhoria na sistemática de provisão de material adequado para o processo; melhoria na sistemática de aprovaçào de produto e processo fornecido por fornecedores (PPAP); melhoria na sistemática de inspeção de produtos recebidos; melhoria na sistemática de desenvolvimento de SGQ de fornecedores - com “padronização” da melhoria Máquina: melhoria na sistemática de provisão de manutenção preventiva/ preditiva dos equipamentos de produção; melhoria na sistemática de provisão de peças de reposição - com “padronização” da melhoria. Management/ Gerência: melhoria na gestão do processo com definição clara do papel dos “atores” do processo (inclusive do “gestor”) sendo aprimorado; definição de participação do gestor do processo de forma sistemática e periódica para “gerir” o processo em questão - com “padronização da melhoria”.

    Exemplos de Ação Corretiva (ação para evitar reincidência da não conformidade “real” deve atacar a causa-raiz da não-conformidade que é normalmente uma fragilidade no sistema de gestão da qualidade e/ou no(s) processo(s) envolvido(s) Mão de obra: melhoria na gestão de definição de competência (matriz de treinamentos com treinamento mínimo, experiência mínima, habilidades mínima, educação mínima com análise dos gestores /Representante da Direção), melhoria na gestão da “qualidade” da provisão de treinamento teórico/prático; melhoria na gestão do processo de motivação dos funcionários; melhoria no processo de medição da motivação dos funcionários; melhoria na gestão da eficácia de treinamentos - com “padronização” da melhoria. Método: melhoria na execução do processo - com “padronização” da melhoria (Ex.: revisão da instrução de trabalho); melhoria na gestão de liberaçào de set-up; melhoria na gestão do processo (ver também “meios de medição’) Meios de medição: melhoria na gestão de calibração/verificação dos equipamentos de medição; melhoria na gestão dos estudos de sistemas de medição; melhoria na sistemática de escolha dos equipamentos de medição em função das tolerâncias a serem controladas; melhoria na sistemática de medição e/ou monitoramento do processo (eficácia& eficiência do processo) com “padronização da melhoria Meio ambiente: melhoria na gestão da provisão do meio ambiente adequado para a execução do processo - com “padronização” da melhoria ; melhoria na gestão do clima organizacional (relacionamento da chefia x subordinados) com “padronização” da melhoria Material: melhoria na sistemática de provisão de material adequado para o processo; melhoria na sistemática de aprovaçào de produto e processo fornecido por fornecedores (PPAP); melhoria na sistemática de inspeção de produtos recebidos; melhoria na sistemática de desenvolvimento de SGQ de fornecedores - com “padronização” da melhoria Máquina: melhoria na sistemática de provisão de manutenção preventiva/ preditiva dos equipamentos de produção; melhoria na sistemática de provisão de peças de reposição - com “padronização” da melhoria. Management/ Gerência: melhoria na gestão do processo com definição clara do papel dos “atores” do processo (inclusive do “gestor”) sendo aprimorado; definição de participação do gestor do processo de forma sistemática e periódica para “gerir” o processo em questão - com “padronização da melhoria”.

    12

    Mão-de-Obra

    Método

    Meios de medição

    Material

    Máquina

    Management/ Gerência

    Não
    Conformidade

    Correção
    Ação imediata tomada
    sobre o efeito

    Meio ambiente

    12

    Exemplos de Correção: efetuar consertos máquina & ferramental; calibrar equipto. medição; disponibilizar documento atulizado na área; prover material faltante; atualizar documento que estava “desatualizado”; substituir documento ilegível por documento “legível”; efetuar manutenção “faltante” que havia sido planejada e ficou atrasada.

  • QUAIS SÃO AS CAUSAS DA MÁ QUALIDADE ?
    Causas de má qualidade podem ser agrupados em seis (6 ) categorias principais:
    1.MAN / SER HUMANO: <= 6.3 INFRAESTRUTURA (ISO 9001)
    Falta de capabilidade [Lack of capability ]
    Falta de manutenção [Lack of maintenance]
    Não disponibilidade de peças de reposição [Non availability of spares]
    Desgaste devido ao uso [Wear and tear]
    instalação inadequada & calibração inadequada [Improper setup/calibration ] Tecnologia ultrapassada [Outdated technology]

    13

  • QUAIS SÃO AS CAUSAS DA MÁ QUALIDADE ?
    Causas de má qualidade podem ser agrupados em seis (6 ) categorias principais: (continuação)

    3. MATERIAL curto prazo“ [Short term planning ]
    Mau planejamento & planejamento inadequado [Inadequate/poor planning ]

    14

  • QUAIS SÃO AS CAUSAS DA MÁ QUALIDADE ?
    Causas de má qualidade podem ser agrupados em seis (6 ) categorias principais: (continuação)

    4. MANAGEMENT / GESTÃO: <= 4. SGQ + 5. RESPONSABILIDADE PELA DIREÇÃO + 6. GESTÃO DE RECURSOS + 7. REALIZAÇÃO DE PRODUTO + 8. MEDIÇÃO, ANALISE E MELHORIA (ISO 9001) (cont.)
    Incentivos e indicadores falhos [Flawed incentives and indicators]
    Favoritismo [Favoritism]
    Falta de supervisão & monitoramento (acompanhamento) [Lack of supervision/monitoring ]
    Motivação para mudanças [Attitude towards change]
    Falta de tomada de decisão e habilidades de comunicação [Lack of decision making and communication skills]
    Falta de entendimento do processo [Lack of process understanding ]
    Falta análise dos dados para tomada de decisão [Lack of fact based decision making]

    15

  • QUAIS SÃO AS CAUSAS DA MÁ QUALIDADE ?
    Causas de má qualidade podem ser agrupados em seis (6 ) categorias principais: (continuação)

    5. METHOD / MÉTODO: <= 6.4 AMBIENTE DE TRABALHO (ISO 9001)
    Umidade / temperatura / iluminação [Humidity / temperature / lighting ]

    16

  • Comparação ISO 9001: 2008 X ISO 9001: 2015

    Comparação ISO 9001: 2008 X ISO 9001: 2015

  • Comparação ISO 9001: 2015 x ISO 9001: 2008

    Comparação ISO 9001: 2015 x ISO 9001: 2008

  • )

    )


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 65,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Causas mais comuns e respectivas ações corretivas
  • Exemplos de Ação Corretiva (ação para evitar reincidência da não conformidade “real” deve atacar a causa-raiz da não-conformidade que é normalmente uma fragilidade no sistema de gestão da qualidade e/ou no(s) processo(s) envolvido(s) Mão de obra: melhoria na gestão de definição de competência (matriz de treinamentos com treinamento mínimo, experiência mínima, habilidades mínima, educação mínima com análise dos gestores /Representante da Direção), melhoria na gestão da “qualidade” da provisão de treinamento teórico/prático; melhoria na gestão do processo de motivação dos funcionários; melhoria no processo de medição da motivação dos funcionários; melhoria na gestão da eficácia de treinamentos - com “padronização” da melhoria. Método: melhoria na execução do processo - com “padronização” da melhoria (Ex.: revisão da instrução de trabalho); melhoria na gestão de liberaçào de set-up; melhoria na gestão do processo (ver também “meios de medição’) Meios de medição: melhoria na gestão de calibração/verificação dos equipamentos de medição; melhoria na gestão dos estudos de sistemas de medição; melhoria na sistemática de escolha dos equipamentos de medição em função das tolerâncias a serem controladas; melhoria na sistemática de medição e/ou monitoramento do processo (eficácia& eficiência do processo) com “padronização da melhoria Meio ambiente: melhoria na gestão da provisão do meio ambiente adequado para a execução do processo - com “padronização” da melhoria ; melhoria na gestão do clima organizacional (relacionamento da chefia x subordinados) com “padronização” da melhoria Material: melhoria na sistemática de provisão de material adequado para o processo; melhoria na sistemática de aprovaçào de produto e processo fornecido por fornecedores (PPAP); melhoria na sistemática de inspeção de produtos recebidos; melhoria na sistemática de desenvolvimento de SGQ de fornecedores - com “padronização” da melhoria Máquina: melhoria na sistemática de provisão de manutenção preventiva/ preditiva dos equipamentos de produção; melhoria na sistemática de provisão de peças de reposição - com “padronização” da melhoria. Management/ Gerência: melhoria na gestão do processo com definição clara do papel dos “atores” do processo (inclusive do “gestor”) sendo aprimorado; definição de participação do gestor do processo de forma sistemática e periódica para “gerir” o processo em questão - com “padronização da melhoria”.
  • Comparação ISO 9001: 2008 X ISO 9001: 2015
  • Comparação ISO 9001: 2015 x ISO 9001: 2008
  • )
  • =