Curso Online de Auxiliar de Enfermagem do Trabalho - Noções básicas
3 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de Auxiliar de Enfermagem do Trabalho - Noções básicas

O curso online de Auxiliar de Enfermagem do Trabalho é direcionado a quem deseja conhecer a profissão de Auxiliar ou Técnico de Enfermage...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 30 horas

De: R$ 60,00 Por: R$ 39,90
(Pagamento único)

Mais de 10 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

O curso online de Auxiliar de Enfermagem do Trabalho é direcionado a quem deseja conhecer a profissão de Auxiliar ou Técnico de Enfermagem do Trabalho ou para quem já atua na área e deseja se atualizar.
O curso irá te capacitar no desenvolvimento de atividades em enfermaria e ambulatório de indústrias e empresas de prestação de serviços de assessoria em segurança e medicina do trabalho.

Experiência de 16 anos como Técnico de Segurança do Trabalho em indústria do ramo metalúrgico, gráfico, têxtil e de prestação de serviços, além de pequenas atuações em muitos outros segmentos industriais. Atuei em empresas de grau de risco 3, com mais de 500 funcionários, e grau de risco 2, com mais de 800 funcionários. Responsável pelas atividades do departamento de segurança do trabalho na matriz e filiais das empresas onde atuei. Lecionei por quatro anos em escola de cursos técnicos (segurança do trabalho e meio ambiente). Conhecimentos gerais e específicos de todas as normas regulamentadoras; Auditoria; sistemas de gestão da qualidade, segurança e meio ambiente; treinamentos. Experiência na formação da CIPA,Brigada de Emergência, Licenciamento Ambiental, E-Social, AVCB, cursos, etc. Atualmente sou Coordenador de SSMA em Industria Têxtil e de Confecção de grande porte em SP. Formação Acadêmica: Pós Graduado em Ergonomia; Bacharel em Teologia; Pós graduado em Gestão Ambiental; Bombeiro Profissional Civil; Tecnólogo em Gestão Ambiental e Segurança do Trabalho; Técnico de Segurança do Trabalho.


- Natália Assis De Lima

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • CURSO DE


    ENFERMAGEM
    DO TRABALHO

  • OBJETIVO DO CURSO

    O curso online de Enfermagem do Trabalho é direcionado a quem deseja conhecer a profissão de Enfermeiro do Trabalho ou para quem já atua na área e deseja se atualizar.
    O curso irá te capacitar no desenvolvimento de atividades em enfermaria e ambulatório de indústrias e empresas de prestação de serviços de assessoria em segurança e medicina do trabalho.

  • CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

    História da Enfermagem
    Auxiliar de Enfermagem do Trabalho
    Técnico de Enfermagem do Trabalho
    Enfermeiro Do Trabalho
    Doenças Ocupacionais
    Toxicologia
    Segurança do Trabalho
    Higiene ocupacional
    Normas Regulamentadoras
    Equipamentos Proteção Individual (EPI)
    Rotina administrativa em Ambulatório Ocupacional
    PPRA/PCMSO/ASO
    Noções Básicas em Primeiros Socorros

  • HISTÓRIA DA ENFERMAGEM

  • História da Enfermagem

    Período Florence Nightingale
    Nascida a 12 de maio de 1820, em Florença, Itália, era filha de ingleses. Possuía inteligência incomum, tenacidade de propósitos, determinação e perseverança - o que lhe permitia dialogar com políticos e oficiais do Exército, fazendo prevalecer suas ideias. Dominava com facilidade o inglês, o francês, o alemão, o italiano, além do grego e latim. No desejo de realizar-se como enfermeira, passa o inverno de 1844 em Roma, estudando as atividades das Irmandades Católicas. Em 1849 faz uma viagem ao Egito e decide-se a servir a Deus, trabalhando em Kaiserswert, Alemanha, entre as diaconisas. Decidida a seguir sua vocação, procura completar seus conhecimentos que julga ainda insuficientes. Visita o Hospital de Dublin dirigido pela Irmãs de Misericórdia, Ordem Católica de Enfermeiras, fundada 20 anos antes. Conhece as Irmãs de Caridade de São Vicente de Paulo, na Maison de la Providence em Paris.

  • História da Enfermagem

    Aos poucos vai se preparando para a sua grande missão. Em 1854, a Inglaterra, a França e a Turquia declaram guerra à Rússia: é a Guerra da Criméia. Os soldados acham-se no maior abandono. A mortalidade entre os hospitalizados é de 40%. Florence partiu para Scutari com 38 voluntárias entre religiosas e leigas vindas de diferentes hospitais. Algumas enfermeiras foram despedidas por incapacidade de adaptação e principalmente por indisciplina. A mortalidade decresce de 40% para 2%. Os soldados fazem dela o seu anjo da guarda e ela será imortalizada como a "Dama da Lâmpada" porque, de lanterna na mão, percorre as enfermarias, atendendo os doentes. Durante a guerra contrai tifo e ao retornar da Criméia, em 1856, leva uma vida de inválida. Dedica-se porém, com ardor, a trabalhos intelectuais. Pelos trabalhos na Criméia, recebe um prêmio do Governo Inglês e, graças a este prêmio, consegue iniciar o que para ela é a única maneira de mudar os destinos da Enfermagem - uma Escola de Enfermagem em 1959.

  • História da Enfermagem

    Após a guerra, Florence fundou uma escola de Enfermagem no Hospital Saint Thomas, que passou a servir de modelo para as demais escolas que foram fundadas posteriormente. A disciplina rigorosa, do tipo militar, era uma das características da escola nightingaleana, bem como a exigência de qualidades morais das candidatas. O curso, de um ano de duração, consistia em aulas diárias ministradas por médicos.
    Nas primeiras escolas de Enfermagem, o médico foi de fato a única pessoa qualificada para ensinar. A ele cabia então decidir quais das suas funções poderiam colocar nas mãos das enfermeiras. Florence morre em 13 de agosto de 1910, deixando florescente o ensino de Enfermagem. Assim, a Enfermagem surge não mais como uma atividade empírica, desvinculada do saber especializado, mas como uma ocupação assalariada que vem atender a necessidade de mão-de-obra nos hospitais, constituindo-se como uma prática social institucionalizada e específica.

  • História da Enfermagem

    Enfermagem Moderna
    O avanço da Medicina vem favorecer a reorganização dos hospitais. É na reorganização da Instituição Hospitalar e no posicionamento do médico como principal responsável por esta reordenação, que vamos encontrar as raízes do processo de disciplina e seus reflexos na Enfermagem, ao ressurgir da fase sombria em que esteve submersa até então. Naquela época, estiveram sob piores condições, devido a predominância de doenças infecto-contagiosas e a falta de pessoas preparadas para cuidar dos doentes. Os ricos continuavam a ser tratados em suas próprias casas, enquanto os pobres, além de não terem esta alternativa, tornavam-se objeto de instrução e experiências que resultariam num maior conhecimento sobre as doenças em benefício da classe abastada. É neste cenário que a Enfermagem passa a atuar, quando Florence Nightingale é convidada pelo Ministro da Guerra  da Inglaterra para trabalhar junto aos soldados feridos em combate na Guerra da Criméia.

  • História da Enfermagem

    Anna Nery
    Aos 13 de dezembro de 1814, nasceu Ana Justina Ferreira, na Cidade de Cachoeira, na Província da Bahia. Casou-se com Isidoro Antonio Nery, enviuvando aos 30 anos. Seus dois filhos, um médico militar e um oficial do exército, são convocados a servir a Pátria durante a Guerra do Paraguai (1864-1870), sob a presidência de Solano Lopes. O mais jovem, aluno do 6º ano de Medicina, oferece seus serviços médicos em prol dos brasileiros.
    Anna Nery não resiste à separação da família e escreve ao Presidente da Província, colocando-se à disposição de sua Pátria.  Em 15 de agosto parte para os campos de batalha, onde dois de seus irmãos também lutavam. Improvisa hospitais e não mede esforços no atendimento aos feridos. Após cinco anos, retorna ao Brasil, é acolhida com carinho e louvor, recebe uma coroa de louros e Victor Meireles pinta sua imagem, que é colocada no edifício do Paço Municipal. O governo imperial lhe concede uma pensão, além de medalhas humanitárias e de campanha. Faleceu no Rio de Janeiro a 20 de maio de 1880. A primeira Escola de Enfermagem fundada no Brasil recebeu o seu nome. Anna Nery que, como Florence Nightingale, rompeu com os preconceitos da época que faziam da mulher prisioneira do lar.

  • História da Enfermagem

    Primeiras Escolas de Enfermagem
    Apesar das dificuldades que as pioneiras da Enfermagem tiveram que enfrentar, devido à incompreensão dos valores  necessários ao desempenho da profissão, as escolas se espalharam pelo mundo, a partir da Inglaterra. Nos Estados Unidos a primeira Escola foi criada em 1873. Em 1877 as primeiras enfermeiras diplomadas começam a prestar serviços a domicílio em New York. As escolas deveriam funcionar de acordo com a filosofia da Escola Florence Nightingale, baseada em quatro ideias-chave:
    1- O treinamento de enfermeiras deveria ser considerado tão importante quanto qualquer outra forma de ensino e ser mantido pelo dinheiro público.
    2- As escolas de treinamento deveriam ter uma estreita associação com os hospitais, mas manter sua independência financeira e administrativa.
    3- Enfermeiras profissionais deveriam ser responsáveis pelo ensino no lugar de pessoas não envolvidas em Enfermagem.
    4- As estudantes deveriam, durante o período de treinamento, ter residência à disposição, que lhes oferecesse ambiente confortável e agradável, próximo ao hospital.

  • História da Enfermagem no Brasil

    A organização da Enfermagem na Sociedade Brasileira começa no período colonial e vai até o final do século XIX. A profissão surge como uma simples prestação de cuidados aos doentes, realizada por um grupo formado, na sua maioria, por escravos, que nesta época trabalhavam nos domicílios. Desde o princípio da colonização foi incluída a abertura das Casas de Misericórdia, que tiveram origem em Portugal. A primeira Casa de Misericórdia foi fundada na Vila de Santos, em 1543. Em seguida, ainda no século XVI, surgiram as do Rio de Janeiro, Vitória, Olinda e Ilhéus. Mais tarde Porto Alegre e Curitiba, esta inaugurada em 1880, com a presença de D. Pedro II e Dona Tereza Cristina. No que diz respeito à saúde do povo brasileiro, merece destaque o trabalho do Padre José de Anchieta. Ele não se limitou ao ensino de ciências e catequeses. Foi além. Atendia aos necessitados, exercendo atividades de médico e enfermeiro. Em seus escritos encontramos estudos de valor sobre o Brasil, seus primitivos habitantes, clima e as doenças mais comuns.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 39,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • História da Enfermagem
  • Auxiliar de Enfermagem do Trabalho
  • Técnico de Enfermagem do Trabalho
  • Enfermeiro Do Trabalho
  • Doenças Ocupacionais
  • Toxicologia
  • Segurança do Trabalho
  • Higiene ocupacional
  • Normas Regulamentadoras
  • Equipamentos Proteção Individual (EPI)
  • Rotina administrativa em Ambulatório Ocupacional
  • PPRA/PCMSO/ASO
  • Noções Básicas em Primeiros Socorros