Curso Online de Noçoes básicas de Primeiros Socorros

Curso Online de Noçoes básicas de Primeiros Socorros

O curso aborda queimaduras, traumatismo, transporte do acidentado, asfixia, etc. Possui vídeos.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 8 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Mais de 30 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

O curso aborda queimaduras, traumatismo, transporte do acidentado, asfixia, etc. Possui vídeos.

Site de Segurança do trabalho com vagas de emprego, cursos, apostilas, etc



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • Noções básicas de Primeiros Socorros

    Noções básicas de Primeiros Socorros

    Só Segurança do Trabalho

  • Olá, bem-vindo (a) ao curso a distância do Só Segurança do trabalho.

    Utilize as teclas abaixo para sair, voltar ou avançar.

    Bons estudos!

  • Introdução

  • Primeiros socorros são uma série de procedimentos simples com o intuito de manter vidas
    em situações de emergência, feitos por pessoas comuns com esses conhecimentos, até a
    chegada de atendimento médico especializado.
    O melhor é obter treino em primeiros socorros antes de se precisar usar os procedimento em
    quaisquer situações de emergência.
     
    A importância do aprendizado de Primeiros Socorros
    Acidentes acontecem e a todo o momento estamos expostos a inúmeras situações de risco
    que poderiam ser evitadas se, no momento do acidente, a primeira pessoa a ter contato com o
    paciente soubesse proceder corretamente na aplicação dos primeiros socorros.
    Muitas vezes esse socorro é decisivo para o futuro e a sobrevivência da vítima.

    Os princípios básicos do atendimento de emergência
    Baseia-se nos três ERRES:
    RAPIDEZ NO ATENDIMENTO
    RECONHECIMENTO DAS LESÕES
    REPARAÇÃO DAS LESÕES

  • O Suporte Básica da Vida
    A - O CONTROLE DAS VIAS AÉREAS
    B - O CONTROLE DA VENTILAÇÃO
    C - A RESTAURAÇÃO DA CIRCULAÇÃO 
    Em algumas situações as vias aéreas podem ficar obstruídas por sangue, vômitos, corpos
    estranhos (pedaços de dente, próteses dentárias, terra) ou pela queda da língua para trás,
    como acontece nos casos de convulsões e inconsciência.
    Em crianças sãos comuns obstruções por balas, contas e moedas

    Recomendações aos Socorristas
     
    PROCURE SEMPRE CONHECER A HISTÓRIA DO ACIDENTE
    PEÇA OU MANDE PEDIR UM RESGATE ESPECIALIZADO ENQUANTO VOCÊ REALIZA OS PROCEDIMENTOS BÁSICOS
    SINALIZE E ISOLE O LOCAL DO ACIDENTE
    DURANTE O ATENDIMENTO UTILIZE, DE PREFERÊNCIA, LUVAS E CALÇADOS IMPERMEÁVEIS

  • Vítima Inconsciente

  • A Primeira medida que devemos tomar diante de uma vítima que não se comunica é verificar
    o grau de consciência.

    Assistência a uma vítima inconsciente que (ainda) está respirando normalmente
    Nesse caso, a assistência deve ser a de soltar qualquer peça de roupa que esteja em volta do
    pescoço e manter as vias respiratórias livres, virando a vítima de lado.

    Assistência a uma vítima inconsciente que esteja respirando com dificuldade
    Nessa situação, você deve virar a cabeça da vítima para um lado. Abra a sua boca, retire
    qualquer fragmento da boca da vítima com seu
    dedo indicador ou médio. Seus dedos, se possível, devem estar cobertos por gaze esterilizada
    ou por um lenço limpo. Coloque a vítima na posição de recuperação.

    Para isto devemos saber se ela: - Se comunica - Responde ao toque - Responde à dor.

  • Assistência a uma vítima inconsciente que não está respirando ou respira insuficientemente
    Se a vítima estiver com a face com uma coloração azul-acinzentado e não estiver respirando,
    ou estiver respirando muito pouco apenas (seu peito mal se mexe), então deve ser ventilada
    imediatamente.
     

    Há dois métodos de ventilação artificial: os métodos de respiração boca a boca e de boca a
    nariz.

  • Método boca a boca
    Posicione a vítima de costas;
    Ajoelhe sobre os dois joelhos e próximo à sua cabeça;
    Coloque uma mão sob o pescoço e a outra na testa da vítima;
    Estenda para trás a cabeça da vítima o máximo possível. isso fará com que a boca da vítima se abra;
    Use o polegar e o dedo médio da mão que ficou sobre a testa da vitima pare fechar seu nariz. Isso evitará que o ar escape pelo nariz
    Inspire profundamente e coloque sue boca aberta sobre a boca aberta da vítima, certifique-se de que sue boca cubra completamente a boca da vítima;
    Sopre o ar dentro da boca da vitima. Verifique se o peito está subindo. Isso mostra se o ar inspirado está indo pare os pulmões da vítima
    Quando o peito tiver levantado, tire sua boca da boca da vítima e solte o nariz da vítima;
    Observe se o peito da vítima desce. Se assim o fizer, significa que a vítima está respirando
    Novamente, respire fundo, certifique-se de não respirar quando a vítima está expirando; coloque sue boca aberta sobre a boca aberta da vítima; sopre o ar na boca da vitima;verifique se o peito está subindo.
    O número de insuflações é de cerca de doze por minuto (o que significa contar até três e soprar o ar na boca e contar até três para deixar a vitima expirar). Se for impossível soprar o ar para dentro da vítima dessa maneira, então coloque a cabeça da vítima ainda mais reclinada e tente novamente. Se for impossível então aplique o método boca a nariz.

  • Método boca a nariz
    Coloque sua mão, que está sob a cabeça da vítima, sobre o osso de seu queixo. Sua outra mão deve permanecer na testa da vítima pare manter a cabeça para trás.
    Empurre o queixo para cima. Isso fechará os lábios da vítima; inale ar fresco;
    Coloque sue boca aberta envolvendo o nariz da vítima e sopre;
    Observe se o peito da vítima está subindo;
    Quando o peito tiver subido, tire sue boca do nariz da vítima e depois abra a boca da vítima;
    Observe se o peito da vítima abaixa;
    Inale ar fresco e continue a ventilar.

    Quando usar a respiração boca a nariz, deve-se usar o mesmo tempo que se usa no método de respiração boca a boca.
    Se o método boca a nariz não for bem sucedido também, abra a boca da vítima e sinta se há algo obstruindo a livre entrada de ar. Se houver, remova o que estiver obstruindo a entrada de ar e sopre ar novamente para dentro da vítima.

  • No caso de afogamento, a boca da vítima deve sempre ser limpa antes de começar a
    ventilação.
    No caso de crianças, menos ar deve ser soprado para dentro dos seus pulmões. Sopre
    com menos força: somente o suficiente para fazer seu peito subir, mas sopre com
    periodicidade um pouco menor por minuto. Com uma criança pequena, você deve por sua
    boca sobre o nariz e a boca da criança, e soprar o ar com pequenos "puffs".
    Continue soprando o ar até a vítima começar a respirar por si só ou até profissionais
    assumirem o comando ou lhe aconselharem a parar.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Noções básicas de Primeiros Socorros
  • Avalie nosso curso