Curso Online de Fotografia Digital Completo
4 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de Fotografia Digital Completo

Curso básico completo de fotografia digital. Informações simples e objetivas com exemplos práticos das principais técnicas e abordagem ut...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 6 horas

De: R$ 60,00 Por: R$ 39,00
(Pagamento único)

Mais de 100 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Curso básico completo de fotografia digital. Informações simples e objetivas com exemplos práticos das principais técnicas e abordagem utilizada pelos profissionais.

Marcos Venicius é publicitário e fotógrafo. Atuou como diretor de arte em diversas agências de publicidade no Brasil e no exterior. É diretor da agência Taut Comunicação, além de outros negócios ligados à gastronomia. Na bagagem estão trabalhos realizados para Peugeot, TV Globo, Globo.com, VIVO, Telefônica, General Electric, entre outras. Além de ter atuado com produção fotográfica para eventos sociais, fotojornalimos e bancos de imagem.


- Josué Alves Do Nascimento

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • A CÂMERA É UM INSTRUMENTO QUE NOS ENSINA A ENXERGAR SEM ELA.

    Dorothea Lange

  • LIÇÃO N° 1:

    FOTOGRAFEM TUDO!

  • O que é fotografia?

    Fotografia é a arte de escrever com luz. É a técnica de criar uma imagem através de exposição luminosa.

    Na fotografia digital a luz sensibiliza um dispositivo dentro do corpo da câmera, que, por sua vez, converte a luz em uma imagem digital. O tamanho desse sensor e sua resolução em megapixel variam conforme o modelo da câmera.

    Câmeras que possuem mais “MegaPixels” produzem imagens de tamanho maior, mas lembre-se: a qualidade da imagem não está vinculada à quantidade de MegaPixels. A qualidade da imagem depende vários fatores, tais como: qualidade do conjunto ótico, tipo de sensor, etc.

  • Principais tipos de equipamentos fotográficos. Outros tipos não serão mencionados neste curso básico por conta de sua aplicação restrita a nichos profissionais (médio e grandes formatos).

  • SLR / DSLR: Single Lens Reflex / Digital Single Lens Reflex – São constituídas de um corpo (câmera) que pode receber inúmeros acessórios e diferentes tipos de objetivas (lentes).

    SuperZoom: Câmeras intermediárias, comumente chamadas de “semiprofissionais”. É uma ponte entre as automáticas e as câmeras DSLR, por conta de seus recursos. Podem operar em modos automáticos e manuais, dependendo do modelo. São chamadas de Superzoom por conta de sua capacidade de ampliação (zoom) de imagem. Possuem lentes fixas.

    Automáticas: São tecnicamente chamadas de Point n’ Shoot, algo como: apontar e fotografar. São câmeras totalmente automáticas, mas alguns modelos permitem pequenos ajustes pré-programados através do menu. É a opção ideal para quem não quer pensar fotograficamente, apenas registrar seus momentos mais felizes.

    DSLM: Digital Single Lens Mirrorless. São uma espécie de DSLR miniatura. Possuem características avanças de uma câmera profissional, permitem a substituição das objetivas, mas não possuem o espelho ótico e por isso seu tamanho e peso são muito menores que uma DSLR. Falaremos sobre isso nos próximos slides.

  • No processo de captação de imagem, a luz entra através das lentes (1), reflete no espelho* interno (2), e também no espelho pentaprismático (4) e então é mostrada no visor. A figura 3 é o sensor digital. Quando disparamos o botão (shutter) o espelho (2) levanta-se e as informações (luz) são registradas no sensor em forma de imagem.

    * Câmeras DSLM, Superzoom ou automáticas, tipo Point n’ Shoot, não possuem espelho. Elas utilizam um processador digital que simula a função do espelho. Por conta disso estas câmeras não são recomendadas para uso profissional, pois quando você faz o disparo para registrar a imagem há um atraso (shutter lag) entre o momento do disparo e a imagem efetivamente captada.

  • Distância focal é o comprimento, em milímetros, entre o ponto de convergência da luz até o ponto, geralmente o sensor ou filme, onde a imagem focalizada será gravada.

    Quanto maior for a distância focal, menor será o angulo de visão da imagem e maior será a aproximação dos objetos focalizados (zoom).

    As objetivas estão dividas em vários grupos, de acordo com sua distância focal. Neste caso, as distâncias focais podem ser fixas ou variáveis.

    Para identificar a distância focal de sua objetiva, assim como demais informações relevantes, basta observar as informações gravadas no vidro frontal ou no corpo.

    Imagem no próximo slide.

  • Distância focal mínima: 18mm (lente recuada) e Máxima (zoom): 135mm

    Aberturas de diafragma (próximos slides)

    Utilizando 18mm, abertura máxima de f/3.5
    Utilizando 135mm, máximo de f/5.6

    Diâmetro da lente (informação importante para acoplar filtros e acessórios)

  • Tipos de objetivas

    Angulares e Grande-Angulares: são lentes que possuem uma campo de visão mais aberto, permitindo a fotografia em plano geral aberto sem comprometer as informações que farão parte da cena. O grupo das objetivas angulares possui distâncias variando de 8mm até 50mm.

    Tele-foto ou Meia-tele: neste grupo estão as lentes com distâncias focais entre 55mm e 135mm.

    Tele-objetivas: é o grupo das lentes com distância focal superior a 135mm. Algumas objetivas com grande capacidade de aproximação (zoom) são chamadas de Super Teles, por exemplo, as objetivas de 600 ou 800mm de distância focal.

    As objetivas podem ser fixas ou variáveis. As mais comuns são do tipo variável e geralmente vem montada nas câmeras. A objetivas fixas, por serem mais caras e geralmente mais “claras”, são opcionais e complementares ao kit. Falaremos mais sobre isso.

  • Grande angular

    Distância focal de 10mm

  • Super zoom / Tele-objetiva

    Distância focal de 400mm


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 39,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail: